Análise do episódio 5.06: ‘Unbowed, Unbent, Unbroken’

Essa semana juntamos a análise com e sem spoilers. Devido a polêmica da cena sobre a Sansa acreditamos que vocês já ouviram falar quase tudo sobre esse episódio, mas aliviamos a mão nos spoilers para não assustar ninguém. Então vamos a raspa do tacho. Com contribuições de Rafael Bacellar.

 “Unbowed, Unbent, Unbroken” (Insubmissos, Não-Curvados, Não-Quebrados) foi o título do sexto episódio da temporada e é também o lema da casa Martell (sobre os Martell recomendo o excelente vídeo de história e tradição narrado por Oberyn e o nosso também excelente texto contando a história da casa). O episódio dirigido por Jeremy Podeswa – que dirigiu também o episódio passado – e escrito por Bryan Cogman (The Laws of Gods and Men) chocou e irritou muita gente (incluindo todos aqui do site, como vocês devem saber), mas foi um divisor de águas para tantos outros, isso não se pode negar. Vamos tentar passar por cima dessa indignação e analisar o que aconteceu.

A Casa do Preto e do Branco

Finalmente descobrimos uma coisa realmente importante sobre a casa do Preto e Branco! Entendo toda a estrutura de suspense que cercava esse núcleo, a necessidade de Arya ser uma aprendiz e ir se tornando uma acolita, mas estava tudo muito obscuro, e isso me dava nos nervos. Mesmo que Arya seja uma das personagens mais queridas das Crônicas de Gelo e Fogo, muitos concordam que seu arco em “O Festim dos Corvos” não é dos mais… fluidos. São páginas e mais páginas que mostram a menina aprendendo a dominar suas expressões faciais, aprendendo a mentir, aprendendo o idioma de Bravos, aprendendo, aprendendo e aprendendo. Ao mesmo tempo que a cultura surreal dos Homens sem Face é envolvente, ela também nos afasta um pouco da trama principal, o que provavelmente foi um dos motivos que levaram os produtores a omitirem todo esse aprendizado, assim como no caso do Bran. Na série, a Gata dos Canais aprendeu duas únicas lições que podem ter sido suficientes: todos os homens devem servir, e todos devem morrer.

arya1

A cena de Arya começou com tomadas alternadas que mostravam ela cuidando das vítimas do Deus de Muitas Faces. Um dos quadros foi particularmente intrigante: aquele em que a câmera registrou a garota lavando os cabelos de uma morta, assim como Myranda lavou os cabelos de Sansa antes do casamento. O ângulo foi praticamente o mesmo.

Tudo na casa do preto e do branco é um teste para uma aprendiz como Arya, como Jaqen disse, o jogo nunca termina e para se tornar uma assassina eficiente ela precisa ser capaz não só de mudar de rosto mas mudar de história e isso envolve ser capaz de mentir e entender a mentira em níveis muito superiores. Jaqen sabe que a Arya está mentindo ainda que ela mesma não saiba, como quando fala do Cão de Caça.

Aliás, Jaqen é muito mais violento que o Homem Gentil do Festim, onde a personagem aponta que, na Casa do Preto e Branco, as pessoas só levantam a mão para matar. Talvez os produtores estejam querendo compensar a suavizada que deram na passagem de Arya por Harrenhal, na segunda temporada. Enquanto em “A Fúria dos Reis” a garota apanhava dos cozinheiros e empregados do castelo, em Game of Thrones ficou compartilhando histórias e boa comida com vovô Tywin, o que foi muito mais interessante para mim. Será que Arya gostava tanto do Tywin quanto ela gosta do Cão?

Foi preciso coragem para cuidar da menina moribunda, e um certa falta de senso de moral para mentir daquele jeito. A Casa do Preto e do Branco é como uma grande caverna, que só vai afundando mais e mais a cada parte que a personagem conhece, mas a cena do Salão da Faces foi muito linda, e explicou muito bem a relação entre o trabalho dos servos do Deus e a habilidade de mudança de rosto. Pela construção da cena em si Arya desce cada vez mais ao fundo da Casa do Preto e do Branco, mas se depara com um salão daqueles que parece não ter fim, para baixo ou para cima. Os rostos estão tanto estocados para uso como são parte da “decoração”. Perceberam que não vimos nenhum lugar vazio (se alguém viu comenta ai)? E a música que segue ao fundo enquanto ela fica maravilhada com aquilo assim como nós foi excelente.

arya2

Mas ainda tenho uma dúvida: Quem é Arya diante da grandiosidade daquilo tudo e por que Jaqen, que entende o quanto ela mente acredita que ela possa deixar de ser Arya Stark?

Arya tem tido grandes parceiros de cena temporada a temporada, mas Jaqen ainda é o melhor de todos. Um Homem precisa ensinar!

Só a título de curiosidade, o rosto que Arya toca foi moldado a partir do rosto da mãe de Barry Gower, Supervisor de Efeitos Prostéticos. Quanto será que paga pra eu conseguir pôr minha cara ali?

 

Wherever slavers go

tumblr_nokoesoHAT1qiaxzfo3_500

Tyrion poderia muito bem ter escondido alguma coisa de Jorah, sobre a morte de seu pai, Shae ou mesmo sobre a morte do pai de Mormont para usar como vantagem lá na frente, mas ele decidiu ser honesto por que realmente reconheceu que não tem nada a perder.

Só eu ri quando disseram a Tyrion que ele ia voltar pra Volantis?

Tyrion é um dos poucos até agora a questionar a capacidade de Daenerys para governar. Apesar de ter ouvido bastante do Varys, ele está mais e mais convencido, eu diria até curioso, com a possibilidade de conhece-la e de ela realmente ser capaz de tomar Westeros.

malko1

O traficante de escravos interpretado por Adewale Akinnuoye-Agbaje, o inesquecível Mr. Eko de Lost e sua trupe serviram como alívio cômico do episódio, pelo menos eu ri com o história do pinto de anão ter poderes mágicos. Tá vendo, foi por isso que ele não pegou Escamagris!

 

Porto Real

Rei Tommen é um pequeno inútil. Não é uma ofensa, só uma constatação. Margaery baseou seu poder para enfrentar Cersei na influência que tem sobre Tommen, e ela tem influência sobre o ele. Ouso dizer que ele faria qualquer coisa por ela, mas infelizmente ele não é capaz de fazer nada sozinho ainda…

tyrells

Ver Vovó Olenna de volta foi um alívio. Ainda que seus objetivos sejam dúbios para dizer o mínimo. Desde que Varys e Tyrion deixaram Porto Real, não temos mais personagens sagazes em quem nos apoiar. E como as maquinações de Cersei são cada vez mais sinistras, o clima de Porto Real vai ficando cada vez mais tenso. Ela está brincando com poderes que claramente não pode controlar, como a própria Fé Militante. O pré-julgamento de Loras foi mais tendencioso que o de Tyrion que foi acusado de matar o rei. Ela armou esse exército, deu-lhes liberdade para agir sobre o povo, depois sobre os pecadores nobres e agora sobre a realeza. Alguém dúvida que isso vá respingar nela?

Sem falar no apoio dos Tyrell e na volta de Mindinho. Vimos na temporada passada Tywin dizer que os Lannisters estariam quase falidos (o que acho meio difícil de acreditar) e precisam da influência e do dinheiro dos Tyrell. Apesar de acreditar que Olenna não vá deixa essa afronta barata, entregar Cersei a Fé Militante por conta dos filhos bastardos inviabiliza Margaery como Rainha, pois Tommen perde a coroa. Mas ela já cuidou de um rei antes com o apoio de Mindinho que, olhem só, já está de volta a capital!

Falando em Mindinho, quero fazer um parêntese aqui já que as resenhas dos últimos dois episódios (ainda) não saíram (sou brasileiro, não desisto tão fácil). Para quem não viu os produtores comentando sobre o episódio, eles esclareceram que o Mindinho da série não sabe a extensão da crueldade de Ramsay, acho bizarro isso de um cara que preza informação como ele, mas foi assim que estabeleceram. E muitos comentaram (e foi o que pensei também) sobre ele ter deixado Sansa, que é uma vantagem sua, sob os cuidados dos Bolton que claramente não são confiáveis, o que iria de encontro ao estrategista das alcovas que ele geralmente é.

O fato é que não sabemos o que Mindinho planeja, nunca sabemos.

Por mais que a série mostre ele conversando com um personagem ou outro, não temos como saber a extensão de seus planos até que eles aconteçam. Ou deem errado, o que é meu segundo ponto.

Como Mindinho disse nas criptas a Sansa quando a deixou em Winterfell, ele é um apostador. Ele avalia as possibilidades e cuida para que tenha os melhores resultados. Em seus planos anteriores sempre ouve o risco de tudo dar errado, mas ele continuou armando mesmo assim. Veja o plano para incriminar os Lannister na morte de Jon Arryn lá na primeira temporada. Ele teve que apostar que Lysa pudesse soar convincente sem se trair, e vocês lembram da Lysa Arryn. Para a morte de Joffrey ele teve que confiar em Olenna para funcionar e em Dontos para tirar Sansa viva de Porto Real, não foi lá muito fácil e as chances de dar errado eram muito grandes.

mindinho

O Caos é uma escada. Mas ele fez mesmo assim, por que se desse errado ele certamente arrumaria uma maneira de se beneficiar das circunstâncias do mesmo jeito. Sansa é importante para ele pois, se ela continuar viva, ele pode controlar o Norte através dela como está fazendo com o Vale e se morrer será um mártir para ele vingar em nome do Norte, passando por cima do que sobrar dos exércitos de Stannis e dos Boltons. Como Varys disse uma vez:

Lorde Baelish queimaria o reino se pudesse ser rei das cinzas

Ele não quer o Norte, o Vale, ou Sansa, ele só quer poder.

 

Vamos aos problemas do episódio…

8a4c0947bfb80108f84174b85d0fb4ee

 

Dorne

Cara que tristeza. Que tris-te-za. Para aliviar, vamos nos basear apenas no que foi mostrado na série. Eu estava curioso para ver Dorne, exclusivamente por causa do casal Oberyn Martell e Elaria Sand e do que aconteceu com eles na temporada passada. Os personagens de Pedro Pascal e Indira Varma deram algumas pinceladas do que seria Dorne, mas mesmo assim a região podia não ter aparecido na série como muitos lugares que são citados e não são mostrados, como a Cidadela por exemplo. Oberyn veio a King’s Landing e morreu num julgamento por combate que ele mesmo se voluntariou em participar, fim de papo. Mas resolveram mostrar in loco a insatisfação com essa situação. O descaso com a terra dos Martell é tão grande que a região apareceu pela primeira vez no episódio 5.02, mas na abertura só apareceu no episódio 5.04 e ao contrário dos outros lugares sedes de cada casa que tinham suas insígnias mostradas na abertura, a de Dorne que é um sol trespassado por uma lança, virou a cobrinha do “Casseta & Planeta”. Ok, talvez eu esteja exagerando. Ou será que não?

Quando Tyrion passou por Volantis vimos uma tomada aérea da ponte, quando Arya chegou a casa do Preto e do Branco vimos um pouco da cidade enquanto ela passeava de barquinho, no episódio dessa semana tivemos uma imagem aérea de Porto Real que já é nossa velha conhecida, mas em Dorne… Só o que vimos até agora foi uma praia genérica, um caminho no meio do mato, os Jardins de Água a distância e a área externa. Imaginei realmente que Jaime por não conhecer Dorne fosse ser nosso anfitrião, mas já se passaram 6 Episódios e nada. A entrada de Jaime e Bronn nos Jardins da Água sem qualquer dificuldade foi triste (uma linha de diálogo adicional com Jaime ou Bronn dizendo que os Jardins da água eram abertos a todos teria feito toda a diferença). Procurar Myrcella sem qualquer referência e encontrar ela por ali de bobeira em menos de dois minutos, foi mais triste ainda. As Serpentes da Areia se armando e escondendo o rosto para entrar ali onde supostamente são bem conhecidas e se portando como umas pirralhas briguentas… Elas não metem medo em ninguém, tão precisando tomar umas aulas na casa do Preto e do Branco sobre como ser convincentes. A maioria dos diálogos estão rasos e cheios de frases de efeito mas que não estão funcionando. É como se Dorne fosse um mundinho particular que existe apenas para a redenção de Jaime resgatando sua sobrinha, e isso é triste.

dorne1

Talvez tenha sido ideia dos produtores transformar Trystanne (o herdeiro de Doran) em um projeto de galã de novela mexicana, mas o desempenho de Toby Sebastian foi risível. A coincidência que levou ele e Myrcella a estarem dando sopa ali fora no momento em que Jaime e as Serpentes tiveram a brilhante ideia de sequestrar a princesa – em plena luz do dia, e em um lugar cheio de guardas – foi quase um deboche.

O que diabos foi aquela luta? Perto dessa sequência, a luta contra os Filhos da Harpia no beco parece um genial. Foram 64 segundos de agonia, com cerca de 80 cortes entre eles. É incrível que aquilo tenha sido dirigido por um cara competente como Jeremy Podeswa. Ainda bem que Areo Hotah e sua glaive (que não é bem um machado) apareceram para nos salvar.

Aliás, o único saldo positivo desse novo arco são Areo, Doran e Ellaria (que nesse episódio só serviu mesmo para ser presa). É uma pena que atores tão bons estejam sendo desperdiçados, atirados no meio dessa tempestade de m… areia.

t65ZXGa

Exemplo de péssima coreografia. Quem ensinou Tyene a lutar?

Outro bom momento do arco foi ter ouvido Bronn cantar “A Mulher do Dornês”. No meio do ano passado, quando soubemos que Arianne não seria escalada para a nova temporada e que provavelmente Ellaria assumiria seu papel, achamos que os produtores aproveitariam o título dessa canção para fazer uma referência a ela, quem sabe em um título de episódio. Além de bom ator, Jerome Flynn também foi cantor quando mais jovem. É legal ver esse talento ser explorado nas telas, assim como em Blackwater, quando ele cantou “The Rains of Castamere”. É uma pena que Bronn provavelmente tenha sido envenenado pela adaga de Tyene. Morrer depois de ser ferido por alguém que luta como um tokusatsu não é um destino que eu desejaria a ninguém. Mas não foi ele que queria uma morte chata? Nesse caso, não consigo pensar em nada mais adequado do que morrer nos Jardins de Água.

Em algum momento daquele diálogo, para justificar seu plano terrível perante a audiência, Jaime disse que gostava de improvisar. Eu acho que esse improviso explica não só a mão de ouro do personagem como também o rumo que Dorne tomou na série de TV. David e Dan nitidamente quiseram aproveitar o sucesso de Pedro Pascal como Oberyn na quarta temporada, e acharam que o público engoliria qualquer porcaria que eles oferecessem. Mas se existe uma coisa que une os fãs da série e dos livros nas críticas à quinta temporada é a rejeição a este núcleo, que é um insulto à memória do Víbora Vermelha e, principalmente, aos livros da saga.

dorne2

Se existem tubarões dorneses, a série certamente pulou um deles nesse episódio.

 

Winterfell

A interação entre Myranda e Sansa e a forma como esta responde sem se mostrar intimidada foi um pequeno alívio para quem esperava desde o último episódio da temporada passada a Sansa badass que aquele cabelo preto prometia para nós. Myranda lava a tinta de seu cabelo do mesmo jeito que Arya lava os cabelos do(a) morto(a) sobre sua mesa no inicio do episódio, o ângulo é praticamente o mesmo, e talvez exista algum tipo de mensagem que conecta as duas representações. Talvez os produtores (e o diretor) quisessem incutir a ideia de que Sansa, assim como os Homens sem Face, se tornaria outra pessoa depois que a tinta negra escorresse de seus cabelos – o que não aconteceu, de fato.

Eu pensei que seria uma piada de Ramsay que Theon fosse acompanhar Sansa no casamento, mas não foi o caso. Nos livros isso acontece com Jeyne, mas Theon não assassinou os irmãos dela à sangue frio. Theon já sofreu bastante nas mãos de Ramsay, e parecia estar bem internalizado sobre quem ele agora é, mas Sansa está lá agora para lembra-lo sempre de quem ele foi, e do que ele fez contra a família dela. A cena do casamento em si foi muito linda, os pequenos flocos caindo, o altar no represeiro, e as velas. Os Bolton são tão vis que até esqueço as vezes que são realmente do Norte e que professam a mesma fé que os Stark. A atuação de todo núcleo foi excelente. Theon mostrando que não tem empatia nele por ela, apenas medo e confusão. Sansa em um misto de determinação que toda hora lhe fugia e dava lugar ao medo ou a indiferença quando ouvia Theon falar. Roose todo gelo, mais frio que o próprio norte. E a expressão de psicopata do Ramsay que consegue fazer você ter medo do fato de ele estar feliz.

Winterfell II, ou, onde tudo deu errado.

Casamentos em Game of Thrones não são conhecidos por serem momentos de felicidade, muito pelo contrário e a noite de núpcias de Sansa não fugiu a regra.

sansa2

Foi uma pena o que aconteceu com Sansa aqui. Uma cena muito triste para a audiência e nem um pouco necessária. Eu realmente esperava que ela fizesse alguma coisa aqui que não fosse se submeter daquele jeito triste. Sansa tinha o apoio de protetor do Vale, estava se reconhecendo novamente em casa, sabia que haviam nortistas no castelo querendo ajuda-la e mais ainda, sabia que os Bolton ainda precisam convencer o norte de que ela esta com eles do contrário o casamento não serve de nada. Deixou de ser a Sansa Stark destemida que foi há algumas cenas atrás para voltar a ser o passarinho como o Cão a chamava. O ato em si não foi mostrado e não sabemos ainda o impacto que causou em Sansa, mas com certeza foi muito ruim. Quanto a Theon que foi forçado a assistir, pela sua expressão só posso supor que ali, de uma maneira muito triste, ele se reencontrou um pouco com seu passado de novo, sentindo alguma empatia por Sansa e por tudo que ele acredita que ela vá passar nas mãos de Ramsay que ele conhece muito bem. As ameaças de Myranda podem ter soado vazias a Sansa, mas Fedor sabe a verdade daquilo tudo.

Se você caiu de paraquedas aqui e está como Jon Snow sem saber de nada da polêmica que essa cena causou e for de seu interesse se aprofundar no assunto, sugiro que leia esse post e esse, se já está cheio disso é só parar por aqui. Acredito que o que esta lá é o suficiente para explicar nosso posicionamento e nossa indignação, mas fiz algumas considerações a baixo se você quiser continuar.

Antes de mais nada gostaria de deixar uma coisa clara. Muitos comentários sobre esse tema foram sim apagados, e algumas pessoas foram banidas do site o que os impede de comentar novamente, e isso por um motivo bem simples, que vou explicar usando as palavras do moderador do Fórum Ice and Fire no Facebook:

Eu não preciso aturar defesa de estupro, não importa se foi em uma obra de ficção. Esse tipo de coisa não vai passar aqui, não se a moderação tomar conhecimento.

Se o seu comentário foi apagado, repense um pouco sobre ele. Se você foi banido, repense um pouco sua atitude. O Game of Thrones BR nunca escondeu sua inclinação pelos direitos das mulheres e não se enganem, aqui não há só mulheres na redação. Para ser bem honesto com vocês, a maioria dos comentários sobre o episódio dessa semana foram moderados pelo Felipi Bini, pelo Rafael Bacellar e por mim.

Sobre o estupro da Sansa, devo admitir que entendo um pouco da confusão de alguns e do estranhamento pelo furor gerado por essa cena. Postamos notícias, análises, teorias, podcasts e atuamos no Facebook, Viber, Twitter e Email, além da interação direta com vocês aqui no site. Nós não conseguimos consumir toda a informação que produzimos e acredito que nem todos vocês também, mas acredito piamente que conhecemos de modo um pouco mais extenso o mundinho que abrange a série e suas influências. Enquanto alguns de vocês estavam em casa assistindo um episódio inédito, nós estávamos acompanhando sabendo dos seguintes fatos:

  • Nos livros há um casamento com Ramsay com uma personagem diferente que esta em um momento narrativo diferente, sem esperanças, amigos ou apoio de qualquer tipo, o estupro é muito mais aterrador nos livros até, mas representa um ponto de ruptura para essa personagem em questão devido as futuras atitudes de Theon que também presencia a cena.
  • Sansa não estava nesse momento narrativo. Sua história foi mesclada com a dessa personagem.
  • Os produtores e o roteirista decidiram eliminar um personagem, mudar várias coisas, várias falas, papéis e atitudes, mas esse acontecimento em particular, decidiram manter.
  • Nós assistimos tudo com um agravante. Os produtores, os atores envolvidos, e o roteirista dessa cena deram declarações aos montes antes da temporada sequer começar falando sobre uma cena polêmica, esta cena. Ou seja, havia o interesse em chocar o público, em chamar sua atenção para uma cena devastadora. Não disseram “vejam, depois de um acontecimento bizarro, um personagem vai mudar” ou “venha ver as cenas bacanas que construímos, os bons diálogos que fizemos agora que não temos os livros para nos guiar”, não, foi “venham ver essa cena bizarra que criei para vocês”.
  • Houve rumores também, entrevistas sobre uma cena que seria pior que o Casamento Vermelho. O Casamento Vermelho é um momento triste, que representa a perda da esperança que todos tínhamos de que um Robb Stark em crescimento enquanto governante fosse se vingar pelo Norte. Não é uma cena de massacre só por ela mesma.
  • Se o seu argumento contra a nossa decepção com esse caso é que “isso acontecia na Idade Média”, por favor, pare de envergonhar a si mesmo (a). Isso não é History Channel. George R. R. Martin se baseou sim em um conflito de um período da Idade Média e quis situar sua saga num período parecido com esta e isso se chama ambientação, serve para que o autor possa citar coisas que o leitor identifique sem que o texto tenha que descrevê-las o tempo inteiro por não existirem na sua realidade. Por exemplo a palavra estalagem, não é comum no nosso tempo, mas se ambiento uma história como medieval posso escrever essa palavra e o meu leitor vai entender o que ela significa. Mas Martin, assim como os produtores, escolheu quais aspectos representar, Idade Média não foi só estupro e violação, houve política, houve religião, houve ciência e pesquisa, houveram doenças, guerras, violência e morte. Mas cada um escolheu que aspectos representar desse período e quais ignorar. A insistência em representar esse aspecto de violência contra mulher em específico, mantendo os casos dos livros e acrescentando novos é o que nos assusta na série. Lembrem-se que essa escolha é feita não por pessoas da Idade Média, mas por pessoas como nós nos dias de hoje, pensando no que pode nos agradar para conseguir mais público, que é o fim de tudo isso.
  • Se o seu argumento é “não vi essa reclamação toda quando mataram crianças ou mutilaram o Theon” novamente, apenas pare. Ninguém precisa ser correto em todos os aspectos da vida ou ser um santo para se incomodar com alguma coisa. Não diga a quem ajuda cães que deviam estar ajudando crianças ou velhinhos. Cada um faz o que pode e como pode. Antes de usar esse argumento avalie se você esta ajudando alguém em qualquer instância que seja, depois volte aqui.
  • Por último: nos esforçamos para fornecer um conteúdo de qualidade sobre Game of Thrones por que gostamos da saga, alguns começaram pelos livros, outros pela série. Mas somos todos fãs e gostamos de ouvir a opinião de outros fãs por isso existe o espaço de comentários.
sansa

Diferente do episódio, queremos terminar a análise com uma imagem de Sansa.

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Filipe Alves

    Show de análise, concordei com tudo que foi dito. A partir de agora será sempre uma análise ou foi só nesse caso específico.

  • leandrosr

    Somente uma análise, se houverem coisas com spoilers para comentar, fazemos em outro post.

  • Filipe Alves

    Não achei o argumento de oliver dizendo que sabe sobre a marca de nascença do Loras suficiente para incrimina-lo. Ele poderia muito bem alegar, que é normal um escudeiro saber dessa informação, pois ambos treinavam juntos. No primeiro episódio da primeira temporada vemos robb, jon e theon tomando banho no mesmo lugar depois do treinamento. Ou seja qualquer escudeiro poderia saber da marca de nascença do Loras, isso não prova a relação intima.

  • Devanil Júnior

    Esse foi o primeiro episódio que me fez perceber os erros da série. Ainda acho que suas mudanças são fantásticas. Dá dinamismo para arcos que são completamente tediosos, mesmo nos livros. Sansa ir pra Winterfell é muito foda. A Fé ser homofóbica não há palavras pra descrever o quão isso poderia ser importante para uma narrativa anti-homofóbica e atual. Fazer Dorne centralizada na personagem que já tínhamos conhecido na temporada passada foi arriscado, mas poderia dar certo.

    Mas caramba, fizessem isso direito. Pra que arruinar o arco da Sansa? Era pra ela estar crescendo. A cena na banheira foi demais, ali muita gente viu um antes e depois. Mas aí vão lá e a usam para desenvolver o Theon? Mesmo que ela volte cortando a pica do Ramsay, aquela cena ali era desnecessária e quebra o arco. Coisas ruins acontecem em momentos assim, mas ao menos ela resistisse de alguma forma, ou desse um ‘consentimento com raiva e sentimento de vingança’ do tipo ‘hoje você é quem manda mas amanhã há de ser outro dia’. E meu deus, que evidência PORCA para a ‘sodomia’ do Loras foi aquela? Todo mundo já viu um cavaleiro como ele pelado. E Dorne, nossa, precisa nem falar.

    Eu QUERO gostar da série… Mas ficou difícil.

  • Victor Furtado

    Po kra, como assim misturou a análise “com” e “sem spoilers” ? To afim de ler, mas não quero me deparar com nenhum spoiler do livro.

  • Devanil Júnior

    Agora algo que a série delineou e que me fez pensar muito foi o Tyrion falando sobre não ser justo a Daenerys governar Westeros sendo que ela não sabe nada sobre Westeros. Não faz sentido, Martin não faz coisas ‘mágicas’ desse tipo. Não é racional. Das três, uma: (i) ela nunca volta pra Westeros; (ii) ela volta e se torna uma péssima governante; (iii) ela volta e morre em batalha.

    Não é justo Daenerys governar Westeros. E não daria certo. Qual o seu destino? Será que tem relação com Valíria? A série inserir ela como um ‘plus’ enquanto tá cortando várias coisas importantes pode dizer algo. Talvez Daenerys reconstruir Valíria?

  • Maquiavel: Monsieur du safadôn

    Uma dúvida. Na série o Homem Gentil é mesmo Jaqen (a pessoa que conheceu Arya anteriormente)? Porque me pareceu que o Homem Gentil só tomou a forma de Jaqen por conta da Arya (e por fora, a vontade do povo de querer ele de volta à série). Então fiquei nessa dúvida agora, Jaqen é ele (foi confirmado isso?), ou é só o Homem Gentil com a face de Jaqen?

  • ITALO GOMES ADVOCACIA

    Os livros de Martin são exceção no mundo das artes, posto que sua história insiste em decepcionar seus leitores, em fazê-los querer desistir da leitura. E assim deve ser até terminar as Crônicas, já que ele promete um final agridoce. Foi assim matando seu protagonista ainda no primeiro livro, foi assim matando seu filho que, supostamente, o vingaria. Foi assim também matando Oberyn Martell, um dos personagens mais carismáticos, mesmo com tão pouco tempo de ação. Mas assim é também o mundo, cheio de decepções, cruel, desumano, com umas pitadas de felicidade e justiça aqui e ali, e é por retratar tão bem o mundo que não abandonamos os livros e a série, apesar de os autores constantemente fazerem o que, nós, leitores e espectadores, não gostaríamos que ocorresse. A série, por sua vez, consegue transportar o clima de “mundo cruel” com extremo sucesso.
    Enfim, cá estamos, após tantas decepções com nossa família preferida, os Starks, esperando um indício de que eles terão sua vingança, e enfrentamos novamente uma decepção: o estupro de Sansa.
    Sim, ela aceitou a proposta de Mindinho de se casar com Ramsay, para em algum momento se vingar. Ela podia ter dito não na hora do casamento – mas, provavelmente morreria por esta escolha. O que Sansa não escolheu foi perder sua virgindade na frente de outra pessoa, no caso, Theon, o qual foi chamado pra assistir numa clara tentativa de Ramsay humilhar Sansa. Pior, na frente de alguém que, para ela, matou seus irmãos. Logo, ela não queria daquele jeito, ela até podia estar preparada pra fazer sexo com o Bolton, como também estava com Tyrion, mas não daquela forma. Também não esperava que Ramsay rasgasse seu vestido, indicando que agiria violentamente. Portanto, sim, foi um estupro.
    Daí a abandonar a série por isso beira o ridículo. Não há guerra do seriado contra mulheres, os produtores não são machistas. O mundo sim, está em guerra contra as mulheres – alguém aí já ouviu falar do Boko Haram? ou de religiões com o dogma da submissão da mulher? -, o mundo sim, é machista. Desistir de ver a série por isso é o mesmo que desistir da humanidade. É fingir, fechar os olhos para a realidade cruel que acontece no mundo. Nem pensem também que por retratar a Idade Média, é que os estupros acontecem na série. Não, o estupro não existiu mais na Idade Média do que existe hoje.
    Sim, temos muito mais afeição com a personagem em questão do que com Dany na 1a temporada, que perdeu a virgindade da mesma forma. Mas e aí, o estupro só é hediondo com quem temos afeição? Aquele estupro não fez ninguém desistir da série por quê? A resposta é simples: porque está nos livros. Sim, todo o mimimi criado não é por causa do estupro, mas sim, porque a série não foi fiel aos livros. Todas as adaptações feitas até agora eram aceitáveis, posto que pequenas. O estupro de Sansa não é uma coisa pequena. Agora, os leitores estão sem chão, sem spoilers, eles não sabem o que vai acontecer, os leitores estão no mesmo nível dos não-leitores. Os leitores são como a Fé Militante da história: quem não segue a Bíblia de Martin merece ser julgado e condenado. E isso pode ser comprovado muito facilmente: o mimimi entre os não-leitores é praticamente zero. Sabe por que desistem só agora? Porque só agora a série alcançou os livros.
    É um pensamento muito estranho achar que a série recorre a algum tipo de fetichização, de fazer apologia ao estupro, simplesmente porque ele acontece naquele mundo – e não mais do que na vida real. Retratar a realidade não é concordar com ela: não é porque o diretor de Tropa de Elite fez o filme com uma polícia que desrespeita os direitos humanos que ele é fascista. A polícia é assim. Não é por retratar o mundo violento em que vivemos – e o mundo da série é ficção, mas com base histórica e na atual política mundial – que os produtores de Game of Thrones fazem apologia à cultura do estupro. O mundo é assim. Uma cena que não teve nudez, com produção impecável, que foi toda ela bem feita, com uma atuação magistral de Alfie Allen, que não teve nada explícito. Como isso é fetichização? Como é apelativo, se nem nudez teve?
    Dizer que a cena é desnecessária é outro absurdo, sendo que nem sabemos das consequências dela ainda. É muito claro que Ramsay, até aquele momento, não havia feito nenhum mal a Sansa. Se ela tem alguma motivação de vingança, contra ele não era, e sim contra Greyjoy, que supostamente matou seus irmãos, e contra Roose. Ela se vingar de Ramsay, por ser filho de Roose, seria como se vingar de Tyrion, por ser filho de Tywin. O estupro não aconteceu pra fazer ela crescer, amadurecer. Não é isso que faz uma mulher pra amadurecer. Foi pra ela ter ódio de Ramsay, pra ela saber na pele do sadismo dele. Foi também pro Theon sair de seu estado “quebrado”, de sua letargia, pra deixar de ser Fedor e voltar a ser um Greyjoy.
    Pior mesmo é ver o tanto de gente que ainda confia em Mindinho, achando que ele, alguma vez, pensou se Sansa ia sofrer ou não na sua noite de núpcias. Óbvio que sua única motivação é intrigar os Lannisters contra os Boltons, por isso ele propôs esse casamento a Roose, por isso ele contou pra Cersei. Estamos falando do homem que matou Jon Arryn, pra iniciar uma guerra contra os Starks, que matou Joffrey, pra ver o caos surgir em Westeros. Você acha mesmo que ele ama Sansa, que quer protegê-la? Ela é apenas um peão no seu xadrez.
    Os produtores não fazem tudo pela audiência, isso é um falso argumento. Óbvio que eles querem mais gente vendo a série, mas se fosse só isso o interesse e não a qualidade, usar a nudez de Sophie Turner numa cena de sexo normal seria muito mais apelativo que um estupro contra sua personagem. Realizar o Casamento Vermelho estaria fora de cogitação – no que assassinar uma grávida com facadas em sua barriga é pior que um estupro? Sem contar que não está nos livros e aconteceu puramente pra chocar -, se o interesse fosse única e exclusivamente audiência. Assim como matar Oberyn. Se o interesse fosse apenas chocar, e não contar uma história, as cabeças de Tyrion e Dany já teriam rolado há muito tempo.
    Óbvio que todo mundo torceu pro Theon dar uma paulada na cabeça de Ramsay e fugir com Sansa dali, evitando seu estupro, mas as coisas no mundo não têm soluções fáceis assim.
    Faria muito mais sentido abandonar a série por causa de uma cena ridiculamente mal feita e apressada como aquela de Jaime com Myrcella em Dorne – totalmente fora do padrão de excelência da série – do que por causa de uma cena chocante de violência sexual. Alguém aí que viu o que o Bill fez com a Noiva largou o filme do Tarantino – esse cineasta machista em guerra contra as mulheres – no meio ou ficou pra ver o que a Noiva fez com o Bill?

  • Jessica Borges

    Faz muito sentido, não tinha pensado nisso! E o escudeiro também ajuda o cavaleiro a se vestir…

  • leandrosr

    Relaxe Victor, n tem nenhum spoiler da série.

  • leandrosr

    Essa confirmação nem Martin nem a série deram.

  • É o Homem Gentil com a face de Jaqen. Na série ele fala que não é Jaqen, mas o estranho é que ele fala que nem Jaqen, hahaha.

  • Achei que só eu havia achado a parte de Dorne na abertura medíocre, ‘cobrinha do “Casseta & Planeta”’ kkkkk .

    Não sei o que esperar da serie… depois das primeiras temporadas brilhantes estão jogando a série no lixo, assim como fizeram com Lost, Smallville e tantas outras… como adoro series (e Game em especial) sei que irei assistir até o final…

    George R. R. Martin… que o sexto livro sai antes da próxima temporada…

  • joao pedro

    mindinho já tem harrenhal, o ninho, eu acho que ele espera que os Boltons morram na guerra com os Baratheon, pois ai a Sansa alem do norte teria direito ao forte do pavor, e se ele planeja se casar com ela ele vai ter metade do reino nas suas mãos, mas quem sabe o que ele quer, e outra, pra onde eles levarão Sansa no final da temporada (????) ela continua lá ou volta pro ninho da águia como se nada tivesse acontecido?estou meio confuso com o que vão fazer com ela, ótima análise, sempre leio todas as postagens do site, e vocês poderiam fazer um aplicativo do site pro celular, porque ficaria mais facil pra acessar

  • Filipe Alves

    Aposto todas minhas fichas que Dany nunca sentará no trono de ferro. Acredito que ela vá para westeros, se apaixona pelo jon, juntos eles enfrentaram os whites Walkers, porém Dany pra mim morre na batalha, só que ela legitima o jon como targaryen. No final acredito que trono será de jon e sansa. Fazendo a união entre o dragão e a loba, representando rhaegal e Lyanna.

  • Um excelente texto! Resume toda a controvérsia gerada sem entrar muito nos spoilers que comentamos no tópico de comentários com spoilers do episódio e no de impressões sobre o episódio.

    Se alguém ainda não se situou no quão absurda foi aquela cena em todo contexto da série, eu espero que com esta resenha de vcs fique claro. Se ainda não ficou, tivemos textos bem argumentados em outros tópicos inclusive.

    Eu não sei no facebook direito como foi porque lá além de complicado de ler, muita gente posta comentários soltos e breves, sem argumentação. Sinceramente, vcs são muito bons e pacientes. Devem ter lido tanta coisa abominável e ofensiva! Parabenizo infinitamente à equipe do site por todo trabalho nesta última semana! Imagino o trabalho de vcs, não apenas com o site e o pod, mas moderando tudo isto que estivemos discutindo por aqui! E eu vi que muitas vezes o Felipe e o Rafa comentaram nas sessões de comentários. Caras, vcs trabalham?!?!?!?!?! hahahahha Parabéns.

    Houve nas sessões de comentários muitas resenhas e comentários coerentes. Foi muito bom ver que tanta gente ficou abismada com o que viu. Eu mesmo fiz um comentário por partes do episódio, mas houve TANTOS comentários que ela ficou diluída no conteúdo da Sansa, o que é natural dada à polêmica sobre o assunto. Quando eu vi o episódio, foi tão chocante que eu não conseguia comentar do episódio como um todo. Eu tive que parar e refletir melhor para assimilar tudo que estava errado. As vezes pensava “será que estou sendo purista demais? Sou só eu que estou pensando isso?”. E, definitivamente, não sou só eu. A repercussão é internacional. Houve uma ótima cobertura também do Winter Is Coming.

    Acho que seria interessante talvez vcs fazerem algum comentário sobre as diferenças do capítulo em relação ao livro. Nao comentarei aqui por ser uma sessão “semi spoilers”, discutindo principalmente King’s Landing e tudo que ocorreu lá. Não por ser algo assim tão grave, mas para talvez termos a opinião de vocês. Gosto muito do ponto de vista de vcs e do cuidado que vcs tem nas resenhas. Por outro lado, sei de todo trabalho que vcs tem e do quão trabalhoso deve ser fazer a resenha indo procurar trechos nos livros. E ainda tem o trabalho que vcs pegam cenas da série, fazem gifs! Insano!

    E vcs tem razão. É consenso que Dorne está um lixo. É um descaso imenso. Desde a abertura….. por Rhllor! O que é aquilo! Fiquei feliz por ter Dorne na abertura, mas depois vendo o quão confuso ficou com os atores falando “Sunspear” e “Water Garderns”, mas sendo tudo misturado! Se para eu que li está confuso, imagino para quem não leu. Dorne é um Reino, não uma cidadezinha!

    Vamos ver o que nos aguarda amanhã!

  • Thaís Mello

    Excelente análise! Parabéns!

  • Acabei de comentar acima e agora que vi seu comentário…………… não tirem a resenha com spoilersssssssssssssssssssssss. Vou fazer panelaço! Hahaha

    To brincando. Eu gosto muito das resenhas de vcs, tanto com ou sem spoilers, mas lá, para os leitores, fica mais fácil de comentar. Por outro lado, como comentei no meu comentário agora pouco, imagino o trabalho que isto dá para vcs! Se der para manter as resenhas com e sem spoilers, ficaria contente. Se não der, eu engulo… afinal GoT tem feito eu engolir coisas muito piores

  • Leo Guedes

    Boa analise, já nem discuto mais sobre esse assunto, essa semana a palavra “estupro” saiu de minha boca em discussões com pessoas que vão de algumas que não sabem da existência de game of thrones a outras fanáticas e as opiniões divergem entre “ela se propôs a essa situação” e “não merecia isso”.

  • Roberto

    Leandro, que parada! Fazer a análise de um episódio, ao mesmo tempo tão ruim e polêmico não deve ter sido fácil, rs. Como vcs da equipe, grande parte dos fãs no Universo de RR Martin estamos decepcionados com que a série tem apresentado até agora, principalmente nessa temporada. Em nenhum atual episódio, desliguei a tv no domingo pensando: caraca…que foi aquilo?
    Mas vamos em frente pra ver no que dá, pois tenho admiração por vários atores e atrizes que fazem ou fizeram parte da série e quero continuar a prestigia-los.
    Polêmicas a parte, acho que vcs, como donos do site, como moderadores, tem todo o direito de excluir comentários idiotas ou ofensivos, mas sinto que alguns moderadores estão errando a mão algumas vezes, ok? Obrigado a todos da equipe por nos proporcionar um trabalho muito profissional e cativante. Abs.

  • Filipe Alves

    Muitas não leitores detestaram a cena de Sansa, pois está indo contra o arco dela mostrado na SÉRIE. A sansa que enfrentou a
    Miranda e a Sansa atual, a Sansa que entrou no quarto é aquela que vivia apanhando de merly trant. Isso foi apenas para desenvolver theon/fedor, porém eles acabaram estragando um dos personagens protagonista da saga. Antes de falar que é mimimi de leitor, eu estava amando Sansa em winterffel, mesmo sabendo que isso não existe nos livros.

  • Seria muito legal ver a confusão que isto causará se tiver Vila Velha! hahahaha

  • Arlindo Van Peransoni

    Assim como Martin os diretores quiseram nos decepcionar, e conseguiram. Bang!! Todos nós assistiremos a série até o fim.

  • Fran

    Dorne esta sofrível demaaaais…eu que fiquei completamente apaixonada (haha) pelo príncipe Oberyn fico #chateada de ver as Serpentes de Areia como 3 adolescentes insolentes.
    Quanto a polêmica cena de Sansa: eu consigo compreender o fato de terem sacado fora a personagem que casaria com o abominável do Ramsey e colocado a Sansa no lugar, os livros tem tantos mas tantos personagens, que pra quem acompanha só a serie é realmente muito dificil se localizar e reconhecer todos (digo isso com propriedade, pois assisti 3 temporadas, e só então li os livros, e faz sim MUITA diferença conhecer os personagens aos poucos, como são apresentados nos livros, e não de sopetão, como a serie exige que seja), então compreendo a Sansa estar na situação que se encontra na serie, quanto à cena, foi triste realmente, poderia ter tido milhares de desfechos diferentes…MILHARES, os produtores escolheram o mais patético para a personagem, infelizmente. Bom, em resumo, espero que a cena continue no próximo episodio e que traga uma nova Sansa, e que essa violência toda sirva como estopim pro crescimento da personagem, e que ela mate todos os Boltons com as proprias mãos de fada (hahahaha me empolguei, mas espero mesmo).

  • Leo Guedes

    É sabido que Dany não é uma boa governante em Essos. Teoricamente ela aplica leis e normas de westeros inutilmente.

  • Fran

    apenas palmas pra vc, colega!

  • -_-

    Estou ainda com o pressentimento bom ,tentando ser positivo. Espero que quando Theon for tentar levar Sansa ,igual aos livros, pra longe de Winterfell ela diga algo parecido com isso pra ele. “Eu não irei daqui, pois aqui é minha casa. Eu não ligo pra minha virgindade ou com o que possa aconter comigo. Aqui é minha casa! Eu eu tenho que ficar aqui.” E que na verdade ela consiga figir fragilidade diante de Ramsy e jogar com a mente dele, podendo até conseguir colocar Ramsy no lugar.
    Comecei a assisti a série e depois li os livros depois que vi a 4 temp. (Terminei o ultimo hoje). E eu fiquei simplismente apaixonado por toda a trama, considerando a melhor série do mundo.
    Eu gostei do episódio, e podia ficar melhor, mas está acontecendo com Game of Thrones o que aconteceu com The Walking Dead, se tornando uma série um tanto que repetitiva com pouca profundidade nessa temporada, mostrando menos personagens que os livros.Tenho esperança que ainda possa melhorar , mas até o próximo episódio, as cicatrizes ficarão. Como a senhora falou para Sansa:
    “The North Remebers”
    E esperamos que deslizes como esse não aconteça mais.
    (PS.: O de Dorne e o da Daenerys estão muito ruins e rasos, principalmente Dorne -_-
    PS2.: QUEREMOS SENHORA CORAÇÃO DE GELO [Eu sei que não vai ser possível isso, mas quem sabe T_T)

  • Vinicius Lima Silva

    Sabe o pior?

    É que depois que rola o casamento e já conhecendo o Ramsay, você sabe que a próxima cena será essa. Nem surpresa causa. Sinceramente, além de ser tudo que já foi comentado por vocês no texto, a cena não causa o choque que queria causar. É uma puta de uma personagem mal aproveitada em cada cena que passa. O plot da Sansa, que começa a ganhar força e respeito dos leitores depois que o Mindinho revela seu plano, não faz o mesmo com os espectadores da série. Mesmo que a análise só se resumisse a isso, não tá valendo a pena ver cenas da Sansa.

    Acho que a única coisa que dá pra salvar no episódio, são as atuações. De resto, tá triste de ver

  • Revoredo

    Até pq, não tem como dar spoiler de uma série q está tomando rumos tão diferentes dos livros! rsrsrs

  • Romulo Viana

    Exatamente. Ainda não sabemos como será o desenrolar da história(ao menos da história que é contada na série), e quais consequências esses eventos terão. Faz mais sentido aguardar e ver o que acontecerá.

  • Concordo: “Agora, os leitores estão sem chão, sem spoilers, eles não sabem o que vai acontecer, os leitores estão no mesmo nível dos não-leitores. Os leitores são como a Fé Militante da história: quem não segue a Bíblia de Martin merece ser julgado e condenado. E isso pode ser comprovado muito facilmente: o mimimi entre os não-leitores é praticamente zero. Sabe por que desistem só agora? Porque só agora a série alcançou os livros.”

  • Pequeno Cícero Aposentado

    E como isso foi suficiente pra acusar a Margeary, aí não faço ideia. Essa é mais difícil de responder do que “pra onde as prostitutas vão”.

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Realmente é um pouco de hipocrisia (a começar de mim) o povo só ter começado a perceber agora essas questões polêmicas e problemas de roteiro. Mas o importante é que agora abriu os olhos da maioria.

  • Danilo Ribeiro

    Parabéns caro Italo! Essa foi a análise mais equilibrada, mais ponderada, mais racional que eu li sobre esse episódio!!! Concordo em tudo o que você falou, principalmente sobre a questão das pessoas que já leram os livros.
    Eu conheci o mundo de Martin a partir da série e agradeço por não ter lido, ainda, um capítulo sequer da obra (depois que acabar a série televisiva pretendo ler os livros). Porque eu sei que se eu lesse as obras, em certo momento me decepcionaria com a série da HBO, algo que eu não queria, justamente pelo fato de a cada temporada ser surpreendido com os acontecimentos totalmente imprevisíveis! Essa emoção que a série causa em nós, até mesmo os momentos mais chocantes, é um dos pontos altos que nos fazem continuar a acompanhar essa trama que foge do previsível.
    Tenho consciência que nenhuma pessoa que tenha a mente sã gostou de ver a cena de estupro da Sansa… Ninguém!!! Foi terrível, todos se compadeceram dela naquela momento. E creio também que todos estão na torcida por ela.
    Ao contrário de muitos que disseram ter perdido a esperança na série, eu continuo acreditando e confiando que até o décimo episódio ainda veremos um final de temporada espetacularmente bem produzido, bem escrito e bem feito, fazendo com que a gente esqueça um pouco da tristeza que foi o estupro da Sansa e admitindo que tudo que foi feito não foi realmente desnecessário, mas importante para o bom êxito da temporada e da continuação da história, nos motivando inclusive a aguardar, com ansiedade até, a sexta temporada no próximo ano…

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Bem, acho que antes o destino dela é, antes de ser a rainha de Westeros, ser a mãe de dragões, que trouxe a magia de volta ao mundo. Como governante de Westeros pode acabar fazendo cagada, mas acho que o grande papel dela não é esse.

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Vou dizer que no quarto livro também foi bem estranho quando o Martin inseriu Dorne. Mas aí tem mais espaço pra trabalhar o núcleo novo. Sem falar que dá um objetivo pra eles na guerra dos tronos. Já na série, só mantiveram a questão da vingança pelo Oberyn.

  • Adriano

    Mais um texto querendo justificar o injustificável.
    Mas enfim… Li dezenas iguais ao seu ao longo da semana.
    ———————-
    “Ela se vingar de Ramsay, por ser filho de Roose, seria como se vingar de Tyrion, por ser filho de Tywin.”
    – Isto é licença poética meu caro… Sansa só não matou Tyrion ou Ramsay por um motivo:
    Ela não é Arya.
    —————————
    “Os produtores não fazem tudo pela audiência, isso é um falso argumento. Óbvio que eles querem mais gente vendo a série, mas se fosse só isso o interesse e não a qualidade, usar a nudez de Sophie Turner numa cena de sexo normal seria muito mais apelativo que um estupro contra sua personagem.”
    – Ri ALTO aqui. Dificil acreditar que alguém ache nudez mais apelativo do que estupro.
    ———————
    “Faria muito mais sentido abandonar a série por causa de uma cena ridiculamente mal feita e apressada como aquela de Jaime com Myrcella em Dorne – totalmente fora do padrão de excelência da série – do que por causa de uma cena chocante de violência sexual.”
    – Não foi UMA cena…foram VÀRIAS cenas ao longo da série…. As pessoas não abandonaram as séries por este episódio em específico meu caro. Elas abandonam pelo “conjunto da obra”… São as gotas que vão enchendo o copo…até que o copo transborda. E claro que a gota que leva o copo a transbordar fica mais evidente do que a primeira. Dorne também ajudou.
    ——————
    “Sim, todo o mimimi criado não é por causa do estupro, mas sim, porque a série não foi fiel aos livros. Todas as adaptações feitas até agora eram aceitáveis, posto que pequenas.”
    – Mais um equívoco grotesco. Mandar Jaime Lannister pra Dorne foi uma coisa pequena..???
    A adaptação de Talysa Maegyr no lugar de Jeyne Westerling foi pequena e aceitável..??
    Matar Barristam Selmy foi uma adaptação aceitável…???
    Só nestas três que citei eu poderia discorrer sobre as mudanças consideráveis no transcorrer da história por pelo menos menos umas cem linhas. Mas deixo uma pergunta no ar pra vc pensar:
    – E se GRRM resolver inserir um herdeiro legítimo de Robb Stark no sexto livro..??? Um filho…???
    ——————
    “Alguém aí que viu o que o Bill fez com a Noiva largou o filme do Tarantino – esse cineasta machista em guerra contra as mulheres – no meio ou ficou pra ver o que a Noiva fez com o Bill?”
    Vc sabe desde o inicio do filme o que o Bill fez com a noiva. É a intro do filme.
    ————–
    Enfim teria outras ressalvas mas fica por aqui.

