Por Dentro do Episódio 7.06 “Beyond the Wall” (e making of da batalha)

No ar, os vídeos da HBO com comentários dos produtores de Game of Thrones sobre o episódio da semana.

Weiss inicia o segmento falando sobre as faces que Sansa encontra nos aposentos de sua irmã, Arya. Segundo ele, Sansa se dá conta de que Arya ameaça sua segurança física, e ela teme que sua irmã a mate. Mindinho, sabiamente, tenta convencer Sansa do contrário, para que ela não desconfie de seu real papel neste confronto.

Sobre a batalha Além da Muralha, Weiss fala que a sequência se baseou no questionamento de como se sobreviveria a esta situação. A solução para esta pergunta foi trabalhosa, e ele adiciona que aos poucos encontraram a ideia de isolar a comitiva de Jon em uma “ilha”, contra 5 ou 10 mil mortos atrás deles, que não conseguiriam alcançá-los.

Benioff conta que Daenerys não poupa esforços para salvar os guerreiros, porque ela sempre esteve disposta a arriscar sua vida para salvar os outros. E que “muitos ali possuem uma reivindicação importante em seu coração”. Como Sor Jorah, por exemplo, que já a salvou muitas vezes. E Jon, que se tornou muito importante para ela em um curto período de tempo.

Eles ainda comentam que Jon resolve ficar e tentar atrasar os mortos para que todos consigam subir no dragão para fugir. E então, tudo tem que funcionar em uma linha do tempo rápida, e é aqui que vemos Benjen, a conexão emocional que vai fazer com que Jon faça exatamente o que lhe é pedido: fugir. Para Benioff, Benjen se viu livre de certa forma, de uma existência que parecia ser um purgatório entre vida e morte. E que ele encontrou seu propósito nesta jornada, salvando seus sobrinhos quando foi necessário.

De acordo com os produtores, Jon e Daenerys não entendiam o que sentem um pelo outro até seu reencontro em Atalaialeste. E que se apaixonar por alguém denota fraqueza, sentimento que uma rainha não pode demostrar. Mas Daenerys percebe que “este não é um garoto como os outros”.

Sobre Viserion, eles contam que a morte de um dragão causaria um tremendo impacto emocional, porque através das temporadas vimos o quanto eles são importantes para Dany. Ver um dragão devastando o mundo em uma guerra entre humanos é uma coisa. Ver um dragão morrendo e afundando em uma terra gelada e inóspita, é outra coisa. Mas ver um dragão emergindo das águas, para se tornar a arma de destruição do exército dos mortos, é algo ainda pior.

 

 

A HBO ainda divulgou mais dois vídeos comentando “Beyond the Wall”.

No primeiro deles, os atores Kit Harington (Jon), Iain Glen (Jorah), Kristofer Hivju (Tormund), Rory McCann (Sandor), Joe Dempsie (Gendry) e Paul Kaye (Thoros) comentam suas cenas antes do confronto final.

Por último, em “The Frozen Lake”, vemos o diretor Alan Taylor, ao lado de nomes da produção e equipe técnica como Chris Newman, Richard Bradshaw, Deborah Riley, Sam Conway e Joe Bauer, comentando a batalha contra os mortos. O segmento mostra em detalhes o making-of do confronto, além de cenas de bastidores. A dinâmica entre os membros da comitiva de Jon foi inspirada no filme The Dirty Dozen, e as cenas foram produzidas na bela e deslumbrante Islândia e na Pedreira de Wolf Hill Belfast.

Também vemos Emilia Clarke comentando o nível técnico extremo de suas cenas com Drogon:


Assista ao trailer do season finale clicando aqui.

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados