Análise do Episódio 4.04: “Oathkeeper” (com spoilers)

O texto a seguir possui spoilers dos livros A Tormenta de Espadas, O Festim dos Corvos e A Dança dos Dragões que ainda não foram exibidos na série de TV. Leia por sua conta. Se você não leu os livros, preparamos um texto especialmente pra você, clique aqui para ler. Foram adaptados neste episódio os capítulos Dany VI (pág 583), Sansa V (pág. 624), Sansa VI (pág 694) e Jaime IX (pág 744) de ATdE.
oathkeeper_spoilers

Em Oathkeeper, a HBO produziu o episódio mais complexo e inédito de Game of Thrones desde que a série foi criada. Com um excelente roteiro duramente escrito pelo nosso favorito Bryan Cogman, e costurado por uma das minhas diretoras favoritas da TV, Michelle MacLaren, este episódio conseguiu deixar muita gente de cabelos em pé por sua propriedade em construir bons temas, e seu cuidado em revelar coisas inéditas e novas para quem já leu tudo o que Martin escreveu sobre esse universo. Pela primeira vez, todo mundo se sentiu como se não soubesse o que vai acontecer na história. E essa sensação foi muito boa.

O episódio começa em Meereen com Missandei ensinando Verme Cinzento a praticar o Idioma Comum. Uma cena poderosa que mostra o ponto de vista dos escravos, pessoas que foram roubadas de sua terra natal para servirem ao propósito de ‘mestres’ escravagistas cruéis que não terão lugar no mundo novo que Daenerys quer construir. Curioso é que os dois  personagens desta cena inicial vêm de lugares muito bonitos e diferentes de tudo o que a série nos apresentou até agora: Naath, um lugar cheio de borboletas, onde as pessoas fazem música e não guerra. E também as Ilhas de Verão, que fica ao extremo sul de Westeros, e é um lugar que contempla o amor e sexo de maneira bastante livre e espiritual. E aqui estão eles agora emocionados ao proferirem o algo que parece alimentar sua fúria e dor: ‘Kill the Masters‘, termo em inglês que seria o idioma comum na história, e que a série tenta usar para mostrar que Dany tem uma certa malícia de conquistadora ao invadir uma cidade sem deixar de impor fortemente sua cultura em cima de outra. É uma excelente contradição que espero que a série saiba trabalhar apropriadamente baseada nos elementos dos livros. Por enquanto o acerto é indiscutível: não há nada mais simbólico nesse sentido do que a bandeira Targaryen ser colocada em cima do maior símbolo cultural da cidade, a harpia.

tumblr_n4sdiorUqw1r3hkwmo4_500

Aos poucos vamos percebendo que algo no texto fica querendo o tempo todo insinuar que Verme Cinzento tem algum tipo de sentimento por Missandei. Como nesse episódio ficou claro que os dois vieram de nações distintas, podemos descartar a hipótese de que ela seja sua irmã, perdida no passado (baseando-se nos livros onde Missandei conta ter dois irmãos imaculados vivos, mas nenhum deles é Verme Cinzento). Quando Verme Cinzento diz pra Missandei que não era nada antes de ser um imaculado (before unsullied, nothing) ao mesmo tempo em que tenta alcançar a mão dela em busca de um toque humano, vemos quase um grito de desespero contido ali. Tudo o que ele pode desejar realmente é uma amiga, uma amante ou whatever, mas alguém que fique com ele (afinal de contas, imaculados são eunucos). E por isso, matar os mestres, torna-se um jargão tão forte nessa série. É a vingança por alguém algum dia ter colocado pessoas como eles dois nessa situação. Por tê-los tirado de suas mães, praias brancas, borboletas e música.

Falando um pouco sobre a sequência de escravos invadindo a cidade pelos esgotos, nos livros temos Jorah e Barristan liderando o ataque, já que a essa altura Dany já descobriu que os dois são traidores ou mentirosos e então há toda a poesia de literalmente ter que passar por muita merda pra provar pra ela que eles estão ali para lutar por ela e provar lealdade. Na série temos escravos falando diretamente com escravos, o que aumenta o empoderamento de Verme Cinzento. Mas… deixar mais uma vez Barristan ali a mercê do nada, atuando apenas como um conselheiro, quase o que um meistre faria em qualquer outro lugar do mundo… é mancada. Acho no entanto que, a cada vez que ele vê Dany fazendo algo muito crazy, ele se lembra de quanta loucura Targaryen  teve que aguentar durante a vida… e teme por ela.

tumblr_n4rjgqYVUT1ramrrco2_500

A cena tirada de Cinderela Baiana, bem como a crueldade dela em relação aos mestres escravagistas é algo bem alinhado com as passagens de Dany em A Tormenta e ficou muito bom, misturando a doçura da personagem com o seu povo e sua crueldade querendo punir os líderes que fizeram o mesmo povo sofrer. Embora seja fato que Dany dos livros ouve muito mais seus conselheiros e é menos implacável. O núcleo dela tem várias dessas nuances lindas e personagens incríveis que são ofuscados por um punhado de frases de efeitos que cansam o espectador. Mas o tempo que Dany dispõe em A Tormenta de Espadas está acabando na série. E o que está por vir, não é nada bonito… A única coisa deste livro que falta mostrar na série é ela mandando Jorah embora e decidindo ficar em Meereen. Depois disso, embarcaremos em A Dança dos Dragões. Brace yourselves.

tumblr_n4tfjgOknm1snvi6fo1_500

Em Porto Real vemos que o centro das cenas foi Jaime. Como esperado, a cena de estupro não serviu para absolutamente nada, não houveram consequências, não adicionou nada pra ninguém. Cersei puta da cara, bêbada, sentindo-se impotente e com ódio de Jaime a gente teria de qualquer jeito, é isso o que acontece quando o seu filho morre. Aliás, vemos que Cersei se segura muito na figura de autoridade que ela é, fazendo que a relação dela com Jaime ou com qualquer outra pessoa seja uma relação de rainha e empregado. Cersei sempre foi assim, mandando as pessoas resolverem as coisas por ela. Por isso os irmãos Kettleblack são tão importantes nos livros nos capítulos dela. Depois dessa leitura, fica bem óbvio que a cena de estupro não teve impacto na história dos personagens porque os criadores da série não queriam que ela tivesse. Por isso, aquela cena foi algo que eles realmente não tinham a intenção de ser lida da maneira inevitável que ela foi.

E em contraponto temos Jaime se sentindo confiante como não o era há muito tempo. Mas é claro, Bronn em certo ponto literalmente esmurra a cara dele com verdades, mostrando que ele é amado pelo irmão. Só então vemos Jaime sentindo que precisa visitar Tyrion. Aliás, quanto a Porto Real, todas as cenas exibidas fizeram questão de deixar claro que todo mundo sabe que não foi Tyrion quem matou Joffrey.

Não foi mesmo, a gente sabe. Mas Jaime cria coragem e vai lá verificar. Tyrion consegue se manter humilde a paciente o tempo todo, andando lentamente em direção a sua morte (ok, sabemos que ela não vai acontecer, mas ele não sabe disso). Essa foi uma cena muito bonita que mostrou literalmente Tyrion dizendo que jamais mataria o filho do irmão, e que Jaime jamais mataria o irmão. Mas Cersei quer sim matar seja quem for para que sua dor passe. O jeito como o episódio mostra como ela está lidando com a morte do filho, em paralelo com a cena em que vemos Mindinho admitindo a Sansa que foi ele quem arquitetou tudo é maravilhoso. E ao mesmo tempo ela é uma mãe que tem razão, porque curiosamente as portas de Tommen não estão sendo bem guardadas. Cersei cita nessa cena que se perguntou durante meses o motivo de Catelyn ter libertado seu irmão, e isso serviu para justificar o fato de que o último filho de Craster acabara de nascer no fim do episódio. Mas essa timeline ainda é muito estranha…

Pô, e aí tem Mindinho e Sansa a caminho do Vale. Assim como Arya está a caminho do Vale (barulho de coração quebrando em mil pedacinhos). Mindinho conta seu plano maquiavélico de matar o rei para causar o caos e para agradar seus novos amigos para que a amizade entre eles continue crescendo forte. E aí temos a transição para a cena da família que cresce forte, as garotas Tyrell. Vovó Olenna acaba confessando a Margaery que ela deu um jeito de livrá-la daquela ‘besta’ que Joffrey era, ao mesmo tempo em que mexia sugestivamente no colar da neta… A série deixou isso mastigadinho demais? O timing foi bom? Essas duas cenas foram tão boas, principalmente com Vovó Olenna falando sobre seu passado e mostrando como foi uma mulher ousada demais e safada demais e é por isso que Margaery é muito mais inteligente do que todas as garotas da idade dela. Mas essas cenas deixaram uma sensação de que a série explicou a morte de Joffrey tardiamente. A essa altura muita gente já tinha discutido e pesquisado isso, pareceu didático demais. E bem, Olenna agora está fora de Game of Thrones? Que pena… No livro ela fica para o velório de Tywin e é bem legal.

tumblr_n4spgs5gC21twdnf9o3_500

Bem, Margaery aprendeu o bastante e agora precisa agir sozinha. E é o que ela faz, entrando sorrateiramente no quarto de Tommen, tentando seduzi-lo com sua amizade. Ser Pounce (ou Sor Salto) é dado a Tommen por Margaery nos livros, ela dá três gatinhos ao total para o garoto, justamente porque ele pedia isso a Cersei e a mãe não queria lhe dar. E aí Margaery sai na frente e começa a ganhar o coração do garoto. Na série vemos uma cena bastante sugestiva, pobre Tommen. Sendo seduzido por Margaery do mesmo jeito que Sansa está sendo seduzida por Mindinho.

Pela manhã, na Torre da Espada Branca, vemos Brienne lendo o capítulo de Jaime no Livro Branco e ele repetindo mais uma vez a intenção de que “ainda há espaço para preencher mais páginas”. Neste momento ele faz exatamente o contrário do que Cersei pediu e resolve cumprir a promessa que fez a Catelyn: dá sua espada de aço valiriano a Brienne, além de uma armadura negra badass motherfucker e… o melhor escudeiro que os Sete Reinos já viram. Podrick já começa seu serviço dando bolas fora: “Eu não vou te atrapalhar, sor… mylady “. E toda essa cena figura o começo da jornada do herói desses dois, algo tão amplo e tão cheio de possibilidades que emociona. Momento bem ritualístico onde eles recebem essa demanda e artefatos incríveis para conseguir conclui-la. E, a cereja do bolo é a despedida de Brienne e Jaime que se olham por um longo momento e dizem adeus. “I’ll find her. For Lady Catelyn. And for you.

tumblr_n4ueqojJZM1rjbijko1_500

Curiosamente, nos livros, Brienne e Jaime se reencontram quando Brienne está levando Jaime para ser morto justamente por Catelyn. Oh God, HBO. Não tire Coração de Pedra da gente. Além disso, nesse capítulo de Jaime que vemos nesse episódio, ele vê a ‘falsa Arya’ Jeyne Poole sendo entregue a Roose Bolton para casar-se com Ramsay em Winterfell. E quando ele vê a zoeira descarada do pai, ele faz questão de deixar Brienne resgatar as garotas e levá-las para casa (alguma casa) em segurança. A trilha sonora dessa cena nos livros é assustadora: A Montanha gritando de dor nos calabouços do castelo enquanto Qyburn faz seja lá o que for com ele…

Bom, vamos falar sobre as terras geladas. No pátio em Castelo Negro vemos Jon ensinando uma galera a lutar contra os selvagens enquanto Alliser Thorne continua a humilha-lo lembrando que ele é apenas um intendente e não um Patrulheiro no papel. E então Janos Slynt tem o excelente insight de enviar Jon para a cabana de Craster para detêr os amotinados e provavelmente ser morto, tirando ele dali para que Alisser seja eleito futuro Comandante. Por que Jon está se mostrando um excelente líder e Kit Harington está em um excelente momento da série.

E aqui começa os momentos confusos e um pouco difíceis de serem comentados. Dois elementos novos são apresentados na história desse episódio que não estão nos livros. Primeiro, a presença de Locke que seria um equivalente ao Vargo Hoat dos livros, mas a essa altura está bem longe de ser isso. Depois, o fato de que Jon está na verdade atravessando a Muralha para encontrar Bran, já que Sam ao invés de sentar a bunda na cadeira e estudar fica fazendo fofoca e lamentando ter levado Gilly pra longe. Tô brincando, mas verdade seja dita: a mudança no ‘caráter’ de Sam se dá muito ao fato de que não temos Mão Frias o aconselhando nesse sentido e também precisávamos de um motivo para que a timeline de Bran, Jojen, Meera, Hodor e Verão fosse um pouco mais interessante.

Locke escuta quando eles falam de Bran e os interrompe dizendo que Alisser procura por ele. Enquanto os patrulheiros jantam, Alliser anuncia que permitirá a expedição de Jon Além da Muralha, dizendo que apenas voluntários podem ir com ele e então Jon dá um discurso emocionado dizendo que a sobrevivência deles depende disso, e que se eles são verdadeiramente irmãos, Mormont era o pai de todos e então eles devem vingá-lo. Jon pergunta quem vai se juntar a ele: Grenn e Edd Doloroso levantam-se, outros seguem e o último a se levantar é Locke, com uma sinistra trilha sonora, apontando ‘Hey João, este cara não é bom’. Toca aqui se você se lembrou de A Sociedade do Anel nesta cena. o/

 

Cortando pra fortaleza de Craster, um horror: mulheres sendo espancadas, abusadas e estupradas. É tudo muito insado e cenas como essa caem naquela grande polêmica da semana passada. Eu não gosto de ver cenas assim na TV, não sou puritana, mas aquilo foi barra pesada, real demais. Real demais para um homem insano que bebe vinho diretamente do crânio de Jeor Mormont enquanto zomba e ao mesmo tempo chora por não ter nascido nobre. Karl é o pequeno inferno que precisamos passar para Jon subir de nível e acho que a criação desse personagem é tão alegórica quanto legal e empolgante. Mas pra isso ficar mais palpável a gente tem que ver um monte de mulheres serem espancadas e abusadas no processo. Algo nessa cena me fez lembrar muito daquele discurso ‘white trash redneck místico’ da série True Detective. Mulheres em um ambiente incestuoso sendo abusadas por meia dúzia de caras insanos enquanto cantam “um presente para os deuses, um presente para os deuses” ao oferecerem criancinhas para um sacrifício.

Screen Shot 2014-05-01 at 11.09.47

Ali pertinho temos Fantasma que não conseguiu retornar a Castelo Negro e foi pego em uma armadilha. E próximo a ele temos Verão, Bran, Hodor, Meera… e Jojen, que está passando por um momento indecifrável. Jojen sempre foi descrito nos livros como um garoto doente e frágil. E em certo momento em A Dança dos Dragões vamos percebendo que ele começa a definhar cada vez mais, e tudo isso parece estar relacionado a crescente magia que aquele lugar frio sugere ter. E a magia está de fato muito forte ali: Eles estão muito perto do White Walker que está chegando para buscar o bebê, e Bran acabou de passar por aquela experiência com a árvore coração.

Todos são capturados, Verão ao tentar salvar o irmão, Hodor é humilhado e machucado… E a série fez aqui uma adição interessante a história de Hodor! Essa cena em que Hodor é machucado por um monte de caras babacas, acontece na verdade lá no segundo livro, quando Theon invade Winterfell, lembram-se? Mudaram muito a jornada de Bran, Jon e Fantasma, e espero que a série se aproveite disso para dar a Jon, Fantasma e Bran uma oportunidade de aprenderem mais sobre sua relação com os lobos. Principalmente Jon. Não faz o menor sentido Jon estar longe do seu lobo, ou não sentir que seu lobo está em perigo.

E bem, agora Karl e Rast sabem que Bran é irmão de Jon e esse arco é novo, surpreendentemente sinistro e empolgante.

Por que Jojen passa mal daquele jeito?
Jojen nos livros já é um menino considerado frágil quando ele conhece Bran, ainda em Winterfell. A viagem que eles fizeram até as terras Além da muralha poderia de fato piorar qualquer problema de saúde que o garoto tivesse. No entanto, há algo a mais nos livros sobre Jojen que a gente não fica sabendo na série: os sonhos e o estilo de vida dele são muito mais místicos e sombrios. Jojen é um garoto de 13/14 anos que parece constantemente ter vivido com o único propósito de levar Bran Além da Muralha, e isso fica muito claro nos livros quando vemos ele citar que sabe exatamente quando vai morrer e como vai morrer. Vemos ele adoecendo gradativamente até que em certo ponto ele cai em uma terrível depressão e chora por querer voltar pra casa. Algo muito sinistro está para acontecer com Jojen e a sensação que dá é a de que será ainda nesta temporada. O que é ainda mais assustador para aqueles que já leram os livros ficarem desesperados por possíveis spoilers da história.

tumblr_n4pyvwxXEL1suijfxo2_500

No deserto gelado além da floresta assombrada, um White Walker passeia devagarinho montado em um daqueles zombie horses bizarros. Ele tem no colo o baby Craster e o leva durante milhas e milhas bem devagarzinho…. até chegar em uma paisagem assustadoramente linda, com uma aurora boreal, um altar de gelo e treze criaturas White Walkers. Vemos que uma dessas treze criaturas aproxima-se, pega o baby Craster no colo e o transforma. Aqui temos a HBO fazendo de certa forma uma história de origem, mas que está longe de explicar metade do que precisamos saber sobre essa raça de seres etéreos e aterrorizantes.

A série realmente deu spoiler do livro?
Bem, temos aquela coisa estranha que foi a recapitulação do episódio apontar que o Darth Maul de Gelo na verdade era o Rei da Noite. Horas depois a HBO apagou o que havia escrito e substituiu o termo Night’s King por Walker, dando a entender que aquela criatura sinistra era apenas mais um Caminhante.

Nos livros, Gilly e as outras mulheres ainda na cabana de Craster tentam dizer isso a Sam. E o que elas falam é meio que exatamente o que acontece nessa cena:

– Eu e o bebê. Por favor. Serei sua mulher como fui de Craster. Por favor, sor corvo. Ele é um menino, exatamente como Nella disse que seria. Se não o levar, eles levam.

– Eles? – disse Sam, e o corvo ergueu a cabeça negra e repetiu, num eco: “Eles. Eles. Eles.”

– Os irmãos do garoto – disse a velha da esquerda. – Os filhos de Craster, O frio branco está se erguendo lá fora, corvo. Sinto nos meus ossos. Estes pobres ossos velhos não mentem, eles estarão aqui em breve, os filhos.

Relendo essa trecho do livro, vemos que série não deu spoilers algum do livro vindouro, essa parte da história está cronologicamente acertada com tudo o que vimos até agora. Apenas não foi escrita por Martin dessa maneira didática. White Walkers nunca serão um ponto de vista nos livros, mas alguém (Jon ou Bran) pode vir a interagir com eles de alguma maneira nos livros que estão por vir. E nunca poderíamos ver nos livros o último bebê ser transformado Craster, porque o último bebê já aconteceu faz tempo. Mas ao começar a discutir isso caímos em vários pontos da história que são difíceis. A série nos mostrou o que provavelmente são as Terras de Sempre Inverno, mas será que não há nada além delas? Aí é que está. A série tem uma versão bastante limitada e direta das coisas, enquanto nos livros Martin está preparando uma narrativa completa e muito mais bela nesse sentido. E é por isso que acho que não deveríamos estar preocupados com isso. Eu não sei vocês, mas não quero que o Rei da Noite seja o Darth Maul nos livros. Se a série quiser fazer isso, fique a vontade.

Muita gente levantou o ponto de que são treze figuras ali na cena final, sugerindo que o Rei da Noite segundo a lenda da Velha Ama foi justamente o 13º Comandante da Patrulha. E que as outras treze figuras seriam uma referência aos comandantes que vieram antes dele. Temos que nos lembrar que Os Outros já existiam antes da Patrulha ser criada e que essa lenda nos leva a crer que o Rei da Noite poderia ser uma ponte de encontro entre esses dois mundos. Mas eu sinceramente não acho que a série esteja preocupada em nos mostrar easter eggs neste sentido. Se ela tivesse realmente preocupada em explicar alguma coisa, teríamos Mãos Frias. E, ao que tudo indica, não teremos.

Esse episódio de Game of Thrones entregou absolutamente tudo o que muitas pessoas pediam constantemente em um episódio: Jon sendo líder, Daenerys sendo implacável e empolgante, o arco de Bran ser mais expressivo, White Walkers e que os fãs dos livros parassem com spoilers. Oathkeeper foi bem sucedida em todos esses aspectos, principalmente ao dar aos leitores a sensação de que eles não sabem de absolutamente nada o que está acontecendo nessa história que está sendo contada na TV, arriscando um plot completamente novo e empolgante. É como o jornalista Sean Collins soltou no Twitter depois desse episódio: ‘Os fãs parecem odiar os produtores de Game of Thrones por qualquer motivo e a todo momento, porque eles são os únicos que estão ricos e famosos por fazer uma fanfic de As Crônicas de Gelo e Fogo.’

O nome do episódio, Oathkeeper, fala muito sobre justiça. Enquanto vemos Jon e Dany ambos sincronizadamente subvertendo alguns ideais clássicos para um bem maior, Brienne e Podrick são os dois últimos bastiões desses conceitos de honra, intocados, imaculados. E é muito cruel que a história os tenha jogado, juntos e no meio do nada, para cumprirem uma demanda basicamente impossível. É justiça com injustiça. E a história também jogou a última luz de inteligência e insanidade (Tyrion) dentro de uma cela escura, caminhando lentamente para a morte ou, para uma definitiva mudança de caráter.

Depois de vermos Karl espacando e estuprando, bebendo vinho em um crânio, abusando de um garoto que não consegue andar e de seus amigos indefesos… Ver criaturas terríveis, impossíveis e indecifráveis preparando um possível exército para tentar invadir e dominar o mundo com um longo inverno, parece ser a única solução que esse mundo terrível e perverso precisa.

 

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Gabriel Sansigolo

    Parabéns pela analise, muito boa, continuem assim GOTBR!

  • luiz gabriel

    perfeita a análise, o site ta de parabéns!

  • Pedro Henrique

    Maravilhoso, como sempre, isso que foi escrito. 🙂

  • jorge_lito

    Excelente análise para um excelente episódio…

  • Ciro Leipripej

    Adorei a análise. E sobre o Jon da série, talvez seja coisa da minha cabeça, mas pra mim a história dele tá sendo contada em mínimos detalhes, apesar de ter tido mudanças em relação aos livros acho que Jon tem uma das melhores evoluções da série, de um bastardo que vivia amuado para um líder habilidoso. Acho que talvez ele encontre o Bran e a partir daí entenda que é um warg.
    Enfimm, parabéns pela análise.

  • aline

    Adoro as análises de vocês! Li os livros com um pouco de pressa e não consigo lembrar de tantos detalhes relacionados à história original. É bom saber que aqui tenho uma fonte de confiança pra isso! 🙂 Muito obrigada pelo trabalho!

    Quanto ao Locke, pelo que deu pra entender, o papel dele é aglutinar uma cacetada de coisas que seriam de outros personagens – ao mesmo tempo em que ele era Vargo Hoat, agora é tb espião Bolton/Lannister (num papel que originalmente era do Janos Slynt, apagadíssimo na série), e acho que ainda vai acumular papeis na fase de luta contra os selvagens, que tem muitos personagens novos e fortes, já que a HBO precisa ser mais “econômica”. Ele tá ficando na cola do Jon, claro, pra ter informações privilegiadas, mas com essas mudanças críticas da série em relação aos livros, vai lá saber o que vai acontecer…

    E a mudança no arco do Bran ficou realmente perfeita. *_* Me deu esperança de até ver o Rickon aparecer marotamente, já que tudo agora é imprevisível. Hehehe Na minha opinião Oathkeeper foi o episódio com as melhores adaptações da história até agora, sendo que as adaptações do episódio anterior foram justamente as piores e mais confusas (coroadas com aquela cena de estupro completamente sem sentido e gratuita). Depois de ter me desanimado com Breaker of Chains voltou a dar muita vontade de acompanhar a série.

  • Mohamad Kammouni

    Se acontecer um encontro entre Bran e Jon vai ser a maior palhaçada ja feita pelos produtores.

  • Sirley

    “Relendo essa trecho do livro, vemos que série não deu spoilers algum do
    livro vindouro, essa parte da história está cronologicamente acertada
    com tudo o que vimos até agora. Apenas não foi escrita por Martin dessa
    maneira didática. White Walkers nunca serão um ponto de vista nos
    livros, mas alguém (Jon ou Bran) pode vir a interagir com eles de alguma
    maneira nos livros que estão por vir.”

    Ei Ana! Adoro as análises e queria acrescentar algo nesse ponto que transcrevi. No ponto de vista do Sam há a intração com um White Walker e a diferenciação entre os “zumbis congelados” – “criaturas dos White Walker – os Outros:

    “As criaturas tinham sido coisas lentas e desajeitadas, mas o Outro era ligeiro como neve no vento.”
    Tormenta das Espadas, página 194.

    Muitos detalhes que Martim deixa pra gente. Confesso que também fiquei na dúvida se existia essa diferenciação nos livros!

    Ah! Outra coisa! Em fúria dos Reis, Jon tem um sonho com Bran, onde ele vê o irmão como uma árvore coração e nesse momento, Bran toca em sua testa e diz pra ele abrir o terceiro olho (não estou com o livro por perto pra procurar a página ,mas se for necessário, transcrevo aqui depois!). Acho que pode acontecer esse encontro na série na casa do Craster. Acho.
    Pensei também que o Locke pode ser o Bowen Marsh, que trai o Jon na patrulha. O que vcs acham?

    Abraços

  • Felipe Bini

    Leio frequentemente o Boiled Leather, mas não sei se o Sean acertou nessa frase dele, achei um pouco generalista. Numa coisa ele está indiscutivelmente certo, porém: GoT é mesmo o fanfic/fanart de D&D sobre ASoIaF.

  • a verdade

    MÃOS FRIAS E CORAÇÃO DE PEDRA SÃO A ALMA DA HISTÓRIA, SÓ FALTA ELES CORTAREM TAMBÉM O CORVO DE 3 OLHOS, AÍ É O FIM!!!!

  • a verdade

    não gosto do jon e da dany; prefiro a arya e o tyrion

  • Augusto Sales

    Alguém mais não gosta do fato do Fantasma fazer barulho demais na série? Eu gosto do silêncio dele nos livros.

  • Sim, aquela cena com Jon chamando a galera foi muito A Sociedade do Anel, hahahaha.
    E o cara que não era “boa coisa” entre os heróis na Sociedade era o “pai” de Jon, Ned Stark (ou Boromir, como preferir). Ah, que paradoxo…

    “Princesa Baiana” hahaha. Eu tenho que rir dessas tuas comparações espirituosas. O pior é que preciso concordar que aquela cena com a Daenerys foi totalmente isso.

    Adorei a análise, Ana. Sempre com sacadas inteligentes.

  • Maria Dias

    D&D: “Livros? Que livros? Achei que Game of Thrones fosse uma série original”.

  • jean

    Mais uma vez o texto de vocês é tão bom quanto o episódio!!
    Li todos os livros e nunca conseguiria lembrar de tantos detalhes…
    Como eu sempre digo, se a adaptação for boa eu prefiro ela a cópia, os livros estão ai para quem quiser ler de novo, o que acontecer na TV não os irá mudar.
    Meu medo era a série alcançá-los e não saber o que fazer adiante, mesmo o Martin tendo revelado o final, mas esse episódio me alivia por ver que mesmo distanciando-se tanto do texto original tudo continua orgânico e coerente, continuem assim, HBO e GOTBr!!

  • a verdade

    espero q a HBO sinceramente não corte eles

  • Pedro Henrique

    Episódio ótimo,não tem do que se reclamar.

  • Pedro Henrique

    Mãos Frias não é alma da história nem aqui nem em Ulthos.

  • Najara Bertoli

    Pode falar que eu estou de mimimi, mas eu não consigo gostar dessa ideia de spoilers na série. Foi dito que os Outros levavam as crianças, mas foi mais subtendido que as crianças eram transformadas em ww – tinha a possibilidade de que podia ser outra coisa, agora a gente já sabe que essa outra possibilidade não existe. Sim, esse é um motivo muito pequeno e mínimo pra se reclamar, a cena na série ficou maravilhosa, mas espero que isso não vire rotina. Porque senão eu provavelmente vou ter que me mudar pra uma caverna e não falar mais de ASOIAF/GoT até que todos os livros saiam HAHAHA

    Dar uma vida maior ao arco do Bran, levando ele até o ‘ninho’ do Craster foi uma boa ideia, na minha opinião. No começo eu fiquei muito com um pé atrás nessa história do Jon e do Bran se encontrarem, mas se for bem feito vai ficar bacana. Por outro lado, eu não sei o que o Locke/Vargo vai fazer na Muralha, porque o arco do Jon tem muito o que acontecer e não precisa ser estendido, igual ao do Bran, parece que daqui a pouco vamos ter uma temporada só de Muralha – não que eu reclame, eu adoro as partes dos Patrulheiros. Acho que a única mudança que me dói aqui é não ter o Cetim (me deixem amar o meu boy-whore HAHAHA).

    Achei que as cenas do Jaime com a Brienne e da Dany mostrando que tem sangue Aerys na veia foram magníficas. Foi um episódio e tanto 🙂

  • Pequeno Cícero jornalista

    Kkkkkkk essa cara do Podrick fez-me rir alto!

  • Pequeno Cícero jornalista

    Ah, mas então eu acho que você vai ter que ir pra uma caverna kkkkk. Acho que a série vai passar os livros, e que não parará a história principal pra contar secundárias (como a do Cavaleiro dos Sete Reinos).

  • Pequeno Cícero jornalista

    Ah, e agora deve vir a fase chata da Dany… mimimi homens sendo mortos nas ruas… mimimi case comigo, Dany… mimimi dragões malvados…

  • Pequeno Cícero jornalista

    Nossa, discordo muito.

  • Rogério De Souza Silva

    Ótima análise, vejo poucas tão boas… de pessoas que realmente compreendem o livro!

  • Matheus Borges

    boy-whore aushhahauaausa

  • jorge_lito

    Exagero. Parece aqueles fãs xiitas que se mudarem uma vírgula estraga tudo.
    Eles tão fazendo isso pra o arco de Bran não ficar parado por muito tempo, ou você gostaria de só ficar vendo aquelas andanças do Bran também na série?
    Foi uma boa alteração…

  • a verdade

    imagine a história sem mãos frias e a catelyn coração de pedra

  • She-Ra

    De fato a série não soltou nenhum spoiler com a cena do Rei da Noite. Mesmo quem nunca pegou num livro do Martin, deduzia que as “oferendas” do Craster seriam transformadas em WW. Ou alguém aqui achou que os bebês seriam comidos em banquete com vinho e manteiga ??
    Galera esquece que a narrativa da série não se passa em primeira pessoa como nos livros, daí tanta crítica.
    Por fim, embora tenha achado o Darth Maul um pouco meia boca (muito mais ET de Varginia e menos WW), adorei a sequencia final.
    Com certeza um dos melhores episódios de toda a série!

  • Leonardo

    What? Menos cara, menos…

  • She-Ra

    Olha, embora o Martin nos dê incontáveis elementos para que sejam formuladas as teorias mais malucas e criativas sobre a história, acho que no caso dos bebês do Craster, pelo menos na série, ficou mais do que claro qual era o destino deles. A cena apenas materializou essa certeza.
    Mesmo nas Crônicas, onde tudo pode acontecer, é válido pensar através do princípio da Navalha de Ockham: a explicação mais simples e óbvia provavelmente é a correta.

  • She-Ra

    Eu não me incomodo nenhum pouco.

  • drmingus

    Parabéns pela resenha, Ana Carol! Você e o Rafael arrebentam nessas resenhas!

  • Jessica

    A única coisa q eu nao gostei do epi foi as meninas sendo estupradas, por causa disso eu nem baixei esse episodio pro meu pc, foi mt forte.

  • Luan Miguel

    Cetim vai fazer tanta falta quanto o Bossas De Manteiga. Tem personagens que são completamente descartáveis…

  • Diego Natan Canteri

    “Cersei cita nessa cena que se perguntou durante meses o motivo de Catelyn ter libertado seu irmão, e isso serviu para justificar o fato de que o último filho de Craster acabara de nascer no fim do episódio. Mas essa timeline ainda é muito estranha…”

    Não entendi essa parte…

  • Fabiana Santos Ferreira

    Vc disse que o Montanha já fava com Qybur? isso não seria após a luta com oberyn apenas?

  • Voa Como Um Falcão

    Com essa grandiosa reclamação de Mãos-Frias ainda não ter dado as caras, podemos concluir que ele aparecera e pegara todos de surpresa, ou, para agradar os fãs(eu sou um deles) os roteiristas e diretores o coloquem na próxima temporada de alguma maneira! A reclamação sobre a ausência dele é da grande maioria dos leitores, vamos torcer para que um dos casos ocorra!

  • Andrea Avalos

    Foi bom mencionar a evolução de Jon. Eu sempre achei a evolução do Jon e da Dany muito parecidas, meio que equilibradas, apesar de nunca terem se encontrado e um não saber da existência do outro. Se fizermos um gráfico, acho que elas coincidiriam. E os dois terminam a Dança em momentos MUITO tensos. Estive pensando muito nisto desde que terminei a leitura dos livros, nesta evolução paralela dos dois. Não sei se isso significa alguma coisa, se vai dar em alguma coisa boa ou ruim, mas sinto que tem coisa ai, tomara que eles se encontrem algum dia. Dany e Jon ainda dominarão o mundo.

  • Andrea Avalos

    Agora vc falou tudo. O que acontece na serie não vai mudar o que esta escrito no papel, não gostou, vai lá e releia. Eu particularmente não rasgo minhas vestiduras por mudanças da serie, quando li, fui leitora, e quando assisto, sou espectadora,e ponto. E sou feliz dos dois jeitos.

  • xeryphe

    Na verdade, já escalaram um velho para interpretar Brynden Corvo de Três Olhos para a temp. 4

  • Júlio Felipe Hartmann

    Eu também não. Li e reli 0o

  • Júlio Felipe Hartmann

    Os irmãos Stark, cada um foi pra um lado, seguiu um caminho independente e sobreviveram à sua maneira. Cada um imagina o que aconteceu com o outro, perguntam-se como eles estão, o que estão fazendo… se Bran e Jon se encontrarem esse arco se quebra. Eles vão fazer o que? Relembrar os velhos tempos e depois darem “adeus e boa sorte, bro”? Bah, isso vai ser um erro.

  • LyannaStarkWIC

    Essa foto do Podrick cheio de animação está engraçada.

  • Rodrigo Acyole

    Não lí os livros…

    mas pude perceber que a série da HBO, não segue fielmente o livro cada letra, lógico que seria impossível por tudo dos livros em apenas 10 episódios por temporada… portanto é UMA ADAPTAÇÃO, OK.

    ACREDITO QUE EXISTA O dEUS DO GELO E O dEUS DO FOGO: (TEORIA)

    Como a HBO, Edita um pouco a obra do livro, Esse Darth Maul do Gelo (aí já entro com especulação…)

    acredito que ele não seja “apenas” um White Walker, mas com certeza ele é algo superior e mais poderoso…No mesmo episódio, vemos eles serem chamados de “OFERTA AOS DEUSES”(será que essa partezinha existe também nos livros?)… Ou seja, de uma certa forma, acredito que a HBO, está querendo mostrar 1 dos “Old Gods”(deuses antigos), e que na minha opinião esse é sim um dos Old gods e pelo menos outro Old God será o deus do fogo que a Melissandre(bruxa do Stannis)… Vimos que esse deus da melissandre tem poder, quando ela fez a bruxaria para matar o Renly Baratheon, e também os tres sanguessugas já “coincidiram” duas das três mortes dos reis+Renly.

    Até mesmo no brasão símbulo da série que mostra no epilogo de todo episódio(com o sol no fundo) e o mapa interativo abaixo…

    mostra Acima do nome “Game of Thrones” o rosto dum demônio(seria o do norte do gelo) e abaixo do nome a cara de outro demonio(seria o do fogo)… e quatro cabeças em cada recanto(dragão e leão em cima, lobo e viado embaixo)

    Até mesmo os livros se chamam “as Crônicas do Gelo e Fogo”…

    OU seja, toda a história, tem por pano de fundo a disputa desses dois deuses. O deus do gelo contra o deus do fogo..

    Vamos ver se confirma essa teoria né…

  • Guest

    barulho de coração quebrando em pedacinhos é quando releio os capítulos da Catelyn conversando com o Robb,falando sobre as estratégias de guerra,como eles planejam tomar Fosso Cailin,e aquela parte que ele diz: ” Quando juntarmos nossas forças com Lorde Bolton teremos 12.500 homens,estamos voltando para casa”(algo assim).

  • Marcos Veríssimo

    Achei muito bom o episódio, esse pessoal que reclama de tudo é muito chato

    Queria poder oferecer cada um deles ao Senhor da Luz em troca do Martin terminar o Winds of Winter

  • Uma pergunta, a Brienne morre mesmo ? ;-;

  • Guest

    Barulho de coração quebrando em mil pedacinhos é quando releio os capítulos de Catelyn onde ela fala com Robb sobre as estratégias de guerra,que eles terão 12.500 homens quando unirem suas forças com Lorde Bolton, como eles pretendem tomar Fosso Cailin dos homens de ferro e depois reconquistar o Norte. E aquela pequena frase que Robb fala para sua mãe,que me quebra de verdade: “Estamos indo para casa”.

  • Alexsander

    A análise ficou muito boa…. O episódio foi foda, a única coisa que não gostei foi esse provável encontro entre Jon e Bran, não sei, para meu gosto, disvirtua muito da historia dos livros, eu sei que a série é uma coisa e livros é outra, mas tenho medo do desenvolvimento da história na série acabe afetando minha experiência na leitura dos livros… Sei lá, é uma situação pessoal…

  • Najara Bertoli

    Posso ter sido lerda demais nessa e ainda fui pelo caminho que seria “simples demais” mesmo. Mas, como eu disse, não foi um grande spoiler, acho que no fim as pessoas ficaram mais ofendidas (inclusive, sinto que foi o meu caso) de não estar esperando que a série fosse mostrar isso agora e serem pegas de surpresa.

  • a luta no livro acontece antes de brienne ir embora, fabiana 😉 consulte no seu livro! o capítulo que adapta a despedida de brienne fica na página página 744 e montanha versus oberyn fica na página 718.

  • Najara Bertoli

    Mas que perspectiva cruel HAHAHA
    Eu não sei o que a série está planejando fazer, mas me parece que seria muita bagunça contarem o final dos livros antes deles saírem. Só que você tem razão, não vão dar uma pausa e nem vão deixar a história incompleta. Pode ser que tenha um final diferente. Mas de qualquer forma, ainda tá muito cedo pra eu ir pra caverna, poxa, tem mais dois livros para serem adaptados antes de ‘esgotar a fonte’! HAHA

  • o que eu quis dizer é que a série manipulou a passagem de tempo pra poder justificar o fato de que teria um bebê recém nascido ali. nos livros, o período que leva pra jaime chegar de correrrio a porto real é muito menor.

  • Elivelton santos

    O Mãos frias é um personagem misterioso , mas falar que ele é a alma da história é muito exagero , ele com certeza vai ser cortado da série , e não vai mudar praticamente nada.
    Já a Coração de Pedra é diferente , eu estou torcendo para que ela apareça no episódio 10.

  • Fabiana Santos Ferreira

    é verdade! a série me confundiu a ordem cronológica dos acontecimentos >_<
    valeu!
    p.s.: aguardando ansiosamente o podcast o/

  • Roberto

    Concordo contigo. Essa alteração foi genial. O encontro de Bran e Jon não iria, de forma alguma, atrapalhar a trama, pelo contrário, Bran iria dar umas aulas ao Jon Sabe Nada. Abs

  • leo f

    Mas os deuses antigos e rhllor e o grande outros sao coisas diferentes ao meu ver… Religioes distintas… Seria interessante se no fim todos acabassem fazendo parte da mesma coisa mesmo!

  • leo f

    Mimimi se olhar pra tras to perdida

  • Cidicley Miranda

    Meu povo, anota aí: o Bran vai fugir da Fortaleza do Craster antes do Jon chegar ou ao mesmo tempo para dar mais emoção. Ele vai entrar na pelo do Hodor que vai sair quebrando tudo e libertar ele, os Reed e os lobos. Estou louco pra ver essa cena no próximo episódio.

  • Pati

    Gente o Martin já falou em alguma entrevista que nunca escreveria um POV de um White Walker?
    Prq se ele não disse há alguma esperança que ele escreva, e eu torço muito por isso! eu acho q seria muito foda ver a história pelo lado deles, são criaturas visualmente lindas e tão mágicas! seria incrível, e eu talvez conhecendo o lado deles nós até viéssemos a torcer por eles, prq não? seriam eles mais maus e cruéis que tantos humanos fdp que vimos nessa história? pode ser que não… e eles podem ter sentimentos também, aliás devem ter!

    ah seria tão bom um POV WW… please Martin, please!

  • Mandark

    Parabéns Ana [ E toda equipe GOT ] :}
    Eu adoro vocês! Mas por favor, ouçam meu apelo:

    Por tudo que é sagrado…
    Tirem esse fundo branco!!! Minhas vistas estão sangrando.
    Não é legal, deixa a cor com aspecto estourado e prejudica a leitura.
    Definitivamente é uma cor pra se evitar como plano de fundo em web.
    Retornem a cor escura, é melhor!

    Mas se o caso é trazer mudança ao layout, sugiro que criem uns
    wallpapers temáticos de cada casa (as principais no caso). Com
    suas cores e quem sabe um ‘padrão’ (pattern) – [ mas nada mt
    exagerado, sabe, um pouco clean]

    Desse jeito traz dinâmica ao site e o visual demora pra se desgastar.
    Gosto do site, mas com um fundo escuro fica mais agradável.

    […]

    Este episódio, eu gostei em geral.
    Algumas cenas e mudanças ainda me incomodam.

    E aquela cena no septo ainda continua com um gosto amargo
    (Só sádicos para defender aquilo. Totalmente desnecessária!)

    Diferente de muitos que reclamaram, eu gostei da presença dos outros.
    Serviu para matar as saudades. Sou suspeito pq super gosto deles.
    Se aquelas cenas mostradas forem as terras de sempre inverno
    ficaram fucking awesome (com aurora boreal, cristais e td!)
    Como Mance Rayder disse a Tormund no S03E03: Sempre Artistas! XD

    Mas me incomoda essa padronagem facial que deram a eles.
    Nem cachorro tem a mesma cara sempre (Cadê a genética, pls) ._.
    E esse ‘feiticeiro’ quando transforma a criança em outro, fora o que foi dito acima
    deixa a impressão de que não existe fêmeas nesse grupo.
    E a rainha da noite, como faz!?

    Aí você sente revolta quando vê que eles sabem desperdiçar cenas com estupros e violências
    desnecessárias (vide sem propósito), gastam um puta CG com os outros, mas não colocam o
    Mãos Frias ¬¬ … tsc..tsc… (Nem para tê-lo apenas maquiado e montado num cavalo/Pônei/ a pé ._.)

    Fugindo do assunto, tenho uma dúvida:
    No E01S04, é impressão ou Oberyn larga um spoiler sobre a suposta paternidade de João das neves?
    (Na 1ª cena em que conversa com Tyrion) Não vi comentários sobre isso.
    Posso estar enganado, as vezes deixo coisas passarem ou é por lerdeza e esquecimento msm :/

    *Eu adoro a Brienne *O* . Ó mulher Fooda!!! E com essa nova armor plate então…
    Vou fazer a mesma reaça que a vó Olenna:
    http://37.media.tumblr.com/e80c2ed6d1c7fb594047d493c7678324/tumblr_n3n4n0aCH41qbjttio1_250.gif

  • Felisberto Albuquerque

    A série não terá mãos frias…e esta seguindo o seu curso.

  • Ele está contentíssimo por vazar de Porto Real, e eu, naquela situação, sendo escudeiro do Tyrion, também estaria, hehe =)

  • Tenho certeza de que se o Mãos-Frias se mostrar realmente insubstituível para a história nos livros, eles dão um jeito de enfiá-lo na série, na próxima temporada…

  • Estou bastante curioso – talvez preocupado – com o rumo que o núcleo do Bran vai tomar na próxima temporada… A não ser que o 6.º livro saia esse ano. Além disso, provavelmente, para a próxima temporada, podemos esperar uma mudança drástica também no arco da Danny, porque, ao que tudo indica, a Dança dos Dragões vai acontecer no fim dessa temporada ou no começo da outra, então fica o mistério de como vão fazer para sincronizar isso e a jornada do Tyrion até ela…

  • Acho que depois dos eventos narrados nesse post, ela encontra Jaime, decide que não pode fazer o que tem que fazer, e ambos fogem para jurar suas espadas à Danny e encontram Tyrion =P (fala ae, ia ser massa né?)

  • Stenio Camara

    Li os livros e tenho mais ou menos a mesma teoria. Uma batalha eterna entre gelo e fogo, luz e escuridao. No fim das contas é isso!

  • Juliana Ribas

    =…….[

  • Juliana Ribas

    Totally agree

  • Juliana Ribas

    Continuo na minha posição de que houve spoiler sim, no livro não há nenhuma menção sobre os WW serem organizados ou terem classes diferentes; e gente estamos falando do Martin, como assim não haveria como ele fazer um POV de WW???? Ele criou uma história fantástica, que está nos mobilizando a vir aqui e comentar incansavelmente os episódios, livros, teorias, e o car&%$## a 4, e alguns acham que ele não teria como descrever no livro o que acontece na cúpula de WW?? Come on!! Não subestimem Martin!!
    Achei o episódio ótimo e adorei a análise, com exceção dessa conivência com o spoiler velado. Amo a série mas será a última season que vou assistir.
    Muito ansiosa e apreensiva com essa questão do Jon saber que o irmão está vivo, espero que realmente não se encontrem!
    Já estou preparando o lencinho pra enxugar as lágrimas com o reencontro de Jon e Fantasma! Chega logo domingão!

  • Vanessa

    Gostei muito do episódio, principalmente do ocorrido com Bran. Não me agradou o desfecho do Bran no livro, esperava mais do corvo de três olhos. Não achei que foi forte a cena dos estupros, os livros estão cheios de coisas assim, com todos tentando ganhar o trono, não há impunidade mais, então está cheio de gente fazendo barbaridades. Os livros tem muitas cenas fortes, que as vezes temos que parar de ler um momento e respirar e a série mostra isso muito bem.

  • Guigo Rocha

    Teorias:
    * Provavelmente Jon e Bran não irão se encontrar, uma vez que durante a invasão da fortaleza de Craster provavelmente Meera irá aproveitar para aparatar dali com sua turma e com Verão;
    * Estaremos indo para o 5º episódio. Se, e somente se Lady Stoneheart aparecer, veremos pouquíssima Brienne nos próximos 3 episódios, uma vez que unindo ela e Pod desde o início, não tem porque metade do que está nos livros ser mostrado…;
    * Jon não será atacado por Locke agora. Acredito que esse será um cliffhanger para a próxima temporada então não tem porque fazer isso no 5º episódio. Só também não consigo concatenar como irão introduzir Stannis na muralha em apenas 3 episódio, uma vez que o núcleo de Stannis hoje conseguiu superar o de Bran em aleatoriedade…;

  • juliana.

    Eu acho que um dos motivos do Mãos Frias não ter aparecido na série de TV é que ele realmente é o Benjen Stark. Nos livros é fácil de camuflar isso, porém na televisão isso seria impossível… Mesmo ele “transformado” em um White Walker, acho que daria pra reconhecermos sua fisionomia. Isso entregaria um baita spoiler pros leitores. Como nos livros a identidade do Mãos Frias não foi revelada ainda, acho que os produtores da série estão esperando.

  • Guigo Rocha

    Bom, se houve spoiler, foi ótimo e eu espero que existam cada vez mais e mais spoilers. Sabe porque? pode ser que assim o pessoal que decorou os diálogos dos livros fiquem mais humildes.
    Eu li os livros, mas não me importo em debater com quem não leu. Também não fico me achando o senhor da razão, até porque lendo os fóruns e comentários eu percebo que deixei muitos detalhes importantes passar batidos por ter lido sem atenção.
    Acho que como foi dito, o pessoal está de Mimimi porque, pela primeira vez, todo mundo se sentiu meio igual: sejam os fãs dos livros ou os fãs da série. Pela primeira vez veio a sensação de “WTF?” total aos que leram os livros. Pela primeira vez os que leram os livros estão debatendo de igual para igual com os não leitores. E isso é ótimo!!!

  • Juliana Ribas

    Fã de Harry Potter também? hahaha adorei o aparatar!
    Meu coração me diz que teremos sim a Lady Stoneheart, e se for pra vê-la no EP10 eu aguento ficar em ver a Brienne e o Pod até lá!

  • Juliana Ribas

    Cara concordo contigo com esse leve spoiler do Oberin, nós comentamos como loucos que ele deu fortíssimos indícios da teoria R+L= J ser verdadeira, pois nos livros não há nenhuma frase de nenhum personagem indicando que havia ali uma paixão e/ou traição, sempre foram somente afirmações sobre o rapto e nada mais, e esse rapto pode ter várias interpretações (antes que o povo que acha tudo óbvio venha reclamar) como raptá-la para reprimir uma rebelião, ou incitar a guerra mesmo, ou o que nós queremos muito que seja, por amor! ownnnnn <3 <3 <3

  • Bruno Tardelli

    Quando a Ana disse que não haveira POV de WW, acho que ela se baseou na declaração do próprio Martin de que não haveriam novos POVs nos livros vindouros, somente aqueles que já conhecíamos. Mas eu também acho que ele vai colocar alguém no meio dos WW pra nos mostrar seu mundo (minha aposta é o Bran, mesmo que não em pessoa, se é que me entende). Já se suspeitava do destino dos bebês pelo livro, a cena foi mais uma confirmação com relação a isso, mas o spoiler aconteceu sim no caso daquele WW ser realmente o rei da noite e sua cúpula de WW como vc falou.

  • Bruno Tardelli

    Ele falou que não haveriam POVs novos. Não sei se isso inclui prólogos e epílogos, mas, em se tratado do Martin, tudo pode acontecer, vai que ele mude de ideia e faça um POV de WW, ou um dos personagens que já tem POV vire um WW, vai saber.

  • Anderson Lima

    Acho que eles vão encurtar toda a viagem de Tyrion até ele chegar em Meereen…

  • Juliana Ribas

    Cara ótimo discurso mas em nada tem a ver comigo, não estou nem aí pra essa guerrinha de quem sabe mais/menos, quem leu ou não leu, só que EU não quero spoiler dos livros porque prefiro saber do futuro da história através do Martin e da sua forma incrível de nos prender… então se a série vai soltar spoilers prefiro não vê-la… simples assim.
    E assim como você amo este blog porque eu também não pego os detalhes todos dos livros e aqui eles me abrem a mente pra várias situações, das teorias então nem se fala, o coração acelera lendo sobre as possibilidades!
    E nem preciso declarar como amo estas discussões e conversas com os amigos fãs dessa obra né! rsrs

  • Bruno Tardelli

    Como sempre, muito boa análise, parabéns! É muito bom quando um fã dos livros encara as adaptações da série com a mente aberta sabendo fazer as críticas (tanto positivas quanto negativas) de forma bem argumentativa, ao invés de ficar reclamando e esperneando sem dizer nada. Parabéns de novo!

  • Anderson Lima

    Se ele não aparecer mesmo nessa, creio que na próxima não aparecerá…

  • Anderson Lima

    e também justificaria o tamanho dos dragões da Dany…

  • She-Ra

    Perfeito!

  • She-Ra

    Eras galera, não entendo quem quer que o Martin escreva POVs dos WW.
    Pra mim, os WW representam o papel da alteridade que o “Outro” desempenha na nossa definição de indivíduo ou grupo social. A relação com o diferente é muito bem retratada na série, onde o choque cultural entre os diversos povos de Westeros e Essos, a noção de civilização e barbárie/selvageria, e a própria Guerra dos Tronos estão embasadas nessa ideia de que a supremacia de um povo (ou uma família) em relação à outra, é muito frágil e relativa, afinal, o que é a Gerra dos Tronos frente à batalha com os “Outros”? É difícil definir nos livros do Martin quem é mocinho e quem é vilão exatamente por conta dos POVs muito bem desenvolvidos. O único núcleo que nos mantém com a sensação intensa de ameaça contra o mundo conhecido é a dos WW. Dar “voz” a esses personagens seria relativizar suas intenções pretensamente “malignas”, seria até mesmo “humanizá-los” aos olhos do leitor. Manter os WW e suas intenções numa aura de mistério e do medo do desconhecido, é o que faz ainda existir um interessante maniqueísmo na série: humanos versus Outros. E torcer pelos Outros tb, né? Já seria demais!
    De toda forma, confio no GRRM. Embora ache improvável ele escrever POVs dos WW, tenho certeza que isso acontecer será muito bem feito.

  • kar

    Se não me engano no livro Os Mãos Frias usava toda hora um capuz, da pra camuflar muito bem ele. E outra, são muitos personagens, acho que só os telespectadores mais viciados lembariam do Benjen, que foi um personagem que apareceu muito pouco bem no inicio da serie. Acho que não fizeram ele por conta de dinheiro ou preguiça, ou talvez vão colocar-lo mais a frente. É possível que ele salve o Bran dos desertores da patrulha.

  • Carlos Eduardo De Souza

    Acho que se aparecer a Lady Stoneheart, não vai ser no encontro com Brienne e Pod. Porque adianta muito a linha deles. No máximo acredito que levam Brienne nessa temporada até a Ponta da garra rachada.

  • Joao Palmadas

    “E também as Ilhas de Verão, que fica ao extremo sul de Westeros, e é um lugar que contempla o amor e sexo de maneira bastante livre e espiritual”. As Ilhas do Verão ficam muito ao sul de Westeros mas não ficam ao extremo sul de Westeros. Elas provavelmente estão na linha do Equador daquele planeta (alias, só se fala do hemisfério norte, do hemisfério sul ninguém diz nada…).

  • Joao Palmadas

    Não nessa temporada.

  • Joao Palmadas

    O problema nem é as cenas serem fortes, o problema é que são cenas que só existem na série de TV e não vieram dos livros.

  • Joao Palmadas

    Cresceram demais, os bichos, em muito pouco tempo.

    Por que fazer eles tão grandes e não usá-los na conquista de Meereen, já que eles foram decisivos na conquista de Astapor?

  • Joao Palmadas

    O Strong Belwas poderia aparecer agora, reivindicando a abertura das arenas de luta. Ele iria incrementar a história.

  • Juliana Ribas

    She-ra (também sou sua fã sabia, não perdia um epi do seu desenho rs) eu não sei se ele fará POV dos WW mas acredito fielmente na capacidade dele de contar e mostrar o que se passou, passa e passará com eles, seja através do Bran, Benjen ou qualquer outra pessoa ou ser inanimado. O que não entendo é como alguns conseguem dizer que Martin não conseguiria explicar pelo livro a cena que vimos na série.. tipo wtf????

  • Guigo Rocha

    Já eu acho que um dos motivos de não terem incluído o mãos frias é porque eles o farão na história do Brann, e não com o Sam. Se me lembro bem a primeira aparição do mãos frias é salvando Sam e Goiva. Dessa maneira, não teria o porque incluir o mãos frias sendo que os dois já sairam do sufoco.
    Já o Brann ESTÁ num sufoco e, mesmo que saia ileso da derrocada da fortaleza de Craster (que pra mim não é uma fortaleza, mas sim um acampamento) e que siga sua viajem rumo ao “corvo de 3 olhos”, fica claro que nos próximos 5 episódios alguma coisa tem que acontecer de interessante. Não poderia ser isso?
    Só faço uma ressalva: tem uma coisa que, pra mim, a ´serie nunca conseguiu e nem conseguirá superar os livros: na série, um personagem só acontece por suas ações. Parece que a história dele só evolui com ele aparecendo em cena. Nos livros não: temos Nymeria sendo citada e dando um sentido na sua trajetória. O mesmo com Rickon. Até os dragões da Dany são citados e, com essas citações, a história deles evoluem, pois descobrimos que eles estão cada dia mais sem controle. A série não consegue traçar paralelos com o que está sendo mostrado, deixando de lado alguns personagens que simplesmente desaparecem da trama. Fica estranho…

  • She-Ra

    Concordo, Ju. Martin é um gênio. Ele pode fazer um POV até do Viserion, Rhaegal e do Drogon, se quiser. Só não vejo muita justificativa ou necessidade para ele ele fazer POV dos WW. Mas, como já disse, caso ele faça, não será aleatório, só pra que a gente saiba o que se passa na cabeça dos Outros, mas sim será algo muito bem sustentado e necessário para o desenvolvimento da trama.

  • Guigo Rocha

    Eu acho que pode aparecer sim. Entretanto, acho que teremos em média 4 clifhangger nessa temporada:
    1º Será o de Jon, que provavelmente terminará a temporada OU com mais buracos que uma peneira OU chorando a morte de Ygritte;
    2º Será de Brann, que acho que terminará a temporada sendo salvo por um tal de mãos frias;
    3º Será de Dany, que terminará a temporada sendo transformada de “rainha que libertou os escravos” para a “maldita que não ocnsegue nem mandar nos seus dragões, muito menos controlar o reino”;
    4º Brinne sendo levada presa para Senhora coração de pedra.
    Imagina que orgamos múltiplo se, a última cena… lá no 10º episódio… For Brienne sendo jogada, acorrentada e com um saco em sua cabeça aos pés de um trono, sendo indagada de suas traições para com os Baratheon, Starks e Lennisters. Sendo acusada de trair a todas as famílias a quem jurou espada, e negando veemente que tenha traído algum de seus mestres. Daí, indagam-na se, tendo uma espada de aço valiriano chamada cumpridora de promessas, se existe uma promessa a qual ela ainda seja fiel e a quem ela prometeu? Ela responde que sim, a Lady Stark. Então tiram o capuz dela e, ao olhar para cima, sentada no trono, o episódio termina com Cat Stark aparecendo.
    FIM. (Ok, me senti O diretor pica das galáxias agora mas, que seria perfeito isso seria)

  • Silvano Ferrari

    Concordo, eu assisti as 3 primeiras temporadas sem ter lido os livros e fechei a leitura no fim do ano passado, portanto agora é a primeira temporada que acompanho “sabendo o que acontece” e gostei dessa virada… deixa algo na expectativa… o único detalhe que não me agradou é o Jon saber que o Bran está vivo, o que pode dar problemas quando o Stannis oferecer ao Jon o nome Stark e o título de Senhor de Winterfell, com isso não faz sentido o Jon querer aceitar se ele souber que não é o único Stark vivo…

  • tanira

    “white trash redneck místico” de true detective? não entendi a comparação e fiquei curiosa pra saber mais sobre isso 🙂

    ótima análise!

  • Vinicius

    Sinceramente eu acho que vocês estão muito frescos com as cenas de pessoas peladas e tudo mais, se olhar as análises, toda cena que tem algum tipo de abuso contra outra pessoa indefesa referente a sexo vocês metem o pau, ja com cenas sem sexo mas pessoas se ferrando também tudo bem. Aliás, não só cena de abuso, pessoas peladas estão deixando vocês sem jeito ( suruba do vibora ).

    Tem que largar um pouco esse discurso que estupro é pesado na série, por exemplo a cena na casa do caster, eu não gostei de assistir mas com certeza aquilo foi fiel e mostrou como os ex corvos estavam lidando com a situação… Ja a cena do Jaime com a Cersei, eu li os artigos e as opiniões antes mesmo de assistir o episódio, sinceramente achei muito mais leve do que a polêmica exagerada que criaram por isso, não discordo que fugiu muito do livro e não tinha sentido ali para o personagem, mas dava pra mostrar que ela queria um pouco sim, se não ela tinha empurrado ele mais na cena.

  • Guigo Rocha

    Ou faz, se quiser que ninguém mais além dele e de Sam saibam da existência do restante da prole Stark. O Jon não necessariamente precisa agir por orgulho ou honra à casa Stark nesse ato. Ele pode ser calculista o bastante para saber que ninguém melhor do que nós mesmos para guardar um segredo. Assim, está certo não compartilhar a sobrevivência de Brann (e, caso eles cheguem a se falar no próximo episódio, certamente também saberá da sobrevivência de Rickon).

  • Joao Palmadas

    Ah, isso da série passar os livros… bem, o sexto livro muito provavelmente deve ser lançado em 2015 ou 2016. Se for, então a série provavelmente não passará dos livros antes de 2018. Os criadores falam em terminar a série em 2018, mas isso não vai dar.

  • Joao Palmadas

    Aposto mais nessa possibilidade.

  • Joao Palmadas

    Por que ninguém, além de mim, gostaria de um POV do Lorde Tywin?

  • Ale

    Bom, simplesmente não gostei do episódio. Achei fraco com relação aos demais, os tempos estão desiguais e com certeza vão fazer uma besteira nessas adaptações da história. Ok, nada será igual, mas vir com spoiler ou qualquer outra coisa que ainda não tenhamos visto nos livros, acho sacanagem. Acredito que o tempo das coisas precisa ser mais respeitado e a história dos personagens tbm, pois afinal, são essas histórias que formam seu caráter e onde, nos livros, sabemos que eles podem chegar. É só tomar cuidado para não estragar a leitura e ao mesmo tempo, adaptar de forma íntegra os acontecimentos. Por enquanto a HBO tem feito isso razoavelmente bem.

  • Ale

    Juliana, concordo inteiramente com vc! Dar spoiler na série é estragar o prazer de descobrir isso nos diálogos e enredos dos livros! Afinal, o que é mais importante quando vc está lendo é isso, é ter essa sensação. Se a série mostrar antes, quando ler não vai ter graça nenhuma, mesmo que escrita de outra forma. Uma coisa é vc imaginar a cena e depois ver, outra é vc ver e ficar influenciado a imaginar depois….meio grotesco, se me entende.

  • Mandark

    Concordo Com vocês. Mas mesmo que Mãos Frias seja o Benjen, no livro é citado que ele tenta sempre esconder o rosto, logo ninguém viu sua face por completo. Qualquer um que tenta encobrir o rosto consegue manter um disfarce mt bem.

    Quando penso no Mãos Frias, me lembro do jogo Soul Reaver. Raziel, o protagonista,
    tem aparência fantasmagórica, parecendo um undead, é muito legal. Ele cobre parte do rosto (No caso a Mandíbula, já que parte dela ele não tem +). Imagino Mãos Frias assim, só que mais encapuzado, e com mais roupa talvez.

    E se o problema é revelar o ator do Benjen, simples: Usa um ator temporário ._.
    Aparecendo antes ou depois do Sam, Mãos Frias precisa aparecer. Seria ridículo
    mostrá-lo só depois que Brann encontrar o Corvo de três olhos (Não vai criar empatia nem interesse de deduzir sua identidade).

    E se o problema for gastos com CG, por que não deixá-lo só maquiado? Por que não
    trocar o alce por algo menos caro, como um cavalo? (Thranduil que o diga!)

  • Mandark

    Brienne e Lady Stoneheart!? Não!
    Jaime ainda precisa crescer como personagem ._.
    1º Precisamos de sangue, de sangue dos Freys!

  • Mandark

    Também penso assim :}
    Eu realmente não vi comentários aqui (Tb não procurei mt) aí ficou a dúvida.
    Quando Oberyn fala traição + Rhaegar (fiquei tipo, ngm falou assim dele no livro)

    E acho a teoria R+L= J a melhor das possíveis paternidades de Jon,
    ainda mais se envolver um possível amor entre R+L.
    (“Vale tudo no amor e na guerra” *O*)

    Fora que, na minha opinião, King Robert não era um personagem tão interessante assim nos livros (acho-o até desprezível). Gostei mais dele na série do que nos livros (afinal aquele ator é muito bom!). Lyanna não tinha como não gostar dele!

  • Carlos Eduardo De Souza

    até o 3º acho que vai ser +- assim, o Jon não deve virar comandante nessa temporada, pressupondo que só vai ter uma batalha em Castelo negro e a Ygritte morre nela, seria sacanagem não desenvolver a escolha e o luto do Jon. Gostaria que o epílogo do livro fosse a última cena, pra dar aquele gosto de vingança, sem tirar nem por nada, direta como é. E aposto uma cerveja como a última cena da Brienne é a cara dela sendo mordida pelo Dentada. ehehehehehehe

  • Carlos Eduardo De Souza

    Também visualizava ele com a aparência do Raziel. ehehehehe

  • meu, sempre acho realmente que alguma coisa existe entre os dois. Os caminhos deles vão se cruzar direta ou indiretamente. É só pensar o que o Jon simboliza (muralha/gelo) e Daenerys (fogo). Eles coincidem em muitas coisas e representam exatamente os opostos que as Crônicas trazem em seu próprio título. Os dois são líderes dos opostos. E nem falo dessa ligação num contexto romântico exatamente, mas acredito que alguma coisa haverá mais adiante entre esses dois personagens.

  • Bruno Tardelli

    Ou talvez algo aconteça nesse episódio que o faça pensar que ele está morto…

  • Bruno Tardelli

    Fica ao extremo sul se levarmos em consideração apenas o mundo conhecido. Porque essa parte do mundo que vc está falando ainda não foi mapeada, pode ser que exista só oceano pode ser que não… ninguém sabe as dimensões dos continentes a sul de Essos (Sothoryos e Ulthos muito menos). Acho que é como na europa medieval, todo mundo achava que só existia europa (westeros?), áfrica(Sothoryos?), ásia (Essos?) e oceania(Ulthos?), até acharem a américa.

  • Diego Natan Canteri

    Hum, agora entendi. Mas, por favor, não fique brava se eu ainda perguntar: a mulher que deu a luz não poderia estar grávida há uns cinco ou seis meses, talvez até sete no dia que Craster morreu? É dito na série algo que leve a crer que não se sabia de outra grávida na fortaleza do Craster? É que a impressão que me passa é que você está considerando que o Craster tinha que morrer exatamente nove meses antes do bebê nascer.

  • Renan

    Ja que a HBO quer explorar esse lado então tinha q colocar Mãos Frias.

  • Danilo Leite Dalmon

    Ótimo texto, mas gostaria de comentar um ponto que não gostei. As terras natais de Missandei e Verme Cinzento são diferentes de Westeros e de onde era Valíria sim, mas é ruim simplificá-las em lugares de amor, sexo e paisagens bonitas. Parece a carta do Pero Vaz de Caminha descrevendo o Brasil recém descoberto à corte de Portugal. Acho que deveríamos considerar mais os locais estrangeiros como diferentes, não como “simples”, pois se não, vamos fazer a mesma coisa que os europeus (ainda hoje) fazem com países como o Brasil, onde tem futebol, carnaval e só.

  • Nikolas M. Fortes

    Li no site do Drunkwookie a resenha dele, e ele citou algo interessante que ate então eu não havia lembrado ou ligado os pontos: Jon nos livros SABE que Bran esta vivo. Ele encontrou com Summer quando traiu os Selvagens, e também em um sonho (eu acho), quando falou com Bran atraves de um Represeiro, onde simbolicamente Bran “ensina” Jon a deixar seu terceiro olho aberto (uma dica pra ele deixar seu lado Warg rolar). Sendo assim, talvez realmente no proximo episódio Bran se encontre com Jon, explique toda a ideia do Corvo de Três Olhos e seu destino alem da muralha, bem como dizer a Jon para manter Ghost por perto e lhe contar sobre ele tambem ser um Warg.
    Se for pra ser assim, eu ja aprovo essas mudanças, porque afinal, a teoria mais plausivel sobre a suposta morte de Jon é que ele na verdade vai viver na pele de Ghost, então seu lado Warg não pode ser ignorado na serie ! Poderia supor até mesmo que será Jon que vai contar a Davos sobre Rickon e onde ele poderia estar, e mandando procura-lo !

    Sobre o nucleo White Walker, se realmente aquele mestre dos magos gelado for o Rei da Noite, vai ser um puta spoiler, aí é paia .kkkk

  • Diego Natan Canteri

    A partir de agora a unica coisa que ele faz é comer o gafanhotos da Dani não? Acho que se ele entrasse agora só iria ser uma diminuição do personagem, espero que não coloquem ele.

  • Roberto

    Muito bom diretor picas das galáxias…muito bom;

  • Felisberto Albuquerque

    O episódio foi impecável…. Desde Baelor que eu não assistia a um episódio que me fizesse rever… e rever… e rever (O Casamento Vermelho eu já sabia o que ia rolar) e Baelor foi aquele WTF indignado coma morte de Ned… Este foi um meio que WTF pelos WW. Uns acham spoiler outros não, alguns meio spoiler… e por ai vai… Eu gostei muito… Com esta temporada eu aprendi que os livros são a fonte de inspiração, mas a série é como a Ana citou: Meio que uma FANFIC… Porém ainda quero acreditar que tanto série como livros será como citou Jon Snow a Arya em Winterfell pouco antes dele rumar a Patrulha da Noite e ela pra Porto Real:
    “- Por vezes estradas diferentes vão dar no mesmo castelo.”
    ————————————————
    Parabéns pela análise Senhora Ana.

  • Flávio Gama

    Eu nem sabia quem seria o diretor/diretora do episódio, mas pelo visto acertei em cheio ao dizer que foi a melhor direção até agora.
    Ótima análise!

  • Rodrigo

    Todas as cidades do outro lado possuem como simbolo a Harpia…

  • Édipo Pereira

    Boa ideia a respeito da forma que Davos vai conseguir pistas sobre Rickon

  • Pati

    Mas na série o Jon já sabe que é um warg, os selvagens já chamavam ele de warg na série, ele só não dá a devida importância, e parece não saber como isso funciona.

  • Édipo Pereira

    Na série a participação do Benjen foi proporcional aos livros.

  • Nikolas M. Fortes

    Na serie em momento algum é citado o lado warg de Jon, os selvagens chamam ele de Crow (corvo), pelo menos não que eu me lembre … enfim, talvez esse proximo episódio sirva para que finalmente Jon comece a deslizar para a pele de Ghost de vez em quando, vai ficar faltando apenas Arya (essa eu duvido que mostrem)

  • Caramba, isso é verdade.

  • tanira, indicamos fortemente que você assista a série true detective, tbm da HBO. escrevemos sobre ela aqui: http://www.gameofthronesbr.com/2014/02/true-detective-boa-razao-pra-assinar-hbo-um-pouco-mais-cedo.html

  • Joao Palmadas

    Tem tantos lugares interessantes no planeta e Essos e Westeros… Eu acho que não daria para um escritor só mostrar todos. Tudo bem que o Martin não queira que outros escritores se metam na saga principal (e eu acho que nisso ele está coberto de razão), mas ele deveria autorizar alguém a escrever sobre as Ilhas de Verão, Naath, Sothoryos, o Mar de Jade, as Cidades Livres, o hemisfério Sul (já que o mundo conhecido dos livros parece que é só no hemisfério norte)…

  • Joao Palmadas

    A Harpia era o simbolo da Velha Ghis, que foi derrotada e absorvida pelo Império da Valyria. De certa forma, a saga da Dany é uma volta às guerras entre o Dragão e a Harpia.

  • Joao Palmadas

    Bem, eu considero Westeros os sete reinos mais as terras para lá da muralha. Que alias também não são mapeadas, pode ser que haja uma ligação terrestre entre Westeros e Essos, passando pelas terras de sempre inverno, e talvez seja isso que a profecia queira dizer quando diz que a Dani de ir para o leste se quiser chegar a oeste.

    Olha, eu acho a geografia daquele mundo que o Martin criou interessantíssima, e é uma pena que isso não seja mais explorado, nem nos livros, nem na série. Talvez apareça mais um pouco disso na próxima temporada, quando o Tyrion, a Arya e talvez mais uns dois ou três personagens viajarão para Essos.

    Quanto a isso de descobrirem a América, tem uns caras nas Ilhas de Ferro que parecem que descobriram a América e querem levar o pessoal todo para lá, mas ninguém leva eles a sério. Vamos ver no sexto livro.

  • Joao Palmadas

    Como será que a Assembleia dos WW apareceria nos livros?

    Será que o Bran vai vê-los em uma visão e vai descrever para nós?

  • Ives Leocelso Silva Costa

    Por isso que sou tão apaixonado bela série. No livro há indicações sutis, referências veladas, comentários que dão margens a diversas interpretações. A série vai e mostra e diz “é isso e acabou!”.

  • Rodrigo

    Valeu, obrigado! Provavelmente então ela deverá conquistar este território por completo. Menos, é claro, os Dothraki.

  • Mariana Marchiori Rabello

    Uma dúvida: o que aconteceu com os patrulheiros rebeldes nos livros? Eu li os livros mas não lembro.

  • Igor Carvalho

    Quem nao gostou do episodio ta de frescuragem ao EXTREMO. episodio foi muito bom.

    Falam de fillers que nao tem no livro ai eu te pergunto. E DAI? A serie ta seguindo um caminho ainda mais complexo que os livros e menos parado. so nao ve isso quem nao quer.

    Os pov do Bran nos livros sao BROXANTES, quase insuportaveis. me digam, me deem um bom argumento para os produtores não terem feito o que fizeram? colocar alguma ação na historia dele? e ainda usaram o nucleo dos Traidores do Comandante Mormont que nos livros foi praticamente jogada no esgoto, Jon Snow vai ate eles para vingar o comandante e evitar que os traidores passem informaçoes valiosas da muralha prs selvagens. e dai?? MUITO mas MUITO mais foda que no livro essa passagem. Eai pergunto outra coisa que tão reclamando, e dai se o Lock ta na muralha???? O cara ouviu do Theon que os meninos ainda estao vivos, o bolton agiu certo e mandou o Lock atras deles, ele vai a muralha conhece o Jon pra fingir uma amizade e ver se ele tem informaçoes dos garotos, pra forçar essa falsa amizade ele se candidata a ir com Jon atras dos traidores, nada mais. Tao falando ai se o Jon ver o Bran, se o Lock voltar e falar pro bolton dos meninos, vcs realmente acham que esse Lock vai ver o Bolton de novo??? como sao juvenis em? OBVIO que nao. morrerá. E duvido que colocaram um encontro do Jon com o Bran, e ja tao reclamando disso. RIDICULO.

    Agora a parte final, PUTA QUE PARIU, tao nervosinhas so pq souberam de uma coisa foda antes na serie ,do que no livro??? so podem ser filhos de clodovil com David brasil pra tanta frescuragem e revoltinha de menina de 13 anos.A serie tem que começar SIM dar enfoque nos WW, no final da segunda temporada vemos um exercito marchando e POOF, cade mais desses ´´caras´´ na serie nas temporadas seguintes?? Tao querendo que eles apareçam so na sexta temporada?????? rs rs ridiculo.

    Sem falar de como foi foda o filler do tommen com a margery que no livro vira nada depois. tao dando espaço pra ela e de maneira foda.

    quem ta reclamando dessa temporada e louco, revoltado com a propria vida. Enquanto tao revoltadinhas ai o publico esta AMANDO, a audiencia so cresce e cresce.

    Li os livros, sao magnificos.Mas tem nego que se doi quando ve que na serie a coisa ta ainda melhor que no livro. lamentavel

  • Thales Quintiliano

    parabens Ana Carol adoro suas analises e mais ainda os podcasteros escuto enquanto trabalho,,faz a hora passar depressa rsrsrsrs

  • Victor

    Acho q só eu que gosto dos povs do Bran, rsrsrs. Sempre são os mais reveladores sobre toda a história mística de Westeros.

  • Pedro Henrique

    Ele, Sansa e Arya são os melhores pra mim ^^

  • Pedro Henrique

    só é colocar um capuz pra esconder o rosto… acho que eles não colocaram pra não vincular o nucleo de sam a isso e deixar apenas com bran

  • miqueias

    eu que nunca li os livros e claro não vou ler, fico cada vez mais empolgado lendo todos spoilers possíveis e ainda assim quando assisto fico surpreso !!

  • É, mesmo porque mostrar ele bebendo e enjoando uma temporada inteira não será muito comercial…

  • Menos os Dothrakis?!
    Querendo ou não ela ainda se julga Khaleesi com seu modesto khalasar.
    E temos muitos caminhos possíveis com o fim de Dança.
    Então não é impossível ela dominar o território inteiro. 🙂

  • Marcelo Inojosa

    Tb está não estou lembrando…

  • Marcelo Inojosa

    Ótimo ponto de vista Nicolas!! Conconcordo com tudo!

  • Beatriz Correa

    O pessoal que quer Lady Stoneheart no final da temporada com a Brienne esqueceu que a primeira aparição dela vem BEM ANTES dela encontrar com Brienne e Pod…
    Um certo Frey enforcado, lembram?

  • Rodrigo

    O Khalasar sumiu da série. E pelo visto no 5 episódio, ela vai ficar muito tempo por lá.

  • tanira

    eu assisti True Detective! excelente série!
    obrigada pelo link da matéria.

  • Eu não lembrava que nos livros Bran, Jojen e Meera são capturados pelos ex-Night’s Watcher e tudo isso se desenrolava. É real mesmo? Pq a primeira sensação que eu tive foi: Espera aí, nada disso acontece no livro!!!

  • Thiago Barros Soares

    Só falta o Brann ‘entrar’ na cabeça de um WW…

  • Thiago de Paula Carvalho

    Não, isso não acontece nos livros… lá eles seguem cada vez mais para o norte, guiados pelo Mãos Frias…

  • Thiago de Paula Carvalho

    No livro não é dito o que acontece com eles… os eventos depois que Jon retorna à muralha são mais rápidos, e não sobra tempo para a patrulha lidar com os desertores….