  • leila.llfm

    É foda porque revemos Winterfell com a presença e com o ponto de vista de um Stark, ouvimos “the north remembers”, a música… Eu gosto de ver a Sansa em casa, dá até nostalgia da primeira temporada quando todos estavam vivos e juntos, mas é meio sem lógica se paramos para pensar. Tem algo que não desce.

    A Sansa é Lannister, o septão não dissolveu o casamento com o Tyrion por falta de consumação ou por ser acusada de regicídio, qualquer filho gerado entre ela e o Ramsay será um bastardo. Além de foragida e regicida, tornou-se adúltera, e o Bolton aceita isso sem questionar só para conter os nortenhos de alguma possível rebelião contra ele quando poderia dá-la a Cersei e conquistar a confiança da rainha e mais poder. Mesmo se ela não fosse criminosa, enquanto for casada com o Tyrion, o casamento com o Ramsay será questionável. É bizarro, rs.

  • leandrosr

    A idéia é fazer uma resenha sem spoilers e um post comentando os capitulos adaptados.

  • Cipriano

    Assino embaixo.

    E acrescento… Não é por que não fomos contra a cena de estupro que somos a favor do ato. São coisas totalmente diferentes!

    E além disso, Martin já disse que Sansa terá uma cena complicadíssima em “Os ventos do inverno”, se for algo do tipo também farão esse tipo de acusação?

    Esse visceral mundo de gelo e fogo vive desses tipos de caso, e essa reação de espectadores dizendo que deixarão a série é idêntica aqueles que queriam parar após o casamento vermelho. (SIM! Muitos pararam de ler após isso);

    Mas o cerne da situação é que mais me intriga… O problema foi o estupro? A adaptação do arco em si do qual negaram retirar a cena de jeyne? O problema era a Sansa?

    Eu não entendo, sinceramente. Principalmente porque se julgam a coisa toda como repugnante, será que todos nós que lemos os livros (e acompanhamos a Montanha e seus 20 ou 30 homens estuprar a filha do dono da estalagem por uma estrela de bronze / Acompanhamos o estupro de uma cidade inteira para com uma garota virgem / acompanhamos os estupros do Khalasar de Drogo e depois tivemos raiva quando uma das vítimas se vingou do mesmo / Que vimos a matança de diversas crianças inocentes como os filhos da também estuprada Eliah martell. o filho do açougueiro e as crianças queimadas por theon) Será que somos tão carniceiros assim? Ou tudo isso está acontecendo por conta de um grande numero de pessoas sem opinião que só está seguindo a massa?

    Já ia esquecendo. Rafa e Ana Mesmo que a opinião de vocês divirja muito da minha, saibam que continuo sendo super fã do belo trabalho que estão fazendo com o Podcasteros! Pra mim são a grande referencia desse assunto na podosfera brasileira!

    Um grande abraço!

  • Blz!!!!!!!!!!!!!! Aeeeeeee

  • Cipriano

    Não é por que não fomos contra a cena de estupro que somos a favor do ato. São coisas totalmente diferentes!

    E além disso, Martin já disse que Sansa terá uma cena complicadíssima em “Os ventos do inverno”, se for algo do tipo também farão esse tipo de acusação?

    Esse visceral mundo de gelo e fogo vive desses tipos de caso, e essa reação de espectadores dizendo que deixarão a série é idêntica aqueles que queriam parar após o casamento vermelho. (SIM! Muitos pararam de ler após isso);

    Mas o cerne da situação é que mais me intriga… O problema foi o estupro? A adaptação do arco em si do qual negaram retirar a cena de jeyne? O problema era a Sansa?

    Eu não entendo, sinceramente. Principalmente porque se julgam a coisa toda como repugnante, será que todos nós que lemos os livros (e acompanhamos a Montanha e seus 20 ou 30 homens estuprar a filha do dono da estalagem por uma estrela de bronze / Acompanhamos o estupro de uma cidade inteira para com uma garota virgem / acompanhamos os estupros do Khalasar de Drogo e depois tivemos raiva quando uma das vítimas se vingou do mesmo / Que vimos a matança de diversas crianças inocentes como os filhos da também estuprada Eliah martell. o filho do açougueiro e as crianças queimadas por theon) Será que somos tão carniceiros assim? Ou tudo isso está acontecendo por conta de um grande numero de pessoas sem opinião que só está seguindo a massa?

    Já ia esquecendo. Rafa e Ana Mesmo que a opinião de vocês divirja muito da minha, saibam que continuo sendo super fã do belo trabalho que estão fazendo com o Podcasteros! Pra mim são a grande referencia desse assunto na podosfera brasileira!

    Um grande abraço!

  • leandrosr

    Então, não entendi seu ponto. Não posso criticar o episódio por que não critiquei todo o resto que já passou?

  • Francis Dillari

    nem da para perceber ao certo nos livros se o jaqen é o homem gentil, ou vice versa

  • Adriano

    Vcs estão de parabéns por tudo o que fazem aqui no site.
    Vcs até que foram bonzinhos na moderação… Alguns comentários que li ainda continham algum teor ofensivo, mas ai ficou na interpretação de cada um. Por mim a pessoa (alguns inexplicavelmente eram de mulheres) tomava BAN e pronto… Vai reclamar no PROCON….
    A maioria achou que a cena foi desnecessária e deslocada no contexto mostrada até ali, em todos os aspectos da história da série…Fico contente com isto.
    Como citei algumas vezes, fazendo uma analogia, o copo foi enchendo aos poucos e esta cena foi a gota que o fez transbordar… Lamentável.
    Sobre a resenha é chover no molhado. Já discuti aqui discordando de outras análises mas esta passou com louvores.
    Pena que a Lidiani não participa mais das discussões.
    Mas é isto ai… a vida segue.
    Seguirá pra todo mundo e seguirá pra Sansa Stark… veremos amanhã o quanto o estupro vai afetá-la.

  • Cipriano

    Não o episódio em si, mas o ato.

    Seria o mesmo de chegar a 5º temporada de breaking Bad e reclamar que a serie está insistindo na apologia ao trafico (pois ele já não precisava mais da grana)

    Já tivemos casos de estupro desde a primeira temporada, e até assuntos mais delicados do que esse. Reclamar só agora me soa sem força e sem critério. Mas cada um é cada um.

  • Joandson Martins

    Nossa! Fazia um tempão que eu não lia “Análise dos Episódios ” aqui no site, eu lembro que tinha começado na 4 temporada, e não sei o porquê, mas me foquei em escutar somentes os Podcasts. Estava com saudades de ler um argumento imparcial sobre a série.

    Só tenho uma dúvida : O diretor do episódio é sempre o mesmo de todos os núcleos daquele episódio? Ou só do núcleo princial como Winterfell e King’s Land ?

    Por que gente a direção do núcleo de Dorne está péssima. Sobre a cena da luta das Serpentes de Areia, eles estavam lutando uma hora na sombra outra hora no sol e isso fica mais nítido quando parece que luta começa por volta da manhã com o sol quente e termina com o sol se pondo! Achei isso muito estranho.

    Abraços e Parabéns pelo trabalho da equipe!

  • Píi Eu

    O foda é ler tanto sobre o episódio e ver que o foco das analises se limita ao uso vil do estrupo, na corrida para chocar o publico… mas o problema mais fundo e talvez causa disso é que a trama que hoje em nada segue o livro, é extremamente mal escrita, cheio de inconsistências que torna tudo uma grande piada, a série não é nem um pouco inteligente, diferente dos livros que fazem os olhos saltarem constantemente tamanha grandeza da obra, mas na série o mindinho conquista o vale em um piscar de olhos, de forma pouco convincente, parte pra capital abandonando sansa no norte, “mas ele detêm o controle do vale”, e nem vou mencionar o papo dele com a Cersei, mas analisar esse personagem que é um dos mais engenhosos e misteriosos dos livros, é uma ótima forma de ver como a série não consegue lidar com um elemento do nível do Peter, tornando o personagem um rabisco mal feito do personagem do livro (e eu gosto muito do ator, mas atores não fazem milagres kkk). A história perdeu o tom de guerra que se mantem nos livros, a grandeza, e vai caindo em cenas amadoras como o julgamento do loras ou dorne kkkk… Enfim, vou parar de falar mal e voltar pro HofC

  • Anderson Lima

    Não, eu não entendo. Nos livros – escritos na nossa época – existem cenas piores de várias coisas, mas nunca vi ninguém criticando o GRRM. Aí os produtores decidem adaptar cenas fortes e todos caem em cima deles? Beleza…

  • Ari Stephany

    Ótima análise. Concordo com basicamente todos os pontos que foram expostos, principalmente quanto a tão falada cena da Sansa. Vcs estão de parabéns pelo posicionamento. Fiquei decepcionada recentemente com um site sobre séries que considerou as reclamações de alguns fãs como “mimimi”. O que dizer? Isso nem pode ser considerado um argumento. Bom, continuem o excelente trabalho e mais uma vez, parabéns.

  • Anderson Lima

    Dá pra ver vários lugares sem face, vazios!

  • Daniel Silva Pereira

    Juro que não estou tentando amenizar, justificar ou perdoar, mas a cena do estupro, após tantos comentários dos atores sobre ela, após a cena que acontece nos livros e a cena do falso roteiro, eu achei que ela foi… eu não sei o termo que eu deveria usar aqui, mas sei lá, me desculpem, mas o q eu senti foi alivio, esperava por coisas tão piores que acabei “satisfeito” com a cena… antes considerei que ousassem expor a atriz nua para as cameras, ou que Theon fosse participar “ativamente” do momento… eu não concordo com estupro, mas ele existe, tanto no passado, hoje, e na história (infelizmente existe mais ainda se formos ver pela série), mas alguem esperava menos do Ramsay… eu achei que tudo ali construido concordou com a proposta da SERIE… mas admito que torcia para eles cortarem um pedaço da historia e Theon se rebela-se agora ao ver que o Ramsay faria tal coisa com a Sansa…

    No mais, concordo que Dorne foi… Um Casseta e Planeta no geral, e não só na abertura.

    Gostei do nucleo da Arya finalmente… nunca gostei dela, e acho que foi o melhor pedaço do episodio…

    E quanto a Mindinho…defendo a tese apontada de que ele é um apostador… a historia do confronto do stannis com os bolton faz sentido, e ele deixar Sansa demonstra que ele só quer o poder mesmo… Pois ele talvez pudesse saber as barbaridades do Ramsay, mas sabia que nenhum dos Bolton ousaria matar Sansa, a unica segurança deles no Norte… E quando ele voltar descendo lenha em quem estiver, ainda será o salvador dela…

    Vou comentar aqui sobre o trailer do próximo episodio: Olenna mostrara o porque ela voltou a série… E eu confirmo cada vez mais o final de Stannis com o a afirmação de que ele caminha para a vitória ou para a derrota.

    *** só frisando… não apoio o estupro e qualquer coisa que eu tenha dito que possa ter indicado isso foi um equivoco***

  • Guilherme D.

    Sem dúvida a qualidade da série está caindo muito nesta 5ª temporada. Violência dá audiência, repercute, olha quantos programas policiais tem na tv, mas eu esperava mais inteligência de game of thrones em usar esse artificio. Os produtores deveriam lidar com a situação da Sansa a força e sagacidade adquirida pela personagem, não como mais uma vítima. A trama de Dorne parece um filme bem ruim, cadê os cenários de encher os olhos e personagens dúbios e profundos? Para completar a história da Arya anda em passos lentos, quem diria que a Muralha seria o lugar mais interessante

  • tagtagtag

    Melhor comentário que li até agora sobre essa história toda e a polêmica. A cena em Dorne foi muito mais revoltante do que a da Sansa, que foi coerente com o arco que se criou.

  • Junior Valadares

    Eu só acho que é indignação seletiva. Ramsay Bolton ia estuprar Jeyne Poole e daí ninguém ia fazer essa gritaria. Duvido que escreveriam 10 parágrafos para reclamar do estupro de Jeyne. Iam no máximo dizer “Pôxa, não deviam ter mostrado o estupro da Jeyne, mas assim é a vida”.

  • Sílvia Granger

    – O rosto que chama a atenção da Arya lembrou a septa Mordane!

    – Estamos sempre sendo relembrados que a única coisa que o Mindinho ama é o poder. A Sansa vem em segundo lugar. Adorei ver a Cersei manipulada.

    – A rainha dos espinhos precisa aparecer mais! Ela se parece muito com a condessa-viúva de Downton Abbey. Um ponto interessante é lembrar que ela foi uma das responsáveis pela morte do Joffrey e mesmo sem ter ciência disso, agora é Cersei encarcera os netos dela. HAHAHAHA!

    – Li muita coisa sobre a cena final e ouvi outros podcasts. E um podcast americano – que desistiu de falar sobre a série – disse que D&D sabiam que esse episódio iria chocar, fizeram de propósito. Eles sabiam que artigos seriam escritos, tweets seriam enviados, manifestos e matérias seriam publicadas…enfim, que as pessoas falariam dias e dias sobre o estupro. E não é isso o que está acontecendo desde domingo? Eles gratuitamente utilizaram um tema grotesco, que acontece diariamente com mulheres de todos o mundo, para chamar a atenção. E a utilização da, agora maior de idade, Sophie Turner como símbolo sexual é outro ponto absolutamente lamentável.

    – A Sansa será para sempre uma vítima de estupro e eu não sei se o mais provável que aconteça a partir de agora é uma vingança ou uma tentativa de sobrevivência. Acredito que ela vai “play along” o quanto puder. Espero que ela tome bastante chá de lua.

  • Martins

    Pensei exatamente a mesma coisa. Não faz sentido isso ser uma prova, escudeiro ver o cara ao qual serve pelado é completamente normal. Até mesmo Tyrion que tinha Pod vivia acordando ele pelado.

  • Martins

    Como a grande maioria, Dorne foi adaptação mais triste que eu vi, quando guardas apareceram eu inocentemente pensei: AH É AGORA QUE AS SERPENTES CAEM EM CIMA DELES… mas não. Eu tenho que concordar que essas minhocas da terra não fazem jus as Serpentes da Areia.

  • Jadeilson Lopes

    agora a coisa mais ridicula que ja colocaram nessa serie e esse casalzinho trystane e myrcella ‘-‘

  • Nathália Pimenta

    Concordo em tudo sobre a cena da Sansa. Mas pelo menos, na minha opinião, não houve erotização da da mesma. Vi muita gente reclamando sobre ela não focar na Sansa, mas achei genial o foco ser o Theon. Após as cenas de estupros fazendo esse ato parecer normal, vemos o Theon chorando ao presenciar o ato. (Ele que viu o Ramsay atacar uma mulher com cachorros e não teve nenhuma reação quando isso aconteceu…) Dessa forma mostrou o quanto o estupro é terrível (todos deveriam saber disso, mas já vi tanto comentários de gente que acha que isso é um fetiche, fazendo parecer que o choro e o rosto de dor nas mulheres são na verdade por prazer…) e o fato do Ramsay ser um personagem completamente louco (e psicopata) apenas reforça isso. Acho que pelo menos nesse ponto os produtores acertaram. Mas, infelizmente, isso não minimiza o que fizeram e essa mania de pensarem que a série faz sucesso pelas cenas que chocam.

  • Breno Lemos

    Acho que o fato crucial para ter tantas reclamações sobre o estupro é ele ter ocorrido com a Sansa, que já sofreu bastante, e também pelo fato dos roteiristas e escritores terem errado nas adaptações sobre a Noite de Núpcias de Daenerys e o estupro de Jaime na Cersei, que PQP não fazia sentido nenhum. Um outro fato que eu vejo que muita gente não curtiu, foi que a Sansa vinha tendo uma mudança e uma evolução bem interessante, e dai ocorre isso com ela.

  • “Sim, todo o mimimi criado não é por causa do estupro, mas sim, porque a série não foi fiel aos livros. Todas as adaptações feitas até agora eram aceitáveis, posto que pequenas. O estupro de Sansa não é uma coisa pequena. Agora, os leitores estão sem chão, sem spoilers, eles não sabem o que vai acontecer, os leitores estão no mesmo nível dos não-leitores. Os leitores são como a Fé Militante da história: quem não segue a Bíblia de Martin merece ser julgado e condenado. E isso pode ser comprovado muito facilmente: o mimimi entre os não-leitores é praticamente zero. Sabe por que desistem só agora? Porque só agora a série alcançou os livros. “

    O “mimimi”gerado não é pela distância em relação aos livros, mas pela não coerência com o enredo e a trajetória da personagem da Sansa na série e, principalmente, nos livros. Se vc leu os livros, como me parece, sabe que esta cena não faz sentido em coerência com a personagem. Como vc apontou ver a série, não é possível que vc acredite que a cena seja coerente com a cena que enquadra a Myranda antes de ir para o casamento. E, pode ter certeza, que sou bem aberto a mudanças, desde que elas façam algum sentido e sejam bem executadas.

    “O estupro não aconteceu pra fazer ela crescer, amadurecer. Não é isso que faz uma mulher pra amadurecer. Foi pra ela ter ódio de Ramsay, pra ela saber na pele do sadismo dele. Foi também pro Theon sair de seu estado “quebrado”, de sua letargia, pra deixar de ser Fedor e voltar a ser um Greyjoy. “

    Isto não mostra a necessidade da cena. Vc está apenas justificando um estupro! Vc esta justificando um crime, condenando a vítima para ela ter necessidade de vingar-se de quem a violentou! Olha a lógica da sua mensagem! E, novamente, se vc leu os livros e a série sabe que Sansa tem inúmeros motivos para odiar os Bolton.

    “Óbvio que eles querem mais gente vendo a série, mas se fosse só isso o interesse e não a qualidade, usar a nudez de Sophie Turner numa cena de sexo normal seria muito mais apelativo que um estupro contra sua personagem”

    Com certeza não.

    “Faria muito mais sentido abandonar a série por causa de uma cena ridiculamente mal feita e apressada como aquela de Jaime com Myrcella em Dorne – totalmente fora do padrão de excelência da série – do que por causa de uma cena chocante de violência sexual.”

    A questão aqui não foi meramente a violência sexual, e sim a opção a questão de filmar esta cena excluindo-se outras que são mais importantes, colocar a Sansa em uma posição contrária da que vem tomando, regredindo a personagem para vitimizá-la, entre outros aspectos que já estão mais do que claros na resenha do site.

  • Daenerys Misândrica

    Só passei pra falar que: Amo vocês, amo esse site, amo suas criticas, amo tudo, e se estou aqui acompanhando com certeza é graças primeiro a obra de Martin e segundo a dedicação de vocês.

  • Daenerys Misândrica

    Não entendeu mesmo, tenta ler de novo o texto.

  • The Queen

    “Diferente do episódio, queremos terminar a análise com uma imagem de Sansa.”
    até arrepiei aqui
    ótima analise, ótima crítica, parabéns por rebater os comentários RIDÍCULOS que estão fazendo sobre essa cena.

  • joao pedro

    sim o diretor de cada episódio comanda todos os nucleos, cada episodio tem um diretor diferente(alguns repetem o diretor)

  • Thel Martins

    Concordo com Dorne… Discordo de que as mulheres estão sendo diminuídas, quem manda em Westeros é a Cersei, quem manda em Mereen é a Daenerys… Lembrem-se, Martin escreve a obra para nos lembrar de que o mundo é cruel, e é cruel para todos! Isso não significa que concorde com a cena do estupro, mas gostaria que vocês dessem sugestões ao invés de dizerem “ah não vai mudar nada / tão diminuindo as mulheres / a Sansa tava diferente / nos livros a ocasião é diferente”

    E sobre o estupro, vai mudar a Sansa, é como se o Mindinho tivesse edificado ela, e ela só precisasse de uma faísca para funcionar! Isso vai mudar tudo, porque agora ela vai contar com a Brienne e vai contar com o Theon. Vão haver mudanças, é inviável uma cena pesada dessas não resultar em nada!

    Eu só senti saudades das comparações com os livros :/
    E senti saudade também do espaço aberto para as pessoas que podem ter uma opinião diferente da de vocês, afinal de contas, o que seria do verde se todos gostassem do rosa? O espaço é para debates e para expor opiniões, não acham?

  • diego

    Primeiro de Tudo NÂO Foi estrupo ,Larguem de Frescura mulherzinhas ,ela consentiu , e ele é agora o marido dela e possui este DIREITO

    Desculpem pelo o comentário a acima esta não é de maneira alguma a minha opinião , detesto quem pensa assim , mas essa foi a forma de eu chamar a atenção já que existem pessoas que ignoram uma opinião bem formada contraria a sua , e vão logo nos piorem comentários de pessoas sem um minimo de consciência .
    Podem me julgar a vontade por ter gostado daquela cena , mas devo dizer aquilo foi muito bom , pois seu objetivo não era agradar ninguém e sim chocar e impactar , e alguém pode me dizer que não atingiu este objetivo , isto é ficção e todos sabemos que nada aconteceu a atriz mesmo assim da raiva e se você pensar bem foi uma cena simples eles não precisaram de nudez e sangue de dragões e nem nada , o ato em si nem mesmo foi visto deram um foco no rosto do fedor eo mostraram chorando , fantástico , faz um tempo que eu não vejo uma cena tão boa na serie e eles tiveram muito sucesso já que até agora não pararam de falar da cena , lembro dos montes que falaram que iriam largar a serie depois do casamento vermelho . E outra coisa a serie é uma adaptação do livro e ambas tem o aspecto medieval e na quela época inegavelmente era assim , como a própria cersi diz ” fui vendida como um cavalo para que ele me cavalgasse quando quisesse ” é triste é feio é desagradável mas é a pura verdade , o que vamos fazer vamos jogar os livros no lixo e ignorar a historia , e eu vejo muito falando que eles modificaram excluíram e ignoraram varias partes do livro e que por isso não tinham que manter aquilo , e eu digo , tinham sim eu iria achar ruim se algo como aquilo não acontecesse , primeiro eles mesclaram sansa com a menina sósia , eu não gostei muito mas a sansa fica meio apagada nestas horas do livro sendo que sua unica função é mostrar as tramoias do mindinho , então é justificável a união já que arya esta muito longe , e eles não mantiveram quase nada do que realmente aconteceu nos livros , pessoal a cena dos livros é muito pior e horrível que esta a HBO modificou e muito nesta hora eles suavizaram bastante para ficar tragável esta cena , e então vamos supor que sei ainda mantivesse o mesclamento o que voces iriam querer de diferente , que ela se mante-se virgem , de novo , o primeiro casamento dela foi bonito o que aconteceu mas duas eu não iria aguentar mais , então o que seria se ele um sadista maniaco que matou a madrasta o irmão e seu amigo de longa data , que tem de hobby torturar e esfolar pessoas que vem de uma longa e antiga família que pratica isso a séculos como esporte e que ainda tirou o pênis de um homem e ainda o obrigou a te servir , vai casar com uma menina pura e inocente da casa que a seculos é rival da sua o que ele iria fazer com ela , o que geralmente se faz após se casar eles teriam uma noite apaixonada onde ele iria falar que não que ser mau que apenas é obrigado a isso que ele apenas quer ser amado e dai a sansa fica com dó dele e os dois iniciam juntos uma longa historia de amor em que ele se faz de mau mas apenas ela sabe que no fundo ele é uma boa pessoa ela iria aos poucos o perdoando e compreendendo ele até que se chegue o ponto onde os dois fiquem felizes para sempre , eu iria parar de ver a serie se algo perto disto acontecesse , o que aconteceu foi o que tinha que acontecer e nada mais ,e faz parte para o publico odiar este personagem e talvez a sansa amadurecer e parar de confiar no mindinho.
    E por favor não me venham falar que HBO fica fazendo isso , por favor é o estilo dela já viram as series que a anos eles fazem , se não tivessem este estilo seriam apenas mais um canal meia boa com series rasas e previsíveis como muito acontece , e iriam falir bem rápido já que o que faz com que eles continuem são o dinheiro e nada mais , pronto tenho mais a dizer mas seria perda de tempo poucos vão ler isso ate o fim por que preferem ficar com titis envés de conversas clara e objetivas e por isso que esta geração está perdida falam tanto quando o numero de caracteres o Twitter permitir .

  • Bárbara Cesário

    “Já tivemos casos de estupro desde a primeira temporada”
    Que também não ocorrem nos livros. Há uma clara perseguição feminina na série. Não há como negar isso e ao mesmo tempo não ser obtuso também na chamada “vida real” do comentário bem acima.

  • Nesse ponto de “alivio’, eu concordo. Porem, se você olhar pra atrás, ver as mudanças. Tipo, gente podiam ter sei lá, a Sansa ficar doidona no vinho e fazer SEXO “”””CONCENSUAL”””””, mostrando que pelos ela tomou uma partida em PROL dela mesma. “Bem eu to fodida, sem meus pais, me casei come esse demonion, mas o mundo da voltas né” E pronto. Mas não, deixaram a cena, mesma que mais “”””tranquila”””” e não em prol da personagem… Porque vai ver eles acharam, que ser estuprada ia ser um estupim pra ela querer POR FOGO NA PORRA TODA, mas não. CENA FOI PRA REDIMIR O FEDOR/THEON. Porra, cena era dela. O sofrimento era dela. A DOR era dela. Mas não, vamos mostrar o Theon chorando…

  • Leonardo Lopes

    Desde que decidiram que Sansa iria se casar com Ramsay era óbvio que, caso chegasse a esse ponto, ele iria consumar o casamento. Sabendo da personalidade do personagem, iria fazer isso à força se fosse preciso, ele não era como Tyrion. Agora se os roteiristas quisessem manter o crescimento da Sansa e desvirginá-la, poderiam mostrar ela consentindo o ato sexual. Ficou claro que a intenção da cena foi chocar o público, tentar causar alguma emoção no público, nem que fosse de repulsa, dentro de um episódio morno.

  • Bárbara Cesário

    Concordo em gênero, número e grau.
    Foi mto triste assistir esse episódio do início ao fim. A perseguição feminina na série é bizarra, desde a noite de núpcias de Dany até a da Sansa. Nos tiraram Asha e Arianne, dois exemplos incríveis de poder feminino, de assertividade (inteligentes, poderosas, sexualmente livres) O mais triste é ler comentários como “ela escolheu isso”, “bem feito pra ver se para de ser trouxa” no caso da cena final.
    Alguns fãs ignoram o fato de que existe um crescimento absurdo de personagem, mas que ele some para servir de gancho, de repercussão. Sansa acaba perdendo todo poder de discurso que teve SEGUNDOS antes com a Myranda (que é outra personagem ??????). Qual a lógica então? Qual o sentido de emponderar a Sansa apenas pra cravar essa lâmina obsidiana no coração dos leitores?

  • lia

    excelente texto, Leandro/Rafael. Vocês tem toda a razão no que se refere à moderação do site. Pessoas se aproveitam do “anonimato” que a internet lhes confere para expor suas idéias deturpadas e defender a lamentável cena da Sansa

  • Bruno Lacerda Balbi

    Obrigado pela análise, Leandro!
    Nem vou tocar no assunto da Sansa. Pra mim chega…rs

    Mas sobre Dorne, seu comentário foi perfeito: “Cara que tristeza. Que tris-te-za.” 😀

    Eu estava gostando muito do episódio até então, alternando entre Tyrion e Arya..e depois veio isso. A cena acabou e comentei com minha esposa “que cena tosca”. Em geral quando todos reclamam das cenas de luta eu sou o que diz que gostou, p/ex “essa luta da Brienne com o Jaime foi muito lenta” e lá vinha eu dizer que ela estava com armadura, espada de 2 mãos, que o Jaime estava fraco, amarrado.. mas isso que vi semana passada foi constrangedor. Sem contar, é claro, quão pobre Dorne está. Senti muito falta de uma cena de apresentação estilo Volantis e Braavos em que andamos pelas ruas conhecendo o povo e sentindo o clima do lugar.

    Todo mundo dizendo que o Bronn vai morrer. Só eu que acho que uma das serpentes vai lhe dar um antídoto em troca de alguma informação e aproveitar para encaixar uma sensualização a la HBO?

    E obrigado por me ensinar o termo “jump the shark”. Não conhecia e achei interessantíssimo!

  • Afroda

    Ae! Análise do episodio, um lugar onde vejo uma visão geral do episodio e não só “Sansa Sansa Sansa Serpentes da areia Sansa Sansa(sem virgula mesmo, porque estava imparável)”
    Achei interessante vocês escreverem Jaquen, não sei se dizem “Jaquen” por achar que esse é o Jaquen de verdade ou só por ele ter o rosto do Jaquen.
    Mas eu, na minha opinião acho que esse só tem o rosto do Jaquen, e na verdade é o “homem gentil”. “Ah, mas como ele sabe que aquele é o Jaquen que a Arya tava falando quando se transformou?”Com um treinamento tão ríspido da casa do preto e branco não duvido nada que eles não conheçam cada membro e cada nome que eles dão a um identidade, e como esse é um membro treinador, ou membro sênior, sei lá(UASHUAHSU) ele já deve tá naquele nível de trocar de rosto com magia(e pelo visto, a cor da pele também). Acho interessante cada um defender seu ponto de vista nessa questão, acho até que ia ser interessante uma votação(só uma sugestão) “Jaquen ou homem gentil com rosto do Jaquen?”.

    Sobre o Petyr, que foi o que mais me deixou em estase nesse episodio, é realmente inadmissível essa desculpa que a série deu de que ele não sabe sobre a crueldade de Ramsay(e não estou dizendo isso em defesa da Sansa, só estou analisando a parte do Petyr), primeiro pelo caso da ex-mulher dele, segundo porque ele estava entrando no terreno do inimigo e é impossível imaginar um Petyr entrando em terreno Bolton com a chave dele para o norte e não pesquisar sobre seus inimigos! Nisso sim eu estou revoltado com os produtores, isso sim eu acho um erro bem feio. Mas, deixando essa parte de lado(sem deixar de estar bolado), mais uma vez Petyr jogou na cara dos telespectadores e leitores “You know nothing!”, e não dá pra saber pra quem ele está mentindo, ele tem uma versão pros Bolton, uma versão pra Sansa e uma versão para a Cersei. Petyr não é meu personagem favorito nos livros, mas na série ele está quase conseguindo isso(superando Stannis). Diferente do Varys joga algo na nossa cara do nada, Petyr nos da dicas, nos mostra caminhos e discussões para teorias, e Aidan Gillen está de parabéns pela interpretação desse papel.

    Tomara que tópico de teorias só pra ele aqui no site, porque até hoje estou esperando algo daquelas tapeçarias que ele pediu pra Cersei. SHAUSHUASUa

  • Tainá Santos

    É uma cena importante para o crescimento do Theon, sim, e entendo adaptarem. Porém, no momento em que decidiram usar a Sansa, deveriam ter seguido a linha de desenvolvimento dela, finalmente jogando o jogo dos tronos. Não fez o mínimo sentido quando em comparação com a cena da Myranda. Depois daquilo, eu esperava que ela tentasse seduzir Ramsay, manipulá-lo, qualquer coisa que me fizesse pensar “Realmente, é uma mulher madura tomando uma decisão”.
    Desculpa, Cogman, mas o que eu vi foi “uma garotinha tímida entrando em seu casamento com Ramsay”.

  • Gabriel Dyonisio

    Finalizar o post com uma imagem da Sansa, pois é ela que importa nisso tudo. Não o Theon, que no livro sim, a cena é dele, é o divisor de águas dele. Na série é uma incoerência com a personagem que finalmente vimos começar a crescer, ser menosprezada e manter a atenção em Theon…que pode até ter as mesmas consequências do livro nos próximos episódios, mas de forma muito errada.
    É como se usassem o Theon para nos dar a raiva ao Ramsey, como se o acontecido com a Sansa não nos transmitisse isso por si só.

    Demorei demais pra me conformar que essa temporada está morna demais, achei que as coisas iam melhorando. Espero mesmo pelos momentos dos últimos episódios, por isso não digo que deixei a série. Mas realmente agora estou APENAS esperando que os grandes momentos finais aconteçam, sem expectativas com o desenrolar antes delas.

    Acompanho aqui desde sempre as notícias de cenas chocantes a caminho e não foi necessário mostrar Sansa nua, Theon se envolvendo como no livro ou algo assim para que minha indignação fosse do tamanho que foi, muito pior do que eu imaginava que seria…simplesmente massacraram uma parte da história e o que querem com isso talvez esteja por vir, mas talvez tenha sido mesmo o choque por si só.

  • Filipe Alves

    Aqui no site foi reclamado desses excessos, esqueceu de Jaime e cersei e a e exposição de Ros. O site sempre se posiciona
    Muito bem em relação essas cenas

  • cristiane dornelas

    O que me deixou triste é que pensei que a Sansa seria uma “Unbowed, Unbent, Unbroken” nessa temporada por causa do rumo da história dela nos livros, pensei que ela estava crescendo quando li. E aí “cagaram” a coisa toda. Quando mudam coisas dos livros fico incomodada, mas beleza, é tv. Só que tudo aquilo é desnecessário, um insulto à serie, à personagem e aos fãs. Perdi um monte do amor pela série ali. Dorne deveria chamar DORME…pode dormir nessas cenas que você não perde nada. Essa temporada tá tendo graça só com a Arya…
    Sei não, tô começando a temer pela 6ª….

  • JasonLannister

    Acho que a relação da Arya e da Sansa nesse episódio é que a Sansa ‘morreu’. Acho que esse vai ser um gatilho pra ela mudar de vez. A série já mostrou progresso na personagem dela, mas ainda sim acho que faltava algo. Está ai. Ser estuprada (infelizmente).
    Tomara que essa menina ponha fogo nessa porra toda.

  • Evandro

    a arya fez uma curva errada e entrou na casa de câncer essa e a verdade

  • Revoredo

    Quem usa este argumento quer ignorar a questão sobre o desenvolvimento da personagem. Jeyne nos livros é uma personagem secundária, e que muito provavelmente será descartada pelos outros personagens quando perceberem que ela não é Arya Stark. De uma certa forma, o que acontece com ela é realista, uma plebéia que foi abusada pro um lorde e descartada, é triste, mas acontecia naquela época, mas não precisava ser mostrado na série. Agora com Sansa, é uma personagem que vai ter história daqui pra frente ainda, é uma personagem em desenvolvimento. Mas que foi destruída. Porque, ou ela vai ser traumatizada para sempre agora, e se tornar uma personagem deprimida e angustiada apenas esperando pelo seu fim, ou como alguns apontam que foi a idéia dos diretores, ela vai “se fortalecer”. Só que essa idéia de que estupro “faz bem” pras mulheres, que ela vai “se fortalecer” depois dessa, essa idéia é repulsiva e doentia. E é isso o que todo mundo está criticando.

  • wons noj

    “na idade média isso era normal”
    1 estupro é registrado a cada 10 minutos no brasil

  • Trabalhamos.

  • wons noj

    “Um Casseta e Planeta no geral, e não só na abertura.”

    Perfeito uaheruheueh’

  • wons noj

    o problema mesmo é que esperava uma reação diferente da sansa, não a cena em sí, pelo menos pra mim

  • wons noj

    “O mundo sim, está em guerra contra as mulheres – alguém aí já ouviu falar do Boko Haram? ou de religiões com o dogma da submissão da mulher? -, o mundo sim, é machista. Desistir de ver a série por isso é o mesmo que desistir da humanidade. É fingir, fechar os olhos para a realidade cruel que acontece no mundo. Nem pensem também que por retratar a Idade Média, é que os estupros acontecem na série. Não, o estupro não existiu mais na Idade Média do que existe hoje.”

    nuss, quanto alarde, vc é meio feminista

  • wons noj

    eu acho que essa cena é justificavel sim, sansa não sabia do sadismo do ramsay, se nem o mindinho sabia, ela ia saber? isso pode ser usado como motivo pra ela se vingar

  • Anderson Matos

    ainda estou tentando entender o pq desse escândalo todo por causa da cena da sansa já que não é a primeira vez nem a última que ocorre uma cena dessas, pq ngm ligou pro estupro do Khal Drogo no começo da temporada que para mim foi infinitamente pior pois além de ser estuprada Daenerys era uma “escrava sexual”

  • Giuseppe Solimena

    serio mesmo, tive um comentário removido nessa polemica toda da Sansa e ,sinceramente, nao vejo o motivo… nao falei nada de mais e nao ataquei ngm. So queria saber se tem como eu procurar saber o porque que foi excluído … ate mesmo para entender e nao agredir, se eh que eu o fiz , em futuros comentários.
    Estou loggado através do facebook e quem der uma passada no meu perfil vera que alem de defender a causa que voces apoiaram em torno desse assunto , eu nao suporto eh essa cultura de odio ( envolta de política principalmente) e intolerância… e no meu caso eu acho que foi um caso de extrema intolerancia.

    Peço desculpa por qualquer coisa e se possivel um parecer,
    sei que nao deve ser facil nem legal responder a todos. mas tudo bem
    grande abraco!

  • Daniel Silva Pereira

    Admito que preferia um plano de “escape” para isso (a de que Theon faria algo ali mesmo para impedir)… Mas ainda sim todos os avanços da personagem teve foram sim altos, mas não era algo tão real se ela de repente aceita-se por estar bebada (quanto a questão dela se embebedar), ou por livre e espontânea vontade…

    Na cena em questão, preferiram elevar a crueldade do Ramsay e trazer de volta o Theon, e sim, diminuíram e muito a Sansa…

    Acho que do jeito que você propôs seria sim muito melhor, elevando a Sansa, e mantendo os status dos demais…

    Mas eu admito que queria o escape… elevaria o Theon de uma vez e deixaria a Sansa crescer do jeito dela…

  • Thel Martins

    Ramsay não teve ex-mulher na série .-.
    É fácil não conhecer uma pessoa que muito mal aparece, que não se expõe… Nem Theon o conhecia e olha que Theon morou no norte sua vida inteira!

  • Davi Anderson

    “kkkkkkkkk” risos antecipados pq eu acabei de me tocar. ta todo mundo falando sobre o quanto a seria ta maltratando a imagem da mulher, e ainda mais agora com oq aconteceu com a sansa, mas quando a cersei lannister se fuder um monte de gnte vai dar pulos de alegria ja to ate ouvindo “bem feito”

  • She-Ra

    kkk….
    Os mesmo pulos de alegria que todos nós demos quando ela foi “fodida” pelo Jaime no funeral do filho….
    kk.
    Vc tá SERTO!

  • Felipe

    Pior, ela foi VENDIDA pelo próprio irmão…

  • Mari Almeida

    Assim, eu não imaginava algo diferente acontecendo com a Sansa desde que ela concordou em se casar com o Ramsay. Todo mundo (principalmente quem leu os livros) sabe como ele é, e eu, sinceramente, fiquei grata por ele não ter esfolado a Sansa ali mesmo (como eu cheguei a pensar que ia acontecer). Obviamente eu preferia que a história tivesse seguido o livro, mas o que aconteceu não foi uma surpresa pra mim

  • flavioclima

    Ainda não vi o episódio 7 mas, gente, não é cedo pra dizer que essa cena da Sansa não teve nenhum propósito? Isso pode mudar a Sansa completamente. Só veremos se isso vai acontecer nos próximos episódios.
    E concordo com a @disqus_CJoNfA2urD:disqus. Eu não imaginava algo diferente com a Sansa desde que ela concordou em casar com o Ramsay. Vocês esperavam que acontecesse o que na noite de núpcias? Foi horrível sim mas acho cedo pra dizer que a veiculação dessa cena na série pode ser uma apologia ao estupro ou algo assim. Acho mais provável que a Sansa agora cresça como personagem e cedo ou tarde a sua vingança vai chegar e o Ramsay vai ter o troco.

  • Thiago F. Coelho

    haueheaueaheuahaeueaheauhaeuee
    Cara, que sensacional esse comentário!!!!! heaueahuahuaeheauheauaeheueahuaehu

  • Alan Furman

    Dorne sempre foi meu lugar favorito nas Cronicas, desde a primeira temporada espero para ver como a série ambientaria, e olha, que desgosto rs.

  • Anderson Lima

    O pior é saber que eles não “erraram”, eles decidiram ir por outro caminho totalmente longe dos livros.

  • Anderson Lima

    Vê-se que você tem muito argumento mesmo… sqn!

  • Igor Marcelo

    O já assisti o episódio 7 e…olha
    lamento muito o que aconteceu com a Sansa, mas pesem o que já aconteceu com
    quando ela saiu de Winterfell ela perdeu a Loba, o pai, a irmã, a mãe, os irmão
    e agora ela volta e perde a virgindade que poderia ser a única coisa que a inda
    a mantinha “bobinha”, talvez ela cresça como personagem e claro que não nessa
    temporada acredito que só na próxima, ela vai aprende a usar sua feminilidade
    seu poder como sua principal arma, uma garota que viveu em Kings Land, e
    convive com Mindinho o que não falta e exemplo de ser safa espero eles usem
    isso para deixar a personagem mais interessante e menos sofrida.

    Uma breve teoria sobre o
    Mindinho, acho que ele pode voltar para Winterfell e fazer um trato com Stanis
    parecido ou até igual ao que propôs a Cercei e com um pequeno exército de
    Stanis vestido com os uniformes do Vale entrar em Winterfell afirmando que veio
    para ajudar os Boltons e quando ele abrirem os portões serem pegos por uma
    emboscada ala casamento vermelho. (Sonhar mais um sonho impossível…)

  • alexandre onrocks

    Não digo que foi de todo ruim,mas os núcleos mais aguardados como Dorne e Winterfell causaram decepção ,tudo muito mal conduzido,falta uma edição e coreografia descente na parte de Dorne e a cena sem proposito ao final do episodio,claro sabíamos do rumo tomado,mas não era necessário mostrar ou parcialmente revelar,talvez Sansa tenha sua virada agora mas a que custo,todos elogiam a HBO pela suas produções,mas já sabiam do seu histórico de “apelação” ,mesmo que os livros contenham(estou lendo o primeiro) toda essa violência ,quem produz a serie teria que saber equilibrar pra não cometer exageros ,enfim pra min a serie estava perfeita ate a 3 temporada,essas duas ultimas eles perderam a mão,enfim uma abraço a todos.

  • aline

    ótima resenha, concordo plenamente. obrigada por tudo e por continuarem a tentar enfiar alguma luz nos espíritos de porco que não viram o problema desse episódio.

  • Junior Valadares

    Desenvolvimento da personagem é um aspecto irrelevante. A gente aceitou o fato de que iam fazer adaptações para a série. Você liga a televisão sabendo que é um fato consumado, irreversível e precisa suspender o mecanismo mental de comparação, senão vai ficar medindo e pesando cada gesto, cena ou diálogo diferente do livro.

  • Sílvia Carneiro

    Olá, Revoredo! Concordo em parte com seu contra-argumento… Estupro é estupro, independente de quem e seja a vítima. Não acho que se fosse com a Jeyne teria sido “menos pior”. Mas ainda considero que estão fazendo muito barulho por isto, principalmente a galera que já tinha lido. Qdo fiquei sabendo do casamento da Sansa com o Ramsay eu já esperava por uma cena desta, porém mesmo já tendo lido os livros e recebido spoiler deste episódio, a cena me deixou muito chocada também. E dou muito crédito também a atuação do Alfie Allen, que foi excelente. Foi uma cena forte, que me fez derramar lágrimas enquanto subiam os créditos. Entretanto, a cena da segunda temporada,onde o doente Joffrey tortura as prostitutas foi diversas vezes pior, uma violência totalmente desnecessária.
    E concordo totalmente com você que fazer uso desta cena para que a personagem possa se fortalecer é realmente repulsivo.

  • Don Ramon

    Eles simplesmente repetiram o arco da Sansa preguiçosamente. Ramsay é um Joffrey, mesma situação, mesma reação. Isso e o fiasco de Dorne não tem justificativa, polêmica, ambiguidade ou divergência.

  • O machismo está nisso, porque a forma mais fácil que os produtores/roteiristas conseguiram pensar em se humilhar, violar uma mulher foi pelo estupro e não tortura física que não fosse voltada pro lado sexual.
    A violência causado no Theon foi diferente já que ele é homem, ninguém pensa em se violar um homem metendo nele por trás, já uma mulher, é a primeira coisa que lhes vem à cabeça. Foi uma desconstrução de personalidade com o Theon, mas já a Sansa é uma mulher então a jeito em que mais se pode humilhar uma mulher (para eles) é através da violação sexual e não da personalidade ou qualquer outra coisa.

  • Pois é, tantas possibilidades de se fazer diferente dos livros e escolhem sempre a mesma, sempre a forma mais fácil em que conseguem pensar de se humilhar, ou violar uma mulher que é pelo estupro e não tortura física que não se volte pro lado sexual.
    A violência causado no Theon foi diferente já que ele é homem, ninguém pensa em se violar um homem metendo nele por trás, já uma mulher, é a primeira coisa que lhes vem à cabeça. Foi uma desconstrução de personalidade com o Theon, mas já que Sansa é uma mulher então a jeito em que mais se pode humilhar uma mulher (para eles) é através da violação sexual e não da personalidade ou qualquer outra coisa.

  • Kelvin

    Só vim aqui dizer que a cena da Arya no ‘salão dos rostos’ ficou ótima.

    bjs

  • Maicon Roberto

    Ela caso com um lixo ela já sabia que ia acontecer e o fedo quando traiu os stark Já sabia que ia se. Ferra tem muito personagem que ainda. Vai se ferra muito e que nem a pessoa que anda com bandido uma hora se ferra.

  • Maicon Roberto

    O legal da dessa série e mostra que cada um acha que procura e nem tudo que é correto trás bom frutos. Como Ned stark a onrra o matou as escolhas fazên a história ser assim o bastardo dos bolton e violênto se acha que ele ia fazê oque. Para pra pensa. Apologia e diferente tá mas menos mostrando que se você conhece um cara violento saio fora ou doma ele kkkkk

  • Anderson Lima

    Não me referi a essa cena em específico, mas sim a todas as escolhas dos produtores em mudar o rumo original da história.

  • Fernando Machado Guedes

    Da pra ver que a ditadura daqui é braba… não se pode nem comentar o que se pensa que apagam? 😛
    (Não apagaram nenhum comentário meu. De fato, este é o primeiro comentário que faço por aqui. Espero que seja de muitos.)

    Quando você que está fazendo o seu livro, quiser mostrar o quanto um personagem pode ser cruel e alguém chegar e balbuciar que você não pode fazer isso ou aquilo, aí sim quero ver você pensar dessa forma… Toda pessoa antes de criar uma obra (principalmente chocante) deve acordar pra o mundo e ver que nele existem pessoas psicopatas, estupradores, assassinos, serial killers, ladrões ou qualquer outra denominação repudiada pela sociedade moderna, que fazem o que lhes dão prazer sem sentido nenhum para nós, meros apreciadores de algumas obras e de outras não. O estupro foi feito pra chocar, e pelos comentários apagados e censuras concretizadas, acredito que eles fizeram um papel excelente.

  • Yuri Passos

    Excelente texto, e entendo o motivo da cena ter causado tanta indignação e concordo com alguns pontos abordados. Mas teve um em particular que justificou o motivo dessa cena ter sido feita: você falou que os produtores e o roteirista decidiram mudar tudo, eliminaram personagens, encaixaram uma história em outra… mas não mudou esse fato específico. Cara, fosse a Sansa, a Jeyne ou qualquer outra personagem, ela se casou com o provável personagem mais filho da puta, sádico e doentio de GoT: Ramsay. Fosse quem fosse, as chances de acontecer o que aconteceu são quase plenas e infelizmente isso tem influência na história (espero, pq a zona que estão fazendo com a série é bem capaz de ter sido só mais uma cena apelativa, aí sim torna a coisa toda desnecessária).
    Repito, entendo que tenha causado indignação, concordo com alguns pontos e com o questionamento de ter mudado tudo e não ter mudado isso, mas o fato é: não mudaram porque esse é o fim ao qual queriam chegar, fosse quem fosse a noiva.

    No mais, minha opinião é que essa temporada tá toda deplorável, pobre e até mesmo desrespeitosa com a obra em que foi inspirada e com tudo que veio antes na série (algumas mudanças em relação ao livro foram ótimas. A cena da Arya com o Tywin, que vc citou, é uma de minhas preferidas!), esse episódio e essa cena vieram como uma cereja num grande bolo de bosta… Tomara que a 6ª temporada se supere e corrija a porcaria que essa temporada está sendo.

  • Valmor FC

    vishh!

  • Pedro Amorim

    Nos temos sorte por não ter sido pior pra sansa e theon pois quem leu o livro concerteza se sentiria repugnante pior que nem é a sansa

  • Danilo Pereira

    Vim do futuro pra dizer que foi só apelação e que ela terminou a temporada como a mesma Sonsa…