Teoria: Quem é a Criança Abandonada?

A resposta certa seria Ninguém. Sabemos disso. Mas há uma teoria sobre Arya (Maisie Williams) e a Criança Abandonada, “Waif” (Faye Marsay) serem a mesma pessoa.

arya_waif

Arya e Waif no episódio “The Door”

Discutimos muito entre membros da equipe se deveríamos escrever sobre essa teoria aqui. Por diversos motivos, estamos um pouco reticentes em falar sobre isso.

Primeiro porque, na maioria das vezes que fãs criam teorias sobre reviravoltas interessantes para a série, elas não acontecem. Lembram-se das misteriosas cartas de Talisa? Ou do colar Lannister “raro” que na verdade todo mundo tinha, e então todo mundo pensou que isso não fosse um furo mas um plano maior para colocar a coroa contra Dorne? Nada disso aconteceu. E poxa, estamos falando de suposições que possuem base no material de origem, ressonância temática com as motivações dos personagens da série e tudo mais. Não aqueles devaneios completamente ruins, do tipo “Hodor é um cavalo“.

E a gente também não queria entrar no mérito da Casa do Preto e Branco na série ter muitas contradições. Muitas pessoas não estão entendendo muito bem o que está acontecendo com o núcleo de Arya nesta temporada, porque alguns conceitos são bem abstratos. Por exemplo, por qual motivo o treinamento precisa ser tão violento? A impressão que fica é que a guilda de Homens sem Face perdeu completamente seu sentido desde que foi criada. Por que Arya precisa apanhar se o trabalho dela por enquanto consiste em envenenar pessoas? A gente não queria entrar justamente nessas questões, já que elas são sempre colocadas em nossos podcasts e análises. E existem outras maneiras de se justificar isso, até porque religiões em Game of Thrones são mostradas de maneiras caricaturais, como críticas ao controle de massas. Um deus é um deus, não precisa de justificativas para ser um. Ou, no caso, para ser todos. E, originalmente, a Arya de George R. R. Martin é inspirada em crianças-soldado africanas, que são justamente manipuladas e transformadas em seres violentos, armas de guerra. Uma tragédia que é algo terrível e abominável por definição. “Todos os homens devem morrer. Todos os homens devem servir”.


Além de todas essas questões, a “teoria original” que fala sobre isso tem alguns furos.

Mas resolvemos falar sobre isso mesmo assim, porque a ideia é realmente interessante. Deixaremos vocês julgarem se ela é valida e a partir daí poderemos ter um olhar mais aprofundado sobre a Casa do Preto e Branco como um todo.

(Spoilers Everything) Why Arya and The Waif are the same person. from asoiaf

A teoria é essa aí. Ela mistura elementos do livro e série, mas a ideia geral serve mais ou menos para explicar os possíveis propósitos da série, dependendo do que você queira acreditar. Pra quem não entende o inglês da postagem original, explicamos.

Arya e Waif (vamos usar o nome da personagem em inglês mesmo) podem ser a mesma pessoa. O raciocínio é simples: Waif só é vista por Arya ou Jaqen. A história de sua origem é muito bem contada, portanto, ela sabe mentir muito bem. Ela é quase uma sombra de Arya, sabe onde ela está o tempo todo, a antecipa o tempo todo. Quando Arya mente, ela sabe. Ela faz Arya se sentir insegura, testa constantemente seus limites físicos e mentais. Então Arya estaria sofrendo algum tipo de síndrome de identidade dissociativa, por todos os traumas que sofreu e por conta dos feitiços da própria Casa do Preto e Branco. O texto cita que os feitiços poderiam ter começado a fazer efeito a partir do momento que Arya bebeu a água do poço pela primeira vez, mas vale lembrar que, tanto na série quando no livro, Arya não bebe água do poço antes de conhecer a outra garota. No livro na verdade ela jamais bebe, e na série ela bebe, mas só quando volta a ter sua visão. Seja como for, o argumento aqui é de que Waif realmente é Ninguém, e sua única missão é matar Arya, ou algo dentro de Arya. Perceba que toda vez que Jaqen precisa conversar com Arya, Waif tem que se retirar do recinto, como se Jaqen quisesse que a outra versão de Arya os deixassem sozinhos para eles terem uma conversa mais lúcida. No entanto, quando Arya está sozinha, Waif aparece de novo. E então, quando Waif diz que Jaqen “prometeu” algo para ela, isso quer dizer que ele prometeu que a versão “ruim” de Arya poderia tentar matar a versão “boa”, e então Arya estaria livre para escolher se quer continuar ali ou partir. Tanto que Jaqen fala com pesar que isso é uma pena, porque Arya tinha potencial. No fundo, portanto, ele sempre soube muito mais de Arya do que ela mesma. E acolheu Arya durante todo esse tempo para que ela pudesse lutar contra si mesma e evoluir, para voltar para casa e fazer justiça. Ou para que apenas sua versão “do mal” continuasse sua jornada como uma serva. “De uma forma ou de outra, uma face será adicionada ao Salão”.

Tudo isso ainda parece meio abstrato pra você? Se a série realmente seguir este caminho, certamente coisas serão explicadas. Mas podemos apresentar mais argumentos além daqueles que o membro de reddit aponta.

tumblr_o5heaoq9xr1sdzlbpo3_r1_500

1) Elas se vestem quase como gêmeas. Até o corte de cabelo é igual.

2) O sadismo de Waif não se justifica. Ela acorda pensando em como pode machucar Arya e vai dormir pensando em como Arya é mentirosa e em como quer acordar logo pra dar mais uma surra nela. Se ela é Ninguém, ela não deveria ter nenhum tipo de agenda, não deveria sentir prazer em machucar outra pessoa. Portanto, Jaqen não deveria permitir que ela fosse uma Mulher Sem Face se ela realmente não é Ninguém.

3) Nunca a vemos trocar de rosto ou usar outro rosto (embora Jaqen tenha usado o rosto dela no último episódio da 5ª temporada).

4) No episódio 5.06 “Unbowed, Unbent, Unbroken” a menina joga o jogo das faces com Arya. Nele, ela alega que antes de entrar para a Casa do Preto e Branco, era filha de um senhor de Westeros, um viúvo, que se casou com outra mulher e fez com essa mulher uma segunda filha. Sua madrasta ciumenta, tentou envenená-la. A garota descobriu o que aconteceria e procurou a ajuda dos Homens Sem Rosto. Se a gente supôr que apenas a parte dela ser filha de um senhor de Westeros seja verdade, aí está Arya.

5) Em entrevista ao Yahoo, Maisie Williams (Arya) e Sophie Turner (Sansa) jogaram “duas verdades e uma mentira”. Sophie disse que duas dessas três coisas acontecerá nesta temporada:

  • Ramsay morre.
  • Lady Stoneheart aparece.
  • Arya risca três pessoas de sua lista.

Agora analisem as opções que Maisie coloca na brincadeira:

  • Arya volta para Westeros.
  • Arya aparece no trailer mais vezes do que as pessoas perceberam, porque eles não percebem que ela está ali.
  • Arya não risca novos nomes de sua lista.

É curioso que Maisie tenha dado uma resposta tão elaborada quando fala que ela aparece “disfarçada” em cenas do trailer.

6) Arya estaria literalmente em um Clube da Luta nessa versão da série. Justificaria toda a violência que estamos assistindo.

Vale lembrar que o oitavo episódio desta temporada leva o nome de “No One” (Ninguém). Seja o que for que acontecerá a Arya e Waif nesta temporada, provavelmente teremos a resposta neste episódio.

Voltando um pouco para a questão dos livros, será que a teoria se aplicaria também? Difícil de imaginar.

A Waif em As Crônicas de Gelo e Fogo é uma criança que trabalha na Casa do Preto e Branco cuidando dos venenos. Embora ela tenha 36 anos, ela tem uma aparência infantil e encolhida, provocada pela exposição aos agentes químicos ou mágicos. Sua história é quase idêntica a contada na série. Sua mãe morreu quando ela era pequena. Quando ela tinha seis anos de idade seu pai se casou novamente. Sua madrasta a tratava bem até que ela deu à luz uma filha própria. Sua madrasta, em seguida, queria que a criança abandonada morresse, para que sua filha herdasse a riqueza do pai. A madrasta procurou o Deus de Muitas Faces, mas não pôde pagar o preço do sacrifício. Ela então tentou envenenar a criança abandonada, mas não conseguiu. Quando um curandeiro contou o pai da criança abandonada o que a madrasta tinha feito, o pai ofereceu como sacrifício dois terços de sua riqueza e a vida da criança abandonada em serviço ao Deus de Muitas Faces para que sua esposa recebesse a dádiva da morte. Sua oração foi atendida e a criança abandonada veio para a Casa do Preto e Branco para servir.

Maisie Williams está muito bem nesta temporada!

Maisie Williams está muito bem nesta temporada!

Nos livros as duas se aproximam pois a Waif tem o dever de ensinar a língua de Braavos para Arya e Arya tem o dever de ensinar a língua comum de Westeros em troca. Waif também ensina Arya a detectar mentiras e a contar mentiras mas, é claro, sem utilizar violência de qualquer tipo.

E há um agravante no texto dos livros, que é o fato da Casa do Preto e Branco possuir outros personagens com quem Arya se relaciona. São uma cozinheira chamada Umma, outros acólitos como ela e outros “servos”, como o Homem Amável. Estes outros servos, são homens que vem e vão, e Arya os descreve como “o homem bonito”, “o gordo,” “o de rosto severo”, “o vesgo”, ” o fidalgo”, “o esfomeado” e “o com rosto de uma vítima de praga”.

Talvez o servo do Deus de Muitas Faces mais conhecido nos livros atualmente seja o Alquimista, personagem que aparece no prólogo e no último capítulo de O Festim dos Corvos. Atualmente esse personagem está na Cidadela. Seria realmente muito bacana ver a série de TV adaptando esse plot também. Estamos torcendo para que isso aconteça.


Game of Thrones é exibida todo domingo as 22h na HBO, mundialmente.

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados