Análise do episódio 4.07: “Mockingbird” (sem spoilers)

Esse texto NÃO CONTÉM SPOILERS DOS LIVROS e é destinado principalmente para aqueles que não terminaram ou sequer começaram a leitura dos mesmos. Se você já leu ou não se importa em saber o que vai acontecer, confira a análise COM SPOILERS, que em breve deve tá saindo por aí.

mockingbirdEssa semana, Alik Sakharov mostrou novamente o motivo pelo qual é considerado por muitos, inclusive eu, um dos melhores diretores de Game of Thrones (talvez depois de Michelle MacLaren e Neil Marshall, sendo que esse último é um caso à parte). A dúvida era se David Benioff e D. B. Weiss conseguiriam manter o bom ritmo de Bryan Cogman no último episódio, um dos melhores de toda a série até agora. Foi muito bom que “Mockingbird” tenha se igualado a “The Laws of Gods and Men”, ou até superado em alguns aspectos,  já que nele tivemos mais acontecimentos chave que no anterior, como as decisões de Oberyn e Daenerys, a morte de Lysa e a descoberta de Brienne. Um episódio belíssimo, sem dúvidas. E parece que a tendência daqui pro final só é melhorar.

mockinbird tyrion jaime lannister

“Bronn fought for me once, he will do it again.”

Comecemos falando de coisas boas. Eu realmente me identifico e gosto muito de Tyrion. Ainda mais diante da interpretação magistral do nosso Gigante de Lannister, Peter Dinklage. É realmente uma droga que ele esteja preso e na iminência de ser executado por um crime que não cometeu, mas essa foi a condição pra que nós pudéssemos assistir aos melhores “duetos” da temporada: Tyrion e Jaime, Tyrion e Bronn e, por último mas não menos importante (pelo contrário), Tyrion e Oberyn.

O episódio já começa com o primeiro dos três últimos amigos de Tyrion Lannister na capital confrontando ele a respeito de seu discurso no julgamento. Nesse diálogo, o anão confirma algo que eu tinha dito na minha última análise. Ele nunca foi um cara que fica parado enquanto outros decidem seu destino. Ele pediu julgamento por combate, principalmente, para arrancar o controle das mãos do pai, junto com o sonho do mesmo de ver Jaime como Senhor de Rochedo Casterly. Apesar desse detalhe da proposta do irmão nunca ter sido mencionado diante dele (não que nós tenhamos visto), não é muito difícil pra alguém inteligente como Tyrion deduzir.

Infelizmente não é de inteligência que homens como Bronn precisam, mas sim de ouro, mulheres, castelos e luvas mais macias que coxas de donzela. Já está chato ficar repetindo o quanto eu gosto de Jerome Flynn e de seu mercenário. E parece que gosto dele pelos mesmos motivos de Tyrion: por ele um bastardo vil e sem coração. É claro que ele ainda ama seu companheiro, mas ama mais ainda a ele mesmo, coisa que muitos homens sentem, mas poucos tem coragem de dizer. Bronn foi muito honesto nesse sentido, assim como foi Jaime ao admitir que não conseguiria derrotar Gregor Clegane sem sua mão da espada, o que sintetiza bem toda a transformação do personagem que a duas temporadas atrás era conhecido como o melhor espadachim dos Sete Reinos.

Ah, no primeiro diálogo também ficamos sabendo que Cersei não escolheria Meryn Trant como seu campeão. Qual é? Tudo bem que sabedoria nunca foi o forte da ex-ex-rainha regente, mas escolher um zero a esquerda como Sor Meryn para ser o campeão que executará sua vingança teria sido um pouco demais…

tumblr_n5t1dcbXFG1r9h4heo1_1280

Enquanto Tyrion passou o episódio procurando desesperadamente alguém que pudesse lhe fazer justiça, Cersei parece não ter tido nenhum esforço, questionamento ou consideração emocional ao fazer sua escolha. Ao contrário do Cão, seu irmão, Gregor, não parece ter nenhuma fraqueza. A cena de introdução dele foi um clichê típico de Game of Thrones, mas extremamente necessária já que o personagem esteve sumido desde a segunda temporada. Coitados dos prisioneiros que tiveram que perder a vida só pra que nós conhecêssemos o passatempo preferido do Montanha: matar. Nisso ele e Sandor concordariam. “Matar é a coisa mais doce que existe.” Esse devia ser o lema da Casa Clegane. Matar só não é mais doce do que Cersei caminhando sobre as tripas ainda frescas daqueles pobres homens. Assim como Oberyn, ela fará de tudo pra conseguir sua vingança. Cedo ou tarde ela sempre consegue. Mas acho que essa não foi uma atitude muito inteligente dela. O Montanha é capaz de quebrar (literalmente!) qualquer um no campo de batalha (apesar de ter perdido pro Loras nas justas do Torneio da Mão, na primeira temporada), mas escolhê-lo como campeão foi dar motivo pra Oberyn lutar pelo anão, e como vimos em “Two Swords”, o príncipe de Dorne tem suas habilidades. Mas será que ele é páreo pra esse monstro? Sede de vingança é um puta de um buff, mas suponho que teremos que esperar pra ver.

Eu também gostei de terem dado apenas uma fala para o gigante ali em cima.  O halterofilista Hafthor Bjornsson (o terceiro a interpretar o papel) é sem dúvidas um dos caras mais assustadoramente fortes e torados do mundo, mas não parece muito capaz como ator, até por que ele provavelmente está encarando essa função pela primeira vez na vida. Tudo que ele precisa mesmo é ficar parado com aquela cara de quem comeu… ou melhor, de quem matou e não gostou.

tumblr_n5t172v15p1qzi80do2_r1_500-game-of-thrones-mockingbird-recap-do-you-want-to-build-a-moon-door

Por falar no Oberyn… Depois das recusas de Jaime e Bronn aposto que todos estavam perguntando quem seria o campeão de Tyrion ou torcendo pra que ele mesmo enfrentasse o Montanha no combate (o que daria de fato uma belíssima canção). É claro que muitos como eu também já sabiam ou imaginavam que Oberyn se ofereceria para defender o anão, afinal, o personagem novo, apesar de muito foda, ainda não tinha mostrado a que veio nessa temporada. Mas mesmo tendo previsto, isso não diminuiu em nada nosso entusiasmo e excitação ao assistir essa cena.

Preciso dizer que os roteiristas acertaram a mão em todas as cenas de Tyrion desde que ele foi preso. Nesse episódio em especial, elas pareceram bem mais dramáticas. A própria cela parecia muito mais escura, lembrando bastante os momentos finais do nosso querido e saudoso Ned Stark na primeira temporada, quando ele foi preso por traição e visitado por Varys e sua tocha (bem que ele podia ter feito uma visita ao Tyrion também, seria o máximo!). Nessa última cena com Oberyn então, acho que todos tiveram extremo cuidado. Ela foi tão bem executada, por todos os envolvidos, que fica difícil acreditar que ainda venha coisa melhor por aí. Os dois atores foram incríveis. Impossível não sentir dó da cara de Dinklage enquanto ele escuta a triste história de quando Tyrion veio ao mundo, e de como foi preciso um estranho vir de Dorne pra dizer a sua própria família que ele era um bebê, e não um monstro. Agora, esse mesmo estranho é o único que pode ajudá-lo a sair dessa situação com sua “cabeça ingrata sobre seu pescoço ingrato”.

Repararam em como Oberyn coloca a tocha perto do rosto de Tyrion a fim de ver sua expressão quando ele fizesse o anúncio? Acredito que ela foi bem parecida com a que nós fizemos em casa. Eu não estou exagerando nem um pouco quando digo que tive arrepios ao final dessa cena. Como a metáfora da cela negra iluminada pela tocha fez questão de mostrar, Oberyn foi a luz no fim do túnel para Tyrion. Simplesmente sensacional!

752fe0e1f

“You are strong enough to look into the Lord’s light and see His truth for yourself.”

As boas cenas em dupla foram uma característica marcante de “Mockingbird”. Além de Tyrion e seus pretensos campeões, Arya e o Cão, Brienne e Pod e Daenerys e Jorah, Melisandre e Selyse também demonstraram uma química forte durante a cena delas no episódio. Diferente da nudez de Daario Naharis, que foi unicamente para agradar o público feminino da série (não estou reclamando. Afinal, elas também merecem, não é?), a nudez de Melisandre teve mais a ver com poder, com mostrar que aquele era o seu território, embora ela se dirigisse a Selyse como “minha rainha”. Foi algo parecido com o que vimos em “Second Sons“, quando Daenerys levantou-se do banho, ficando nua diante do próprio Daario. A belíssima Carice van Houten fica tão a vontade quando nua em cena, que tudo fica bem mais natural.

O diálogo delas a respeito da verdade também foi muito bem escrito, e ajudou a entender um pouco o fanatismo da esquisita esposa de Stannis. Melisandre realmente sabe como convencer as pessoas, e quando não consegue, pode sempre usar um de seus pós e poções (ou ficar sem roupa, né?). Me pergunto se aqueles frascos servirão pra alguma coisa no futuro. E o que foi todo aquele papo de que Shireen também precisava viajar com elas?  Ela vive repetindo que “sangue de rei tem poder”, e agora que Gendry, o bastardo de Robert, desapareceu… Será que a sacerdotisa planeja torrar a garota?

got407092013hsdsc51591jpg-95857b_960w

Ver Daenerys evoluir de uma garotinha abusada e amedrontada pra uma mulher segura e com força pra exigir o que quer na hora que quer foi bem interessante. Começamos a perceber essa mudança quando ela assumiu seu relacionamento com Khal Drogo, e o modo como ela tratou Daario nesse episódio deixa bem clara tal transformação. Já fazia tempo que a série insinuava um interesse por parte dos dois. Algumas pessoas acharam a cena forçada, mas pra mim, se tem que acontecer, que aconteça logo, e que ambos sigam em frente com seus papéis.

Enquanto o interesse da maioria se voltou para a relação de Dany com o mercenário, sobre a qual ainda sou um pouco cético, eu preferi bem mais a dinâmica entre nossa khaleesi e seu principal conselheiro, Sor Jorah. Pobre homem. Se Daenerys precisa mesmo terminar com alguém, preferiria que fosse com ele. Mas é claro que quem tem que escolher isso é ela.

Como deu pra perceber nos últimos episódios, o lado extremamente passional e inexperiente de Dany ficou evidenciado pelas decisões tomadas por ela que eram quase sempre eficazes, sim, mas nem sempre justas como ela clamava. Nesse episódio, em contraponto a tudo isso, vemos ela agir sabiamente ao aceitar os conselhos de Jorah. Ele é quase como a moralidade dela, o equilíbrio. Aceitar enviar Hizdahr zo Loraq à Yunkai para negociar a rendição dos mestres é uma medida bem mais sensata do que sair crucificando a todos. O próprio Jorah, que foi exilado por Ned Stark depois de vender escravos no Norte e agora ajuda a libertá-los, é uma prova disso. Mas eu gostei mesmo foi de como ela mandou Jorah dizer à Daario que foi ele quem a fez mudar de ideia, o que foi mais inteligente ainda. Ela deu razão para o cavaleiro dar uma boa zoada no mercenário, o que certamente amenizará a dor de cotovelo do cara e, ao mesmo tempo, impedirá que Naharis fique se gabando muito por aí.

Lembram da lição de Tywin em “Breaker of Chains”? Com a atitude tomada nesse episódio, Daenerys se aproximou ainda mais daquilo que ele considera ser um “bom rei”, que no caso, é uma boa rainha… E põe “boa” nisso… Traje novo aprovadíssimo!

Game of Thrones - Episode 4.07 - Mockingbird - Promotional Photos (2)

“Let the priests argue over good and evil. Slavery is real, and I’ll end it.”

A participação de Jon nesse episódio foi mais uma preparação para a batalha que está por vir, assim como tudo que vimos dele nessa temporada. A cena começa com o sopro anunciando o retorno de patrulheiros através do mesmo portão que, mais tarde, Jon sugere que seja lacrado, o que de fato é uma estratégia bem válida já que 100.000 selvagens E GIGANTES não conseguirão escalar a Muralha juntos, todos ao mesmo tempo, recorrendo assim ao portão. Mas Alliser Thorne está tão cego pelo medo de perder a liderança para o bastardo que é incapaz de ver isso. Essa instabilidade no comando da Patrulha fica bem nítida na hesitação do Primeiro Construtor Othell Yarwyck, responsável pelo portão, que acaba ficando do lado de Thorne. E já está ficando chato ver Sor Alliser usar o cargo de Jon para tentar calá-lo. Quantos intendentes ali já viram um gigante? O cara sabe do que tá falando, pô! Os miseráveis deviam ao menos tentar escutá-lo, se não pelas próprias vidas, pelas vidas de outros inocentes que agora estão em risco por causa desse tipo de atitude mesquinha. 

Apesar de curtas, as cenas foram muito boas pois, assim como todos os outros segmentos vistos no episódio, elas construíram algo para o futuro. Ah, e trancar Fantasma nos canis foi um ótimo artifício pra economizar no CGI até o dia da luta sem ter que dar um sumiço inexplicável no bicho, como fizeram com os dragões de Dany.

A cena do mercador ferido teve falas como “Nada não é melhor ou pior do que coisa alguma. Nada é apenas nada” inteiramente tiradas da peça “Esperando Godot”, principal obra do dramaturgo e escritor irlandês Samuel Beckett. Ironicamente, todo esse papo a respeito do “nada”, na série, não serviu pra muita coisa. A não ser que Arya seja testemunha de algum julgamento no futuro (o que eu acho difícil), essa sequência serviu apenas como exercício de escrita para David e Dan, fãs assumidos desse tipo de literatura, além de tomar tempo de tela e dar abertura para a “participação-relâmpago” de Rorge e Dentadas, que foram vistos pela última vez em “…” A morte dele foi cômica, senão ridícula. Por que não atacar o Cão, que estava ferido, ao invés de ficar batendo papo com a guria da espada? Teve o que mereceu. Isso foi legal pra mostrar como Arya está se tornando uma assassina cada vez mais fria.

tumblr_n5t2s6MYuw1r9h4heo2_1280

“I’m as stupid as that hog you stuck back in the village, getting myself cut and stabbed and bitten.”

Foi bem poético que Arya e Sandor tenham sido os responsáveis pelas mortes de Rorge e Dentadas, um mal que ela mesma libertou em “What is Dead May Never Die”, quando a jaula que eles compartilhavam com Jaqen H’ghar pegou fogo e a garota… ou melhor, o garoto “Arry” os salvou. E a menina aprende mesmo rápido né? Em um segundo o Cão estava ensinando como acertar o coração de um homem e no outro ela já estava entregando a lição de casa. Mas o Cão também está aprendendo muito nessa jornada dos dois. A cena seguinte deles denota bem isso. Apesar dos xingamentos intermináveis no início, acabamos conhecendo um lado mais humano do cara, que se abre pra companheira literalmente despido daquela sua armadura impregnada de morte. Percebemos que a história dele é, em certos aspectos, bem parecida com  história do Tyrion. Não é a toa que Cersei e Gregor agora formaram uma aliança pra acabar com a vida do anão. Os dois foram feitos um para o outro.

Péssima ideia mesmo foi ter deixado Arya costurar aquele ferimento. Ela pode ser excepcional com sua Agulha, mas se tem uma coisa que ela não aprendeu desde a primeira temporada foi a manusear agulhas de verdade.

Essa é a temporada em que vimos mais referências às demais. É quase como se os roteiristas estivessem querendo “amarrar as pontas soltas”. O que aconteceu com Rorge e Dentadas depois de Harrenhal? E Torta Quente? A aparição dele foi muito bem-vinda, o moleque é incrível. Eu só queria que o papo dele não se restringisse tanto à tortas de rim de vitela e piadas já feitas como aquelas envolvendo cavaleiros e armaduras ou “Winterhell”. Gostaria muito de saber mais sobre a Irmandade Sem Bandeiras, e quem sabe revê-los ainda nessa temporada.

Gwendoline Christie e Daniel Portman, dessa vez com a ajuda de Ben Hawke, serviram novamente como alívio cômico do episódio, que foi relativamente tenso de fato. A cena na porta da estalagem foi bem familiar, pois rimou em muitos sentidos com a cena de “Walk of Punishment”, quando Arya se despediu de seu companheiro. Além do cenário ser o mesmo, a própria recapitulação de Torta Quente sobre o que aconteceu com ele na estrada evocou o sentimento de que já estivemos ali antes, o que é bem legal. Aliás, a própria Brienne é bem parecida com Arya em certos, como o garoto fez questão de apontar, não é mesmo? Mas se ela estava procurando por alguém, fez sentido ter pedido a “versão curta” da história? Tudo bem, que o cara fala que nem um trator, mas se eles ficaram sentados ouvindo ele falar sobre torta rim de vitela, não custava nada parar mais um pouco pra ouvir a opinião dele sobre o que pode ter acontecido com uma das meninas que eles procuram. Ah, e por falar da torta, teve o pão em forma de lobo, que ficou bem melhor que o de “Walk of Punishment”… Parece que Torta Quente também andou evoluindo suas skills com o tempo, mesmo que longe da tela.

hot_pie

Arya Stark foi considerada morta desde a execução de Ned Stark. Acho que o fato de que um dos personagens principais da trama saber que ela pode estar viva é um tremendo de um plot twist. Me pergunto agora o que Brienne e Pod farão com as informações dadas por Torta Quente. Eles serão outra dupla seguindo para o Ninha da Águia ou vão procurar pistas sobre o paradeiro da Irmandade? O que significou aquele lance dos dois caminhos na estrada? Será que Brienne ignorou as conjecturas de Podrick?

Por falar no Ninho da Águia (que ainda não apareceu na abertura apesar de lugares como Bravos e o Forte do Pavor, que nem estiveram no episódio, terem aparecido), os jardins cobertos foram um excelente feito da direção de arte. E ajudou a estabelecer aquele sentimento de saudades de casa, assim como a interpretação de Sophie Turner e a música tema de Winterfell que tocava ao fundo. Foi bem inocente o modo como vimos ela se agarrar àquele castelo de neve, como se com o ataque de histeria do menino Robin, ele estivesse destruindo seu verdadeiro lar. Esse foi o motivo daquele tapa. Isso levou a aparição de Mindinho que começou a defendê-la e, quando questionado a respeito dos reais motivos pelos quais tinha matado Joffrey, disse que o fez para vingar a morte de Cat. Particularmente, eu tenho minhas dúvidas. Essa provavelmente é só uma parte da verdade, como eu já tinha comentado aqui, e acho que ele disse aquilo apenas para se aproximar mais de Sansa, o que parece ter dado certo.

O amor distorcido e não correspondido de Baelish passou de mãe para filha, e parece que agora ele fará de tudo para concretizá-lo de maneira que não conseguiu fazer com Catelyn. Foi impressão minha ou Sansa correspondeu àquele beijo em certo ponto? Ela só não esperava que sua adorável tia estivesse assistindo tudo.

tumblr_n5t13iqTEF1r9h4heo1_1280

“In a better world, one where love can overcome strength and duty, you might have been my child.”

A despedida de Kate Dickie da série certamente foi uma das mais memoráveis. Quem esperava por aquilo? Nos momentos finais, ao ameaçar a pobre Sansa, ela conseguiu transmitir toda a loucura de Lysa, e o último desejo de ter Mindinho para si quando a vimos sorrir ingenuamente antes de ser empurrada pelo Portão da Lua. Apesar de trágica, a morte dela teve um lado hilário e irônico sim. Mas diferente de personagens como Tyrion, Sandor, Jon, Daenerys e Stannis, que também tiveram seus conflitos fraternais em maior ou menor escala, Lysa não teve força e estrutura suficientes pra fazer algo a respeito disso. Até no fim, ela sentiu o peso da sombra da irmã cair sobre ela, e isso foi bem triste. O desempenho de Aidan Gillen aqui também foi o melhor dele na temporada.

Muitos questionaram o fato de o Ninho da Águia estar vazio e de ninguém além deles estar ali para presenciar aquela cena, bem diferente do Ninho que vimos na primeira temporada, lembram? Vale lembrar também que Mindinho conseguiu convencer Lysa a matar o próprio marido e mentir para a irmã, acusando os Lannisters pelo crime e iniciando uma guerra. Não deve ter sido nada difícil pra ele se aproveitar da paranóia já existente nela para convencê-la a trancar-se sozinha no castelo com o filho, deixando ali dentro apenas alguns poucos serviçais, que possivelmente são da confiança dele. Mas isso é apenas uma hipótese. Estou bem ansioso pra saber como ele vai explicar toda essa bagunça.

Pobre Lysa, é isso que dá ter uma queda pelo cara errado…

O nome do episódio, “Mockingbird” (Tordo), refere-se ao símbolo pessoal adotado por Petyr, da Casa Baelish, cujo símbolo original seria uma cabeça de pedra (reparem no broche que ele sempre usa). O tordo é comumente conhecido pela sua habilidade de imitar os cantos de outras espécies de pássaro, como se tirasse sarro de todos eles. E não é isso que nosso amigo faz o tempo inteiro? Ele já cantou como um Tully, como um Baratheon, como um Stark, como um Lannister, como um Tyrell. Mas e agora, o que ele é? Arryn? Stark ou Tully novamente? Difícil saber, mas arriscaria dizer que agora ele é, mais do que nunca, apenas Mindinho. E é cada vez mais claro que agora são os outros que dançam conforme sua música.

c71f96421

“I’ve only loved one woman – your sister.”

Pelo que deu pra ver no trailer do próximo episódio, parece que daqui a duas semanas teremos a tomada de Fosso Cailin, os selvagens chegando a Vila Toupeira e a luta de Oberyn contra o Montanha. Agora só nos resta esperar que esse maldito hiato, assim como Lysa Arryn, passe voando.

(Perdoem os trocadilhos.)

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Kkkkkk Rafael com trocadilhos é que nem o Oberyn com vingança: não perdoa.

  • Rafael C. Ferreira

    Muito boa a análise, só fica uma ressalva que, na verdade “Mockingbird” significa “passarinho” e não tordo (cuja tradução é “mockingjay”). Seria mais uma referência à Sansa pelo fato de Clegane tê-la chamado de passarinho.

  • Bom, não sei nada de pássaros, mas eis o que achei na minha pesquisa:

    “Mockingbirds are a group of New World passerine birds from the Mimidae family. They are best known for the habit of some species mimicking the songs of other birds and the sounds of insects and amphibians.”

    http://en.wikipedia.org/wiki/Mockingbird

    “O tordo-comum possui várias vocalizações, incluindo um curto e agudo tsip, substituído durante a migração por um ténue e alto seep, semelhante ao chamado do tordo-ruivo mas mais curto, e um chook-chook de alarme, que se torna progressivamente mais curto e estridente com o aumento do perigo. O canto do macho consiste numa sonora sequência de frases musicais repetidas duas a quatro vezes, filip filip filip codidio codidio quitquiquit tittit tittit tereret tereret tereret, intercalada com notas dissonantes e imitações de vocalizações de outras espécies de aves.”

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Turdus_philomelos

    E acho que “passarinho” é “little bird” chará, hehehe. Mas obrigado e abraços!

  • kkkkkkkkkkkkkkkkk. Acho que dessa vez eu me excedi um pouco amigo. Abraços!

  • Marcelo Flexa

    Acho q a lysa tinha razão, sansa nunca amar o midinho, igual a cat, pior coisa que ele fez foi ter matado ela.

  • Juliana Ribas

    hahaha mandou bem nessas frases de impacto aí! Você deu uma boa saída para o fato do Ninho da Águia estar vazio, não tinha pensado por esse lado! Eu não senti que a Sansa gostou do beijo, só acho que ela se sente em dívida com ele e não quis ser grosseira distribuindo mais um tapa ali rs

  • Erika

    Rafael Bacellar, uma curiosidade: você já leu os livros ou só viu o seriado?! Por mais que eu já tenha lido todos os livros, eu gosto de ler ambas as análises (com e sem spoilers) para comparar as informações! Eu acho muito legal o fato de você fazer associações com cenas de outras temporadas que ninguém mais lembrava (especialmente eu)!!! Bom trabalho, rapaz! 🙂

  • brunna

    “mockingbird” e “mockingjay” são tratados pelo mesmo nome (tordo) em português, mas são espécies diferentes.

  • Peterson Santos

    Um dos melhores episódios. Oberyn não é um dos mais confiáveis mas é lógico que a nossa torcida estará com ele. As cenas da Brienne deixaram um ar de curiosidade pelo o que está por vir. E Mindinho foi espetacular.
    Finalmente Sansa fez algo que todos queriam fazer: dá um tapa no garoto.

  • Sano

    Eu fiquei pensando o que a Cersei faria se o Jaime topasse lutar contra o Montanha. Será que a sede de vingança dela seria tão forte a ponto de sacrificar seu querido irmão?

  • Thiago Lins

    Nossa, pensei que Mockingbird fosse pq a Sansa tinha sido apelidada de passarinho pelo Cão de Caça. haha

  • Maria Jordão

    Análise excelente! Tem partes que nem consegui perceber/entender no episódio e você me esclareceu. E a nudez de Daario não foi só para agradar o público feminino. Tenha certeza disso. kkk
    Petyr é aquele tipo de pessoa que abominamos e adoramos ao mesmo tempo. Ele joga muito, inclusive a Lysa. kkk’
    Só sei que esse foi um episódio perfeito, esclareceu algumas coisas que aconteceram em outras temporadas, e deixou muito para explicar nos próximos episódios ou próximas temporadas. O que nos deixa mais curiosos/ansiosos por mais e mais #GOT, que já está acabando. Ai como passa rápido esses 10 episódios de “5 minutos”.

  • Diego Natan Canteri

    Muito interessante a análise. No entanto devo dizer que boiei na hora que o Oberyn pegou a tocha, parecia ser até show off. Hehe. Mas eu acredito que a intenção foi essa mesmo de tentar ver o rosto do Tyrion, mesmo que no mundo real isso não fizesse sentido, já que colocar a única fonte de luz do recinto a sua frente te ofusca e não te deixa enxergar bem o que está à frente. Aliás eu tenho muitas reclamações com a produção da série acerca do uso irreal de fogo…

    Outra coisa, Mindinho mataria a Lysa com ou sem Sansa por lá. Ela tinha uma boca grande demais pra continuar viva.

    A cena da Sansa e Robin(Robert!) ficou estranha, foi bem igual aos livros, mas sei lá, hehehe. Pareceu não ser a mesma Sansa que entrou no ninho da águia e aguentou as palavras do Robin sem dizer um “A”. Tipo, ele detonou teu castelo? Dane-se, faça outro… não precisa estapear o BR maluco só porque ele detonou o castelinho de neve…

  • Carlos Henrique dos Santos Lim

    Gostei da análise e aguardo a outra com spoilers…
    Como homem não gostei da cena daquele mercenário nu. Ainda bem que durou pouco(sorriso de safada da Dany kk) e tb não gostei da Melisandre. Que peito caido ¬¬

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Mas um dia, quando a Sansa virar uma grande jogadora do jogo dos tronos, deve ter um episódio em homenagem a ela. É o que esperamos que o Martin faça, pelo menos.

  • Pequeno Cícero Aposentado

    O Tyrion até falou algo do tipo “eu queria ver a cara do pai quando você (Jaime) perdesse pro Montanha”.

  • Ricardo

    Como sempre Bacellar, muito bem detalhada esta análise. Realmente J. Flynn, é outro ator ótimo (sincero com Tyrion), tu citou um detalhe legal, o que foi o dueto entre os personagens, cara da dó do Tyrion quando o Oberyn (bem frisado coloca a tocha perto do rosto) e se nota a reação de Tyrion, este por sua vez, vou copiar a mesma coisa que tu citaste na análise, pareço chato falar de Tyrion, mas o cara é f…Arya e o Cão, também que dueto, Arya estou gostando muito dela, as atitudes que ela toma, faz com a personagem dela se torne uma guerreira sem limite ao meu ponto de vista. Fiquei também encucado naquele 2 caminhos de Brienne e Pod, que por sinal, bacana as informações do Torta Quente. Já Lysa demorou pra voar, agora também como que vai ficar o filho dela?? Cara quanto ao beijo também não vi muita reação de Sansa, o Mindinho quero ver o que vai acontecer com ele, apesar de a Sansa no ep. 8 aparece, quererendo falar a verdade, acho que vai defender ele e não sei porque, mas a Sansa pra mim acho que vai se tornar uma mulher f…

  • Edinho Bianchini

    correção não é Lysa Arryn e sim Tully o sobrenome não vai para as esposas neste universo !!!

  • Joao Palmadas

    Pode ser isso também. Em G of T, os nomes dos episódios têm mais de um significado, muitas vezes.

  • Paulo Frank

    Mais um episódio maravilhoso! Esta temporada de Game of Thrones com certeza está se mostrando como a melhor de todas!
    Show de atuações por parte de todos os atores envolvidos, mas gostaria de destacar a dupla Oberyn e Tyrion. Sério, o que foi aquilo? Não tem como não se emocionar, cheguei até a arrepiar hehehe. Revi tb várias essa cena e continuo querendo ver mais, é um deleite para nós espectadores.
    Essa semana reli os capitulos do Tyrion referentes ao seu julgamento e devo reconhecer que estou gostando mais do modo como está sendo retratado na serie do que nos livros. Toda a presença do Jaime no julgamento e depois as conversas na cela enriqueceram e muito esse nucleo.

    E que venha o duelo entre A Montanha e A Víbora Vermelha! #ansioso

  • Juliana Ribas

    Mulheres também tem saco, e as vezes ele enche!

  • Martins

    Mais uma ótima análise véi, eu já li os livros mas sempre gosto de ler as análises que vc faz sem spoilers….
    Cara, uma dúvida, o Jorah foi perdoado pelo Ned? Pq eu sempre achei que ele tivesse fugido de Westeros por conta da venda de escravos e, eventualmente, se tornou espião da coroa….. Faz um bom tempo q eu li os livros, então fiquei na dúvida….

  • Pô amigo, tudo bem, mas sério? Que sede é essa de corrigir que vocês tem? oO

  • Valeu Juli!

  • Já li sim Erika. As vezes tento esquecer o que li pra puder escrever essa análises, mas é mais difícil do que parece, hehehe. Muito obrigado! Abraços!

  • Se Jaime se oferecesse pra lutar era bem capaz de Tywin não prosseguir com o julgamento. Mas vai saber, né?

  • Muito obrigado Maria! Abraços!

  • Bom, não entendo nada de fogo pra argumentar, aliás, minha opinião a respeito do fogo é bem parecida com a do Cão de certa maneira, hehehe. Mas se você tá falando que o uso do fogo na série é irreal, eu acredito. Valeu Diego! Abraços!

  • Pô, sério? Acho que Melisandre tem mó corpão. Gosto daquele jeito natural dela, hehe. Abraços!

  • Muito obrigado Ricardo! Abraços!

  • Maria Jordão

    Concordo.

  • Jorah foi EXILADO, Martins! Muito obrigado, cara. Abraços!

  • Maria Jordão

    Eu sou mulher, e acho ela linda! Corpo normal. Até agora não vi nenhuma atriz com peitões siliconados, e acho bem melhor assim para a série.

  • Maria Jordão

    Esta cena foi perfeita demais, tbém revi várias vezes.
    E esse duelo, ai esse duelo.

  • Carlos Henrique dos Santos Lim

    Bom, cada um tem seu gosto, mas continuo achando-a nada demais.
    Fico impressionado como ela tem um jeito para convencer as pessoas.
    Abraços Bacellar.
    Maria Jordão, porque a mulher vc acha que nao precisa de mulher siliconada?

  • Carlos Henrique dos Santos Lim

    Concordo. Quero ver como eles cuidarão do filho dela.

  • Silvano Ferrari

    passando só pra registrar a presença… também já li os livros mas sempre leio as análises sem spoilers, que como de costume foi muito bem feita…
    Cenas à dois comandando o episódio, voo da Lysa perfeito pra fechar o ep e chamar a audiência pra daqui 2 semanas =/

    gostei das fotos dos dois pães do torta quente, quando assisti realmente senti que tinha ficado melhor mas comparando lado a lado dá pra ver a evolução do Torta Quente…

    Aguardando a análise da Ana e o Podcasteros…

  • Kevin Nogueira

    Também achei isso. Lembro que Jorah chega a cuspir quando fala o nome de Ned.

  • Ricardo

    Concordo Maria, acho uma das tops da série (pra mim a melhor, que nem o Carlos falou, cada um tem seu gosto), ela tem um estilo diferente…

  • Adam Henrique Freire

    Acho interessante perceber que os homens torcem pro Jorah e as mulheres para qualquer um que não seja ele (até Jon Snow, PAREM DE SHIPPAR JONERYS!)! Eu não torçõ pro Jorah, acho ele taõ patético tanto no livro quanto na série, muito me admira ele ainda estar vivo num universo daquele se considerarmos a história dele… Nenhuma mulher merece um cara como o Jorah!

  • Martins

    Ah isso explica! Valew o/

  • Dri Ribeiro

    Discordo amigo, até onde se vê nos livros e na série, as esposas adotam sim o nome, não como uma regra geral. A Catelyn é por vezes chamada de Senhora Catelyn Stark e Senhora de Winterfell… Sansa é chamada de Sansa Lannister (inclusive na série), vovó Olenna Tyrell….e assim vai.

  • Dri Ribeiro

    GENTE, eu sempre achei que fosse Jon + Daenerys….haufahuasfhsdufashfusdhfasu

  • Erika

    Daí a minha curiosidade!!! Eu não sei se eu teria o dom que você tem de fazer a análise do episódio sem fazer nenhuma associação com os livros!!! Meus parabéns! 🙂

  • Dri Ribeiro

    Eu achei aquele beijo da Sansa mtoooo comprido! Tá tinha que dá tempo pra tia Lysa pra ver e tals, mas né a menina deveria te-lo parado quase que instantaneamente.

    Achei a Dany meio forçada nesse episódio e a aparência dela tá muito artificial!

  • Martins

    Incrível, como sempre, as cenas do Dinklage…principalmente a conversa com o Oberyn. Gostei mais do Bronn na série doq nos livros, é mais “humano”, não sei se essa seria a palavra.

    A cena que eu mais gostei foi da Sansa, cara, ela tava linda contra a neve e a música de Winterfell ao fundo, me bateu uma tristeza ao me dar conta, novamente, de que a Casa Stark tá tão destruída…..eu sei que boa parte do pessoal odeia ela por toda a burrada que fez, mas cara, eu acho que o inferno que ela passou em Porto Real foi uma verdadeira penitência. Ela pertence ao norte e espero que ela retorne pra lá.

  • Vinicius Almeida

    O ep foi muito bom mesmo. E quanto trocadilho ?? deve ser irresistível mesmo kkkkkkkk Eu só acompanho a série e não consigo ver nada de mais na Sansa. Tem gente que coloca ela num status de jogadora/heroina que ela nao é, pelo menos até agora ela não mostrou a ambição que varios outros jogadores demonstraram pelo “trono”.

  • aline

    “Diferente da nudez de Daario Naharis, que foi unicamente para agradar o público feminino da série (não estou reclamando. Afinal, elas também merecem, não é?) […]”

    SIM, obrigada. Hahahahahahaha
    Falando sobre essa cena, nada contra os dotes Daarianos, mas senti falta do Ed Skrein. Ele tinha aquele jeitão Daario Safadão, perfeito pro personagem. O atual Daario pareceu estar ficando “com vergonhinha” pelado. rs Fora que achei muito insuficiente 2 segundos de bundinha de Daario contra uma cena inteira de Melisandre desfilando pelada, e ainda contando todos os nus femininos que já rolaram na série. Precisa de muuuito pra compensar ainda! Hahahaha

    Voltando ao episódio, foi meu preferido da temporada até então. Gostei muito da amarração de pontas soltas e, como foi citado, a atuação das duplas foi maravilhosa. Parabéns pela análise! 🙂

  • Felisberto Albuquerque

    Uma dúvida:
    – Jaime poderia lutar contra alguém da realeza??… Ja que quem esta acusando é Cersei??? Sempre achei que mesmo que Jaime estivesse coma sua mão de combate intacta, ele não poderia defender o irmão, pois a acusação partiu da irmã e ele é um guarda real juramentado… ou seja seria como ele estivesse lutando contra a irmã. Isto é uma dúvida que surgiu.

  • Um erro apenas: Sor Jorah não foi perdoado por Ned, muito pelo contrário, teve de fugir para Essos.

  • Xavier

    Adorei a análise,sou novato na série,a análise ajuda bastante,to apaixonado pela série,mas por que será que preferiram morder o pescoço do Perdigueiro ao invés de ataca lo com uma espada?

  • Larissa Lins

    Adoro ler suas análises, Rafael! Sempre muito boas. Esse foi o episódio de sentir nostalgia, desde o pão (super melhorado) do Torta Quente à música de Winterfell. Ver ele entregando o pãozinho em forma de lobo à Brienne foi muito bonitinho. Eu também gosto muito do Bronn, mesmo! E adorei a sinceridade dele na cena. Aliás, como vc bem disse, todas as cenas com Tyrion preso estão muito boas. E esse hiato é aquele dilema contraditório da vida, né? Torço pro episódio chegar logo, ao mesmo tempo que quero que a temporada dure mais e mais. Hahahaha :/

  • Diego Natan Canteri

    As vezes? Minha ex andava com ele cheio “full time”…

    Ainda assim, Robin agiu exatamente como todo mundo esperava exceto Sansa, que infelizmente parece não ter aprendido a ler a personalidade das pessoas…

  • Felisberto Albuquerque

    Jorah nem é tão ruim assim… ele é um guerreiro em busca de redenção…. errou muito e por isto mesmo, tem muitos demônios a serem expiados. Mas não podemos questionar sua valentia em batalha… è citado que ele teve grande destaque na Guerra contra os Homens de Ferro no reinado de Robert Baratheon.
    Sobre a friendzone eterna, é citado por ele mesmo que Danaerys é muito parecida com a sua segunda mulher, que o abandonou. Dai surgiu a sua fixação em Dany… claro que a maioria de nós ja tinha passado pra outra, afinal a fila segue… não deu com esta tenta-se com outra… Mas vai saber.

  • Diego Natan Canteri

    Haha! Que isso Baccellar, lhe proponho apenas uma pequena experiência, acenda um papel, uma estopa ou um graveto, depois acenda o fogão e veja qual chama se assemelha mais à chama da tocha que esta na gif que você usou.

  • Martell_Member

    Eu não vi essa cara de “nojinho” da Sansa no episodio igual esta nesta foto, estranho

  • Bia Couto

    primeiro preciso comentar que eu sempre espero ansiosamente as análises, é muito bom ter uma análise que confio que não vai ter spoilers e sempre de tanta qualidade.
    mas vim aqui pra comentar uma coisa que você falou. a parte da estrada, na hora que a Brienne pega a estrada da direita, pra mim foi claro que ela aceitou o que o Pod disse e estava se encaminhando ao Eyrie. geograficamente, eles estariam na encruzilhada. ir em frente é ir pro Norte, pra Muralha, que é o plano original da Brienne. ao virar pra direita, eles estariam indo pro Leste.
    talvez não tenha ficado claro pra todo mundo, mas, pelo menos na minha cabeça, faz todo sentido. hahaha.
    (:
    continue com suas ótimas resenhas.
    e que esse hiato voe.

  • drmingus

    Na verdade só a Cersei é que não gosta de usar o Baratheon, até porque ela se acha esposa, na verdade, do Jaime. Ou se achava, sei lá…

  • Rafael rapaz amei seus trocadilhos, e a análise, como sempre, foi otima!!!

  • LyannaStarkWIC

    Não querendo te desapontar Aline, mas nem a bunda era dele, eles usam dublê para esse tipo de cenas

  • drmingus

    Mockingjay, na verdade, é uma espécie de passarinho fictício da saga “Jogos Vorazes”, feito do cruzamento do tordo (mockingbird) com um outro cujo nome não lembro. O termo “robin” na verdade é que é muito empregado para designar “passarinho”.

  • Adam Henrique Freire

    Não questionei ele como guerreiro, e sim a fraqueza sentimental e o marasmo que ronda o personagem, tenho preguiça de suas falas no livro e na série. Não acho um partido digno pra Dany. E para mim, independente de bom guerreiro, o passado dele só o piora, não vou citar o porquê pois aqui não pode ter spoiler do livro né? Mas, sim não, tenho simpatia pelo personagem, assim como não tenho por outros…

  • drmingus

    Mais uma ótima resenha, Bacellar! Parabéns. Coincidentemente eu também achei que ao menos a princípio a Sansa correspondeu ao beijo.

  • LyannaStarkWIC

    Nem todas, sempre gostei dele. Pena que a Dany nunca se importou.

  • Adam Henrique Freire

    Jon e Daenerys seriam o casal mais sem graça….

  • Gabriel Licastro

    Muito boa a análise!

  • LyannaStarkWIC

    A tradução está correta, Mockingbird é tordo. Mockingjay é uma espécie fictícia de pássaro do universo de Jogos Vorazes, fruto do cruzamento híbrido do Mockingbird com o Jabberjay (outra espécie fictícia).

    Alias Bacellar, achei interessante a conexão que você fez, talvez isso explique porque o ator muda o tom de voz toda hora.

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Já que estamos no clima dos trocadilhos, eu também acho a Sacerdotisa Vermelha muito quente kkkkkk.

  • brunna

    Deu vontade de chorar no 4×06 e agora de novo ao ver a cara do Peter. Sério. Me coloquei no lugar dele. Senti falta do Marillion e não sei como eles vão fazer pra explicar o núcleo da Sansa.

  • Chris Vieira

    Não viu e nem vai ver, requesito básico p/ participar da série é não ter silicone, li em algum site de curiosidades sobre westeros…padrão HBO de qualidade.

  • Hernan Gonzalez

    também achei que Sansa correspondeu ao beijo no inicio do mesmo,
    agora, pensando bem em como tudo acontece na serie… os caras que vc menos quer que morram (Ned, Robb, Cat) acabam morrendo, ninguém quer nem espera que Oberyn morra, mas esse montanha tá bem maior de aquele que perdeu pro Loras…espero estar errado mas pelas duvidas estou me preparando psicologicamente pro pior…

  • Samuel

    Ótima análise Rafael (pra variar)! Gostei demais desse episódio, quase tanto quanto o último. As cenas na cela do Tyrion foram excelentes (talvez por envolverem quatro dos melhores atores da séries, hehe). O núcleo do Vale foi muito bem também, com uma menção pra lá de honrosa para a Sophie, ela encarnou a Sansa dos livros! E agora parece ter começado a encarnar a Alayne tabém, hahaha.

  • Thales Quintiliano

    eu tambem tinha esse tipo de pensamento,,mas depois de ler este poste da Lidiane ,eu pude rever meus conceitos !!!da uma lida ae http://www.gameofthronesbr.com/2014/05/em-defesa-de-sansa-stark-a-heroina-feminina-necessaria-em-game-of-thrones.html

  • Thales Quintiliano

    nem vai ver , ainda não tinham inventado o silicone!!!!rsrsrsrs

  • Matheus Borges

    Eu também, minha vida é uma mentira T^T

  • Thales Quintiliano

    ótima analise Rafael!!!só fiquei chateado com as mortes do Roger e do Dentadas,,nos livros as mortes deles foi em uma situação muito diferente que me deixou com os nervos à flor da pele !!!!fora isso foi um episodio magnifico !!!!

  • Sano

    Profissão: dublê de bunda

  • leo f

    Achava q ele havia sido perdoado, mas exilado

  • Diego Natan Canteri

    A resposta mais simples é: Sim, ele poderia.

    A complicada:

    A Guarda Real foi criada para uma única função: proteger o rei.
    E ela deve obediência a uma única pessoa: O rei.

    Historicamente o rei determinava se a função da guarda era guardar somente ele, ele e seu herdeiro, ele e sua família ou o reino todo liderando tropas por exemplo.

    Dessas duas regras básicas dá pra dizer que:
    1 – Como ela está subordinada somente ao rei isso quer dizer que ela está subordinada somente ao rei atual e não ao passado, não tem compromissos com o antigo rei.

    2 – Somente o Senhor Comandante da Guarda Real, ou o Rei tem formalmente o poder de proibir os guardas de fazer ou deixar de fazer algo.

    Logo, se Tywin e Cersei fossem expertos e obviamente eles são, bastaria que Tommen proibisse Jaime de lutar por Tyrion, mas acho que devido à ligação dos dois Jaime poderia ainda assim ameaçar continuar, mesmo sob o risco de estar cometendo um crime de lesa majestade.

  • Roberto

    Oi Rafa, tudo certo? Mesmo tendo lido aquela montanha de livros 2 vezes, aguardo ansiosamente a sua análise sem spoilers, pois na minha opinião, devemos nos ater ao fatos que a série está nos apresentando e não divagar tanto sobre as diferenças entre a série e os livros. Como praticamente engulo a apresentação dos episódios por pura ansiedade, acabo perdendo valiosos detalhes que vc brilhantemente nos leva a tona. Sansa Safadinha. Gostou do beijo, heim. Deve ser porque ela ficou curiosa depois da seção de gemidos da tia voadora. Esse novo Daario não me convence nem mostrando o bundão. Sem graça. O pessoal reclama da cara empinada da Dany, mas a atriz está representando exatamente no que a personagem se tornou nos livros: uma adolescente que se embriagou com o poder. Abração cara!

  • Luiz Gustavo Araujo

    Excelente estudo do Episódio Rafael. Inclusive as teorias. 10/10. Keep doing!

  • Martins

    Mas não é?

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Só essa questão de “gostar do beijo” que eu não sei se tem fundamento. Até porque, não me lembro se nos livros chega a falar se é correspondido ou não (mas podemos supor que você não ficaria muito tranquila com um cara que tem o dobro da sua idade, que era apaixonado pela sua mãe. Bem, teoricamente).

  • ela tinha mesmo é que meter a mão na cara daquele guri mimado potência 10000.

    Quando ela não faz absolutamente nada, a galera diz que ela é sonsa… E quando se defende de algum jeito, ela é errada. Difícil agradar o povo, todo mundo deve ser perfeito pra julgar tanto.

  • Kally Trevisan

    ouso dizer que a cena do oberyn foi tão boa quanto a do discurso de tyrion em seu julgamento eee me fez criar ainda mais laços pelo oberyn. o cara é muito foda! to ansiosa pra que mostrem mais sobre dorne na série, porque o lugar, como oberyn faz questão de esfregar em toda king’s landing, tá muito à frente de tudo que já apareceu na série.

  • Maria Jordão

    Não sabia desse requisito. Que bom que é assim. Beleza natural!

  • Maria Jordão

    Para a série não tem necessidade, e na verdade ia ficar estranho, silicone na era medieval. A HBO não peca nos detalhes, e esse é um grande detalhe, já ficou claro o padrão das mulheres de Westeros. Corpo normal, beleza natural.

  • Maria Jordão

    Neh. kkk’
    Eu digo as atrizes, mas já me disseram que é o padrão HBO.
    Não aceitarem mulheres remodeladas na série. rs

  • Maria Jordão

    Para “a série” não é legal. Já ficou claro o padrão das mulheres de Westeros. Corpo normal, beleza natural.
    Aliás, é padrão HBO tbém, que não aceita atrizes remodeladas.

  • ba dum tsss! kkkkk

  • Pô, pode crer! Eu jamais perceberia essas coisas, huahuaha.

  • Já deve tá saindo Silvano. Obrigado e abraços!

  • Coitado do Jorah man, kkkkkkk.

  • Silvano Ferrari

    Jorah eterno Lord Friendzone kkkk

  • Muito obrigado Aline. Abraços!

  • Não é à toa que o cara se chama Dentadas, hehehe. Obrigado Xavier. Abraços!

  • Brigadão Lari. Abraços! 😉

  • O lance do Leste faz sentido, eu tava discutindo isso ontem! hahaha. Obrigado mesmo BIa. Abraços!

  • Brigadão Santino!

  • Rapaz, ela ficou tempo demais beijando ele pra quem não tava gostando, mas também não tinha muito pra ela fazer ali né, também né doida de bater no Mindinho, hahaha. Valeu amigo. Abração!

  • Obrigado Gabriel!

  • Pode apostar Samuel, Sansa foi muito bem mesmo! Obrigado cara. Abraços!

  • Muito obrigado Thales! Abraços!

  • “Deve ser porque ela ficou curiosa depois da seção de gemidos da tia voadora.” kkkkkkk. Nem pensei nisso. Brigadão Beto. Abraços!

  • Valeu Luiz! Abraços!

  • “talvez isso explique porque o ator muda o tom de voz toda hora” kkkkk, pode crer! Muito obrigado por esclarecer o lance com o nome do pássaro Lyanna! Gosto pra caramba de Jogos Vorazes. Nunca li os livros, mas fui no cinema achando que seria droga e quebrei a cara. Abraços!

  • Felisberto Albuquerque

    E com o crime de lesa majestade, consequentemente iria perder a cabeça ou ser deportado par a Muralha… Agradeço a explicação.

  • Thaynan Galhardo

    Adorei a resenha, inclusive os trocadilhos… kkkkk

  • Diego Natan Canteri

    Ou ser julgado por combate… hehe! Mas ele provavelmente morreria na luta contra o Montanha mesmo então pra ele tanto faria…

  • Diego Natan Canteri

    Não, eu gosto dela. É das personagens femininas a que eu mais gosto, só não achei que a cena foi tão bem adaptada considerando a chegada dela e do mindinho…

  • Priscila Manfredini

    Rafael, obrigada! Suas resenhas são sempre ótimas e bem gostosas de ler (e nesses tempos de 140 caracteres conseguir que a galera leia mais de 2 parágrafos é uma coisa linda de deuxxxxs).

    Só discordo de uma coisa: a bundinha do Daario não foi só pro público feminino, tem muitos meninos que gostam de meninos no fandom da série, viu? A cena foi pra eles também 😉

  • Carlos Henrique dos Santos Lim

    Ok. Seriado. Melhor ? hahaha
    Nunca reparei no padrão HBO… O chato é que ficaremos 2 semanas sem ve-los

  • aline

    verdade… sacanagem. hahaha

  • Jean

    Também pensei assim. Se não foi melhor, estão empatadas… literalmente me arrepiei vendo o rosto de Tyrion, sabendo que tem um dos melhores guerreiros dos sete reinos ao seu lado. Já vi mais de 3x a cena, e até o próximo episódio, que vai demorar, vou ver mais umas 5x, huhauhauhauhuah

  • Roberto Pereira

    Pois é Rafael, seu homofóbico! Que papo é esse de que a (bela) bunda do Daario Naharis foi SÓ pras mulheres? hahahaha

    No mais ao contrário do anterior, gostei desse desde da primeira cena com Tyrion e Jaime. Aliás, o Tyrion tá tendo TODAS as melhores cenas desta temporada.

    Única coisa meio over foi a cena do Montanha. Precisava daquele exagero todo. Espectador não é idiota, só de olhar o cara com aquele tamanho vestido de gladiador já bastava. Mas tbm ninguém vai morrer por causa de uma cena ruim, né?

    Até aquela cena enrolation com o Cão de Caça e a Arya “ajudando” o moribundo ficou simpática pra mostrar a relação entre os dois.

    E o resto vc já disse. Aliás, achei a cena da morte da Lysa melhor que no livro com toda aquela enrolação com aquele cantor lá.

    Mas fica a impressão de que deram uma desacelerada nessa 4ª temporada. O que as outras 3 resumiam demais, essa tá esticando. Querem dar tempo do Martin acabar os livros

  • Leandro Dias

    Apoiado!

  • Re Stark

    Bom, acho q a questão do castelo de neve foi algo mais profundo. Ela estava envolvida pensando no castelo real, qd ele chega e destroi, como aconteceu com o real, ela extravasa seus sentmentos… hehehe…

  • Re Stark

    Ele foi exilado…

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Achei o discurso dá Arya até mais chato que a cena do Montanha, que pra mim nem foi ruim (em um mundo onde tem tantos personagens cinzas, o Montanha é sim só preto). Sobre o discurso da Melisandre com a Selyse, eu não vi, pois foi uma daquelas cenas de nudez que não pude ver, por estar com mãe perto kkkkk.

  • Bruno Shirabe

    Eu não acho que a Sansa tenha correspondido, não com vontade e desejo, o beijo de Petyr, ela conviveu os últimos anos sempre com as pessoas querendo ela morta, ela aprendeu a fingir e se tornou dissimulada com essa convivência. A sonsa dos primeiros episódios não existe mais. É só perceber como ela esta cuidadosa, escolhendo as palavras, na hora de perguntar ao Mindinho o pq de ele matar o nosso amado Rei.

  • Guilherme Moraes

    ola pessoal, apos ler os livros e relembrar vendo o episodio, eu fiquei em duvida quanto a escolha de gregor clagane como campeão de cersei. ela não deveria escolher um membro da guarda real para o julgamento por combate?

  • Concordo!

  • Muito obrigado Thaynan 🙂 Abraços!

  • Claro, claro, huahauha, my bad. Muito obrigado Priscila. Abraços!

  • Rapaz, essa internet tá demais. Numa semana eu sou um monstro aproveitador, na outra eu sou homofóbico, na próxima análise vão me oferecer de sacrifício pro Senhor da Luz, kkkkkkkkk. Mas embora eu tenha me passado na frase, repare que a palavra “SÓ” nunca foi usada, hehehe. Abraços Beto!

  • É verdade Bruno, talvez por causa desse cuidado ela não tenha estapeado ele ali mesmo, hehehe.

  • Acho que não necessariamente, já que não é ela que está sendo julgada. Mas ser um dos membros da Guarda Real certamente foi um dos motivos pelo qual Jaime não pôde lutar por Tyrion. Afinal, ele está sendo acusado pelo assassinato do rei.

  • Pô, muito obrigado mesmo! hehehe 🙂

  • Juliana Ribas

    hahaha e como faz? a sua mãe tapa seus olhos e depois que passa a cena te libera pra ver o resto? kkkkkkkkk sangue pode ou é vetado também?

  • Diego Natan Canteri

    Não acho que esse compromisso da guarda real tenha impedido Jaime. Afinal o compromisso é com o rei atual e não com o antigo. A menos que Tommen proíba-o de lutar.

  • Diego Natan Canteri

    Não acho que esse compromisso da guarda real tenha impedido Jaime. Afinal o compromisso é com o rei atual e não com o antigo. A menos que Tommen proíba-o de lutar.

  • O que ele faria, se Tywin ordenasse, hehe.

  • Diego Natan Canteri

    Sim, com certeza, haha! Mas se Jaime tivesse a mão no fim do braço ainda, mesmo com proibição ele provavelmente lutaria… o que poderiam fazer de pior contra ele? Manda-lo lutar contra um dragão? Na falta de dragões acho que a maior besta-fera de Westeros é o montanha mesmo… hehe! E se ele perdesse, quem iria puni-lo, iriam bater no cadaver dele como punição? Hahaha!

  • Diego Natan Canteri

    “É só perceber como ela esta cuidadosa, escolhendo as palavras, na hora
    de perguntar ao Mindinho o pq de ele matar o nosso amado Rei.”

    Eventualmente estapeando o senhor do vale… hehe…. ela deveria tomar mais cuidado, o Tyrion provou para todo mundo que estapear alguém depõe contra você se essa pessoa vier a vestir um pijama de madeira.

  • Felagund

    Muito boa a resenha. Já li os livros, mas prefiro essa sem spoilers, pois analisa o episodio por si
    só. A comparação com os livros fica chata.

  • Marianna Straccialini

    Depende do ator, às vezes eles concordam em fazer a cena… não sei se é o caso, mãs…

  • Silvano Ferrari

    pelo q tinha entendido nos livros (aparece algo envolvendo julgamentos no livro 4) a obrigação do campeão do julgamento por combate ser da guarda real é válida se alguém da realeza for o Réu, se for o acusador acho q não se aplica…

  • Vinicius Almeida

    Putz cara eu ja tinha lido. E discordo com boa parte do que ela coloca no texto. No post ela acaba elevando de mais a personagem, só que ela faz parte de um “game” e se ta na chuva ou se molha ou cai fora. Ela é o personagem que se faz pelo acaso, apesar de ser perigoso afirmar isso sem saber o que acontece nos livros e o que irá acontecer neles.

  • Mesmo imerso com todos as armadilhas políticas “regicidas” e outras vicissitudes, acredito que o Tyrion tem sorte ter um amigo sincero como o Bronn, se aquilo fosse de fato um adeus pelo menos morreria sabendo que nem todo mundo está disposto a encarar um sacrifício. Certa vez um amigo me disse que Westeros vive uma história triste, de sobreviventes que usam o que tem de melhor para enfrentar a vida. Qualquer semelhança é mera coincidência!

  • Roberto Pereira

    han tá perdoado dessa vez. Escrever pro público é assim mesmo. Quando desaponta os fãs cobram. haha Abraço

  • Roberto Pereira

    e mãe parece que tem radar pra saber quando passar em frente a TV justo nas cenas com gente pelada só pra deixar os filhos sem-graça haha

  • Muito obrigado Felagund. A com spoilers tá saindo por aí e tá muito boa também. Abraços!

  • O problema é que nem sempre a cobrança é justa. Muito menos as acusações que vem junto, hehehe. Mas faz parte mesmo.

  • Rodrigo Poncinelli

    Esperando a analise com spoilers, vocês vão liberar domingo 22h pra substituir o episódio? hahaha

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Kkkkkk provável.

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Kkkkkk não, eu mudei de canal. Aí tem que esperar a área ficar limpa kkkkk.

  • Yasmin Padilha

    SPOILER

    Lembro que no livro, havia um músico, que vivia atrás da Sansa, ele era super bem tratado pela Lysa, e quando o Mindinho empurra ela, o músico, esta lá, tanto que ele é acusado de matá-la. Eu queria entender como eles vão fazer, já que o músico não apareceu

  • Pati

    prq na série ele já morreu, era o cantor que o Joffrey mandou cortar a lingua da primeira ou segunda temporada.

  • BiancaGØT

    O cara não pode nem escrever uma coisa que já vem todo mundo chamando ele de homofóbico, deixa o cara escreve!

  • BiancaGØT

    Minha mãe deixa eu ver GOT mas como ela já leu todos os livros e já viu todos os episódios ela sabe quando tem cenas que não são pra minha idade então avisa quais episódios posso assistir e depois explica o que aconteceu kk

  • BiancaGØT

    O beijo de Petyr deve ser nojento com aquele “mustache”.

  • HSCB

    Cadê a outra análise e o Podecasteros … para esse hiato seria tão bom 😉

  • AP

    Quando irá sair a análise com spoilers?

  • Já está no ar, não damos previsão e não adianta ficar cobrando que não vai sair mais rápido por isso.
    http://www.gameofthronesbr.com/2014/05/analise-do-episodio-4-07-mockingbird-com-spoilers.html

  • AP

    oobrigado acabei de ler e inclusive ficou muito boa,desculpe se pareceu que estava exigindo de vocês mas é que vocês fazem um trabalho ótimo e estava curioso para saber quando ia sair…

  • Gomes, Allan Gomes

    Se você deseja justiça veio ao lugar errado

  • Roberto Pereira

    Não fica tristinho, boy. É que do jeito quer vc colocou, ficou parecendo o Ahmadnezad hahahaha #brinks Relaxa

  • Esse era um cantor qualquer de porto real, que foi levado a corte por fazer uma música zombando da morte do Rei Robert. O cantor que Yasmin se refere se chama Marilion e ele não apareceu no seriado.

  • Pati

    apareceu sim, e foi ele que o Joffrey mandou cortar a lingua

  • hehehehe. Boa.