Game of Thrones BR recomenda #03: Novembro de 63, de Stephen King

Temporada acabou, livro 6 tá demorando, que tal experimentar um livro de mistério/ficção/suspense e viagem no tempo por enquanto? Seguindo a onda da invejinha de Stephen King pelo sucesso da série de Game of Thrones, vamos lembrar por que King merece ser comparado a George R. R. Martin

Livro: Novembro de 63

Autor: Stephen King / Editora: Suma das Letras

Novembro de 63

E se…
E se te dessem a chance voltar no tempo? Não para qualquer momento que você quisesse (infelizmente) mas para um momento específico, antes mesmo de você nascer, a tempo de mudar algumas coisas importantes da história como você a conhece?

Você teria recursos, conhecimento privilegiado, e poderia até mesmo voltar ao presente e ver os resultados daquilo que mudou. Mas é preciso determinação, pois as mudanças só se manterão se você não voltar ao passado novamente. Mas cuidado! Isso não é um video game filho, se você morre é game over e o passado não quer ser mudado, ele vai reagir a altura se você tentar.

Essa é a premissa básica de Novembro de 63 para não dar muitos spoilers, e essa possibilidade é apresentada a Jake Epping, um professor de inglês recém-divorciado e sem filhos, que é convencido a aproveitá-la para tentar impedir a morte de Kennedy, na esperança de isso represente algo de bom para o mundo como o conhecemos.

O problema é que o nosso viajante, só pode voltar para setembro de 1958 e assim terá que aguardar 5 cinco anos para ter certeza de conseguiu impedir o assassinato que aconteceu em Nov de 63, daí o título. Ele terá que se manter em segurança (vivo) durante esse tempo, sem levantar suspeitas, se controlar para não alterar o que ele conhece do passado e descobrir qual a melhor forma de impedir um dos assassinatos mais marcantes e obscuros da história.

Tem duas coisas bacanas que você pode saber antes de ler este livro, spoilers free, prometo:
A primeira e mais importante é que a morte de JFK foi uma das coisas mais marcantes da história americana, mesmo da história mundial. Como o autor cita no começo do livro “para a razão é praticamente inadmissível que um homenzinho solitário derrube um gigante no meio das suas limusines, legiões, multidão e segurança“. Goste você ou não dos Estados Unidos, era um presidente de um país grande, sendo morto no meio da rua com transmissão ao vivo. Além do choque, surgiram várias teorias que perduram ainda hoje sobre a verdadeira motivação do assassino e como as coisas realmente aconteceram, já que o atirador foi morto a tiros logo depois de ser preso e nunca teve a chance de ser julgado. [Até os x-men se meteram nesse bolo no filme “Dias de um futuro esquecido”, agora em 2014]. Recomendo até que, se você não conhece o caso da morte de JFK, pesquise um pouco antes de ler. De maneira alguma isso é necessário para compreender o livro, mas vai tornar mais divertida a experiência, acredite.

A segunda coisa, é a condição que King cria sobre a viagem no tempo do personagem principal. King criou essa fantástica noção de que o passado não quer ser alterado e age contra aqueles que tentam, criando empecilhos inacreditáveis para isso. São os perigos da aventura de Jake Epping.

O livro é espetacular do ínicio ao fim. Brinca com personagens de outros livros do autor (nada que crie dificuldade para quem chega a Stephen king pela primeira vez aqui, e são pequenos easter eggs para quem já acompanha o autor), relembra o passado com saudosismo, mas sem forçar a barra e de quebra ainda cria sua própria versão do que aconteceu naquele Nov de 63. A tradução da Beatriz Medina pela Suma das Letras é excelente e a leitura flui bem tranquila pelas mais de 700 páginas, que passam rápido.
Leiam que vale a pena!

ATUALIZAÇÃO: Comprem pelo Submarino que tá com preço bacana!

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Vaz

    Se quiserem algo mais próximo de GRRM temos O Mago de E Feist, publicado recentemente no Brasil. Para aqueles que como eu não pretendem ler séries não acabadas, o quarto e último livro dessa série já será lançado.
    Acho legal o site ter essa iniciativa pra ajudar aqueles que estão na ressaca literária!

  • Laercio vilanova

    Muito bom,além de livros se possível seria legal ter recomendações de series e filmes,um dos meus seriados prediletos(true detective)eu conheci aqui.

  • brunna

    Stephen é só amor <3

  • Rapaz, eu não consegui ler não…

  • Don Ramon

    Torre Negra é uma boa indicação.

  • thiago

    Penny Dreadful tá acabando, e rolou uma indecisão agora… leio as Crônicas Saxônicas ou Novembro de 63?

  • Renan

    Não me interessei muito por esse livro, mas Sob A Redoma foi soberbo. Recentemente li Prince of Thorns, algo bem parecido com As Crônicas de Fogo e Gelo.

  • a verdade

    Sou fã de GOT, mas digo q se alguém quer lê um livro de Stephen King, leia Sob a Redoma (Under the Dome) é impressionante

  • Bruna

    Stephen King deve ser muito bom mssm, depois que terminar os que estou lendo, vou buscar um dele e um do Dan Brown..Novembro de 63 já está na lista.. ol

  • Eduardo de Sousa

    Nada supera A Torre Negra! Para quem aguentar 7 livros. Não nada igual!! É fascinante como o autor brinca com o papel de escritor dentro da sua própria ficção!

  • Joao Palmadas

    Hey, encomendem 100 anos de solidão. O Martin disse uma vez que foi influenciado pelo Gabo.

  • Don Ramon

    Cornwell, fera. Vai na fé.

  • Wancharle

    Leia crônicas saxonicas! E depois assista o seriado Vikings do history channel, no netflix tem a primeira temporada (na minha opniao é quase uma adaptação não oficial do cronicas saxonicas pois o clima é o mesmo do livro embora a historia seja completamente diferente kkkk)

  • leandrosr

    Já fazemos de obras diversas no final dos Podcasteros, resenha escrita assim toma mais tempo, talvez agora com o fim da temporada postemos mais.

  • leandrosr

    Já li a Torre Negra e dei sorte de já ter pego quando tinha acabado a saga, achei íncrivel também, mas acho que decai um pouco no final.

  • leandrosr

    São livros bem diferentes, eu recomendaria o Nov de 63 e depois as Crônicas por serem maiores.

  • leandrosr

    Dê uma olhada nos Podcasteros, sempre recomendamos algumas coisas por lá.

  • thiago

    Uma série de livros estilo GRRM é O Ciclo Nessântico.

  • Wagner Augusto Almeida de Mora

    Gostei bastante da apresentação do livro que vocês fizeram. O último livro do Stephen King que li foi Sob a Redoma e foi épico.
    Já encomendei pelo Submarino ^^

  • Caramba parece uma estória de história muito boa.
    Terminei de ler Sob a redoma (ótimo) e Stephen King precisa(para mim) de uma pausa para que possa assimilar as causas e consequências dele.

    Estou lendo Eragon >.<
    Novembro 63 entrou para a lista.

  • Juliana Ribas

    Também curti muito a saga, que no início me pareceu muito confusa e dark mas depois me conquistou de vez! Recomendo!

  • Juliana Ribas

    Puts ler obras inacabadas é uma droga mesmo, me arrependo de algumas pois qdo lançarem as sequencias terei que reler os livros por não lembrar mais de boa parte dos detalhes.. as cronicas de fogo e gelo do Martin são as únicas que não me arrependo mas as vezes bate um desanimo de pensar no desgaste da espera…

  • Joao Palmadas

    Vocês já chegaram a falar do Gabo, nos podscasteros?

    Bem, um autor que merece tanto quantoo Gabo é o Juan Rulfo, de “Pedro Paramo”. É fantástico.

    Vocês já chegaram a falar da antologia organizada pelo Italo Calvino, “Contos Fantásticos do Século XIX”? Tem muito lilvro bom para ler, enquanto o Martin não lança o sexto e a quinta temporada não estreia.

  • Joao Palmadas

    Alguém aí já leu As Crônicas de Allarya, do português Filipe Faria? Eu queria saber se presta. http://pt.wikipedia.org/wiki/As_Cr%C3%B3nicas_de_Allaryia