Podcasteros #25: Episódio 5.05 “Kill the Boy”

podcasteros_505_800px
No podcasteros dessa semana, Ana Carol Alves, Rafa Bacellar, Angélica Hellish e Marcos Noriega (os dois últimos Imaculados que não leram os livros, mas manjam tudo sobre audiovisual) discutem: Daenerys só é ouvida quando se parece com o pai? Jon Snow matará o garoto pra deixar o homem nascer? Por que os produtores tentaram entrar em Valíria usando um barquinho? O play é logo ali:

Comentamos neste cast:
La mujer venenosa en la época medieval (José Luis Canet)
Vozes da Misoginia Medieval (Pedro Carlos Louzada)
História e Tradição: Povo Livre, por Ygritte (legendado)
História e Tradição: Nações do Norte, por Tormund (legendado)
Stannis corrigindo a gramática de Davos em Garden of Bones
O que Davos estava talhando?
Por Dentro do Episódio Sons of the Harpy
Sansa zoando a Septã Mordane
Alfie Allen e Iwan Rheon falam sobre cena traumática
Sophie Turner fala sobre cena traumática
Livro: Os últimos dias de Pompeia (Edward Bulwer-Lytton)
Filme: Os Últimos dias de Pompeia
História e Tradição: Valíria, por Viserys (legendado)
Martin explica os Homens de Pedra
Não teremos Grifo e Jovem Grifo em Game of Thrones

Nesta edição não tem Notícias do Reino ou Enquanto o Inverno não Chega (esse último, dá pra pegar várias dicas na lista acima). Mas voltamos com esses quadros na semana que vem!


✖ Comentários com spoilers são permitidos apenas com a tag [SPOILER LIVRO X] antes do comentário.
✖ Assine o podcast no iTunes: https://itun.es/i6Fc37J ou instale o BeyondPod, busque por Podcasteros e assine lá.
✖ Se preferir, use esse feed aqui pra assinar no programa que você gosta de usar pra ouvir podcasts.
✖ Para escutar em streaming no seu iPhone/iPod/iPad, baixe o app do Soundcloud.
✖ Para escutar em streaming no seu Android, baixe o app do Souncloud aqui.

Podcasteros pergunta: Foram aquelas as ruínas de Valíria que você imaginou?

Emails com dúvidas e sugestões para [email protected]com [podcast] no assunto.

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Andressa Nogueira

    Esperei a semana toda por isso! *–* Tá cada vez melhor esse Podcast, ouço todos os dias no ônibus indo pra facul 🙂

  • Joandson Martins

    Olá Bom Dia Pessoal. O Podcasteros sai sempre no Domingo ou tem um dia e horário fixo para postarem? E que eu fico aguardando a semana toda na site tão quanto espero passar a série! Bjs!

  • Gleiston Galdino

    Olá, ótimo cast como sempre.Obrigado por responder meu email, eu podia jurar que tinha visto a cena da falsa Arya sendo mandada para o norte na serie, acho que por estar lendo os livros e vendo a temporada 4 ao mesmo tempo.Bem vcs me pouparam o trabalho de rever todos os episódios novamente,bom trabalho e ótima semana a todos.

  • Maquiavel: Monsieur du safadôn

    Se Stannis tivesse um Dragão ele mandaria ele usar o “Grammarys” XD

  • Parabéns pelo podcast. Virou minha rotina escutar. Já vejo a série pensando nas opiniões de vocês. Grandes abraços
    Alguns comentários…

    Sobre Valyria

    Creio que a proposta de mostrar Valyria desse jeito, segundo os depoimentos, é como um lugar sim misterioso e perigoso, mas não como as pessoas o descrevem como um inferno literalmente com fogo e vulcões. Já vimos em outros casos (livro e série) que quando algo é muito falado e fantasiado, as pessoas exageram… e acabam criando suas próprias visões.

    Essa expectativa mais fantástica que a realidade aconteceu em casos como a percepção do Oberyn sobre o monstro Lannister antes de ver o bebe Tyrion ou mesmo nas divergência entre a forma como Viserys conta sobre os últimos dragões na sala do trono e quando o Twyn conta ao Jofrey.

    Meu ponto é que sim existe magia e fantasia nesse mundo, mas mesmo nele, ela são super dimensionadas pelas pessoas com histórias e lendas exageradas. Eles seguiram o mesmo com Valyria. É um lugar sim perigoso e misterioso, mas talvez não caricatural como inferno…

    fica a minha reflexão, que tem muito a ver com a maneira como o Martin conduz a história.

  • Lívia Silva Santos

    Olá! Ótimo podcast para um ótimo episódio, apesar dos pesares. 😀

    Estou lendo o quinto livro, então algumas coisas ficam claras quando assisto aos episódios. Meu marido que não leu, às vezes se sente perdido.

    Não gostei de apresentarem Valíria, por ser uma surpresa mesmo nos livros. Mas tudo isso é perdoado pela cena de espanto/surpresa/admiração do Tyrion ao ver o Drogon. Que ator! Ele conseguiu apenas com os olhos passar o sentimento de qualquer westerosi se tivessem se encontrado com um dragão! Foi sensacional!

    O que me entristece é não ter o Jovem Griffo e o Griffo, pois gosto muito desse arco.

    Quanto ao nome do episódio, acho que foi a melhor participação do ator que faz o Meistre Aemon. Que cena! Que potência desse ator!!!

    Eu reclamo muito da adaptação, mas lendo o quinto livro, penso em como deve ser difícil adaptar uma história desse tamanho. É muito conteúdo para pouco tempo, então estou apenas curiosa e feliz por acompanhar duas histórias diferentes.

    Um grande abraço
    Lívia

  • gostei muito do que vocês falaram em relação ao Alfie Allen. Acho ele um ator incrivel e em muitas cenas ele nem tem falas. Gostaria que ele tivesse mais cenas, assim como outros atores em Game of Thrones que são talentosíssimos mas infelizmente não dispoem de muito tempo de tela.

  • Gisele Silva

    Juro que quando vi o Davos talhando aquela madeira, lembrei daquela cena do filme Tróia, quando o Ulisses (Sean Bean) vê o soldado talhando o cavalinho de madeira, e depois, mostra o cavalo de Tróia já pronto.

  • Michael Pereira

    “POSSIVEL SPOILER LIVRO V”.
    Mais alguém tem a impressão que será o Oli que protagonizará a cena do Jon no final do quinto livro? , pela maneira que eles vêem construindo o personagem, acho que não me surpreenderia isso. Pq os outros amigos do Jon morreram e provalmvavelmente o Sam já terá partido.

  • Michael Pereira

    Todo Domingo de manhã, meio que um esquenta para o episódio a noite. Também fico no aguardo mas já até acostumei.

  • Confesso que ainda não conhecia o Podcasteros e ouvi hoje pela primeira vez e gostei muito! Parabéns para a equipe do site! Imagino o trabalho de todos vocês! Parabéns. Deve ser algo trabalhoso, mas muito gratificante!

    Como não ouvi os outros, não sei o que ocorreu sobre a homofobia, mas a intolerância não dá né? A atitude de vcs me pareceu coerente. Seja como for, no próximo episódio e no próximo pod, este assunto voltará! Força então, pessoal!

    Concordo plenamente com os comentários sobre a Daenerys. Ela é a heroína e tem uma jornada tão bonita! Ela tem um alvo, mas ela sabia que tinha que parar e aprender, se preparar para o futuro. Algumas coisas que são legais como nos livros quanto a ela, como a liberação dos escravos. O que eu acho incrível. Eu tinha criado uma certa birra dela, mas quando ela começou com a ideia de liberar os escravos, ela me ganhou de novo. E então passo a admirá-la.

    Sobre os dragões, o que eu reparei é que os Dothraki apareceram neste episódio. Eu não tinha reparado neles faz tanto tempo que nem me lembro. Dá para vê-los nas cenas dos dragões.

    A falta de King’s Landing no episódio permitiu desenvolver bem todos os núcleos, deu muito certo. Não por falta do King’s Landing, mas por ter tido tempo suficiente para desenvolver os núcleos. Vamos ver como será no próximo episódio de hj a noite!

    Vcs falaram de bond com os dragões e me lembrei de Avatar e imaginei a cena hahahahahaha

    A risada da Rafa ao falar da cara do Jon Snow foi foda! huauahuahahuahuh

    ri demais com o “menas”. Adoro essas sutilezas da série. Acho que o intuito da cena, além de um humor sutil, foi mostrar que ele é um homem culto e correto.

    Acho incrível como a Gilly é mostrada tanto na série como no lviro. Diferente de outras mulheres nos livros que são claramente emancipadas, ela é ainda submissa. Não que eu curta isso, mas é uma outra faceta, pela criação que ela teve, sempre com uma única presença masculina que era uma autoridade para ela. Então ela não tem essa natureza independente. Então a personagem é um contraponto às outras mulheres da série.

    Adorei o comentário sobre a trilha do Stannis. Como a mesma trilha mudada um pouquinho tem um sentido totalmente diferente! Super legal

    Pod lavando as cuecas da Brienne. Gargalhei ouvindo uhahuahuuaha

    Que legal a percepção da cena espelhada! Essa não tinha pedo! Um espelho tanto na cena quanto no contexto da cena e na oposição das personagens. Muito bem percebido!

    Acho que a questão da cena da Sansa com a Myranda foi apenas uma questão de não confiar em ninguém em Winterfell que agora não é mais seu lar e está cheia de pessoas estranhas.

    Acho que a série ainda não vai alcançar a Sansa em termos de persoanlidade do livro pelo fato da Sansa não ter outra companhia feminina para desenvolver este lado. Mas parte da humildade está sendo atribuída àquela senhorinha do “north remembers”

    Eu tb fiquei com aflição na cena da Myranda! E tb na cena dos canis. Pq ela é sádica então vc espera “vai dar merda”. E, até agora, não deu. Mas deve dar, certo?

    Escamagris afetam o sistema neural também, isso justifica o comportamento deles ser agressivo.

    Adorei o podcast e agora acompanharei toda semana! Ótimo trabalho pessoal!

    PS: qual a versão do tema de got que vcs usaram no final? Eu já vi tantos covers no utube que nao sei qual é mais!

  • Marcia Terra

    Pod muito bom, como sempre no que se refere às comparações com os livros, já que é normal esquecermos detalhes dos livros e vcs nos ajudam a relembrar. Porém, tenho notado, assim como vários amigos meus, uma certa amargura e um purismo exacerbado nos comentários que não existia antes, talvez por essa temporada ser a que mais se distancia dos livros, e essa atitude está impedindo vcs de avaliarem os episódios por si só.
    Exemplificativamente falando, a noção de que Valiria era uma civilização avançada e nada dela sobrou, o ar sombrio das ruínas e do rio ( ou mar fumegante), denotando que é um lugar a se temer, o poema, o dragão, símbolo de uma era, com aquela trilha sonora maravilhosa ao fundo, o fascínio de Tyrion, tudo isso foi muito bem transposto para a tela e o conjunto da tomada transmitiu todas as mensagens necessárias mas vcs só se concentram nas disparidades com os livros, esquecendo de se concentrar em analisar se o objetivo da cena foi atingido ou não.
    Interessante observar os comentários da Angélica, que não leu os livros, ela comenta com base no que vê, no que é, e não no que deveria ser, de acordo com os livros, Pensem nisso.
    Comparar é ótimo, como disse, e vcs o fazem espetacularmente, mas acho que vcs deveriam curtir e criticar mais a série pelo que ela nos proporciona que é trazer para a linguagem audiovisual aquilo que só existia em nossas mentes e corações. Eu adoro os livros e adoro a série, são universos diferentes, temos que aceitar este fato, senão estamos fadados à decepção, seja com GOT ou qualquer adaptação.

  • Priscila Manfredini

    Gente, Parabéns! Sei o trabalho que dá editar e que fazem de todo coração.

    Gosto muito da composição do elenco do podcast, com visões diferentes e complementares. Mas me identifico mais com os imaculados, claro rs.

    O único problema é que acompanhando os podcasts eu fico com a ilusão que vocês são minhas amigues e tals… A fico triste quando a temporada acaba Hahaha. E tbm tenho a impressão que gosto menos do episódio depois de ouvir, pq faço uma avaliação mais profunda. Afinal, a ignorância é uma bênção né? #sqn

  • Falaram “dragão de gelo na Muralha” aí?

  • Sopraram o Berrante de Joramun pra te sumonar, cara.

  • laysguerrero

    Parabéns mais uma vez pelo trabalho. Tenho que confesar que a melhor parte é ouvir o podcast, pq é sempre bom ver outras opiniões.

  • Silvano Ferrari

    Podcast ótimo como sempre… Gostei do bloco de Spoiles vcs comentarem sobre a Jeyne Westerling… semana passada tinha relido as teorias a respeito (gravidez e traição)… com essas mudanças da série em relação aos livros estava analisando os pontos que foram modificados/excluidos da série… Acho bem importante não pensar que “o que foi excluido da série não será útil nos livros”… Não vejo a hora de sair o TWOW (como td mundo) e só ver a série faz com que esqueçamos os pontos chaves que ficam nas entrelinhas do tio Martin…

  • Laís Stratford

    Luís Tiago, parabéns pelo email! Sempre digo que quem é intolerante e se justificativa através do cristianismo, não entendeu o evangelho!

    Abraços pra galera do podcasteros! Continuem o excelente trabalho!

  • Nicoli JLSantos

    Melhor diálogo:
    Bacellar: Só o Mindinho que tá bocó achava que o Ramsey ia ser bonzinho com a Sansa.
    Angélica: Acho que ele quer que a Sansa aprenda a se defender!
    Ana: Porra, que escola!
    kkkkkkkkkkkkkkkk Vocês são ótimos gente!!
    Brincadeiras à parte, ótimo Podcast!

  • HAHAHAHA!

  • John Silva

    EU AMO MUITO ESSE PODCAST, adoro ficar ouvindo suas opiniões, tomo para mim e faço um debate interno concordando ou não! Continuem com o trabalho, um abração a todos!

  • LARISSA CARVALHO

    Sobre o casamento da Dany, eu fiquei pensando: quando ela abortou o bebê do Drogo a bruxa disse que ela nunca mais poderia gerar um filho. Ainda não li todos os livros, alguém sabe se isto foi contestado mais tarde?

  • João

    Respondendo à pergunta: Não foram aquelas ruínas que imaginei. MAS, nos livros nunca “fomos” a Valiria, apenas ouvimos relatos que se mais parecem lendas ou mitos. Na verdade, a Valiria pode ser mesmo idêntica à que vimos na série, mas nunca lá “fomos” para ter certezas. Acredito que aquilo que é falado nos livros da perdição, fogo e tal, realmente tenha existido, mas como em tudo na vida, não existiu eternamente desde que aconteceu a Perdição. Na verdade ninguém dos que lá foram voltaram para tirar essas dúvidas, e se ficaram lá, já pensaram que talvez foram atacados pelos Homens de Pedra que possam lá haver? Podem ter virado Homens de Pedra ou simplesmente terem morrido.

    Não vejo motivo para os produtores terem andado a inventar com isto, ou se inventaram é porque pouca diferença fará o estado de Valiria para a série em geral. Eles sabem a verdade sobre Valiria, Martin contou para eles, quem sabe não nos mostraram a verdade dos factos?

  • Robert Forte

    Respondendo a pergunta feita no minuto 57:50.

    Estou escutando após o polêmico episódio 06.

    RESPOSTA: A Sansa dos livros está morta. Vide aquela última cena do 6º episódio… Ela está em plena ascensão nos livros, ganhando confiança e aprendendo a jogar. Na série nos parece que ela vai continuar se dando mal pra sempre…
    O roteiro da série matou a personagem, enquanto nos livros podemos ainda esperar grandes feitos dela. Perdi todas as esperanças nela na série. Que venha o Stannis!

  • Robert Forte

    Poxa,
    Quando a resenha com spoilers estava engrenando terminou sem mais nem menos… Heheheh.
    Uma pena… Até a próxima!

  • Guguneas Bastos

    O problema foi 1 barquinho passando pela perdição, nenhum barco que passou por valiria saiu vivo o proprio irmão do Tywin o Gerion Lannister nunca voltou e o cara passa com 1 barquinho ´-´

  • Chris Hoffmann

    Faz menos de duas semanas que descobri o podcasteros e não consigo mais parar de ouvir, é viciante e interessante escutar diferentes opiniões a respeito da série e dos episódios, tô adorando.
    Parabéns pelo trabalho, vocês são fodas.

    E ah, uma pergunta: Naquele episódio (não me recordo qual) em que Daenerys entra na casa dos imortais e passa por um local em ruínas e com neve, muitos dizem que é a sala do trono de ferro; o que significa isso? Uma visão do futuro? Magia? Metáfora? Eu sempre tive curiosidade, mas nunca ninguém conseguiu me explicar com exatidão.

    Obrigado, galera! Ansioso pelo próximo podcasteros.
    Cya.

  • Luis Santos

    Bom Dia!
    Mais uma vez, parabéns pelo trabalho, a observação sobre como o caminho da Sansa está diferente foi muito bom. No livro tenho a impressão que a Sansa está se tornando um Mindinho com “poderes” femininos. Na serie a Sansa está de novo em uma mesa em um falso lar rodeada de inimigos.
    Abraço!

  • Fernanda Vieira

    Pensei a mesma coisa! Eu apostaria que sim.

  • Fernanda Vieira

    Oi Galera!

    Só para complementar a questão da história da Dany, achei a proposta de casamento surgiu muito do nada. Afinal nos livros há uma porção de gente que ficam enchendo as orelhas da Dany falando que ela deveria casar pra trazer paz. Mas na série parece que foi ideia dela, o que na minha opinião é estranho, afinal, ela se casar em Mereen não ajuda em nada, ao contrário, só atrapalha, o objetivo dela de sentar no trono de ferro.

    Alias, acho que ela ta muito esquizofrênica. Em um momento ela está julgando um escravo por matar um nobre e no outro ela esta queimando um nobre por simplesmente estar brava, pra logo depois oferecer casamento a outro nobre. As noções dela de como governar passam muito pelo humor que ela está no dia. Dar pessoas de comida aos dragões só para demonstrar poder e ainda de deliciar com isso é digno de Aerys, o que a deixa a personagem muito diferente e mais cruel. Alias, ela insistir em permanecer em Mereen na série faz muito pouco sentido porque dão a impressão de que ninguém a quer por lá, inclusive os escravos, que no livro são a motivação para ela concertar a cidade.

    Enfim, parabéns pelo trabalho! Ansiosa pelo próximo!

  • O CAVALEIRO FRIENDSTONE

  • LadyTargaryen

    Oi gente, foi tanta a loucura dessa semana que só agora consegui comentar aqui.

    Primeiramente gostei muito do aprofundamento que deram a Dany, pelos menos aqui tivemos algum tratamento mais cuidadoso com ela. É uma personagem muito delicada de se falar, amada e odiada por muitos, mas talvez isso é que a torne tão interessante. Um personagem que chegou onde está hoje do nada, apenas com um nome esquecido e a coragem de seguir em frente (se olhar para trás estarei perdida), mesmo com tantas desafios, conflitos internos, traições e erros, merece respeito.

    Achei legal comentarem sobre Valíria e fazer um paralelo com outras civilizações destruídas. Apesar de na Roma Antiga não acontecer um grande cataclisma, eu os vejo como maior fonte de inspiração para o Império Valiriano. E quando falaram sobre Pompéia achei iriam comentar aquele filme com o Kit. Foi tão ruim que torci pro vulcão o tempo todo xD

    Ana, tem como disponibilizar o link do podcast gringo que vc citou? Fiquei curiosa.

    E agora aguardo anciosamente os comentários do polêmico sexto episódio.

  • Nicoli JLSantos

    Ainda não dá pra saber de certeza, mas no final do Dança, talvez sim. Acho que só saberemos mesmo no Ventos do Inverno.

  • Romulo Viana

    Acho que, se colocarmos esse episódio na perspectiva do último, há coerência no que a Daenerys fez:

    1 – Ela quer que os Filhos da Hárpia parem de atacar;

    2 – Ela tem certeza que os nobres de Meeren estão por trás do ataques;

    3 – Ela quer vingar a morte de Sor Barristan.

    Partindo daí, ela amedronta os nobres com os dragões(pra enfraquecer os líderes da revolta) e se casa com um deles(pra mostrar ao povo não está ali de passagem) embora saibamos que em algum momento ela irá para Westeros).

    Infelizmente, a forma como tudo foi mostrado faz parecer que ela é muito temperamental, mas achei que as decisões fizeram muito sentido.