Estudo usa matemática para definir “protagonista” das Crônicas de Gelo e Fogo

Desde sempre, o autor George R. R. Martin defendeu que suas Crônicas de Gelo e Fogo não possuem um único protagonista, e centenas de milhares de fãs pelo mundo concordam com ele, afirmando, inclusive, que essa é uma das maiores qualidades da obra. Mas matemáticos do Macalester College em Saint Paul, Minnesotta, usaram números e dados para provar o contrário… ou pelo menos acreditam que fizeram.

Analisando o terceiro volume da saga, “A Tormenta de Espadas” (onde eles afirmam que as narrativas principais foram construídas) o professor Andrew J. Beveridge e o estudante Jie Shan montaram uma espécie de rede formada pelas conexões entre os personagens, onde uns nomes são ligados a outros por todas as vezes em que aparecem juntos no texto, com uma diferença de até 15 palavras entre eles (?).

O resultado foi o gráfico a seguir:

57012c8a1e0000b3007060f4

tyrion-lannisterComo muitos de vocês devem ter imaginado, Tyrion acabou ficando com o primeiro lugar, alguns pontos à frente do segundo colocado, Jon Snow. O único nome realmente surpreendente foi o de Sansa, que aparece em terceiro lugar. Isso aconteceu por que Sansa possui muitas conexões com personagens em diferentes núcleos, embora ela tenha  uma quantidade relativamente pequena de capítulos no livro estudado (seis a menos que Arya, por exemplo).

O nome de Daenerys também apareceu com força, mas perdeu pontos pelo fato de que a história dela se desenrola em um outro continente, geograficamente distante das tramas centrais.

Se eles tivessem considerado o Trono de Ferro como um personagem, eu aposto que ele ganharia.

[Fonte: Huffington Post]

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados