Por Dentro do Episódio 6.07 “The Broken Man”

Mais uma série de vídeos de “Inside The Episode” onde produtores e elenco comentam o episódio da semana.

Ray

Ray, em seu único episódio na série.

No primeiro vídeo, os produtores falam como uma experiência de quase morte muda uma pessoa, e certamente mudou Sandor Clegane (Rory McCann). Ele está mais consciente de sua vulnerabilidade, pensa com mais gravidade sobre seu passado e é uma pessoa mais consciente das aflições do mundo, devido aos ensinamentos do Irmão Ray (Ian McShane). Mas a tragédia está em ver que Sandor é puxado de volta para o universo de violência do qual ele escolheu se afastar.

Eles também falam sobre Jon não ser um selvagem, mas alguém criado em um castelo por uma família nobre. E que ele acaba sendo ouvido por saber falar com o povo livre. Os selvagens, por outro lado, são inteligentes o bastante para perceber que o mundo está mudando, e que Jon presenciou ao lado deles o que há Além da Muralha. No entanto, Jon não tem sucesso ao ser recebido por Lady Mormont (Bella Ramsey), porque Jon esteve sempre acostumado a lidar com líderes velhos e barbudos. Lyanna vem de outra esfera, e há a dramaticidade do peso de responsabilidade de uma casa nas costas de alguém que é apenas uma criança.

Sobre os Greyjoys, eles falam que Yara é possivelmente a única pessoa que já amou Theon de verdade. Mas ela não é sua “terapeuta”, não está ali para dizer que tudo ficará bem. E que assim são os Greyjoys, essencialmente como vikings, duros e brutais. E, segundo eles, é exatamente isso o que Theon precisava.

No segundo vídeo, entitulado “Resurrecting The Hound”, temos entrevistas com McCann e McShane.

Rory destaca como a retorno de seu personagem é algo empolgante. Que ele se afeiçoou por Ray porque o homem o fez ouvir muitas vezes que há um sentido para a vida, e não era aquele que ele estava vivendo.

McShane fala que o Irmão Ray é líder de um grupo de pessoas que não acreditam mais em violência como resposta. E, justamente por isso, ele não sobreviveu sequer mais um episódio para contar história. Mas em última análise, Ray esteve ali para despertar algo bom no Cão.

No último vídeo, “Recruiting the Wildlings”, temos Kristofer Hijvu (Tormund) e Liam Cunningham (Davos) falando sobre o exército de Jon Snow.

Vender a ideia de ir para uma batalha em Winterfell não seria fácil, pois essa é uma guerra que já está parcialmente perdida, Jon não tem homens suficientes e muito provavelmente todos ali poderão morrer. O agravante é que aquele exército de selvagens é uma pequena porcentagem de todo o povo deles que sobreviveu de uma outra guerra para contar história. Mas os selvagens são mais simples em suas ações, e, por consequência, mais simples em se conversar sobre política. Eles imediatamente reconhecem que foi Jon que os salvou, morreu tentando salvá-los, e estarão presentes para ajudá-lo na nova demanda.


Para participar das discussões abertas sobre o episódio, visite as postagens com spoilers dos livros e sem spoilers.

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados