Análise do Episódio 4.07: “Mockingbird” (com spoilers)

O texto a seguir possui spoilers dos livros a Tormenta de Espadas, O Festim dos Corvos e A Dança dos Dragões que ainda não foram adaptados na série de TV. Leia por sua conta. ‘Mockingbird;  tem elementos de Arya II (pág. 767), Tyrion IX (669) e Sansa VII (pág. 819, último capítulo) de ATdE. Para ler a nossa análise que não compara a série com os livros, clique aqui.

thrones_mockingbird

O episódio começa no escuro, com a voz estridente de Jaime sobreposta ao negro. Devagarzinho a imagem se abre em suas cores. É como se tivéssemos que cavar fundo para encontrar esses dois personagens, antes de vê-los nítidos, pois a ideia de colocar Tyrion na escuridão é recorrente nesse episódio. A cada vez que um personagem o visita, tudo torna-se mais escuro, chegando ao ponto em que, já a noite, quando Oberyn chega, vemos Tyrion metade na escuridão e metade a mercê da luz da tocha. Como se metade de seu corpo já estivesse em sua cova, e a outra metade refletisse o brilho de uma luz. A luz de Oberyn, que é laranja e brilha mais sinistra e intensa do que a luz do sol que vemos na janela nesta cena com Jaime, por ainda ser dia.

A série colocou Jaime Lannister nesta temporada em situações muito diferentes do que as do livro. Citando rapidamente as cenas dele com Joffrey, Cersei, Brienne, Tywin e o treinamento Bronn, que são momentos que a série se delicia em criar diálogos autorais, vemos que o ‘efeito borboleta’ que se criou aqui foi o de Jaime reconhecendo de fato sua inabilidade na luta e sua inabilidade na vida. Eu gosto dessa cena dele com Tyrion, que aliás evoca os encontros que ele de fato tem com o irmão no livro neste momento, porque é algo que mostra o quanto é familiar para os dois serem verdadeiros um com o outro. Tyrion confessa que amou Shae e que foi enganado, e Jaime confessa que já não serve mais para defender ninguém. Sei que as coisas não são bem assim (Shae foi coagida e Jaime ainda pode voltar a ser o que foi um dia), mas isso é algo pontual para os dois. E é bonito, e é algo que Tywin e Cersei não podem tirar deles. No fim dessa cena vemos que Tyrion acredita que Meryn Trant será o campeão da irmã. E aqui está a diferença mais fundamental em como a histórica da TV lida com isso…

game-of-thrones-mockingbird

Na metade do episódio vemos que Bronn visita o antigo patrão, com vestes ridículamente pomposas para um mercenário. Aqui a série deu uma alongada na despedida destes dois personagens para poder meio que empurrar Tyrion mais fundo em seu medo, e foi uma ótima pedida para coroar a cena dele com Oberyn. Mas também para deixar claro que Bronn agora é um dos nobres da corte, e sua futura esposa inclusive será escalada para a quinta temporada da série.

Lollys Stokeworth foi estuprada no tumulto em Porto Real no dia em que Myrcella partiu para Dorne. Nos livros, nessa ocasião, ela acaba ficando grávida. Na série colocaram Sansa nessa situação, mas ela foi salva a tempo pelo Cão em 2.06 “The Old Gods and the New”.

 

MONTANHA

Game-Of-Thrones-S4Ep7-Mockingbird-Review-Hafþór-Júlíus-Björnsson-as-The-Mountain-Clegane
É sabido nos livros por toda Porto Real que o Montanha será o campeão de Cersei nos livros. E antes do último dia de julgamento, Tyrion já sabe que poderá contar com Oberyn. Eu adoro de verdade o jeito que a série se apropriou disso e deixou o julgamento de Tyrion ser mais objetivo e a conversa dele com Oberyn mais bonita e heróica. Mas o Montanha, com toda sua força, monstruosidade e relevância deveria ter sido, na minha opinião, mais bem cuidado na série. Ele é o coringa Lannister. Que não tivessem mudado tanto o ator, talvez? Mudaram tanto que, mais tarde na cena em que o Cão o cita, nem parece que são irmãos. Não existe familiaridade entre os atores e Thor ainda por cima possui um forte sotaque islandês. Torço para que esse meu parágrafo reclamão não faça sentido no episódio 8, afinal de contas só então veremos de verdade do que o Montanha é capaz de fazer. Eu gosto do Thor Björnsson, ele de fato é um dos homens mais fortes do mundo, e estou sinceramente com medo do quão gráfico poderá ser o final da luta dele com Pedro Pascal… acho que na verdade todo mundo vai ficar muito puto quando os dois se derrotarem, pois não teremos mais Pedro Pascal na série, e ele é demais.

Gosto muito também do jeito em que, em um episódio Cersei fala que sentia horror de Joffrey e no outro a vemos pisar em cima das tripas e do sangue de um homem morto por Gregor para conseguir o que quer…

ARYA, CÃO, BECKETT, RORGE, DENTADAS

6aa97098f35d4ffbcf855f426ac36817

Os episódios de David e Dan costumam ser os mais democráticos das temporadas. Vemos em Mockinbird pequenas sequências com os mesmos personagens. As de Arya, que pareciam ser ‘fillers’ inclusive possui alguns easter eggs muito legais, que enaltecem o caráter ‘autoral’ que David e Dan sempre buscam. Nessa cena do homem moribundo, especificamente, é uma homenagem a peça Waiting For Godot de Samuel Beckett, famoso dramaturgo inglês. O ator que está em cena é Barry McGovern, e ele interpreta um dos personagens na adaptação do texto pra filme. Quem tiver interesse de assistir tem no youtube, clica aqui.  A conversa que o homem tem com o Cão é bastante inspirada nesse texto, principalmente a filosofia por trás da palavra “nada”.

Sei lá, os livros do Martin são regados de filosofia, é até meio inacreditável como o Martin consegue trazer tantos questionamentos bons nos livros, e quando a série tenta fazer isso fica aquela sensação de que Game of Thrones é só feita de frases de efeitos. No quesito frases de efeito, essa cena foi uma certo por ter boas referências.

Quando Dentadas surgiu na tela levei um susto, eu não esperava por isso, foi um ótimo recurso para o episódio. Como se David e Dan quisessem nos acordar do marasmo que a própria história estava propondo. Usaram essa cena nova para ferir o Cão, e para que ele tenha o seu fim, já que a cena da taverna que é a que ele se machuca nos livros foi adiantada (em Two Swords) e Arya e Sandor saíram ilesos da luta. Essa ferida do Cão ficou mais feia do que qualquer outra coisa que eu já tenha visto na série (em questão de machucados expostos), e acho que a fizeram assim com um propósito. Para que realmente seja incurável. Aliás, no livro, a ferida séria que ele tem e infecciona é na parte superior da coxa, o que o impede de andar.

Rorge e Dentadas, os dois homens desprezíveis que Arya libertou no passado agora voltaram para um fim precoce na série, já que os dois são encontrados e mortos em O Festim dos Corvos. Dentadas desfigura o rosto de Brienne e é morto por Gendry e Rorge é o cara que usa o capacete do Cão fingindo ser ele, e é morto por Brienne em um duelo.

O jeito que Arya mata Rorge na série, depois de aprender como encontrar o coração de um homem com Sandor, pareceu um pouco inocente (o cara não se mexeu, parecia estar esperando por aquilo de braços abertos e Maisie Williams parece ser lenta com a espada), mas gente… virar uma assassina é a parada mais sinistra que pode acontecer com uma criança como Arya. Desejar que ela seja muito boa no que faz nesse momento é cruel. Ela ainda pode ser. O fato é que o caráter ‘desajeitado’ de Arya especificamente nessa cena evoca uma série de outros momentos da série como o duelo entre Jaime e Brienne, Ned e Jaime… Ou o fato de que jamais vimos Robb lutando. Pode ser o figurino pesado, pode ser a falta de bons coreógrafos na produção da série. Mas olha que curioso: O que falta em Game of Thrones, que são boas cenas de lutas, é justamente o tema do episódio que vem.

A cena seguinte de Arya e Cão é tanto engraçada quando melancólica. Sandor tem sempre as melhores frases da temporada (Shut up! Shut up about everything!) e vemos que a série volta a explicar como a difícil pra Sandor se curar de suas cicatrizes. Nada como ele nos voltando a lembrar que Gregor pressionou seu rosto contra o fogo como se ele fosse uma costeleta de carneiro, segurando seu rosto com força nas brasas enquanto ele queimava. Apenas porque Gregor achou que ele roubou de seus brinquedos, mas ele não roubou nada, só queria brincar… No livro, Sandor divide essa história apenas com Sansa, seu passarinho. Jamais com Arya.

Algumas outras pequenas mudanças do livro: Brienne jamais encontra Torta Quente e fica sabendo da Arya e do Cão em Ilha Quieta, mais pra frente na história. Nessa cena ela e Podrick comentam que Walder Frey agora é Senhor de Correrrio. No livro, Tywin dá Correrrio para Sor Emond que é marido de Genna Lannister (irmã de Tywin), uma das personagens mais engraçadas do livro.

MURALHA
Em Castelo Negro os patrulheiros estão de volta e Jon mais uma vez precisa esconder Fantasma porque os lobos só são personagens da série quando dá 🙁 . Alliser Thorne neste caso é a personificação da HBO economizando em efeitos.

tumblr_n5swjpaLCT1qansneo1_500

Fantasma sendo lindão

E que coisa é esse Jon que na série é líder até demais, né? Sempre sabe a resposta certa e a estratégia certa pra tudo. Sempre é líder das demandas mais perigosas, sempre é injustiçado perante os demais. É como se todos os homens ao redor dele fossem menos do que nada, o que não é verdade. Até quando vemos Yarwyck, o primeiro construtor, desconfortável ao ter que escolher entre Jon e Thorne a série diminui personagens que poxa, não deveriam estar nessa situação. Todo mundo que está ali ganhou uma nova chance. Todo mundo é chato e quer ser algo, não apenas Jon e Alliser e Janos.  Mas vamos aos fatos: Jon então sugere que eles precisam para selar o túnel para que os selvagens não tenham como passar por baixo da Muralha e Alliser nega. O que já pontua a mais do que provável quebra do portão pelos gigantes. O que é awesome! Adoro como eles já desenham alguns aspectos da batalha vindoura, como quando no fim da cena vemos Alliser falar a respeito da possibilidade de colocar uma centena de barris com piche em cima da Muralha. Colocar fogo na muralha é um conceito tão maravilhoso quanto caótico, and it’s coming!

MEEREEN

 

Essa foi uma das cenas mais sexy da história da série. Embora vemos ali em cima uma bunda nua, a cena foi pouco gráfica e muito mais sutil e elegante do que Game of Thrones costuma ser. Daario pula a janela de Daenerys na calada da noite, ajoelha-se, dá flores, pede perdão, diz que só está ali para servi-la. Substitua Daario por uma mulher e Dany por um homem e teríamos aqui uma das dinâmicas mais comuns do jeito que a ficção costuma objetificar pessoas em função da história. Mas aqui a série subverteu os papéis (sem precisar de muito, já que Daario é extremamente pedante, meloso e chato nos livros também) pra que Dany manipulasse e fosse manipulada ali de um jeito que fosse doce. É um bom contraponto pra cena nada doce que é o beijo de Sansa e Mindinho no fim do episódio. Sexo consentido é muito mais legal. É o único legal. É o único que queremos ver!

Eu gosto da maneira que o roteiro desse episódio deixou alguns subtextos bem didáticos para o que está por vir (de novo, vejam e Muralha também). Vimos aqui a revolta dos filhos da harpia como pano de fundo para o que Dany acredita ser simplesmente assassinatos por vingança que podem ser contidos pelos seus mercenários. Acredito que esse é o tipo de coisa vai além da ideia de governar: a necessidade de proteger a si mesma de uma cidade que não gosta tanto de você. Por enquanto vemos que suas grandes decisões são puramente militares, e a série focou nas pessoas que diretamente foram prejudicadas por ela: Hizdahr e o pastor. Dany não tem necessariamente um plano de governo, está apenas tentando remendar o que não dá pra remendar. Ela tem um viés político tão populista, abraça os pobres, corre ao vento com as crianças, mas o que ela está pensando pra essas pessoas? Digo, economia, lazer, segurança, moradia, alianças com boas pessoas para ajudá-la a dividir e conquistar… cadê? “Calma Ana”, vocês estão pensando, né? Estou calma, só ansiosa.

Nas Cidades Livres o sistema político é oligárquico, elitistas e eletivo. Não existe sucessão de reis como em Westeros. Em Essos temos autoridades como príncipes, triarcas, arcontes, senhores do mar, duques, cujos papéis são simbólicos, pois quem manda mesmo são as famílias aristocratas e que possuem comércios ou inteligência de mercado em certo segmento (tecidos, especiarias, carne, leite, putas e putos, etc). É um sistema fundamentado no comércio. Comércio que inclusive é feito em Westeros.

Se ela voltasse a Porto Real nesse momento e tudo desse certo, seria diferente porque em Westeros existe um sistema hierárquico mais definido, um pequeno conselho onde cada figura desempenha seu papel (mão, mestre da moeda, meistre, bajuladores inúteis, bajuladores úteis) além de casas nobres que suprem o reino cada uma com sua especialidade e figuram dentro do proprio conselho. É uma zona e tem muita gente pobre e com a vida na merda, mas mesmo mentindo e roubando os líderes parecem saber o que estão fazendo. E em Essos? Quando a gente vai ver como isso funciona? Há escravos e homens maus, mas é algo muito além disso. Dany pode receber quantos homens ela quiser durante a noite, mas de dia gostaríamos de vê-la tirando suas decisões de lugares reais, lidando com as pessoas e se reunindo mais com seus conselheiros, fazendo alianças, saindo na rua e vendo o que a galera faz, etc. Quero as arenas, o comércio e as roupas estranhas HBO, me dá agora!

Game-Of-Thrones-S4Ep7-Mockingbird-Review-Iain-Glen-as-Jorah-Mormont-confronting-Daenarys
Voltando a falar sobre os escritores, acho que David e Dan foram muito criativos nesse episódio, se arriscaram em vários momentos e deram generosas doses de piadas internas para os fãs. Como nessa cena de walk of shame do Daario, encontrando Jorah que chega aos aposentos de Dany pela manhã. Quem em sã consciência não deu uma risadinha de canto pelo menos pensando… “Jorah, rei da Friendzone” durante esse momento? Na internet essa piada já perdeu a graça faz tempo, mas na série foi uma cena boa. Tudo nela foi bom, incluindo a ponte pra cena seguinte onde vemos Dany olhando o mapa da Baía dos Escravos, pensando como uma conquistadora, e vestindo algo completamente diferente do que ela já havia mostrado até hoje. Uma sexualidade completamente aflorada, em um desenho que lembrou muito o do vestido de casamento do filme John Carter:

GoT-daenerys-john-carter-slutty-dress

tem gente falando que é fantasy exploitation…

Às vezes fica a sensação de que Dany acha que todo mundo é como ela. Quando ela anuncia para Jorah que enviou Daario para tomar Yunkai com os Segundos Filhos e matar os Mestres Yunkaítas, quem tomaria conta do lugar? E é só depois do conselho de Jorah que ela decide decide enviar Hizdahr zo Loraq para acompanha-los como um embaixador, e que eles têm uma escolha: “Eles podem viver no meu novo mundo ou eles podem morrer em seu antigo.” Tá tudo lindo Daniela, mas eu não te vi até agora perguntando para as pessoas se é isso que elas querem. A série mostrou Hizdhar e o pastor pedindo para ela dar de volta o que tirou deles. E só. E as outras pessoas?

PEDRA DO DRAGÃO

c227928a8f5a421fc27118b83df48d11

Melisandre sem o seu colar… sinistro.

As cenas de nudez obrigatórias dos episódios de David e Dan tiveram uma roupagem mais suave desta vez.

Selyse Baratheon entra no quarto de Melisandre, que está em seu banho, e parece que ela entrou de propósito para vê-la nua. Sabemos que foi Selyse quem a apresentou a Stannis, e Selyse possui o desejo de ver Stannis completamente possuído pelo poder de R’hllor. E ela vê no corpo de Melisandre tudo o que é necessário para que isso aconteça. Mas vemos que nesta cena Melisandre tenta seduzir Selyse, usando de certa forma seu corpo mas principalmente suas palavras. Pois Selyse não se abala por sexo, piadas ou palavras difíceis. Selyse quer continuar acreditando em seu Deus, quer ser seu instrumento.

Aliás, Melisandre está nua a vulnerável ali para ajudar a personagem a despir-se das artimanhas que utiliza como sacerdotisa. A vemos falar sobre suas poções e seus truques, que são ilusões para “fazer com que os homens pensem que testemunharam o poder de nosso Senhor.” E aqui entra aquela ideia de que a fé que Melisandre planta nas pessoas é feita metade de um poder que é real e nem ela mesma entende, e metade do que ela realmente faz usando venenos, pós que deixam o fogo arder mais quente e mais alto, drogas que deturpam os sentidos das pessoas…

Será que essa foi uma cena de despedida de pedra do Dragão? Talvez tenha sido, Melisandre deu a dica de que não verão uma banheira quente como aquela em muito tempo e o episódio da Batalha da Muralha já é o nove. Seja como for, o gancho para tudo isso foi a ideia de que Shireen partirá com a comitiva, mesmo com o desejo contrário da mãe que acredita que ela tenha “tendências heréticas”. Mas Melisandre diz que viu nas chamas que Shireen deverá estar com elas, pois “O Senhor precisa dela”.

A mãe de Shireen não a odeia desse jeito nos livros. É Stannis quem a repele, mas Stannis é desconfortável com todo mundo então ele só está sendo ele. Quero que o destino de Shireen esteja longe de ser o de um sacrifício de sangue para R’hllor ou algo do tipo. Stannis não deixaria que isso acontecesse. O mais sinistro dessa cena foi Melisandre ter tirado seu colar de rubi para se banhar. Nos livros ela não o tira para nada.


BRIENNE, PODRICK, TORTA QUENTE

GoT-4.7-Hot-Pie

Não me lembro qual foi a última vez que fiquei tão feliz em ver um personagem em Game of Thrones. TORTA QUENTE <3 <3, personagem visto pela última vez nessa mesma hospedaria, quando a Irmandade sem Bandeiras o deixou lá. Assim como nos livros vemos que ele se encontrou nas cozinhas, preparando deliciosas refeições e falando sem parar sobre como cozinhar, assar e fazer um delicioso molho é a coisa mais importante do mundo. Tudo nessa cena tem uma aura mais leve, Brienne está radiante e engraçada e a cena foi muito bem iluminada.

Brienne então diz que procura uma garota ruiva, alta, de olhos azuis e bem nascida chamada Sansa Stark. Torta Quente olha para ela e pergunta: “Starks? Os que vieram de Winterhell? Ouvi dizer que são traidores”  Brienne diz que ela jurou a sua vida a Catelyn Stark, e que ela jurou que iria trazê-la para casa suas filhas, mas ele ignora. Daí mais tarde Torta Quente muda de ideia e confessa que conheceu Arya, dando a pista para Brienne de algo que até então ninguém em Porto Real sabia… ou sabia? Arya encontrou-se com Tywin e Mindinho em Harrenhal, e os passarinhos de Varys talvez tenham contado para ele também. O fato é que agora Brienne tem muito trabalho a fazer para encontrar as meninas. Na bifurcação da estrada do rei eles decidem virar a direita, em direção ao Vale, por acreditarem que é lá que elas estão.

Brienne nos livros passa por poucas e boas até chegar nessa conclusão. E quando ela chega, é capturada pela Catelyn Stark zumbi e obrigada a ir atrás de Jaime para matá-lo ou seja lá o que ela decidirá fazer com Jaiminho. Faz até sentido a série ter dado isso de graça para Brienne, pelo menos ela sabe o que está fazendo e aonde deve ir. Podrick até ganha mais importância na história e a relação entre eles fica mais equilibrada.

TYRION E OBERYN

GoT_S04E07_screen_01-640x3561

A cena de Tyrion com Oberyn foi algo realmente incrível, climático e belo.

Primeiro vemos que Oberyn sabia que Cersei estava tentando influenciá-lo contra Tyrion. E daí ele usa isso para contar a história de quando ele conheceu Tyrion, ainda bebê. Nos livros, Oberyn conta essa história no capítulo em que chega a Porto Real (Tyrion V pág 394), pra provar para Tyrion o quando os Lannister são ridículos e estranhos na maneira como tratam as pessoas que não consideram de valia para eles. É interessante porque Tyrion se sente ameaçado neste capítulo e avisa Oberyn que o castelo está cheio de Tyrells e que os Tyrells não gostam dele. Uma ideia que a série não criou, pelo menos até agora. Afinal de contas, Oberyn aleijou Willas Tyrell, e isso é algo que ninguém esquece (veja o que Jaime fez a Bran, dado suas devidas proporções).

Tyrion, ao ouvir sobre o desejo assassino de Cersei em relação e ele, diz que ela acaba conseguindo o que quer. Oberyn pergunta “Mas e o que eu quero?” E Tyrion responde meio que “cara, tava no trailer exibido no começo deste ano à exaustão… Se você quer justiça, veio ao lugar errado”. Mas Oberyn está no lugar certo, vai ter justiça por Elia e os bebês e será seu campeão, seu bobinho. A cara de alívio de Tyrion é maravilhosa.

No livro, tio Kevan Lannister adverte Tyrion que Cersei usará Gregor Clegane como seu campeão quando Tyrion diz que pedirá julgamento por combate. Isso antes do julgamento começar. Depois Tyrion procura por Bronn e vê que o mercenário é outro homem agora: logo se casará com Lollys Stokeworth e está sendo pago por Cersei para sumir. Bronn deixa Tyrion sozinho se recusando enfrentar a Montanha para defender o anão. No segundo dia de julgamento, a noite, Oberyn Martell visita Tyrion e diz que pretende salvá-lo, não como sua testemunha, mas como seu campeão. Na série Tyrion tem que passar por um dia de merda antes de ter sua vida salva por Oberyn. O que na verdade nem vai adiantar, pois é Jaime quem o salvará de verdade, mas isso é assunto pra depois…

NINHO DA ÁGUIA

Game-Of-Thrones-S4Ep7-Mockingbird-Review-Sophie-Turner-as-Sansa-Stark-in-The-Vale

E bem, vamos ao núcleo que deveria dar o nome a esse episódio? Mockingbird, símbolo imaginário da casa de um membro só que Mindinho criou ao chegar a Porto Real. Chegou para trabalhar em um emprego que Jon Arryn lhe deu. Jon esse que foi morto pela esposa Lysa. A mando de Mindinho. Palmas (CLAP CLAP CLAP).

O jardim do Ninho da Águia agora é todo branco, e flocos de neve caem do céu. Nos livros esse é o primeiro indício de que o outono está no fim, it’s over, inverno na área. E é por isso que lembra tanto Winterfell a Sansa. E aí vemos todos os elementos dos livros se repetindo: Sansa construindo seu castelo, Robin o destruindo… Lembrando que Robin nos livros é uma criança com problemas de saúde, é fraco e tem tremedeiras, além de ser muito mais chato e mimado por ser mais novo. E por isso tem um meistre e uma porção de empregados o auxiliando o tempo todo.

Aliás, o Ninho D’Águia é vivo e cheio de gente nos livros, pois a Casa Arryn é muito amada e todo mundo cuida de Lysa e Robin. É claro que muito disso é interesse da parte dos nobres, mas isso acontece em toda Westeros. O sucesso de um senhor ou de uma senhora vem de um castelo bem cuidado por pessoas que acreditam neles.

O tapa que Sansa dá em Robin foi cruel. Mas tudo nesse núcleo foi cruel, violento, né? Não vimos armas ou sangue mas foi psicologicamente mais doente do que tantas outras coisas… Fico imaginando que Sansa passou por coisas e se transformou, mas existe algo nela que ainda trata mal os empregados, responde e não permite que ninguém pegue o que é dela. Será? Não sei. Em comparação, se Robin tivesse feito isso com Arya, ela o mataria? Se tivesse feito isso com Bran, Verão arrancaria sua cabeça? Poderia ser pior para Robin, mas o meu ponto é o seguinte: Sansa passou muito tempo na série sem comer e em luto pela família, mas nesse momento nos livros ela ainda se sente assim. É algo que vai além da neve, é algo que está em seus pensamentos constantemente e que na série não temos pois não estamos necessariamente dentro da cabeça dela. Por isso destruir aquele castelo é algo que a destruiu também.

Mindinho é estranho pra caramba. O jeito que ele fala até a maneira como vai se aproximando devagarinho dela, ou o fato de que parece que ele queria ser visto por Lysa beijando-a. Sansa pergunta a ele a verdadeira razão por ter matado Joffrey e ele diz que amava Catelyn, justificando que “dada a oportunidade, o que fazemos com aqueles que feriram aqueles que amamos?”. Sansa sorri, ele se derrete e a beija. E ela corresponde, talvez por curiosidade, talvez por medo de não corresponder. Quando a câmera desliza para Lysa que assiste tudo, literalmente de camarote, eu senti de verdade o frio que deveria estar fazendo ali.

Mais tarde, no ‘acerto de contas’ com tia Lysa, vemos que a Lady Arryn começa a descrever o que acontece com um corpo quando ele cai pela porta da lua, e a descrição que ela faz, é como se fosse acontecer com Sansa, ‘olhos azuis, encarando o nada…’. E pronto, quando percebemos Sansa já foi pega pelos cabelos e está sendo forçada contra o imenso vazio até o solo. Lysa insana começa a falar sobre como Ned, Catelyn e Jon meteram-se em seu caminho, e que por isso agora estão todos mortos. Mindinho chega, jura por ele e pelos deuses (olha como esse lance de quebra de votos ou da fé mentirosa é algo importante nessa história), que levará Sansa embora, ela larga a sobrinha, cai em seus braços para ouvir que ele amou apenas Catelyn e ser jogada para a morte.

f1b68a7491cc49f9c9e3dae0866b221d
Nos livros ele diz “Apenas Cat”, e joga Lysa. Na série ele diz “Sua irmã”.

Além disso, outras pequenas diferenças: Mindinho ajuda Sansa a construir seu castelo de neve, a assedia e a beija e Sansa o repudia imediatamente. Ah, no livro, Mindinho assedia uma Sansa que tem apenas 14 anos de idade. O menino Robin chega na hora, fica contrariado e por isso destrói o castelo de Sansa. Sansa com ódio não o violenta mas rasga uma bonequinha de pano que ele tinha e amava. Por isso o garoto começa a ter ataques epiléticos e é preciso ser levado.

No livro também temos Marillion, o bardo e grande amigo de Lysa com quem Sansa conversa vez ou outra. No momento em que Lysa começa a empurrar Sansa para o nada, ela também grita por Marillion que assiste a tudo horrorizado. Lysa confessa que derramou lágrimas de Lys no vinho de Jon e que mandou a carta para Catelyn acusando os Lannisters. Sansa no livro sabe de todos esses detalhes. Na série, não. No livro, Mindinho chega e, conforta Lysa para depois jogá-la. E então ele imediatamente chama os guardas, acusando Marillion de matar sua esposa. No livro, Mindinho tem um álibi. Na série, por enquanto, não.

E o livro acabaria assim, com a revelação de Mindinho e Lysa terem matado Jon Arryn e basicamente terem começado a Guerra dos Cinco Reis. Mas ele não acaba assim. Por que ainda tem um prólogo… que consegue ser mais surpreendente do que isso.

Essa temporada está sendo muito boa. Achei incrível como o episódio começou parecendo ser morno e silencioso e de repente vemos um homem pular em Sandor e mordê-lo assustando toda a audiência e o episódio cresce e cresce e mais um pouco, tão alto quando a Porta da Lua, para depois poder jogar Lysa de lá. Aproveitem que hoje a noite não teremos episódio. O cinema está cheio de filmes bons. Descansem a alma porque na semana que vem, Game of Thrones volta a eliminar personagens que são próximos do nosso coração. Seremos como Rorge, parados esperando a HBO enfiar uma Agulha em nossos corações.

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Rodrigo Ferreira

    Excelente review. Só um detalhe: a parte final do livro (o tal capítulo surpreendente) é o epílogo, não o prólogo. Prólogo seria aquele primeiro capítulo da Guerra dos Tronos quando fomos apresentados aos White Walkers.

  • LyannaStarkWIC

    Achei engraçado como Jorah é seu próprio inimigo. Dany tinha intenção de mandar Daario para o combate em Yunkai e Jorah convenceu-a do contrário. Será que não passou pela cabeça dele que durante a batalha Daario poderia sofrer um “acidente” e o caminho para o coração da Dany ficar livre novamente?

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Ótima resenha, Ana! Como você mesmo disse, “CLAP CLAP CLAP”! Fiquei muito chatiado em te ver meio nervosa no último cast, por causa desse povo que só dá opinião pra machucar, e quanto a isso tenho a seguinte opinião: sim, amamos esse universo criado pelo R. R. Martin, assim como muitos outros, mas é FICÇÃO. É algo que nos diverte, em que investimos o nosso tempo, e que até ajuda na formação de caráter, mas que não pode ser tão forte a ponto de tratarmos mal outras pessoas. Pelo contrário, só podemos agradecer ao pessoal do Gameofthronesbr por nos dar esse espaço, para falar de um universo tão rico.

    A todos os haters, e aos mal-educados com a Ana, convido vocês para um julgamento de combate, e já me candidato como campeão dessa moça tão gente fina!

  • Niculas

    Muito boa a analise Ana, mas algo que senti falta na cena do portão da lua foi a questão da melodia que o Mallirion tocava no momento que a Lysa tentava empurrar a Sansa. Isso deixa a cena e a Lysa mais insana. Há e vc tem razão que Jon parece um heroizarão demais. Poxa vida, ele é só um garoto que tem uma responsabilidade imensa.

  • Mário Oliveira

    Muita boa resenha, a hbo tá conseguindo extrair a essência da história cortando gastos desnecessários, e fazendo com que o livro se torne ainda mais divulgado, e querido por apresentar mais detalhes. Os capítulos abordados foram muito bem explorados, e a história ficou muito melhor amarrada com a volta de torta quente, o suspense na escolha do campeão do Tyrion e na forma como o núcleo do ninho da águia se desenrola, os capítulos escritores pelos produtores são até melhores que do roteiro do próprio Martin, que sempre pega os pepinos para adaptar. Agora é esperar esse feriado, lendo os livros novamente, to tentando ler os capítulos originais em inglês, agora só falta 3 episódios. Winter is coming.

  • Martins

    A cena da Sansa encarando a neve com a música dos Starks ao fundo foi tão simples e ao mesmo tempo incrível….

    Engraçado, geralmente eu culpo o bastardo do Joffrey por iniciar a guerra com a decapitação do Ned….mas se for ver mais a fundo, foi Mindinho e Lysa mesmo que iniciaram toda a confusão a partir da morte de Jon Arryn….

    Parabéns Ana pela análise…

  • Tiago Baldissara

    Muito boa a análise do episódio! Eu sinceramente espero que incluam o prólogo do livro, e a Lady Stoneheart apareça na série, no último episódio.

  • Gabriel

    Galera, alguém sabe informar em qual página do livro ocorre a luta entre a víbora e o Clegane? *-*

  • Fillipe Vianna

    “…Lysa insana começa a falar sobre como Ned, Catelyn e Jon meteram-se em seu caminho…”
    Ned ?? Não seria Hoster Tully ??

    Ps.: Ótima análise 🙂

  • Carlos Henrique dos Santos Lim

    1- Apesar do livro ter algumas diferenças, estas são apenas detalhes. O importante da história não é alterada pela série que fica tão boa como os livros.

    2- Outra coisa que eu já tinha percebido é sobre esta falsa fé nos deuses. Nem todos são tão firmes na fé pelos deuses. Só demonstra que já nos tempos antigos o homem jurava, fazia votos por pelos deuses, mas poucos praticavam o que falavam, a maioria apenas falava pra enganar e/ou manter as aparências.

  • Martell_Member

    Fim de mês terrível para lutas. Nosso querido Renan Barão perdendo o cinturão do UFC, e semana que vem nosso querido seriado perdendo um ator incrível como Pedro Pascal. Estou sentindo que vai voar alguns cebolas invisíveis pela minha casa semana que vem

  • Ramierson Lima

    Eu to ansioso justamente pra a adaptação do epílogo do livro três. Pra mim, se eles colocarem nos cinco últimos minutos do último episódio o mundo inteiro vai ficar morrendo pela quinta temporada! E nesses três últimos episódios a HBO vai colocar o que acontece com a Sansa no Festim e aí? É muito improvável que o GRRM lance o livro seis até próximo ano, então o que terá da Sansa na próxima temporada? Muitos fillers, o que é horrível! Pra mim eles deveriam ter colocado essa como a última cena dela na temporada!

  • Felisberto Albuquerque

    E quem iria comandar os Corvos Tormentosos após uma suposta morte de Daario?
    Bem ou mal ele AINDA é um aliado…

  • Nicoli JLSantos

    Bela alegoria encerrando o texto! É bem isso mesmo. Nos encantamos com essa história que tanto nos maltrata mas continuamos aqui, expectadores dela, torcendo para que o final (que já sabemos que será “agridoce”) pelo menos traga um pouco de luz e justiça para alguns personagens, a não ser que, mesmo com tudo que ainda está por vir, Westeros continue a ser o lugar errado para se ter essas esperanças.

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Ah, todos, todos, todos! Pro Mindinho não há limites!

  • Mohamad Kammouni

    Desde quando o Martin escreveu o roteiro de algum episódio?

  • Pequeno Cícero Aposentado

    É aquela coisa: quando tu tá de boa, tu não liga pros deuses, mas quando a Dany aparecer com três dragões: “PELO AMOR DOS SETE!”.

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Bem que podia colocar epílogo tipo o que rolou no final dessa segunda temporada de Hannibal: em vez de ficar o fundo preto, enquanto os créditos passam, podiam colocar tipo uma fogueira crepitando, e quando os créditos acabassem, a imagem abria e mostrava um grupo em volta da fogueira, com uma mulher encapuzada no centro…

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Pois é, mas foi bacana do jeito que ficou. A única coisa tosquinha foi o efeito da cena, mas isso a gente já sabia que era inevitável. E pra quem viu True Blood, aquele efeito não é nada kkkkkkk.

  • Pedro Poj

    Só acho que a Lysa poderia ter tido maior participação ao longo da série, assim sua morte teria sido mais impactante para os não-leitores. Pra mim, a morte da Lysa foi uma das que mais chocantes.

  • Carlos Viana

    Muito boa a análise. Estava pensando no próximo episódio e na cena que teremos o Theon e Fosso Cailin. Pode ser aí que ficaremos sabendo da morte do Balon e alguma citação ao Victarion e Euron, além da Assembléia. Estou torcendo muito para isto acontecer, já que será uma boa preparação para a próxima temporada e a comprovação de que as sanguessugas da Melissandrei são fatais rsrs

  • Arianne Martell

    Com tanta cenas de nudez gratuita na série, bem que podia ter mostrado o Daario de frente né? hahahahahhaha mas fora isso gostei muito do episódio, sobretudo aquela aura de mistério que vai crescendo no diálogo entre Tyrion e Oberyn até que ele diz “I will be your champion” (or something like that)

  • a verdade

    gostei de todos os núcleos desse episódio, menos o do Jon e da Dany; pq não aconteceu nada de importante com eles

  • Andrea Avalos

    O melhor dos episódios sem tanta ação, são os diálogos, adoro episódios com bons diálogos, principalmente com o Tyrion.
    Na muralha, estou ansiosa por ver a batalha, Jon é minha personagem preferida desde o começo, quero muito ver ele se tornando Lorde Comandante. E estou gostando mais do Kit nessa temporada, acho que o salário esta rendendo umas aulas de teatro, ou sei lá o que.

  • Guilherme Viana

    726 a 729 A Tormenta de Espadas

  • Anderson Lima

    Já que mataram Dentadas, é muito provável que não vão desfigurar o rosto de Brienne futuramente, assim como não fizeram com Tyrion…

  • Anderson Lima

    Creio que a próxima temporada vai se focar menos nos personagens que já conhecemos e se focar mais nos outros, para dar tempo do sexto livro sair… até porque tem muita coisa pra acontecer ainda:
    – Arya ir pra Bravos e se transformar
    – Daenerys ter que enfrentar os Filhos da Harpia, se casar, reabrir as arenas e fugir montada em seu dragão
    – Tyrion viajar para o outro lado do mar estreito e ir acabar onde Dany está.
    – Todo o núcleo dos homens de ferro que – convenhamos – não mostraram nem 10%
    – Sam fugir com Goiva e o Meistre para a Cidadela
    – Cersey ser acusada e ser presa pela fé militante
    E muitos outros acontecimentos menores…

  • Luciana Etrigan

    Pensei que eu tava exagerando quando achei a cena de Arya matando o dentinho lá muuuuito lenta…depois pensei que a intenção era reforçar o fato de que Arya tira proveito da sua aparência inofensiva pra horrorizar a galera (o que na verdade só começa a rolar mesmo na casa do preto e branco, em Braavos). Um cara daqueles nunca ia levar a sério aquela menina magricela com uma agulha na mão. Valar Morghulis.

  • Airton Sousa

    eu queria q vcs comentassem sobre a cena da muralha nesse podcasteros como vai ficar a guerra?
    os kra vao atacar pelos dois lados ao mesmo tempo? na minha opniao ja era pra ter a batalha contra os thens e a morte de Ygritte queria q vcs comentassem isso

  • Felisberto Albuquerque

    Acho, olha só, isto é só uma desconfiança que tenho ao ler os personagens que irão fazer parte da próxima temporada, que o foco da próxima temporada será os núcleos de Dorne (Doran, Areo Hotah e as Serpentes de Areia), Porto Real (cagadas da Cersei) Essos (Dani, Tyrion e Arya)… Se incluirem o núcleo Greyjoy então, ficaria pouco espaço pra outros núcleos, como a Muralha,Terras Fluviais e o Norte…. è só uma desconfiança….

  • João Vianini

    Só uma coisinha e pode deletar o episódio. Depois desse capítulo da Sansa tem um epílogo. Boa noite!

  • Luis Fernando

    Acredito que a morte de Rorge foi gravada dessa forma como se ele não acreditasse que Arya fosse capaz, por isso ele nem se mexe.

  • Victor Hugo Macedo

    É no capítulo Tyrion X

  • Robson William

    Gostei muito de sua resenha, Ana. Texto fluente e excelente. Somente gostaria de deixar uma nota: depois de explicar sobre o fim do capítulo de Sansa, você cita que tem um Prólogo, mas na verdade é um epílogo. Você deve ter se confundido. No mais, agora é esperar até a outra semana né kkkk

  • Tassia Karl

    Ver Sansa naquela situação com o pequeno Robin, por um segundo me fez esquecer que ela não possui mais nada daquilo: nem as torres, nem a familia, nem a árvore coração.
    E enquanto ela encantada ainda tentava relembrar de forma nostálgica e romantica, fez a gente sentir saudade de Winterfell.
    Mas no fim ver tudo destruido, por pura crueldade e birra, me deixou tão desolada quanto ela.

  • Uma coisa que eu achei interessante no cap. também foi essa cena da Cersei não se importar ao pisar em tripas e sujar seu vestido. A mulherzinha tem sangue nos zóio!

    Tinha que mostrar a bunda desse cara de novo Ana?

  • Don Ramon

    antes de seguir o caminho do coração ele precisa preservar o caminho da cabeça sobre o pescoço. E a situação naquele “Iraque” não está fácil.

  • Alan Stark

    Eu sei que muita gente não gosta de algumas adaptações que a serie faz em relação aos livros – eu mesmo, as vezes, sou chato com isso – mas não se pode negar que tem cenas que ficam muito melhor na tela que no papel. Eu jurava que a conversa entre Oberyn e Tyrion tinha sido adaptada fielmente do livro, mesmas falas e mesmo cenário. Quando fui conferir, pra minha surpresa, na verdade Oberyn aceita ser campeão de Tyrion ainda no julgamento, o que é até legal também. Mas não se compara ao clima que o capítulo mostrou: a Víbora entrando naquela cela escura, contando aquela história triste, e, por fim, dizendo que seria o campeão do Anão (o suspiro de alívio que Tyrion dá foi a melhor parte). Enfim, se essa série não ganhar o emmy, então não sei quem ganha.

  • Gilson Amorim

    Marrilion assistiu tudo horrorizado? Ele tava cantando!! rsrsrs O unico horror foi quando Mindinho empurrou a Lysa!

  • Bel Ribeiro

    Desde a primeira temporada, um episódio em cada uma. (Na temporada passada o episódio que ele escreveu foi “desmontado” e algumas cenas colocadas em outros episódios.)

  • Eduardo Soares

    Excelente resenha gostei da parte “Quero as arenas, o comércio e as roupas estranhas HBO, me dá agora! kk (também quero…), e Quem em sã consciência não deu uma risadinha de canto pelo menos pensando… “Jorah, rei da Friendzone” durante esse momento? (pensei que era só eu…) kkk

  • Dri Ribeiro

    Verdade! Eu acho q a espinha dorsal dos Starks era o Ned. Depois que ele morreu a casa foi só se destruindo. Ainda tenho alguma esperança em Rickon e Sansa. 🙁

  • Dri Ribeiro

    Eu achei estranha aquela cena, sei lá, o jeito q ela mata o cara foi tão do nada e idiota. O carinha parado ali, esperando. É em bravos q ela se torna uma assassina mais profiça. Valar Dohaeris.

  • Daniel Passerini

    Hey cara, o que aconteceu nesse domingo 25/05 que repetiu o episodio da semana passada? Obirgado, Abraço.

  • Alexsander

    Já comentei em algum lugar aqui no site em um tempo distante, que acho que a retomada Stark virá do Vale se baseando que nos livros o peixe negro conseguiu fugir de correrio e provavelmente deve ter se dirigido para o ninho e com isso ele vai desmascarar o Mindinho junto com os lordes do vale… Casar o Robin com a Sansa e com isso começar a porradaria de novo… Já na série, vai saber!!!

  • Joao Palmadas

    Eu acho que ser canalha não ajuda nenhum homem com as mulheres. Não se ele quer um relacionamento sério.

  • BiancaGØT

    Ela não se importa porque sabe que vai ganhar do Tyrion, foi como ele falou, cedo ou tarde ela sempre consegui o que quer, pelo menos é o que ela acha kk porque no fim do livro Festim dos Corvos ela acaba se ferrando kk

  • BiancaGØT

    Verdade, a cena do julgamento do Tyrion foi melhor que no livro (na minha opinião), a voz do Peter é muito boa e ele é um ótimo ator.

  • BiancaGØT

    Ela não se importa porque já matou o filho que ela teve com o Robert, mulherzinha escrota.

  • Bruno Lopes Vasconcelos

    gostei da resenha, mt boa mesmo Carol. O final da HBO enfiando a agulha em nosso corações é bem verdade rs.

    Aproveitando a deixa do bardo, pq alguns chamam o GRRM de GRRMarilion, meio que tirando onda?Nunca peguei a piada…

  • HSCB

    “Seremos como Rorge, parados esperando a HBO enfiar uma Agulha em nossos corações” … pois é 🙁

  • Eduardo Soares

    Cara era Memorial Day, feriado prolongado nos EUA, por isso não teve, mas o Game of Thrones BR tá avisando faz muito tempo é só ler sempre os posts e curtir a page no Facebook que você se mantém atualizado, valeu!

  • Silvano Ferrari

    é sério? enfim, desde o mês passado já havia sido divulgado o calendário dos episódios e nessa semanha não teria por causa do feriado dos EUA “Memorial Day” que o povo acaba viajando e cai as audiencias… ano passado já teve essa parada antes do ep.03.09…

  • Pequeno Cícero Aposentado

    Nossa, mas eu acho que Game of Thrones ainda está tããão longe de ganhar Emmy/Globo de Ouro/etc… principalmente porque é uma história gigante, com vários núcleos, e isso só vai aumentando. Pra mim, a série só vai ganhar todos os prêmios no último ano dela, como se fosse um prêmio pelo conjunto da obra. E enquanto esse momento não chega, o tanto de série boa que têm aí pra bater de frente com GoT…

  • Silvano Ferrari

    O episódio foi demais… a resenha ótima como de costume, parabéns Ana… Agora aguardamos o Podcasteros (todos ficamos na expectativa de que tanto as análises quanto o podcast venham logo mas entendemos as ocupações pessoais dos membros do site…)
    Nem cabe muito a falar aqui, somente a expectativa da luta que será uma das mais épicas dos sete reinos, a nível de Robert x Rhaegar…
    A cena Tyrion e Oberyn realmente ficou melhor que nos livros…

    Domingo sem GOT é triste msm…

  • Jean Paulo

    o episodio foi muito bom. A cena do Oberyn com o Tyrion foi demais. Eu sei que vcs ja repararam que a serie ta correndo já ultrapassando os outros livros lançados,ou seja, o GRRM vai ter que correr tbm dando uma esperança para os fãs sobre o lançamento do sexto livro. Tomara que seja assim, to muito ansioso pro proximo livro e para o final da quarta temporada. Vai ser Chocante!

  • Stephanie Reis

    Eu nem lembrava da cena do beijo da Sansa e Mindinho, mas meu coração despedaçou também quando destruíram Winterfell (de novo).
    A cena da revelação do campeão do Tyrion foi lindíssima, cheia de significados e eu amei! Só achei o Tyrion bem burrinho em pensar que o campeão da irmã fosse Meryn (fucking) Trant haha, SABE DE NADA, INOCENTE! E, sim, tô com medinho da atuação do novo Montanha 🙁 Essa cena dele não foi muito boa, não. Eu que sempre penso no Montanha como uma pessoa sombria, fria e grande, fiquei meio chateada quando mostraram ele lá, no mó solzão haha, cheio dos berros, enfrentando só gente fraquinha.
    Ah, e HOT PIE <3 <3 <3 Amo o plot Briennão e Pod, sempre!
    E concordo com o fato de que a cota de cenas de sexo foi muito melhor mostrada nesse episódio.
    Por fim: tô é morta de ansiedade é pela cena do Tywin! Acho que vai ser muito
    melhor que a cena de luta. Porque a cena da luta a gente JÁ TÁ com
    expectativas altíssimas, já viu trechinho no trailer, tem que enfrentar hiatus pra ver e ela termina com a
    gente perdendo o personagem foda que é o Oberyn… Mas a da latrina:
    ANSIEDADE DEFINE.
    PS: por favorzinho, HBO, nos dê aquele epílogo!!!

  • True Blood <3

  • Rafael

    Uma coisa sobre o Montanha importante é o aspecto visual, talvez seja a mais importante, tem que ser alguém imponente, ameaçador, alguém que só de olhar você já tem medo. Acho que escolheram um cara perfeito pra isso.

    Existe algo importante no aspecto logístico para personagens como o Montanha ou Rorge e Dentadas, eles aparecem esporadicamente entre livros e temporadas, pode ser marcante a chegada deles, mas são personagens difíceis de manter-se na serie por essas características, acho que o descarte deles faz parte do negocio de passar um livro para uma serie ou cinema, principalmente um livro com tanto personagens.

    O aspecto interessante das cenas com o Tyrion é meio que ele é rejeitado por todos e a cena Oberyn contando a Tyrion como o conheceu é meio que para dizer pra ele que ele foi sempre rejeitado, que aquela concepção de família que ele ainda tinha sobre os Lannisters era um conceito errado, quando ele descobre o que Jaimie fez acho que é o momento que ele deixa de ser um filho, um irmão e se torna um ser mais solitário…sua jornada até Dany talvez pode ser vista como uma forma dele, livre das amarras da sua família, se encontrar pelo que ele é…mas a grande ironia disso é que ele é mais Lannister que todos os outros Lannisters, talvez mais até que Tywin.

    Da cena da Sansa, perfeita…..Dizem que Sansa é esperta se for esperta ele deve ter percebido que no momento que ela cair em desuso ele vai voar como a titia, não confie no Mindinho. Muita gente acha que ela pode aparecer como uma grande heroína, bem..pra mim isso depende do grau da sua associação com o Mindinho.

  • a verdade

    e arya?

  • a verdade

    e arya e bran?

  • Dri Ribeiro

    Não consigo ver a Arya sendo uma Senhora Stark em Winterfell..acho q ela permanecerá em Bravos, depois de se vingar, claro. Tbm acho q Bran não retornará a Winterfell, ele vai ficar pra-lá-da-muralha junto e a serviço dos deuses antigos…..

  • Douglas Viana

    Foi só eu que entendeu que Daario e Dani não transaram? O mercenário pede para a Rainha deixá-lo fazer oque ele faz de melhor, que é matar ou mulheres. Então Dani ordena que ele tire as roupas. Depois Daario desce as escadas meio contrariado (com a camisa aberta) diz que irá matar os mestres de Yunkai e para completar diz que a “rainha esta de bom humor”. O que entendi foi que Dani pediu para ele tirar a roupa e o esnobou o mandando matar, já que era sua outra especialidade.

    Acho que nos livros, Dani fica com Daario depois do mesmo voltar do campo de batalha. Ele esta sujo de sangue e fedendo, ele diz que nunca teve um Dragão e ela pergunta o que ele está esperando. Acho que a relação dos dois é desenvolvida de forma mais sutil até chegar as vias de fato.

  • Pedro Hich

    Fantasma sendo lindão. =)

  • Pedro Hich

    4.02 ‘The Lion and Rose’ não foi ele quem escreveu?

  • Alan Carlos

    Quando o inverno chegar…

    Não se ouvirá o rugido dos leões…

    Não haverá veados pastando no campo…

    Não haverá rosa crescendo nos prados …

    E nem serpentes nas areias …

    As lulas congelarão nas profundezas…

    Os homens esfolados apodrecerão …

    Não haverá trutas nas terras fluviais…

    O voo da águia sessará …

    Nem o vapor da narina do dragão aquecerá os salões…

    Somente os lobos uivarão na noite fria…

    “…o inverno está chegando…”

  • Parabéns Ana, quero ver o Haters reclamarem agora de vc descrevendo o episódio. Essa resenha foi bem ampla. Bem pontuado toda as comparações com os livros. Parabéns tmb pelo seu excelente ponto crítico de leitora e observadora do padrão HBO, piadas, reação dos fãs.
    Não tenho mais o que comentar, vc já falou tudo huahuahauha *-*

  • Alexsander

    Um fato que me dei conta hoje enquanto viajava… Além do vale estar limpo da guerra, não se envolveu em nenhuma batalha, os povos da montanha que seriam uma ameaça, marcharam com o tyrion, deixando as terras e o ninho sem nenhuma ameaça por perto…

  • Thales Quintiliano

    ótima análise Ana,,estava ansioso para ler!!!!E mais ainda pelo podcasteros!!!!

  • leo f

    De onde tirasse isso? Genial

  • Denis Dias F. Nakazato

    ótima análise. Pessoalmente eu não gosto do núcleo greyjoy e toda aquela bobagem do Deus afogado. Espero que seja retratado de forma diferente e (muito) mais resumida na série.

  • Helber Bittencourt

    Sobre Jon Snow: Sempre achei que mesmo no livro ele é como um “herói”, as coisas acontecem ao redor dele de jeito inexplicável e que sempre o salvam em situações extremas, no fim “tudo sempre dá certo pra ele” onde outros personagens já estaria mortos… talvez até o fim do dança.
    Sobre Dany: Parece que eles tao com medo de “quebrar” a dany heroína, nesse momento a dany insegura e perdida já devia começar a aparecer aos poucos (a atuação da atriz é bem melhor quando ela faz a daenerys insegura, vide 1° temporada e cena de Hizdhar no episodio passado)
    Sobre Sansa: ela aceita o beijo de petyr no primeiro momento nos livros também, só que no livro esse primeiro momento é muito muito curto quando comparado ao da série.

  • Elaine Oliveira

    Me arrepiou!!! LINDO!!!

  • Elaine Oliveira

    E não foi isso mesmo que aconteceu? A destruição de uma família por capricho e sede de poder. Triste.

  • Elaine Oliveira

    Acho que Bran vai substituir o Corvo de 3 olhos…

  • Elaine Oliveira

    Acho que o foco será Martell e Greyjoy. Vamos combinar que já passou da hora dos Homens de Ferro d verdade começarem a se mexer.

  • Rodrigo Santos

    Que texto bem escrito, show.

  • Samuca

    Eu ACHO que Oberyn não vai morrer na batalha!!! será que vão mudar isso??? olha…era capaz de apostar uns dogers hehe

  • Felisberto Albuquerque

    Eu acho que vc vai perder.
    Seria uma mudança bem considerável no roteiro.
    Se ele não morre, e consegue a confissão do Gregor Clegane sobre o assassinato de Elia, teríamos um problema pra Tywin.
    Embora Aerys II fosse um rei que conseguiu uma certa antipatia ou até mesmo ser odiado pelo povo (pelo menos no final do seu reinado), tanto Rhaegar como Elia e os filhos eram amados pelo povo e também pelas casas fiéis aos Targaryen, podendo neste caso citar os Tyrell de Jardim de Cima e suas casas vassalas.
    Tywin teria um problema nas mãos tendo que explicar a coroa, a Dorne e a todo mundo o que aconteceu (inclusive aos Tyrell)… e ainda teria que lidar com Oberyn vivo incitando a todos sobre o que aconteceu.
    Com a sua morte fica o dito pelo não dito… Ninguém presente no local do combate, teria motivação para levar as palavras de um moribundo adiante…. e nos livros ninguém levou.
    Tywin resolveu, em partes, a suspeição da confissão de Sor Gregor enviando a “cabeça” do mesmo a Dorne… As outras casas não deram importância ao fato… os Tyrell não vão comprar briga pois tem quase ou nenhuma simpatia aos dorneses.
    Agora como citei, com Oberyn VIVO pode ter certeza que, o caldo ia entornar de vez pros Lannisters e pro Tywin.

  • leandrosr

    Aí que está, no livro a Montanha admite que foi ele quem matou, não fala nada sobre Tywin ter mandado. Na série, o próprio Tywin já disse isso pro Oberyn, que o Montanha fez o que quis e já até se comprometeu a entregar ele pra Dorne.

  • Felisberto Albuquerque

    E vc acha que Oberyn ia se dar por satisfeito ?
    Mesmo com toda a explicação que Tywin ja deu, Dorne e os Martell não se deram por satisfeitos…. Com a confissão de Gregor é que não iriam ficar… O único porém nisto tudo é que Amory Loch (outro lazarento FDP covarde a serviço de Tywin na morte de Elia e os filhos) a esta altura, já tinha virado comida de urso… mas nada impediria que Oberyn investigasse e interrogasse algum outro personagem que participou do evento.

  • Victor Hugo Macedo

    Ana, parabéns novamente!! Ótimo ler o que estou tão acostumado, uma ótima análise, profunda e cativante hahah até comentei na passada, não pra criticar ou reclamar, apenas uma observação pois sei que é assim sua verdadeira escrita! Continue assim, grande fã de vcs todos aqui do GoTBR!

    Qnt ao episódio: como vc falou na semana passada, são as pequenas coisas que nos apegamos, e ao ver o Oberyn começar a contar a história da viagem a Casterly Rock, simplesmente me arrepiei, lembro que nos livros aquilo me marcou e qnd vi na série… Indescritível! HBO, mais fan services como esse por favor kkkkkkkkkkkk

  • Nath

    Tem que morrer. A quantidade de atores só cresce, alguém tem que rodar.

  • Martell_Member

    Se Oberyn não morrer, Tyrion não vai ser salvo com Jaime e Varys, não vai encontrar e matar Shae e o Tywin… seria a mudança mais drástica da serie, já que apesar de todas elas, nunca mudaram nenhum fator “determinante” ate agora. Sei la, vou sentir falta do Oberyn do Pascal mas… acho que não tem mesmo jeito, vamos perde-lo neste Domingo!

  • BellaNeves

    adivinhou meus pensamentos!!! torcendo pra ter pouquíssimo dos chatos Greyjoys na série!!! Já basta o espaço que eles ocupam nos livros…

  • drmingus

    É, o inverno está chegando. Isso parece ser a única coisa certa em Westeros. Coincidentemente ou não, quase todos os títulos originais da saga começam com pronome indeterminado: “A” Game of Thrones, “A” Clash of Kings, “A” Song of Ice and Fire, etc., mas só o sexto livro usa pronome determinado: “The” Winds of Winter. Parece que o GRRM quer deixar bem clara a fatalidade do inverno…

  • Paulo Frank

    E a morte do Balon Greyjoy?? Qdo vão mostrar?
    Ou será que esqueceram q ele existe e q o Stannis queimou uma sanguessuga em nome dele?

  • Juliana Ribas

    Pelo que eu entendi ele chega no quarto a noite e sai de dia, tanto que ela o recebe com uma roupa e depois já está com outra… rolou um sekço sim rs

  • Juliana Ribas

    Por favorzão!!!!

  • Juliana Ribas

    Não pode ser tão sutil, tem que mostrar o rosto dela de alguma forma! Não precisa dar explicação nenhuma, só deixar claro que é ela, que está viva e esquisita! Uns 30 segundos de cena já são suficientes pra enlouquecer a galera, me incluindo!! o/

  • Juliana Ribas

    Ana e Bacellar sempre nos dando a sobremesa depois do prato principal =D
    Será que só eu não reparo nesses detalhes como a escuridão na cela (que só aumenta), na Cersei pisando em tripas, no Mindinho jurando pelos Sete… sou muito sem noção nessas dicas! Passam todas batidas rs
    Coração apertado pelo combate e receoso com o que estão fazendo com o núcleo da Muralha… kd Jon desesperado e tomando atitudes? O epi foi maravilhoso e são tantos acontecimentos épicos (e por isso “épico” em GoT já é algo corriqueiro, preciso achar outra palavra que expresse melhor esse sentimento rs) que entendo que a Muralha fique pra mais tarde… só espero que essa batalha não decepcione!

  • drmingus

    ERRATA: Onde se lê “pronome indeterminado” e “pronome determinado” (não sei de onde tirei isso) leia-se artigo indefinido e artigo definido, respectivamente.

  • Sandra Dantas

    Valar morghulis!

  • Sandra Dantas

    Concordo!!! Apesar de gostar da loucura do Victarion….

  • Sandra Dantas

    Também acho que a cena do Tywin com o Tyrion vai ser espetacular! Imagina aqueles dois atores super mega talentosos, duelando naqueles diálogos densos que o Martin fez no livro??? Vai ser épico, com certeza!!!

  • Sandra Dantas

    ADORO essas análises, porque me relembram coisas que eu já tinha deixado passar: muitos livros, muitos personagens, muito tempo transcorrido… Enquanto lia, fiquei imaginando o encerramento dessa temporada: Jon sendo eleito Senhor Comandante da Patrulha da Noite e Lady Stoneheart surgindo para fechar com chave de ouro e nos deixar (mais uma vez) ansiosos pela próxima temporada…. O/

  • Bruno Lacerda Balbi

    Pessoalmente acho que vão deixar isso para o início da próxima temporada e emendar com toda a história de sucessão, Victarion, etc…

  • Bruno Lacerda Balbi

    Discordo. Não sou fã dos Greyjoy mas acho o “Deus Afogado” fascinante, especialmente o batismo hardcore que envolve afogar a pessoa e traze-la de volta com técnicas modernas de ressuscitação.. gostaria de ver isso na série.

  • Douglas Viana

    Posso ter deixado passar algum detalhe. Eu só achei o Daario bem contrariado pra quem tinha acabado de pegar a Dani.

  • Victor

    Concordo… Devem usar a morte do Balon de cliffhanger pra chegada do Olho de Corvo e apresentação do Victarion…

  • Paulo Frank

    Hmmm verdade! Não tinha pensado nisso. Eh uma hipotese válida!

  • Carol BB

    por favor por favorzinho, GRRM nos de o 6º livro de presente de Natal!

  • Victor

    O ator que não é dos mais talentosos mesmo, haha…

  • Joao Palmadas

    Eu só não quero que o Balon morra fora de cena.

  • Douglas Viana

    Hahahahaha, deve ser isso mesmo Victor.

  • luizhp

    “…Mas Oberyn está no lugar certo, vai ter justiça por Elia e os bebês e será seu campeão, seu bobinho. A cara de alívio de Tyrion é maravilhosa…” Eu achei que nesse momento Tyrion diria para Oberyn: ” – Você já comeu um anão?”

  • BiancaGØT

    Eu acho que é porque ele sabe que nunca vai dar certo eles dois juntos, eu acho.

  • Tattinha

    pelo que sei é uma alusão ao livro Silmarillion.