Análise do Episódio 4.02 ‘The Lion and the Rose’ (com spoilers)

O texto a seguir possui spoilers do livro A Tormenta de Espadas, A Dança dos Dragões e O Festim dos Corvos que ainda não foram adaptados na série de TV. Se você não leu os livros ainda, pedimos que leia esse texto. Este episódio adaptou os capítulos Sansa IV, Tyrion VIII de A Tormenta  e inspirou-se em algumas diversas passagens dos outros dois livros seguintes, como Fedor I.

LION_ROSE copyUau. Muita gente teve a sensação de que este episódio teve muita violência gratuita do começo ao fim. É bem claro que, enquanto várias pessoas nesse episódio são caçadas, humilhadas ou envenenadas por alguém, ninguém faz absolutamente nada para ajudar. Sabe, este é um recurso que Martin usa para espelhar a nossa propria preguiça em relação a temas muito recorrentes no nosso mundo. Não foi a toa que ele foi o escolhido para construir o clima deste episódio em especial. A morte de Joffrey não traz absolutamente nada de bom para essa história. Porque do jeito que este sistema político e social é construído, um sistema que permite que monstros estejam no poder, não adianta um destes monstros ser abatido. Enquanto isso, outras criaturas iguais ou ainda piores estão apenas observando, quietas na sombra, a espera. Outras estão ainda mais evidentes e soltas, correndo, caçando…

No Forte do Pavor: …Tansy.

ramsay_myranda
Aqui vemos Theon (que como as pessoas em várias partes de Westeros) assiste a atrocidades e não consegue agir, porque foi treinado a aceitar, sentir medo e obedecer. O Fedor dos livros, a esta altura, não é mais alguém que seria facilmente reconhecido. Algo muito mais brutal e agonizante acontece com ele gradativamente. Não em semanas, mas em longos meses. Ele tem os cabelos brancos e ralos e é tão magro que de fato se parece mais com um animal. E de fato, fede. Tanto, que ninguém consegue ficar perto dele. Fedor está tão magro, fraco e mentalmente perturbado no livro, tanto que ele sente medo dos dois garotos Frey de oito anos de idade que o apavoram vez ou outra. E ele inclusive é tão humilhado por todos que dorme com os cachorros e divide a comida com eles. Come quando algo sobre para ele. Acredito que a maioria dos leitores o comparou ao Smeagol de O Senhor dos Anéis. Lembro-me dos vários episódios em que vimos Theon ser machucado e torturado na temporada passada, e o quanto aquilo parecia gratuito. Hoje vemos que aquilo serviu para dar mais consistência ao Theon que vimos neste episódio. Um Theon já quebrado, já transformado em um bicho de estimação. Pensando assim, colocar em tela o Fedor que conhecemos em A Dança dos Dragões seria algo realmente terrível. Alfie Allen é uma força da natureza, um ator muito, muito bom no que faz. Deu pra sentir a sua dor física quando ele tentava acompanhar Myranda e Ramsay em sua caça a menina Tansy (Que em português conhecemos como Tanásia. Uma homenagem aqui a planta abortiva que Lysa Arryn tomou a mando do pai no passado).

O que é legal também dos livros são aqueles personagens horrorosos que trabalham pro Ramsay como o Damon Dance-pra-Mim e o Caralho Amarelo. Será que os veremos na série?

Roose não gosta do que vê mas, assim como Cersei, permitiu que o filho se transformasse em quem ele é de certa maneira. Agora se arrepende de ter confiado tanto nele, mas perceba como ele em momento algum tenta colocar algum tipo de consicência na cabeça do filho, apenas reforça o fato dele ser um bastardo burro e imprudente e de que aquela bandeira pertence apenas e ele. Então, Ramsay está desesperado para se provar para o pai. Sempre esteve, e por isso quebrou Theon. Deu até uma sorridente boas vindas a nova mãe. E deu de presente ao pai a informação de que os garotos Stark estão vivos, indicando a provável localização (e ao ir atrás de Jon espelha o desejo de Cersei em eliminar o bastardo de Winterfell, como vemos em O Festim). Tudo está convergindo para Jon agora e, depois do julgamento de Tyrion, muito irá convergir para Dany gradativamente. Isso é muito interessante.

Em Pedra do Dragão: O Inferno é aqui.

selyse_baratheon
Do século XV ao XVII, queimar mulheres consideradas ‘bruxas’ era algo recorrente. Game of Thrones subverte este conceito colocando a bruxa de fato fazendo a maldade contra a Fé popular, e não o contrário. Ela queima seus deuses e seus corpos pecadores. Axell Florent nos livros é o tio avô de Sam, da Muralha, além de tio da menina Shireen. Nos livros, o homem condenado é Alester Florent que tentou acordar a paz com Tywin, mas ele infelizmente não ganhou uma história na TV. Vê-lo chamar pela irmã e a sua reação é uma tremenda construção de personagem pra Selyse da série, que de fato é muito mais legal, e interessante. Sua loucura é divertida, acredito que muitos que estão lendo esse texto agora conhecem alguma Selyse da vida real. Uma pessoa muito perigosa por estar cega com suas crenças. Uma pessoa que pra tudo tem uma explicação simples (ah, minha filha teve escamagris e agora seu rosto está marcado?; É claro que é o senhor da luz agindo, punindo-a. preciso puni-la também). E depois de observar que Alex Graves se divertiu muito ao filmar essas cenas em Pedra do Dragão, fica mais fácil digerir aquele Stannis tiozão que não se mexe e não tem voz. Apropriada no entanto é a mudança de caráter que percebemos aqui: ele gosta da filha e se preocupa com ela.

Screen Shot 2014-04-17 at 17.11.43
Shireen é uma coisinha doce e fabulesca. E é muito bacana que seja nela que Melisandre tenha deitado a mensagem mais sombria do episódio, por incrível que pareça. Pois o tio de Shireen, ascendeu sua alma e já viveu o seu inferno, que era aqui. O Deus da Luz e o Deus da Escuridão, e eles atuam enquanto estamos vivos.

Além da Muralha: Procure por mim, embaixo da Árvore.
Essas visões de Bran parecem-se muito com algo que Jojen deve ter visto no livro A Fúria dos Reis, uma vez que seja ele e Mãos Frias quem acabam guiando o garoto até o Corvo gradativamente entre os livros e não tivemos essa parte mostrada na série ainda. O imaginário e a plástica dessas cenas nos lembram muito a versão das visões de Dany na Casa dos Imortais da série, não é? Principalmente quando vemos o Salão do Trono coberto de neve e poeira. É muito importante que a gente se lembre que foi George quem escreveu este episódio, por isso essas visões podem sim ser tão relevantes quanto aquelas que  vemos em A Dança. Não sei até em que ponto isso pode ser decisivo na história e, como sabemos que George nos apresentou visões muito melhores que essa, fica a sensação de que essa passagem das visões realmente seja algo que Jojen vê nos livros. Pois este Bran que vemos aqui é o de A Dança dos Dragões. Como cada vez sua história chega mais perto de se encontrar com seu último capítulo do quinto livro, fica a sensação de que Bran ainda terá muito mais dessas visões. Portanto, essa pode ter sido apenas uma visão verde, e Bran ainda poderá ver com os olhos de uma árvore e ver o passado. As coisas que ele viu, portanto, são apenas visões de seu passado e de um possível futuro:

tumblr_n42imsD63M1rik3k0o1_500 tumblr_n42imsD63M1rik3k0o2_r2_500 tumblr_n42imsD63M1rik3k0o3_r1_500 tumblr_n42imsD63M1rik3k0o5_r1_500 tumblr_n42imsD63M1rik3k0o6_r1_500 tumblr_n42imsD63M1rik3k0o7_r1_500 tumblr_n42imsD63M1rik3k0o8_r1_500
Não foi a toa o perigo eminente dele passar tempo de mais dentro do seu lobo e esquecer-se de quem é ser representado momentos antes dele ter a necessidade de tocar a árvore. Bran é um warg e tem a visão verde, ele é um em um milhão e seu destino parece-nos extremamente sombrio. As duas imagens mais impressionantes desta visão estão a seguir: Um White Walker sendo quebrado em um lugar envolto a uma luz parecida a da aurora boreal, uma criança transformada em uma criatura e Ned.

1AN5KmL QP5bex6 r3udFJD
Na primeira temporada, sabemos que Bran e Rickon previram a morte de Ned e sonharam com o pai nas criptas. Poderíamos argumentar que esta visão é uma repetição do que Bran viu naquele momento e não nos foi mostrado. Mas… as criptas de Winterfell estão no coração e nas teorias malucas de muita gente. Tem gente que acredita que criptas poderiam ter alguma pista da paternidade de Jon, algo que estaria escondido no túmulo de Lyanna especificamente. Logo, mostrar Ned seria insinuar que ele sabia algo sobre as criptas e sobre o segredo de Lyanna e Rhaegar que ele levou consigo para o túmulo. Quanto a visão da garotinha, ela se parece muito com a menina morta de olhos azuis que vemos no primeiro episódio da primeira temporada (Winter is Coming). Algo a se admirar nesta cena é a capacidade de Martin de mostrar que a turminha de Bran está passando por dificuldades, muito frio e muita fome. Esses pequenos detalhes fazem tudo parecer mais convincente. Quando os Starks dizem que o Inverno está Chegando, é disso que eles estão falando.

Em Porto Real: Quem mataria um homem no dia de seu casamento? Apenas um monstro!

tumblr_n46hmiGZgd1r1xhpco1_500

Faltou a Penny… provavelmente não a teremos.

Neste episódio em especial, a câmera de Alex Graves fez questão de retratar Tyrion pequeno em relação as outras pessoas. Muitos do planos foram construídos para reforçar a  ideia de que ele é um anão, puxando a narrativa para o momento em que ele seria humilhado publicamente por ser um. Tudo começa na cena com Jaime onde vemos os dois jantando e um irmão dando força pro outro. Jaime é claramente maior do que Tyrion na mesa. Sabemos que isso é algo inédito que não vemos nos livros, quando Jaime chega a Porto Real, Tyrion já está condenado a morrer. Mas a criação dessa cena dá espaço a diálogos muito interessantes, onde vemos mais uma vez Tyrion usando-se para mostrar que a deficiência do outro é igual a dele: ‘Somos o aleijado, o duende e a mãe da loucura‘. No primeiro livro, ele conta a Bran: ‘Eu tenho um fraco no meu coração por aleijados, bastardos e coisas quebradas‘. Tyrion fez isso com muitos personagens até aqui e é o que faz com que a gente se identifique e torça para o personagem. Quando vemos nele um espelho para as nossas falhas humanas ou físicas, nos aproximamos do ideal de buscar ter uma mente afiada, ao invés de ter um corpo belo ou carisma, por que essas coisas no final das contas não te garantem nada. De um dia pro outro você pode perder a sua mão da espada e, então, o que restará de você?

Depois cortamos para Bronn treinando Jaime. No livro, Jaime neste momento é treinado pelo seu colega de infância, Sor Addam Marbrand (que até já apareceu na série) e mais tarde (Em O Festim) Jaime escolhe Ilyn Payne  para fazer isso, pois ele é discreto uma vez que não tenha língua e não consiga falar que Jaime tem dificuldades. Engraçadíssimo que muita gente levantou a  bola de que o correto seria ter dado a Jaime uma mão que fosse uma espada, e não uma mão de ouro. É verdade, mas George criou isso há muitos anos e substituir falhas por ouro é o caráter Lannister de lidar com problemas.

Conhecemos Mace Tyrell! Drink deep and live long, ele fala, quando dá ao genro um lindo cálice. Que coincidência. Todas as pequenas cenas que Martin escreveu para enriquecer este casamento foram ótimas! O casamento em si, a justa dos anões pantomimeiros, a participação dos integrantes do Sigur Rós, a insatisfação de Varys, Olenna levantando a questão da dívida que a coroa tem com o Banco de Braavos em paralelo aos gastos ridículos com esta cerimônia, Jaime e Loras se estranhando, Loras e Oberyn sendo promíscuos… e Cersei. Ah, Cersei.

Ao perceber que agora não é mais a rainha, Cersei deu uma voadora de passivo-agressividade em todo mundo por quem passou. É como se estivesse apegada aos últimos segundos de relevância que ela teria direito. Maltrata Pycelle, que estava sendo um pevertido, mas também maltrada Brienne sem motivo algum, apenas porque pode. E é interessante que ela tenha anulado o que Margaery disse sobre levar comida aos pobres, porque esse duelo entre as duas rainhas será algo bastante recorrente na história a partir de agora. E em se tratando das intrigas de Cersei, aquele diálogo em que Bronn insiste para Tyrion que Shae foi colocada em um navio, deixou uma sensação de que… ela não está no navio. Uma sensação muito amarga. Mostrar Shae ser chata, chorona e gritona para depois mostrá-la morta para que a gente se sinta mal, vai ser um trunfo realmente sensacional dessa série de TV. Mas os maniqueísmos deste episódio não param por aqui.

Os insultos culturais são muitos bons. Bastardos são concebidos pela paixão, diz Oberyn. Cersei deveria saber bem disso, já que concebeu três. É muito legal que eles tenham essas duas culturas diferentes frente-a-frente: Martel/Sand e Lannister. Eles nem são tão diferentes assim, mas é curioso e ridículo como essa questão da cultura te separa de outras pessoas, né? E quando Oberyn cita Myrcella (aliás, a atriz está empolgadíssima para voltar a série), ele está pontuando que ela será criada em uma outra cultura, onde bastardos são bem vindos, onde há mais respeito e exatamente onde Cersei deita e rola em sua ignorância e prepotência. Assim como Joffrey, ela é o tipo de pessoa que está muito acostumada a ser cruel e pouco acostumada a mostrar algum tipo de poder que seja real e que transforme algo. Tywin é capaz de mostrar esse poder real, e é por isso que se cala quando tem a chance (quando Oberyn solta a indireta do assassinato de Elia e os bebês).

É importante notar que o recast de Tommen, seja lá por qual motivo tenha sido realizado, dá a entender que a produção da série estava interessada em um garoto com a idade de Joffrey, para que o casamento com Margaery não seja tão esquisito, e para que o garoto possa ter cenas mais adultas mantendo o ‘padrão Porto Real vida louca’ que já conhecemos. Tommen da série não terá como gostar de gatinhos, de brincar e de carimbar papéis com seu dedo. Ele já está mais grandinho. Sei que todo mundo já comentou isso, mas gostaria de repetir: um dos momentos favoritos deste episódio é quando Tommen de regozija com a apresentação da pantomima e, com um olhar triste de Tyrion, ele percebe que não deveria fazer aquilo. Foi muito bacana. Tommen e Myrcella são muito fofos e, diferentes do que estamos acostumados a pensar de um Lannister. Mas ainda sim, são filhos de sua mãe.

As cenas do casamento estão em capítulos de Sansa e Tyrion em A Tormenta. Algumas coisas ficaram de fora deste episódio, como quando Tyrion, durante a entrega de presentes a Joffrey, sugere que Joffrey gostaria de ter ganhado um punhal com osso de dragão, ao invés do livro do Mesitre Kaeith. Joffrey, neste momento, estaria sendo acusado (com razão) pelo tio de ter tentado matar Bran quando ele estava em coma durante a primeira temporada. Nessa parte do livro também vemos Oberyn e Ellaria interagindo com Sansa, algo que infelizmente não veremos na série. Aliás, sobre Sansa no livro, Ilyn Payne está presente no salão de comemorações e ela fica horrorizada ao perceber que ele não carrega mais a espada de Ned (Gelo). No livro, Tyrion está levemente embriagado no momento em que Joff e Margaery se casam do Septo de Baelor e continua bebendo até o cair da noite quando começa o banquete. Ou seja, Tyrion passa o tempo todo embriagado. Além disso, as comemorações do casamento acontecem em um salão na Fortaleza e vemos algumas coisas bizarras, como dois anões simulando uma justa montados em um cachorro e um porco (no caso os anões são Merreca e Oppo) e vemos até um urso dançando durante as festividades. É algo mais caótico e menos organizado do que a série, e dá espaço para os nobres se sentirem mais confortáveis e sádicos quando Joffrey faz o que faz com o tio.

Por que Joffrey é um personagem tão odiado? Você percebe que, mesmos ele estando morto, você ainda o odeia? Que ainda não se sente vingado? Joffrey foi um dos únicos personagens que Martin criou que não tem tons de cinza. Ele é negro, não tem uma história pra contar, não tem um ponto de vista. Ria dos outros, maltratava, matava. Na série, prostitutas. Nos livros, gatinhos. Nos dois, Ned Stark, Sansa, o tio, a mãe. Ele é um garoto rico, nobre, que se transformou em um rei. Sua auto-importância, sua crueldade, a tendência de se esconder na hora de mostrar o seu trabalho, sua falta de coragem, inteligência, humildade, bondade, amor… Joffrey é uma banana psicótica, assassina, mole e estragada com uma coroa na cabeça. Mas porquê você se importa tanto com isso?

Joffrey está mais interessado na crueldade do que em sua esposa, família, porta-estandartes, vida. É o dia de seu casamento e ele tem uma esposa linda e toda uma vida de reinado e prosperidade pela frente. E nada disso o apetece mais do que humilhar, rir e passar os dias fazendo absolutamente nada com sua vida. Tyrion por sua vez luta para manter sua dignidade, lembrando-se sempre de que aquele é de fato um garoto adolescente que precisa de mais educação por parte de mãe, que precisa ser mais respeitoso, que não precisa de nada daquilo do que está lhe sendo servido.

Cersei amar Joffrey do jeito que ele é, rindo de suas brincadeiras, de seus anões, de sua crueldade, nos mostra que ela também não sabe amar. Assim como Tywin que assiste a tudo passivamente com um leve sorriso no canto dos lábios.

Sua morte foi uma das coisas mais violentas e acertadas que você já deve ter visto na TV, mas ela não traz um senso de justiça. Ela é precedida por uma série de momentos terríveis e bizarros, de vilania e humilhação. E então ela acontece. E a seguir, o que veremos é ainda mais vilania e humilhação neste núcleo. Joffrey era uma criança. E a situação em que ele morre, gera uma série de sentimentos confusos. Ele ainda é uma criança, e morre engasgado nos braços da mãe. Em uma peça de ficção, é normal que a gente sinta simpatia pelo final de um vilão, tão sem camadas como Joffrey. Mas essa simpatia que a ficção nos faz sentir é algo vilanesco em si. De repente somos Joffrey, batendo palmas e rindo de alguém que está sem ar, vomitando e sangrando pelo nariz. Todo mundo na ponta do sofá, mal acreditando no que estava acontecendo. Pessoas felizes, comemorando. Atitude contrária a das pessoas que estavam ali. A morte terrível de um garoto que morreu engasgado, desesperado por um pouco de ar, sangrando pelo nariz e pelos olhos. Joffrey morreu como nasceu: atormentado, venenoso, pedindo o colo da mãe. É correto comemorar isso? Não sei, mas de uma maneira muito esquisita é bom. Joffrey era um problema (ninguém estava feliz com seu show) e precisava ser eliminado.

Este foi um episódio muito importante para a jornada de Sansa, Martin escreveu um episódio definitivo pra ela sem precisar fazer com que a personagem sequer falasse algo. Sansa tem esse poder de demostrar muito em coisas que não precisam ser ditas. Sua introspecção e seu poder de mostrar-se forte ao assistir seu irmão ser ridicularizado e literalmente fodido pelos Lannisters é algo brilhante. Como mármore, procelana e aço, envoltos em camadas de seda, tranças e educação (e ok, colares venenosos). Martin sabe escrever pra essa personagem. Lembram-se de “Blackwater”, e como ela fez um trabalho memorável naquele episódio?

Falando em episódios escritos por Martin… assim como no ano passado, Martin este ano ficou responsável por um capítulo onde coisas extremamente distintas aconteciam. Fica difícil dar um tom de ‘capítulo’ para esse episódio. Muita coisa misturada desse jeito as vezes não é legal (Bran e Joffrey). Mas, são dez episódios por temporada e a montagem deles com certeza vai fazer mais sentido quando a temporada acabar.

Game of Thrones tem sido cada vez mais um deleite para quem leu os livros, justamente por estar se aproximando tanto de todos os livros já publicados. Spoilers vão fazendo cada vez menos sentido enquanto mais pessoas vão descobrindo os acontecimentos mais importantes da história. “The Lion and the Rose” é um dos melhores episódios da série, e as cenas do casamento de Joffrey, uma das melhores seqüências, muito bem escritas. Roteiro inteligentíssimo e fiel. Experiência única. Martin e Alex Graves desenharam de maneira muito inteligente a trama por trás do culpado pelo envenenamento de Joffrey. Há muitas pistas falsas (como Sansa pegando a taça no chão e o curioso aperto de mão de Margaery e Brienne em cima de uma taça de vinho), mas as verdadeiras foram colocadas de maneira muito generosa. É bem claro que vovó Olenna roubou uma das pedras do colar de Sansa, que subistitui sua rede de cabelo com ametistas de Asshai.

111760-Sansa-Stark-necklace-purple-we-uCNiToda essa temporada será apoiada neste episódio e a partir daqui, nada mais será como antes. Este foi um episódio tão intenso, com muitos acontecimentos simultâneos e que agora parece uma torta seca entalada em nossa garganta. Precisamos de respostas e desfechos. Precisamos de um bom vinho para ajudar essa ansiedade a descer, suavemente.

Está de parabéns editora Bantham Books que divulgou capítulo do casamento em seu site, pouco tempo depois que o episódio foi exibido. Fica a dica, Leya!

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Matheus Dantas

    Então quer dizer que não vai ter a Merreca?

  • Tiago Rodrigues

    Estou curioso pra saber como será a morte de Tywin.. se será Tyrion a fazer ou algum outro acontecimento… btw, isso vai demorar bastante, provavelmente pra lá do cap 04.. ja que ainda temos Lord Snow defendendo a muralha e Daenerys tomando Meeren

  • Hugo Ferreira

    Parece que não :/

  • Hugo Ferreira

    Parabéns Ana!
    Grande trabalho de análise feito!
    Sim, muita coisa falta por vir…

  • Regicida

    Só eu que não percebi que a velha roubou uma pedra do colar da Sansa? o__O

  • LyannaStarkWIC

    Será que Pycelle se lembrou de alimentar os cachorros?

  • Amei a resenha, de verdade. Geralmente eu comento trecho a trecho, mas senti que o seu texto correu tão bem, tão naturalmente, que nem fiquei parando para fazer observações aqui e ali. Senti que você foi mais sucinta também, talvez ansiosa pra chegar nessa reflexão muito bacana sobre o Joffrey e o que sentimos com a morte dele.

    Nossa opinião sobre spoilers é diferente, e vez ou outra batemos cabeça no twitter com isso, mas o que você falou é totalmente válido – cada vez mais os leitores perdem esse trunfo do spoiler, e isso está deixando tudo mais legal!

    Parabéns Ana!

  • Nath

    Depois desse segundo episódio só posso esperar o seguinte desses acontecimentos:

    – Batalha na Muralha: vai ter uma dúzia de carinhas brigando à noite, câmera corta pra cá e corta pra lá (truques cinematográficos), Stannis chegando com mais uma dúzia de peões. Inclua aí algumas CGI e pronto: será tão podre quanto a atuação do Jon Snow e o Purple Wedding.

    – Conquista de Meeren: vão preparar uma batalha maior com aqueles figurantes marroquinos e vão aumentar com as CGI. Os dragões devem aparecer uns 15 segundos no máximo. Depois de algum tempo, “Dracarys” e pronto: Danny conquistou Meeren, ela vai reclamar de alguma coisa como sempre, vai dar um pé na bunda de Sor Jorah e até a próxima temporada!

  • Nath

    Quem se importa? Ela pode aparecer depois, como habitante de Essos. Aí eles acham algum motivo para ela odiar o Tyrion antes de ficarem amigos e pronto: problema resolvido.

    Obs.: Os homens a mando da Cersei podem cortar a cabeça do irmão dela achando que era o Tyrion (pode ser um dos anões do casamento), logo esse argumento continua valendo para a raiva da Merreca, mesmo ela não comparecendo no casamento.

  • Parabéns, Ana. Ótima análise e pelo visto você viu a mesma (grande) qualidade que eu também vi nesse episódio. Foi realmente intenso.

  • Interessante a analise do Joffrey. Acho que a descarga emocional sobre a morte dele, foi pelo fato de ser o episódio que ele está mais insuportável e cruel. Acho que todo mundo queria matar ele o episódio INTEIRO, e ele morrer no final foi uma grande satisfação. Jack conseguiu ser mais insuportável do que nos livros. E provar de uma vez por todas o ator FODA que ele é!
    Ps. Acho que eles não colocaram a Mereca, pq ainda vão escalar a atriz nas próximas temporadas
    Parabéns pela Resenha!

  • Júlio Felipe Hartmann

    Cara isso vai ser no décimo ep, no mínimo. Isso se nao ficar pra próxima temporada. Porque só a luta que condena Tyrion é no nono. The viper vs The Mountain.

  • Andrea Avalos

    Nesse link das visões de Bran, esta escrito ” Pela segunda vez vemos neve no trono de Ferro. Só estou dizendo.” HAHAHAHAHA! Snow!

  • Júlio Felipe Hartmann

    Eu quero saber quando será a morte de Balon Greyjoy, e se o pessoal verde que só olha a série vai lembrar quem é, e se tão se ligando nas salamandras de Melisandre (ja que foi na outra temporada). O meu irmão, por exemplo, que só olha a série, ja esqueçeu faz tempo.

  • Felipe Rozante

    A morte de Tywin acredito que será um dos últimos episódios, tem muita coisa pela frente, o julgamento, o duelo Oberyn X Montanha, a fuga dele é meio que um desfecho que gera um gancho pra próxima temporada.

  • [email protected]

    Não.

  • Elivelton santos

    Se tem um personagem chato que não acrescenta nada de interessante na estória este alguém é Merreca. É incrível o modo que os capitulos do Tyrion ficam desgastantes depois que ela aparece.

  • Alan Oliveira Duarte

    Nem fale em torta, que a torta de Frey ainda vem aí! (pra mim essa foi uma das poucas situações de ASoIaF em que o gosto de vingança veio à boca…essa e a de Cócegas, tanto por Jaqen quanto por Arya rsrs)…Esse senso de realidade que os livros de Martin nos trazem, como a questão que você trouxe brilhantemente em relação aos sentimentos confusos que surgem em relação à morte de Joffrey, está entre os fatores que, pra mim, tornam essa série/esses livros inesquecíveis.

  • Fernando Permanhane

    Acho que ela aparece na próxima temporada ou na outra, e vão mudar a história dela (seria péssimo se a cortassem, acho ela importante pro Tyrion u-u)

  • Andrea Avalos

    As análises dos capítulos sempre são perfeitas, as melhores são daqui (eu leio também alguns blogs de ASOIAF da Espanha e Argentina). Eu sinto que devemos te agradecer, porque isto é necessário, casa vez mais, a medida que a serie avança, esta análise detalhada, minuciosa, que gera perguntas (se tal personagem foi cortada, então quer dizer que no futuro….?), porque eu acho que não veremos The Winds of Winter tão logo, e como os produtores da série já sabem o final, é aqui que vamos ter as maiores revelações, acredito, na forma destes detalhes. O tempo vai passando e o show must go on, eu realmente acredito que não demorará muito para começarmos a ver coisas que até Dança não estavam reveladas ou não estavam claras,e mais agora com a renovação de duas temporadas mais. E o medo da série alcançar os livros, se manifesta, sei que Georgito falou que não teme isso, mas….

  • EduardoHosoda

    Eu estava na esperança de ler algumas teorias/interpretações sobre as visões que Bran teve quando tocou o represeiro…

  • Germana Azevedo

    adorei o episodio,principalmente por nao ter a cena de sexo gratuita,fiquei triste por não ter a cena de interação de sansa e tyrion com oberyn e ellaria,e adorei a cena dos anões,e a interpretação de sophie naquela cena

    Afie ta magnifico
    amei esse episodio
    acho que essa temporada vai ta incrivel

  • Daniel Batista

    putz eu fique parando o video pra quando a Olenna tinha tirado uma das pedras do colar da sansa

  • jean

    Excelente resenha, a melhor que li até agora… Parabéns!!
    Dito isso, não há como negar que essa temporada merece ser a melhor da série, talvez um pico que a mesma nunca alcançará, o terceiro livro é o auge da história até agora e será muito complicado as próximas temporadas terem tantos bons acontecimentos.

  • Chris

    Na cena em que Cersei e Tywin conversam com Elaria e Oberyn sobre os bastardos em Dorne e Porto Real, fiquei esperando que o Oberyn citasse as 9 Serpentes de Areia dele, mas isso não aconteceu. Será que elas serão cortadas da série? Pra mim seria uma pena, mas com a quantidade de personagens novos que irão aparecer na próxima temporada isso é possível (aí Elaria pode substituir todas elas).

  • Arthur Britto

    Ótima análise. Faço questão de ler toda semana…

  • a verdade

    Melisandre vai lançar um feitiço e todo mundo vai cair morto

  • Vinícius Novelli

    Quero logo ver quando Bran entra na caverna e encontra os Cantores… Como será que eles serão retrados na série? E a Arya então, chegando em Bravos?

    ena que não tem o Belwas, O Forte para matar o campeão de Meeren seria muito engraçado ele cagando no corpo do cara UHSAUHSAUHA

    Mas enfim, esse EP eu tive pena do Joffrey, como foi dito ele era apenas um adolescente louco pelo poder… Pensando que ele pode fazer tudo e várias coisas mais…

  • Lionel Dayne

    Sério que essa ´é a mesma pessoa que fez a analise do episódio 4×01? Aquela analise foi tão boa que fiquei a semana toda esperando por essa. E então me decepcionei.. praticamente só pôs escrito o que vimos na tv e não acrescentou nada novo diferentemente da outra analise quando me fez abrir os olhos para mais coisas que o episódio mostrava

  • tem razão, eu acho ela meio boring também…

  • Lionel Dayne

    Isso tá mais pra indicar que o inverno vai chegar pesadamente até na capital. Até porque Snow são todos os bastardos do Norte e não só o Jon… Será que o Ramsay vai sentar no trono de ferro então?!! ‘–

  • Mallandrox dos mamilos rosados

    Adorei o texto. Foi muito bom ler!

  • Lionel Dayne

    Esse episódio foi bom também pra indicar o ínicio do colapso mental da Cersei.. Ao sentir que está perdendo o seu posto de Rainha, ela que em A Game of Thrones foi realmente a Rainha astuciosa e maquiavélica que enganou Ned e se livrou perfeitamente do Rei gordo, agora começa sua derrocada. A morte de seu primogênito, a perda daquela paixão pelo Jaime e seu posto de Rainha do reino, tudo isso à inícia naquilo que veremos culminando com sua sequencia de ações loucas e estúpidas do quarto/quinto Livro

  • Vitor Magnago

    Na minha opinião a morte de Balon não vai ser muito retratada como a morte de Robb e Jofrey. Nos livros estas duas foram bem detalhadas através de POV’S já a de Balon foram só boatos/notícias de que o rei das ilhas de ferro morreu, sem capítulos descrevendo sua morte.
    E foram sanguessugas, não salamandras.

  • Joao Palmadas

    Eu tenho a impressão que o George está escrevendo os dois últimos ao mesmo tempo, The Winds of Winter e A Dream of Spring, e eles serão publicados com um ano de diferença.

  • Joao Palmadas

    Snow no Trono de Ferro? O da muralha ou o bastardo do Bolton?

    E se for o rei dos White Walkers no trono de Ferro?

  • Joao Palmadas

    Eu acho que eles não colocaram e nem vão colocar a Merreca porque não querem ser linchados pelos fás do Tyrion.

  • Joao Palmadas

    Lembrou, com certeza. Aquele lá nasceu para ser capacho da Cersei.

  • Joao Palmadas

    Foi uma cena muito sutil para a televisão. Eu acho que nos próximos episódios eles vão aprofundar isso.

  • Joao Palmadas

    Não estão mais filmando no Marrocos, eu acho. E eu acho que ela sofrerá uma tentativa de assassinato, também.

  • Joao Palmadas

    Sinceramente, eu acho a Shae da série muito mal feita e uma descaracterização total do personagem (e se ela se voltar contra o Tyrion depois, aí fica ainda pior), mas eu até acho melhor a Shae se encontrar com o anão em Essos se for esse o preço a pagar para não ter que aguentar a Merreca.

  • Joao Palmadas

    Eu acho que será no terceiro ou no quarto episódio. Espero que a morte do Balon apareça na tela. Claro que eles podem muito bem fazer como nos livros, mandar alguém dizer que o Balon morreu e pronto. Mas se morrer em cena na série será muito melhor.

  • Joao Palmadas

    “Assim como Tywin que assiste a tudo passivamente com um leve sorriso no canto dos lábios.”

    Interessante a descaracterização de Tywin, que nunca sorria e nunca se divertia. Interessante também seria um paralelo entre Tywin e Roose Bolton, um é indiferente ao seu monstro, o outro critica seu monstro. Bolton é cruel, quando há um sentido na crueldade, ele não vê sentido na crueldade de Ramsay e o critica por isso. Já o Tywin pareceu não se importar com a crueldade do neto… Duplamente estranho, porque nos livros isso o preocupa (tanto que ele quer afastar Cersei dele) e também na série, na temporada passada (já que apoio Tyrion quando o Joffrey quis despir a Sansa no dia do casamento dela).

    Alias, esse já é o terceiro casamento que dá errado nessa história. E ainda veremos quatro: o da Dany com o Hizdahr, o da Lisa com o Mindinho, o de Myercella com Trystane e o de Ramsay com a “Arya”. Tem também o da Margaery com o Tommen, mas esse eu ainda não sei se dará certo ou errado (até que poderia dar certo, se dependesse só dos dois). Stannis disse que os casamentos se tornaram tão perigosos quanto as batalhas. Pelo jeito, ele aprendeu a ser profeta com a Melisandre.

  • Joao Palmadas

    Pura verdade. Ela começa a endoidar a partir daí. Espero que ela tenha aprendido a dura lição do final do quinto livro e volte mais esperta no sexto e no sétimo.

    E também espero que contratem uma dublê de corpo bem gata para andar pelada pela cidade.

  • Joao Palmadas

    Strong Belwas lutou nas arenas de Meereen, então ainda é possível que ele apareça na série. A série que cortou Coldhands, cortou The Bloody Mummers e talvez ainda corte Lady Stoneheart.

  • Joao Palmadas

    Aí todo mundo ressuscita como White Walker e ninguém é rei, porque as laminas do trono de ferro são fatais contra os White Walkers.

  • Martins

    Mtoo boa análise! Parabéns!!

    Cara, eu acho que Bran não vê neve na sala do trono, eu acho que aquilo são cinzas… sabe, dragões… ataques a capital….fogo…DRACARYS!!!

  • Rafael

    A questão do Joffrey é que ele tem todos os defeitos que um ser humano não deveria ter, ele não possui qualidades, e quando você coloca poder você consegue vê toda a extensão de seu caráter.

  • Rafael

    No livro ela apenas descobre o que estava acontecendo por causa de Sansa que conta tudo para ela.

  • HU3zileiro

    Feliz Páscoa!

  • diegomarcelini

    Acho que foi Mance quem disse que escavou todo o norte atrás do berrante de joramund e agora com esse Outro no que parecer ser uma prisão de cristal, junto com a fala “ele nos viu” acho que da pra pensar no q aconteceu

  • Nath

    Não vai demorar muito para os Snow morrerem também. Tanto Jon como Ramsay.

  • Nath

    Tenho certeza que vão ser cortadas. No máximo vão deixar uma ou duas (e vão fazer o favor de mudar o nome delas…).

  • Bruno Ferreira

    No primeiro parágrafo da parte do Bran, algumas palavras estão faltando e tem alguns errinhos de português, galera.

  • Nath

    Também curti. Ver alguém morrendo com sintomas similares a da asfixia é muito mais legal que cenas de sexo gratuitas, principalmente quando o sangue começa a escorrer por todas as aberturas da pessoa (ainda mais quando a pessoa é o Rei Joffrey).

  • Nath

    Ou com 10 anos de diferença. Quem se importa? Os livros são dele, e se quiser matar alguns leitores enquanto eles esperam, é justo.

  • Bruno Ferreira

    Como assim “parece com o que a Daenerys viu no 2×10” “parece com a menina do piloto”. SÃO as mesmas coisas, as mesmas cenas repetidas..

  • Renatinha

    Foi muito discreto, mas no proximo episodio vao ter que mostrar de novo pra galera que nao leu os livros

  • Anon Anonimo

    O mais engraçado foi o Euron aparecer no dia seguinte da morte do irmão, que tinha banido ele, e sem perder tempo se auto-proclamou Rei das Ilhas, coincidência!? Bem, o interessante mesmo foram os homens de ferro indecisos quanto a quem iriam seguir. No geral, o núcleo das ilhas não é até então tão relevante para o resto de westeros, então cortes deveriam ter sido feitos, ou então teriamos uns 7 livros já, de tanto POV.

  • você poderia escrever a análise da próxima vez, já que criticou tanto.

  • Matheus Borges

    Ele não criticou, apenas fez observações. Menos.

  • Eduardo Amorim

    Quais as teorias envolvendo as criptas de winterfell? e da onde tiraram? no livro só fala q Lyanna foi enterra junto com os lordes de Winterfell por ordem de Ned pq eram seus irmãos.

  • Donilo

    É por isso que eu acho que a morte do Balon só vai acontecer na próxima temporada (de preferência no primeiro episódio) ou talvez no último dessa. Que ai na 5 temporada eles já engatam com Euron e a turminha Greyjoy…

  • Joan Martins

    Grande m…. merreca é uma pentelha não serve pra anda

  • Joan Martins

    Graças os Sete. That is all.

  • Juliana

    Uma das poucas coisas
    que me incomodou nesse episodio INCRIVEL, foi o sorriso de Tywin, não imagino o personagem dele nos livros sorrindo, um porque ele nunca
    sorria, dois porque o espetáculo com os anões não humilhava somente Tyrion, mas também o nome Lannister, essa loucura infantil do Joffrey enfraquecia a casa, por mostrar um membro da família tão perturbado e
    três por mostrar que a família não era unida de forma que as rixas eram
    deixadas tratadas sutilmente para que justamente não se demonstrasse fraqueza. Tywin não riria da situação justamente por ter um faro aguçado e perceber que
    aquilo não terminaria bem. Esse sorriso de escarnio que ele demonstrou no
    episodio e vocês citaram na resenha foi um equivoco da serie! Tywin não gostava de Tyrion e talvez por dentro até se sentisse bem com a
    vergonha do anão, mas em público? Não. Ele começou uma guerra por conta de uma ofensa
    contra a Tyrion, não por empatia, mas pelo nome e dignidade da
    família…

  • Diego Natan Canteri

    Oloco, ele fez duas criticas, que exagero…

  • todo mundo aqui faz críticas, faz parte (mas se você prefere observações, tudo bem).

  • nunca tinha pensado que poderiam ser cinzas…

  • Joao Palmadas

    Exatamente o que pensei. Será que o Tywin tem algum projeto que não conhecemos, alguma carta na manga? Será que ele não contava com a morte de Joffrey, para se livrar do pestinha e ao mesmo tempo do anão que odeia? Nos livros, sabemos que Tywin nada teve com a morte do neto, mas na série tudo pode acontecer.

  • Najara Bertoli

    Assino embaixo em tudo, menos com a parte do Joffrey ser totalmente escuro. Depois que eu comecei a ler os livros e me simpatizar com cada Lannister (que eu odiava) assim que eu lia o pov da pessoa me fez pensar que talvez um pov do Joffrey iria fazer com que o personagem tomasse uns tons mais claros.
    E podem citar o Ramsay, não acho que nenhum outro personagem irá substituir o Joffrey como o mais odiado HAHAHA torturar o Theon, depois do que ele fez (e talvez a Jeyne no futuro?) e perseguir algumas figurantes nunca vai comover tanto o público como matar o Ned Stark por pura crueldade.

  • Bruno Ferreira

    Como assim, gente hahahaha obrigado aos que entenderam o que realmente foi.

  • Fernanda

    Eu acho que as serpentes podem ser todas transformadas na Arianne Martell na série. Menos gente pra contratar, menos personagens pra embaralhar a cabeça de quem assiste a série.

  • No casamento de Sansa e Tyrion quando o pilantrinha do Joffrey tira a escadinha dele e fica sem como colocar a capa na Sansa, todos riem do anão e o Tywin dá um carão neles e o pessoal cala a boca.
    As cenas são parecidas e apesar de o casamento ser do Jofrey, há o agravante das pessoas mais importantes do reino verem tanta xacota com o anão mas que não deixa de ser um Lannister.

    Comparando os 2 momentos houve uma falha aí.

  • Michael

    Galera,. fui apresentar a série para um amigo, mas ele tem bastante dificuldade com legendas então fui atrás da versão dublada,fiquei surpreendido gostei bastante até. Vimos os dois primeiros episódios MAAAASSSSS, quando chegamos na parte do idioma do Drogo… jesus , o quê foi aquilo??? dublaram a linguagem mas dublaram por cima da própria dublagem?!?!estilo documentário? o que custava colocar uma legenda em pt-br nessas partes? já que é uma série para maiores de 18, conclui-se que eles poderiam colocar algumas partes legendadas. fiquei até com vergonha na hora.

  • Pedro Henrique

    Ele foi eleito na Assembléia,não chamaria de auto-proclamação…

  • Laura Regina

    Gente, spoiler, please! O que acontece com a Cersei??? Contem-me, contem-me!!!

  • Laura Regina

    Gente, spoiler, please! O que acontece com a Cersei??? Contem-me, contem-me!!!

  • Marcos Santos

    Lady StoneHeart Provavelmente ira aparecer no ultimo Ep desta temporada

  • Abigail De Souza Pereira

    A crítica mais esperada da semana. Eu esperando alguém bater no Joffrey e de repente ele morre! eu fiquei meio wtf!? Mas as visões do Bran tão se adiantando muito aos livros, será veremos um vislumbre dos dois últimos livros logo?

  • Pesquise na wiki tem todas as informações de personagens por lá.

  • Anon Anonimo

    A assembléia foi idéia do Aeron, uma pessoa disse pro Euron que a Cadeira de Pedra do Mar pertencia ao Theon, por ser o único filho sobrevivente do Balon, em resposta Euron matou o cara afogado, afirmando que quem tivesse a mesma idéia ia ter o mesmo destino, ou algo dentro dessa linhas. A assembléia não acontecia há tempos, pra evitar conflitos internos entre os mais cotados: Euron e Victarion, Aeron convocou todos os outros pra eleger democraticamente o novo Rei, e é verdade que o Olho de Corvo ganhou de qualquer jeito, mas ele não pensou em ser Rei dentro da assembléia, ele tava afirmando isso bem antes.

    Tudo isso tá no Festim.

  • Martins

    Foi uma das piores mancadas da série mostrar Tywin sorrindo. Essa é uma das principais características dele! Já não bastasse deixar o Jaime menos loiro, não bastasse os Lannisters não terem os olhos verdes-vivos – isso sem falar da heterocromia do Tyrion – ainda por cima mostram o Tywin dessa forma……sei lá, achei mta mancada mesmo.

  • Lucas R. Ramos

    Parabéns por mais essa análise, tão digna de elogios quanto o episódio que a motivou. Continue assim!

  • tadinho, fui injusta… desculpa, Bruno.

  • Caue Queijin

    ñ tenho tanta ctz q Myrcella será a princesinha audaz, inteligente e boazinha dos livros
    se sobreporia muito a shireen, q tem BEM MENOS airtime nos livros (nada contra acho a shireen da serie a coisa mais fofa, e a melhor coisa no nucleo pedra do dragão)
    e ainda temos o fato de tommen mais velho, myrcella tb precisará ser mais velha (até pelo plot de ser herdeira do trono pelas leis de dorne)
    de resto é o q postei na analise com spoilers atuação da lena ótima pelo episodio inteiro menos quando se precisava, Maragaery e Bronn tendo espaço aumentado pelas atuações de seus atores
    e apenas quero reiterar q o nucleo bran é muito, MUITO chato, aguardando como eles vão tirar leite de pedra disso daí, levando em conta ainda o cgi necessario e o fato d q Ñ pode ficar um remake de frozen as animações e a parte mistica do nucleo

  • Caue Queijin

    merreca pode virar um merreco e cortarem (ou ñ dado o qto são dado a umas putarias e “experimentar o novo”) a tensão sexual entre o tyrion e ela (no caso ele)

  • drmingus

    A fala “ele nos viu” é dita pela Cersei no primeiro episódio da primeira temporada, quando o Bran pega ela e o Jaime transando, pouco antes dele ser derrubado da torre. Não entendi onde vc quer chegar.

  • Nymeria Sand

    Concordo plenamente. Tem um momento do livro, que não me recordo bem quando, mas Tyrion fala que, quando criança, começou a aprender a dar cambalhotas e Tywin o castigou fortemente, porque ninguém jamais riria de um Lannister. Tywin nunca aceitaria um Lannister ser humilhado publicamente.

  • Frâncis

    Mas o Twin só dá um sorrisinho no início e no fim, quando a coisa toda começa e termina…
    Se for olhar nas outras cenas ele parece bastante atormentado por causa dos insultos que são feitos, não só a sua própria casa, mas também a Jardim de Cima, já que Renly foi um aliado antes. Mesmo sorrindo, achei a feição um pouco preocupada com o que se passava. No final ele também está rindo, mas novamente de forma bastante receosa. De qualquer maneira, tb acho que Charles deveria estar mais sério no episódio todo, já que é uma das maiores características de Tywin.

  • Flávio Gama

    “…substituir falhas por ouro é o caráter Lannister de lidar com problemas.”

    Perfeito! Belíssima análise!

  • leo f

    Espera o sexto sair q vai barrar

  • SOU LAKERS PORRA ATE A MORTE!

    Não adiantou nada matar o porra do MODINHA joffrey porque os fodões LENNISTER continuam no poder,kkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!!!!!!!

  • Murd0ck

    Oi pessoal! Só uma questao: Voces nao acham contraditorio uma serie onde “os personagens sao cinzas” nas palavras do Martin, haver personagens como Ramsay, Montanha e Joffrey? Eles sao crueis sem motivo e sem limites.

  • Vinicius Santhiago

    Me da mais uns 3 episódios aí pra vc ver

  • Walis

    Não creio que seja sem motivos, nem para Ramsay, o Montanha ou o Joffrey. É como quando a Maisie Williams disse em entrevista sobre a cena em que a Arya matou o Polliver, ninguém sabe o que acontece nos planos de fundo desses personagens secundários pq não há foco em suas interpretações, seus pensamentos nem o que os leva a cometer certos atos e que ela ficou triste pq realmente é omitido a história de origem de alguns em prol da “importância” fornecida a outros mais principais (se é que realmente exista principais em ASOIAF). Mas é bastante convincente pensar que o Joffrey não tinha culpa de ser quem era, ele foi um menino criado em berço de ouro, mimado em regalias e defendido pelo pai (robert) e pela mãe (principalmente) mesmo quando errado, então ele era mais um objeto moldado e manipulado do que um vilão totalmente obscuro, um ditador que semeasse objetivos totalitários para seus interesses. Basta procurar esses ângulos nas histórias de outros personagens que será facil de encontrá-los, acho! XD

  • Thales Quintiliano

    so queria saber como Roose Bolton chegou no forte pavor sendo que Fosso Calim esta tomada pelos homens de ferro!!!

  • Murd0ck

    Ahaha pois eh, Mas meu receio eh agora quem vai superar a maldade dessas pessoas? Antes achavamos que os Lannisters eram os mais crueis, agora tem os Bolton. Achavamos que Joffrey era o mais cruel, agora temos Ramsey.
    Entende? Parece que a coisa so piora. Acho que o Martin esta perdendo a mao no carater dos personagens. Mas quem sabe essa nao seja a intencao dele?

  • Júlio

    Joffrey mais nojento que torta de cocô de pombo.

  • Eduardo Barbosa Barros

    Parabéns pela análise Ana! Vc sempre arrebenta!

  • Carol Vilas Boas

    Vale lembrar que o único momento em que ele sorri é em morte, com sua boca curvada em um eterno escárnio, e é ai que se faz mais forte a característica dele de nunca ter sorrido em vida (exceto na lembrança de Cersei, em que o pai sorria quando a mãe deles era viva).

  • Carol Vilas Boas

    O objetivo dessa parte da visão claramente foi fazer Bran se lembrar da queda, pois ele havia se esquecido totalmente do que aconteceu e inclusive se culpou por ter falhado e caído acidentalmente.

  • jean

    TOMARA!

  • Laura Regina

    hmm, verdade,não tinha pensado nisso! auhauha