Teorias de Gelo e Fogo: O veneno da Víbora Vermelha

Atenção, esse post contém SPOILERS para aqueles que ainda não leram o terceiro livro das Crônicas: A Tormenta de Espadas. Você foi avisado(a)!

– Há muito tempo que tenho fome. Embora não de comida. Diga-me, por favor, quando será servida a justiça?

— Primeiro encontro de Tyrion e Oberyn na capital (A Tormenta de Espadas, Capítulo 39, Tyrion V)

The_Red_Viper-MagaliVilleneuve

“The Red Viper” por Magali Villeneuve (Fantasy Flight Games)

Bem, muitos fãs acham injusto o fato de Oberyn Martell, um personagem tão incrível, ter sido arrancado da gente de maneira tão rápida, inclusive eu. Sim, ele foi apresentado no terceiro livro, e nesse mesmo livro morreu, depois de um combate com a Montanha, Gregor Clegane, mas, mesmo assim, sua morte foi tão sentida quanto à de personagens como Catelyn e Robb, que estiveram conosco desde o início da saga.

Uma grande parcela dessa inconformidade parte do fato de que Oberyn morreu sem conseguir alcançar seus objetivos na capital: a vingança pela morte de sua irmã, a Princesa Elia, e de seus filhos.

Elia Martell, esposa do Príncipe Rhaegar Targaryen, foi morta por Sor Gregor durante o Saque a Porto Real, comandado por Lorde Tywin, em ato de traição ao então rei Aerys II Targaryen, durante a rebelião de Robert Baratheon.

Sim, ele conseguiu matar a Montanha durante o julgamento (será?). Mas de que adianta derrubar o peão enquanto o mandante do crime ainda vive?

 – Ele quer a cabeça que deu as ordens, não só a mão que brandiu a espada.

— Tyrion Lannister durante a visita de Oberyn à sua cela (A Tormenta de Espadas, Capítulo 66, Tyrion IX)

Essa teoria, aceita por uma grande quantidade de leitores na internet, defende a ideia de que Oberyn estaria envenenando Tywin secretamente durante sua visita à Porto Real.

Se você ler com atenção os capítulos da capital, verá que existem vários trechos que podem suportar essa teoria:

– (…) Onde posso encontrar o senhor meu pai?

– No aposento privado, com Lorde Tyrell e o Príncipe Oberyn.

Mace Tyrell e a Víbora Vermellha dividindo o mesmo pão? Cada vez mais estranho.

— Sor Meryn Trant e Jaime logo após seu retorno à capital (A Tormenta de Espadas, Capítulo 62, Jaime VII)

Esse trecho sugere que Oberyn esteve, talvez por mais de uma vez, “dividindo o pão” com Tywin quando na capital. O próprio banquete de casamento teria sido uma ótima oportunidade pra o Víbora, de alguma maneira, continuar envenenando seu nêmesis.

the_red_viper_by_zippo514-d5jq2wb

“The Red Viper vs. The Mountain” por zippo514

– Decerto que tenho muito a agradecer à sua irmã, Se não fosse a acusação dela no banquete, podia perfeitamente ser você a me julgar em vez de ser eu a julgá-lo. – Os olhos do príncipe escureceram com divertimento. – Quem sabe mais sobre venenos do que a Víbora Vermelha de Dorne, afinal?

[…]

– Seu pai – disse o Príncipe Oberyn – pode não viver para sempre.

  Algo no modo como Oberyn disse aquilo arrepiou os pelos na nuca de Tyrion. De repente retomou consciência de Elia, e de tudo que Oberyn tinha dito enquanto atravessavam o campo de cinzas. Ele quer a cabeça que deu as ordens, não só a mão que brandiu a espada.

– Não é sensato proferir tais traições na Fortaleza Vermelha, meu príncipe. Os passarinhos estão à escuta.

– Que escutem. Será traição dizer que um homem é mortal? Vaiar morghulis era como se dizia na Valíria de outrora. Todos os homens têm de morrer. E a Perdição veio provar que era verdade.

— Príncipe Oberyn Martell em visita à cela de Tyrion (A Tormenta de Espadas, Capítulo 66, Tyrion IX)

Na segunda metade do livro 3, vemos Joffrey morrer ao ingerir um veneno durante o próprio Casamento (só nós sabemos que o veneno estava na rede do cabelo de Sansa). Como principal suspeito, Tyrion é levado à julgamento.

O rosto de Lorde Tywin estava tão sombrio que por meio segundo Tyrion perguntou a si mesmo se ele também teria bebido vinho envenenado.

— Tyrion, durante o próprio julgamento

Durante os testemunhos, o velho Pycelle chega a enumerar e descrever algumas substâncias letais que poderiam ter sido usadas para matar o rei.

O seguinte trecho é o que chama mais atenção:

–     (…) Este chama-se sangue de viúva, devido à cor. Uma poção cruel. Faz com que a bexiga e os intestinos deixem de funcionar, até que a vítima se afogue em seus próprios venenos. 

— Gran Meistre Pycelle, durante o julgamento de Tyrion

 Abaixo, o trecho em que Tyrion atira no pai antes de fugir da cidade:

Foi encontrar o pai onde sabia que o encontraria, sentado nas sombras do poço das latrinas, com o roupão enrolado em volta dos quadris. Ao ouvir o som de passos, Lorde Tywin ergueu os olhos.

[…]

Por uma vez, o pai fez o que Tyrion lhe pediu. A prova foi o súbito fedor, quando suas tripas se soltaram no momento da morte. Bem, estava no lugar certo para isso, pensou Tyrion. Mas o fedor que encheu a latrina forneceu ampla evidência de que a freqüentemente repetida piada a respeito de seu pai era apenas mais uma mentira.

No fim das contas, Lorde Tywin Lannister não cagava ouro.

— Tyrion mata seu pai na latrina (A Tormenta de Espadas, Capítulo 78, Tyrion XI)

Seria possível que, de alguma forma, ao matar o pai, Tyrion tenha “cortado” o efeito do veneno?

Aqueles que já leram o quarto livro sabem que o corpo de Tywin estava fedendo MUITO durante o funeral.

É claro que todos os mortos fedem, mas o destaque dado pra isso nos leva a acreditar que o cheiro era realmente fora do normal:

A Mão do Rei estava apodrecendo visivelmente. Seu rosto havia tomado uma coloração esverdeada, e seus olhos estavam extremamente afundados, duas poças negras. Fissuras haviam se aberto em seu queixo, e um sujo fluído branco foi se infiltrando pelas juntas de sua armadura de ouro e esplêndido carmesim para a piscina debaixo de seu corpo. Os septãos foram os primeiros a ver, quando voltaram de sua devoção pela manhã. Eles cantaram suas músicas, rezaram suas orações e enrugaram seus narizes, e um dos mais devotos ficou tão fraco que teve que ser ajudado a partir do septo. Pouco depois um bando de novatos vieram balançando incensários, e o ar tornou-se tão grosso com o incenso que o esquife parecia envolto em fumaça. Todos os arco-íris se desfizeram naquela nevoa
perfumada, mas o cheiro persistia, um cheiro doce e podre que fazia Jaime querer vomitar.

[…]

De olhos vermelhos e pálida, Cersei subiu os degraus e ajoelhou-se acima do seu pai, trazendo Tommen a seu lado. O rapaz recuou a vista, mas sua mãe agarrou seu pulso antes que ele pudesse se afastar. — Ore! — sua mãe sussurrou, e Tommen tentou. Mas ele tinha apenas oito anos e Lord Tywin era um horror. Ele desesperadamente puxou o ar, e então o rei começou a soluçar. — Pare com isso — Cersei disse.

Tommen virou a cabeça e se dobrou, vomitando. Sua coroa caiu e rolou pelo chão de mármore. Sua mãe se afastou com nojo, e de repente o rei estava correndo para a porta, tão rápido quanto suas pernas de oito anos de idade poderiam levá-lo.

– Sir Osmund, me alivie — Jaime disse acentuadamente, enquanto Kettleblack virou-se para perseguir a coroa. Ele entregou ao homem a espada de ouro e seguiu atrás de seu rei. No Salão das Lâmpadas ele oapanhou, sob os olhos de duas dezenas de assustados septões.

– Sinto muito — Tommen chorou — Eu vou fazer melhor da próxima vez. A mãe diz que um rei deve mostrar o caminho, mas o cheiro me deixou doente.

Assim não vai dar. Muitos ouvidos ouvindo e olhos assistindo.

– Melhor irmos para fora, Vossa Graça. — Jaime levou o menino para fora onde o ar era tão fresco e puro quanto era o de Porto Real.

Quarenta homens de manto dourado tinham sido colocados ao redor da praça para guardar os cavalos e as ninhadas. Ele levou o rei para o lado, bem longe de todos, e sentou-se sobre os degraus de mármore.

– Eu não estava assustado — o garoto insistiu — o cheiro me deixou doente. Não o fez ficar doente? Como pode suportá-lo, Sor tio?

— Jaime, Cersei e Tommem durante o funeral de Lorde Tywin. (O Festim dos Corvos, Capítulo 9, Jaime I)

1893482_600

Oberyn Martell (Pedro Pascal) ao lado da companheira Ellaria Sand (Indira Varma) na quarta temporada de Game of Thrones.

– Não ouse falar-me de adequação depois do nauseabundo objeto de escárnio em que transformou o cadáver do meu pai.

– Vossa Graça não pode pensar… — O velho ergueu uma mão manchada, como que para se proteger de um golpe. — As irmãs silenciosas removeram as entranhas e órgãos do Lorde Tywin, drenaram lhe o sangue… tomaram todos os cuidados… o seu corpo foi cheio de sais e ervas odoríferas…

– Oh, me poupe dos detalhes repugnantes. Eu cheirei o resultado dos seus cuidados

— Cersei dando uma bronca em meistre Pycelle (O Festim dos Corvos, Capítulo 18, Cersei IV)

Se o corpo de Tywin foi devidamente tratado, por que ainda assim ele fedia tanto? Sem dúvidas, Oberyn seria capaz de ter feito isso (Quem sabe mais sobre venenos do que a Víbora Vermelha de Dorne, afinal?) e ele certamente tinha um motivo. Os Lannisters não são os únicos que pagam suas dívidas.

Então, o que vocês acham? Acreditam que Oberyn conseguiu sua vingança? Ou acham que ele não agiria pelas costas do irmão Doran, que queria que Tywin Lannister sobrevivesse para assistir a queda da Casa Lannister?

Mas uma coisa é certa: Se essa teoria vier a se confirmar e Tywin vinha sendo mesmo envenenado pelo Oberyn, então Tyrion fez um “favor” ao pai quando o matou rapidamente. Esse tipo de ironia é a cara de George R. R. Martin…

[Fontes: redditboiledleatherasongoftheories]

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • lucas

    Concordo com a teoria, bem pensado. Mas ainda assim eu acredito que Doran Martell sabia do que o irmão seria capaz.

  • Alucard

    Acho implausível, até porque Tywin estava bem no julgamento, e antes de morrer havia transado com Shae, salvo engano.

    E uma curiosidade, fica claro pra quem conhece a história da familia Bórgia, que Martin se inspirou neles.

    Os Bórgia, para quem sabe, foram uma familia espanhola de sacerdotes católicos, então chamados de Borja, que se mudaram para Italia, onde passaram a ser os Bórgia, e ascenderam ao poder absoluto.

    Os mais famosos são

    RODRIGO BORGIA (Tywin?) – Que viria a ser o papa Alexandre VI, patriarca terrivel e poderosissimo, quando faleceu, seu corpo fedeu e inchou.

    CESAR BORGIA (Jaime?) – Filho de Rodrigo, era o melhor militar de seu tempo, Maquiavel se inspirou nele para escrever O PRINCIPE, ética zero, mas grande valor mllitar, era declaradamente apaixonado pela irmã. E era lindo, seu retrato foi a inspiraçao dos artistas da época para criar um Jesus Cristo com traços europeus.

    LUCRECIA BORGIA (Cersei?) – Peão do pai, mantinha relaçao incestuosa com o irmão César, linda e loira, muito culta, supostamente promiscua e assassina.

    E tbm tem um Jofre Bórgia, mas nao tinha nada a ver com o rei Joffrey, salvo o nome.

  • Lázaro Silva

    Boa teoria, Também me perguntei porque ele fedia tanto. Acho que isso sera meio que a reviravolta nesta caso de Tyrion, Depois que ele fez isso como Pai fiquei meio que poxa, cagaram com o personagem… ele vai sofrer por desconfiança de todos por causa disso. E tenho uma teoria que a Shae tava no quarto com o Pai dele para convence-ló de soltar Tyrion ( isso não consigo parar de pensar ) porque pelo que vi na Serie ela realmente amava mais do que se via nos livros.

  • Thiago Peixoto

    Cara, minha cabeça explodiu. Que coisa, acredito totalmente nessa teoria, faz muito sentido. Ao ler vc nem presta atenção nessas coisas, mesmo sendo tão na cara assim…
    Que bom que temos o site para nos lembrarmos de coisas tão sensacionais HAHAHA.

  • Putz, nunca tinha parado pra observar isso. Quando li, lembro-me de associar o mal cheio do cadáver do Tywin ao fato dele morrer em cima da própria merda. Mas é uma teoria super plausível o Oberyn envenená-lo. Considerando que o lapso temporal da morte do Víbora com a morte do Tywin ser bem pequeno. Alguém sabe me dizer mais ou menos quanto tempo se passou da morte de um para o outro?

  • Yan Caio

    Há muito tempo que tenho fome. Embora não de comida. Diga-me, por favor, quando será servida a justiça?

    — Sor Meryn Trant e Jaime logo após seu retorno à capital (A Tormenta de Espadas, Capítulo 62, Jaime VII)…. errado. Correto- Tyrion e Oberyn (A Tormenta de Espadas, Tyrion V , pg :401 ).

  • Felipe Lobato

    “Seria possível que, de alguma forma, ao matar o pai, Tyrion tenha “cortado” o efeito do veneno?”

    Nossos esfíncteres se soltam quando morremos.

  • Aline Rocha

    Mas uma das teoria é que Rodrigo teria morrido envenenado com um veneno que deveria ser usado para matar um inimigo, não?
    Acho muito plausível que Oberyn estivesse envenenando Tywin, dá até vontade de mudar a história e Tyrion não o tivesse matado, só pra vê-lo sucumbir pouco a pouco.

  • Matheus Martins

    Cara, acho que não tem nada a ver. Os Borgias podem até ser uma inspiração pro Martín, mas está longe de ser determinante no rumo da história do livro. Não dá pra se basear na história dessa família pra argumentar contra essa teoria.

  • Simon Silver

    menos de uma semana

  • Simon Silver

    No livro ela é a maior puta, só pensa em dinheiro e jóias…

  • Alucard

    Sim, uns falam que foi malaria. Outros que foi Cesar envenenando o pai. Mas o mais aceito foi que Rodrigo morreu envenenado quando foi jantar na casa do Cardeal Adriano de Corneto, César foi envenenado no mesmo jantar que o pai, mas sobreviveu, Porem quando se recuperou, os Bórgia ja nao eram mais fortes. E a queda dele era questão de tempo. Maquiavel lamenta por demais a queda de César, dizia que ele era o militar perfeito.

  • Diego Guerra

    Oberyn “matou” a Montanha… huhumm… sei.

  • Alucard

    Mesmo que proceda, nao redime o Tyrion de ter matado o pai, ele nao encontrou o Tywin em agonia e nem o matou por pena. Falem o que quiserem, Tywin nao era nenhum monstro tipo Walder Frey e Roose Bolton, era um patriarca buscando o melhor pra sua familia. E que se aproveitou de um erro crasso de Robb Stark.

  • Bacellar

    Nossa, perdão, estava com muito sono quando soltei e esqueci de alterar.

  • Bacellar

    Então?

  • Bacellar

    Não queria dar muitos spoilers de outros livros, mas linkei agora um outro post que discute o Montanha.

  • Bacellar

    Claro que não. Nada a ver esse lance de redenção. A única coisa comentada no texto foi a ironia de Tyrion ter livrado o pai de um sofrimento maior, quando o que ele queria era justamente o contrário…

  • Bacellar

    Valeu, Thiago!

  • Bacellar

    Concordo. Acho que existem vários outros argumentos que podem ser usados pra tentar refutar essa teoria, mas esse não é um deles.

  • Alucard

    Sim, isso mesmo. Entendi a intençao do texto, Bacellar. Só que achei exagerado o Tyrion matar o Tywin, outros tinham bons motivos pra isso, os Starks e os Martell principalmente. Mas Tyrion nao, teve aquele lance da primeira garota do Tyrion, mas depois Tywin casou ele com a ruivinha virgem mais cobiçada de Westeros, pra mim é uma compensação e tanto, kkkk, ainda que nao seja a intenção do Tywin compensar algo. Enfim, sou daqueles que nao curtiu Tyrion ter matado o pai, ou quem ele acreditava ser o pai, mas sei que muitos aplaudiram.

  • Bacellar

    Ah, sim. Realmente, a atitude dele foi bem passional. Mas vamos pensar que foram anos e anos de humilhação….

  • Alucard

    Vc nao entendeu, eu nao to tentando derrubar esta teoria, apenas comentei a curiosidade sobre Bórgias-Lannisters para quem nao conhecia os Bórgia. Até porque Martin apenas se inspirou, nao copiou, e de qualquer forma, minha curiosidade seria um ponto a favor da teoria, e nao contra, ja que Rodrigo morreu envenenado. Mas nao foi essa a intençao.

    E mais uma curiosidade, houve um eunuco extremamente influente e poderoso no oriente medio, e famoso por ser perfumado………… Nao lembro o nome dele agora, mas ta na biografia JERUSALEM, de Simon Sebag Montefiore, todos os autores copiam personagens historicos e até de outros livros pros deles. É normal no oficio.

  • Alucard

    Ah sim, Tywin duvidou demais do filho, falava o que queria, nao deu certo pra ele.

  • Felipe Lobato

    Então o quê?

    Por isso que, mesmo possivelmente envenenado, Tywin se esvaziou os intestinos.

  • Anon Anonimo

    No quinto livro, quando o anão tá “viajando” de barco. Se eu não me engano, ele se questionou algumas vezes sobre o q ele fez, e foi algo como o jeito do Tywin ter respondido pra ele que “ativou” o reflexo dele de atirar o dardo, do que a intenção de ter entrado no banheiro acertando um “headshot”, xD, sem discurssões.
    Sem esquecer, tbm, de todo o abalo da situação em si, tipo a Shae tava ali com ELE e etc.

    Ms sim, concordo um pouco, essa morte pode ter alegrado certos leitores ms assim como as outras, sempre imaginei que o Tywin fosse morrer em outro canto, talvez pelo próprio anão, ms não daquele jeito.

    Martin sempre surpreendendo.

  • Victor Welbert

    Uma coisa que eu também acho bem clara e que não vejo muitas pessoas comentarem é o jeito como o oberyn morre, só eu que acho que ele meio que se sacrificou na luta porque sabia que isso iria gerar a revolta de dorne contra o trono e posteriormente envolvê-los no seu próprio jogo dos tronos? No festim dos corvos o doran diz que enviou o oeryn pra capital pra explorar mais os lannister e ele morreu exatamente fazendo isso, sei lá, sempre achei que ele meio que sabia que talvez se sacrificaria pelo nome de dorne.

  • Bacellar

    Então Tyrion cortou o efeito do veneno quando matou o pai, livrando ele de uma morte e sofrimentos ainda piores.

  • Bacellar

    Oberyn é a víbora e Doran é a grama. Todo mundo pisa na grama, mas a víbora precisa dela pra se esconder e dar o bote.

  • Joao Palmadas

    Eu também acho isso. E Oberyn ainda tirou da jogada o único Lanninster que poderia substituir Lorde Tywin com eficiência: o Duende. Oberyn colocou Dorne contra o trono de ferro e eliminou dois dos três comandantes Lannister competentes de uma vez (o terceiro é Lorde Kevan). O Víbora era esperto e doido ao mesmo tempo.

  • Joao Palmadas

    Marcelo, você está se esquecendo que Tyrion não tinha intenção de matar o pai. Queria saber onde tinha ido parar a Tysha. E ele matou o pai porque Lorde Tywin teimou em chamar a querida de Tyrion de puta, mesmo depois de ter sido advertido.

    Ou então, você pode analisar a morte de Lorde Tywin pelo lado político: Se Tyrion estava indo para o exílio, se sua única chance de voltar para Westeros e ainda tomar posse de Rochedo Casterly, que deveria ser seu direito de herança, era provocar uma reviravolta que tirasse o poder de seus parentes lannisters, então que coisa melhor ele tinha para fazer, além de matar o próprio pai? Deixando Tywin vivo, o melhor que Tyrion poderia esperar era ir para a muralha, ou então se preparar para longos anos no exílio.

    Com certeza, Tyrion nada tinha a ganhar deixando o pai vivo.

  • Joao Palmadas

    Por isso eu acho que na série, se ela morrer, será diferente.

    A série tem muita coisa sórdida, mas nos livros têm muito mais. A série suaviza muita coisa dos livros.

  • Joao Palmadas

    Sim, o Martin se inspira em muita coisa da história europeia. Mas quando escreve, muda muita coisa.

  • Joao Palmadas

    E se Lorde Tywin tivesse sobrevivido para consolidar sua vitória? Então, teríamos um final feliz (que o Martin não quer, e talvez por isso ele tenha matado o Tywin): Ele teria consolidado a vitória dos Lannisters, terminaria a guerra no norte e nas ilhas de ferro, se reconciliaria com Dorne, e os sete reinos teriam muitos anos de paz pela frente. Lorde Tywin era o maior FDP, mas sua vitória, para o povo de Westeros, seria um final feliz.

  • Felipe Lobato

    Ah, não sei. Levar uma flechada na bexiga deve ser dolorido pacas.

  • Alucard

    Piorou entao, matar o próprio pai para poder ter Rochedo Casterly pra ele, é algo terrivel e frio demais. Por ter xingado então, piorou. Xingo não tira pedaço. Pra mim este foi o ponto mais baixo do anão em toda a saga.

  • Alucard

    Ahhhhh, nao esculacha, entao Oberyn sabia que seria pego pelo Montanha ou quis morrer? kkkkkkkkkkkkkk. Oberyn era do tipo que queria ele mesmo matar, e nao virar martir.

  • Petit Ange

    Mas tem que considerar que o POV da narração é exclusivo do Tyrion no que toca a Shae, que sempre desconfiou de “putas”. Ele tinha adoração por ela mas sempre temia que ela traísse ele. Quem sabe se ela não gostasse dele mesmo e ele nunca viu isso, e a série, como não se prende a um POV só, tenha tido mais liberdade pra explorar essa parte? Nunca se pode afirmar nada com GOT.

  • Alucard

    Vcs podiam postar o link da fonte destas teorias.

  • Bacellar

    Os links estão justamente naquela parte onde tem escrito “Fontes”.

  • Alucard

    Ai tenho que concordar integralmente. Tywin no poder era sinônimo de paz e prosperidade para todos, seus 20 anos como Mão de Aerys provam isso.

  • Bacellar

    Afogar-se em “seus próprios venenos” também não parece muito agradável (o que quer que isso seja), hehehe.

  • Alucard

    KKKKKK, vou pedir mais alguns olhos pro “Corvo de Sangue”, afinal, ele tem mil olhos e mais um.

    E Bacellar, uma sugestão, porque nao posta a teoria do Mindinho se antecipando aos dragoes, eu achei perfeita.

  • Guilherme Castro

    Cara Tywin era um governante e um estrategista brilhante, eu tenho mais medo de um cara como ele no poder do que todo o terror que a Daenerys é capaz com 3 dragões, as maneiras e escapatórias que ele arruma são sempre geniais (mesmo que as vezes frias e sem honra).

    Mas apesar de tudo todos hão de concordar que ele foi um péssimo pai (ao menos no que se trata de criar laços com os filhos, como os Stark). Não é só o Tyrion, mas a Cersei e o Jaime também não morriam de amores por ele, se alguma vez admiravam a figura dele, foi mais pela própria pose intimidadora que ele tinha e que os deixava acuados do que qualquer outra coisa. O Tyrion explodiu o que ficou entalado em anos de medo e humilhação vindo do pai, que aliás foi um baita dum hipócrita falando tantos anos mal do Tyrion por ficar com putas e estar lá com a Shae. Aquela besta tinha que ser atirada sim.

  • Alucard

    ACABEI DE BOLAR UMA TEORIA

    1- Brynden Rivers, bastardo de Aegon IV, tambem conhecido como “Corvo de Sangue” no passado, que foi feiticeiro real e mão do rei, e na atualidade como “corvo de tres olhos”, e cujo unico olho saudavel é vermelho, e que se dizia ter mil olhos e mais um.

    2 – Euron Greyjoy, atual senhor das ilhas de ferro, usa um tapa olho, e tem o apelido de “olho de corvo”, e cuja heraldica é um olho vermelho com pupila negra, sustentado por 2 corvos. A tripulaçao de seu navio é formada principalmente por feiticeiros.

    Brynden, como todos sabem, é capaz de dominar a mente de um homem.

    Nas aventuras de Dunk e Egg, Egg conta a Dunk que todos os Targaryen, incluindo os bastardos, como Brynden, ganharam ovos de dragão.

    Euron possuia um ovo de dragao, supostamente jogado no mar. O que ninguem acredita.

    Euron, e apenas ele, conseguiu andar por Valyria destruida, onde achou o berrante que comanda dragoes.

    Euron tem interesse em achar e casar com Daenerys, nao é absurdo algum achar que Brynden tambem tem interesse em achar a ultima – comprovadamente – Targaryen viva, alem dele que ta mais pra la do que pra ca. E a ultima dos Targaryen tem 3 cobiçados bichinhos de estimaçao.

    Bem, agora acaba a teoria, nao saberia dizer porque Brynden que….

    1- Supostamente controlaria Euron, não seria capaz de mandar o proprio Euron atras de Dany. Seria por causa da reputação?

    2- Pq ele tentou matar Victaryon, se precisava dele?

    3- E tbm como ele controla Euron sem perder o controle de si mesmo?

  • Augusto Barros

    Até Daenerys/”Aegon”/Homens de Ferro chegarem gritando “rélou modafoka”! he he he

  • Augusto Barros

    Não sei se ele sacrificou-se, mas é meio estranho que sor Gregor não conseguir retirar uma lança e conseguir esmagar o rosto do Oberyn…

  • Kauly Bohm

    Tyrion tinha milhoes de motivos pra matar o pai. Só quem pode confirma essa teoria é a Elliara amante do Viper e acredito que nunca vai acontece, os dois estao mortos e não têm por que alguem toca mais nesse assunto na saga.

  • Myriel

    Como ele garantiria paz com a invasão Targaryen? Varys continuaria com o plano de coroar Aegon de qualquer forma. Mesmo com Tywin no comando da Coroa, não teria o apoio de Dorne, nem do Vale muito provavelmente (talvez Mindinho apoiaria a Coroa, mas convenhamos que as grandes famílias do Vale dificilmente seguiriam as ordens dele).

    As Terras Fluviais estão arrasadas, a maioria das casas tem homens suficientes apenas para manutenção de suas terras (como foi observado pelo Jaime no Festim dos Corvos). O Norte está em crise e dividido entre Roose Bolton e Stannis Baratheon. Os Homens de Ferro ainda se consideram independentes e partem para suas próprias conquistas na Campina sob o comando de Euron.

    No final das contas, os Lannisters tem o apoio dos Tyrell e da Campina, de alguns Senhores da Tempestade, das Terras da Coroa e do Oeste, obviamente. É importante lembrar que todos esses exércitos sofreram baixas com a jornada de Robb Stark e na Água-Negra, mas ainda assim é maior em número que as forças de Aegon. No entanto, Jon Connington não seria tolo suficiente para combater Tywin em campo aberto, e manteria o plano de conquistar as áreas mais indefesas primeiramente, como tem feito na invasão às Terras da Tempestade. Além disso, algumas casas maiores poderiam se declarar leais aos Targaryen e assim o poder dos Lannister diminuir. Também acredito que logo a situação na Campina ficará pior, e os Tyrell terão que expulsar os Homens de Ferro da mesma forma que Robb Stark planejou, e mesmo com Tywin no poder tal situação não seria diferente.

    Isso sem contar com as possíveis invasões de Daenerys e dos Outros, além dos planos de Mindinho. Westeros já está em caos, com ou sem Lorde Tywin.

  • Bacellar

    HAHAHAHA. Tudo bem, tá bem pequeno mesmo. Vou dar uma olhada nessa teoria que você falou (já li sobre ela, não duvido). Valeu!

  • Bacellar

    Rapaz, acho que li uma coisa maluca dessas um dia desses. Só que lá, ao invés do Euron ser o 1001º olho do Brynden, era um dos 1000 olhos. Como se ele controlasse Euron, Coração de Pedra, Beric e mais uma porrada de gente. E também dizia que ele era o “Grande Outro”.

  • Alucard

    Ah é? Ele seria o mal absoluto entao? E mais poderoso que o Diabo, se tivesse Diabo em Westeros, kkkk. Sei não. Outra teoria sobre o Brynden é ele querer dominar o corpo de Bran, estilo Orochimaru/Sasuke, esta até pode ser. Mas ele controlar varios eu nao acredito nao, exige poder demais, até mesmo pra ele. Mas no caso de ser verdade, seria Varys e seus passarinhos um aliado?

    Nao acredito em bondade do Varys nem por um segundo, deve ser pior que o proprio Mindinho. E deve ta fazendo o Tyrion de trouxa.

  • Nuno Cristiano Silva

    que o tywin estava a ser envenenado não há muitas duvidas… por quem? a rainha de espinhos também é forte hipótese… não sei se reparam na série Televisiva que a “vóvó” tyrell recusou beber a vinhaça servida pelo Tywin…

  • Felisberto Albuquerque

    Digamos que esta teoria seja verdade, como iriam comprová-la?? Iriam fazer uma exumação no cadáver do Tywin?? Tyrion matou um parente e vai ser sempre lembrado por isto…. E sobre o “apodrecimento” e o mau cheiro e tudo o mais que aconteceu no velório de Tywin… Bem todo o velório de Tywin demorou 7 dias… e ainda era quente em Porto Real… e no calor os materiais dilatam-se… Se concreto e aço dilatam imagina carne morte… O apodrecimento ficam mais evidente ainda…E talvez Martim só se baseou na passagem do velório do Bórgia… sem veneno do Oberyn ou qualquer outra coisa.

  • Calvin

    Tem uma pergunta que só agora me ocorreu, será que os Martell guardam algum ressentimento contra os Starks? Eu até acho que sim, mas me chamou a atenção o fato do Martin não o ter deixado explicito da mesma forma que fez com os outros ressentimentos deles.

  • Felisberto Albuquerque

    Final feliz pra quem? Cara as maquinações dele JAMAIS seriam esquecidas…. Dorne não esquecerá o que aconteceu com Ellia e os filhos nem que se passem 5 mil anos… E no que Dorne ficasse sabendo que Aegon esta vivo e em Westeros, o apoio seria imediato…. O Norte esta uma bagunça sem uma supremacia claramente definida, pois os Boltons, tem somente os Dustins e Karstark como casa leais, já que os Freys pertencem as terras fluviais…Porém nós temos Flints, Cerwins, Manderly, Hornwood, Umbers, Ryswell, Mormont, Ryswel, Glover,Talhard e os clãs que veja bem o que vou postar agora, ANSEIAM, CLAMAM por VINGANÇA pelo casamento vermelho. Eles não vão esquecer o que aconteceu e no que tiverem uma oportunidade, não tenho dúvida que destruirão por completo os Freys e Boltons. E como vc acha que ele terminaria guerra com as ilhas de ferro sem uma frota??
    Cara ele JAMAIS teria paz, pois o Sul e o Norte se ressentem com o que aconteceu e ainda tem Stannis no meio disto tudo… Fora que ele simplesmente era alheio ao que acontecia junto a Muralha e acho que quando ele resolvesse lidar com Danaerys ja seria tarde demais. As decisões dele para resolver certos conflitos foram imorais. Volto a afirmar, ele NUNCA teria paz, o sul e o Norte JAMAIS se esquecerão.

  • Joao Palmadas

    Eu acho que com Tywin no comando, a Dani e o Aegon continuariam a hesitar. Provavelmente tentariam entrar em um acordo, mas seria um acordo difícil. Será que a Dani reconheceria o “sobrinho” dela como legítimo? Será que ele é?

    Bem, com o apoio de Tywin, Bolton ganharia facilmente do Stannis. Sem esse apoio ele ainda é o favorito, com ele seria favas contadas. Stannis não teria o banco de Bravos do seu lado, e Principe Doran Martel não iria a guerra nessas condições. Poderia deixar de apoiar Tywin, mas não iria contra ele. No final das contas, Tywin Lannister acabaria consolidando a vitória e traria a paz. Tyrion também poderia fazer isso. Kevan, também. Mas com a Cersei no comando as coisas ficaram feias para todo mundo. Dos quatro Lannisters que poderiam consertar as coisas, dois (Tywin e Kevan) estão mortos e dois (Jaime e Tyrion) estão foragidos, um deles talvez até seja prisioneiro.

    Alguém aí reparou que, no momentos, os Starks estão mais fortes que os Lannisters? Os lobos perderam Ned e Robb, mas Jon ainda comanda a muralha (até ter certeza que não, ele ainda está no comando) e Sansa, Arya, Bran e Rickon estão vivos, mas foragidos. Já entre os Lannisters, Kevan e Tywin estão mortos, Tyrion e Jaime estão foragidos, Cersei perdeu o poder (digamos que estão numa espécie de limbo, como o Jon), o Lancel é um recruta dos filhos do guerreiro… Somando tudo, os Starks estão mais fortes, agora, que os Lannisters.

  • Renan

    de todas as mortes do livro 3 essa foi a que mais me chocou, eu queria o Tywin vivo, pelo menos pra ver a Dany chegar a Westeros (se isso for acontecer mesmo)

  • Rodrigo Ferreira

    Sua frase é redundante. Elliara está morta? Pulei algum capítulo? Se não, os dois de quem você fala são Tywin e Oberyn? Não entendi muito bem sua frase.

  • Rodrigo Ferreira

    Apesar de não ser fã de teorias, gostei dessa. Melhor do que aquelas teorias sobre os pais de Jon Snow. Não consigo ver algum sentido nelas. Na minha opinião, Ned era o pai de Jon e ponto final.

    E, enquanto lia a Tormenta, ficava me perguntando porque o Tywin estava fedendo tanto. Depois de ler esse post, começa a fazer sentido. Afinal, o envenenamento era a cara de Oberyn. Ele não era a Víbora à toa.

  • Rodrigo Ferreira

    Os Starks participaram do assassinato de Elia e dos bebês? Acho que não, mas posso estar enganado. Se não, não faz sentido um ressentimento dos Martell.

  • Rodrigo Ferreira

    Mas porquê eles guardariam ressentimentos? Os Starks não massacraram Elia (ou Ella, não lembro) e os filhos.

  • Pedro Henrique

    Não acho que eles tenham motivo pra isso. E a rebelião com certeza não é motivo pra eles desgostarem dos Stark. Eles odeiam os Tyrell,e os Tyrell foram lealistas ao Trono de Ferro. Acho que o ressentimento deles é para com os Lannisters,Baratheons e Tyrells,mas ter ressentimento com os Starks é difícil.

  • Ricardo Martins

    Magnífico, Gulherme Castro! Bravo!

  • Felipe Lobato

    Rola um sofrimento mais prolongado, de fato auehuahuhe

  • Matsuba Morty

    “Não consigo ver algum sentido nelas”
    Doce criança do verão…

  • Matsuba Morty

    Ninguém vai comprovar, filho… Andou prestando atenção nos livros do Martin? Eles estão cheios de pequenos segredos como esse, que estão lá, por nenhum motivo além de recompensar aqueles com olhos aguçados o suficiente pra percebê-los.

  • Matsuba Morty

    Bullshit. Ele não queria uma morte rápida e indolor pro Montanha. A única maneira de fazer o Gregor sofrer do jeito que que ele sofreu no seu leito de morte era perdendo o combate.

  • Felisberto Albuquerque

    Não me lembro de alguma passagem no qual Doran, Aryanne, Oberyn ou as Serpentes da Areia citam algum ressentimento para com os Starks.

  • Calvin

    O ódio não precisa ser racional, hora essa! A primeira vista não faz muito sentido o rancor da Catelyn contra o Jon, afinal ele não tem culpa da suposta traição do Ned, a própria reconhece isso (na serie, pelo menos) mas não consegue evitar. Penso que da mesma forma, como foi o rapto de Lyanna aquilo que levou a rebelião e indiretamente a morte de Elia e seus filhos, alguns dos Martell podem considerá-la e a sua família com alguma responsabilidade.

  • Joao Palmadas

    “E no que Dorne ficasse sabendo que Aegon esta vivo e em Westeros, o apoio seria imediato”. Seria? Estranho, pelo que li nos livros o príncipe Doran já ficou sabendo disso e ainda está hesitando.

    Dois aliados de Tywin têm muitos navios: Lorde Manderly, que tem um filho como refém, e lorde Redwyne, que é o atual mestre dos navios. Os dois podem bem lutar contra os homens de ferro. Como lutaram antes (no caso de Redwyne), por Robert Baratheon. Isso não considerando que Tywin contrataria uma frota mercenária.

    O que quero dizer é que Tywin era o único político capaz de terminar a guerra. Mindinho não tem interesse, na verdade quanto mais a guerra durar mais ele vai ganhar. Os Starks estão dispersos e sem força. Os Bolton não tem maioria no norte nem os Frey nas terras fluviais, sua única chance é permanecerem aliados a aliança Rosa-Leão. Os homens de ferro são inimigos de todo mundo. Os Martel são indiferentes à todo mundo. Sem Tywin, quem sobra? Jaime é prisioneiro (se estiver vivo), Tyrion está foragido, Mace Tyrel é um idiota, Cersei Lannister é uma maluca paranoica, Kevan também morreu, os filhos da Cersei e os filhos do Mace são moços demais. E, do lado inimigo, estão todos divididos, derrotados, se recuperando ou têm os mesmos defeitos do pessoal da coalizão Rosa-Leão.

    E a Dani ainda tem que consolidar sua posição no exílio, e mesmo que consolide seu reino na baia dos escravos (tem que mudar de nome, sugiro que passe a se chamar Baia dos libertos) ainda terá que enfrentar outras cidades inimigas no caminho dela para Westeros. Ou alguém acredita que Volantis, que tem dezenas de milhares de escravos prontos para se rebelarem, vai deixá-la passar em paz? Volantis está no caminho…

    Então, quem é melhor que o Tywin para fazer a paz? Não sobrou ninguém, agora que o Tywin está morto. Mas se ele tivesse sobrevivido, teria sido o melhor homem para fazer a paz. Claro que não é perfeito. Mas é a menos ruim das alternativas.

  • Calvin

    Muito provavelmente nunca saberemos, uma coisa ao qual parece que bons escritores fazem eventualmente é deixar algumas questões do enredo sem resposta afim de serem respondidas pela própria imaginação dos leitores, Martin deve seguir essa cartilha.

  • Alucard

    Ele tava vindo pra executar o Montanha, quando foi pego e morto. O veneno era só pra garantir a morte do Gregor, caso perdesse.

    Muitos fãs de GOT acham que os personagens veem manipulaçoes e segredos onde nao existem. Felizmente nenhum personagem do Martin é onisciente e onipotente como certos fãs querem. Mesmo os grandes enxadristas do Martin tem seus planos frustrados de vez em quando. E não manipulam a tudo e a todos.

  • Thaiza Costa

    Eu creio que não.Se não me engano, Ned até brigou com Robert porque não concordava com a aliança com os Lannisters e queria que fossem julgados pelo massacre que fizeram, principalmente pela forma como mataram Elia e os filhos

  • Alucard

    Se seu pai fosse hipocrita e frio com vc, seria justificado mata-lo?

  • Felisberto Albuquerque

    E ja pensou que talvez o que aconteceu com o cadáver de Tywin seja somente o resultado de : Carne morta+Calor+Umidade+ Dias de veório( 7 ao total) = Putrefação… Só isto e nada mais….

  • Felisberto Albuquerque

    1)Sobre Dorne: Doran não ficou sabendo que Aegon estava em Westeros…. O que ele cita em conversa com Aryanne Martell (depois de conversar e revelar os planos de Porto Real em assassinar Trystanne para ela e as Serpentes de Areia) é que uma frota zarpou de Lis, porém ele não sabe com certeza se em um dos navios esta escondido um DRAGÃO….E Tem mais: No que Jon Connington conquistou Poleiro do Grifo ele pede a um personagem como esta a situação de Westeros e este personagem relata a situação do Norte , a situação em Dorne (com dois exércitos posicionados em alguns pontos que eu não me recordo onde especificamente) e então ele determina para que Lançassolar seja comunicada de que um herdeiro Targaryen se encontra em Westeros…. Isto esta narrado no capítulos finais da Dança com Dragões…
    2) Sobre dois dos aliados de Tywin terem muitos navios (Manderly e Redwine) ele poderia contar somente com Redwine, por dois motivos: Porto Branco fica do outro lado do Continente e a principal é que Manderly é FIEL SOMENTE ao NORTE…. E sobre o refém vc se esquece da tramóia de Manderly com Davos (execução falsa)… E sobre esta frota dos Redwine, onde eles estavam quando Euron começou a saquear a costa da Campina..???
    3) A situação do Norte é insustentável, e difícil de manter sem que um Stark esteja em Winterfell (Nem a falsa Arya manteve a lealdade de Manderly), isto sem contar as outras casas (Mormont, Ryswell, Hornwood, Talhard, Glover, Flints, Umbers)…. Os Boltons tem o apoio somente dos Dustin e dos Karstark…Isto e olhe lá…. Nortenhos são fiéis e só se curvarão a um Stark legítimo (Isto Stannis percebeu ao tentar Jon Snow com aquela proposta). Tywin tem tanta certeza disto que armou aquela farsa com a falsa Arya.
    4) Danaerys é outro papo, pois ela realmente esta numa situação difícil. Agiu como mãe e libertadora ao invés de conquistadora e agora esta pagando o pato da conta: Cercada de inimigos por todos os lados.
    5) Realmente acho que Tywin é um bom estadista, mas ele foi enfiar a mão em dois vespeiros: Dorne e o Norte. Como vc mesmo disse ele não é perfeito. Não foi inteligente da parte dele resolver a questão do norte da maneira como fez.

  • Guilherme Castro

    Não é questão de “justificativa” porque apesar de tudo o negócio foi irracional, o próprio Tyrion admite que puxou o gatilho no impulso por conta da raiva.

    Só aponto que o Tywin provocou, provocou a vida toda e ainda mais naquela conversa, e eram poucas as coisas que redimiam ele como pai. E eu digo PAI, como a figura que o Ned era pros filhos, isso não existe nem vindo do Tyrion como também da Cersei ou do Jaime. Praticamente tudo de positivo que ele fez pelos filhos foi pelo bem da casa Lannister ou alguma estratégia em relação a outros conflitos/casas.

  • LadyStarkReed

    Adoro o site, e essas teorias são demais. Mas eu gostaria de ver um espaço para tópicos igual ao site westeros.org, porque não sou boa no inglês, o google tradutor é horrível, e fico meio sem graça de postar alguma coisa lá por causa disso. Seria muito bom discutir os eventos dos livros e essas teorias por aqui, e um fórum com tópicos ajudaria, já que são poucos os posts no site que liberam spoilers.

  • Alucard

    Concordo que Tywin subestimou demais, e foi frio, mas vamos lá, botou o Tyrion na mesma cama que Sansa virgem…….

    É razao pra perdoar as piores ofensas possiveis, kkk

  • Kauly Bohm

    Elliara ta viva e os dois quem eu falo sao Tywin e Oberyn obviamente. Qual diferença vai fazer se o Oberyn realmente tava envenenando o Tywin? Nem uma, só vai tornar a morte dele idiota e simples.

  • Myriel

    Mas como estamos supondo aos montes aqui, não podemos esquecer do “poder” de Varys. Ele matou Pycelle e Kevan com relativa facilidade, é importante recordar. Se Tywin estivesse vivo no início da invasão de Aegon, não duvido que Varys e seus passarinhos o teriam matado também, por se tratar de um empecilho considerável para a restauração Targaryen.

    Da mesma forma que Varys planejou culpar os Tyrell ou a Fé pela morte de Kevan, ele poderia fazer o mesmo no caso de Tywin.

  • Lady não temos fórum aqui o no site pq já existe um fórum brasileiro criado pelos fãs, inclusive leitores do site http://forum.iceandfire.com.br

  • Também acho… 🙂

  • Soane

    Tywin realmente sempre procurou colocar a família Lannister em primeiro lugar. Porém, podemos perceber que ele de fato, nunca reconheceu e tratou Tyrion como seu filho verdadeiro. Tywin nunca foi uma figura paterna pra Tyrion. Muito pelo contrário, ele deixava claro o desprezo que sentia pelo filho, ainda mais pelo fato da mamãe Lannister ter morrido no parto do anão.

    E o fato dele ter casado a Sansa com o Tyrion não foi por motivos de “vou casar essa ruiva virgem e linda com o meu filho”. Ele fez isso apenas por interesses estritamente políticos. Se Sansa fosse uma coisa horrenda, ele ainda a casaria com Tyrion, sem se importar se o mesmo gostaria da sua noiva ou não.

    Então acho sim que Tyrion teve todos os motivos pra, num momento de raiva, atirar no pai. Ele já aguentou a vida toda de escárnio dos Sete Reinos inteiro, todo mundo via ele como uma aberração. A última coisa que ele precisava era ser visto assim em casa também. Tyrion nunca teve um pai de verdade. E ao vê-lo realizar as mesmas ações que tanto condenava em Tyrion (levar putas para a sua cama)… Isso foi a cereja do bolo.

  • Rafael

    Nunca tinha lido essa teoria, mas faz algum sentido sim, mas é uma daquelas coisas que pode ser ou não, coisas que o Sr. Martin adora, rs

    Nunca pensei nisso pois lembro que um cena em Tyrion diz que também não conseguia ir no banheiro depois que assumiu a posição de Mão e a cena dele morto e fedendo demais, mais me parecia uma alegoria ao fim dos trabalhos de Tywin tudo era realmente fetido e podre, talvez até uma representação do fim da visão de Tywin a sua casa, pois com ele morto ela não se sustenta mais e ela foi construida de uma forma terrivelmente podre e violenta.

    Mas claro…que colocar mais uma camada nessa sub-trama seria otimo e faz muito sentido.

  • Alvaro Reis

    Eu farei um OFF TOPIC (Perdão…):

    Estava refletindo um pouco enquanto pitava meu cachimbo cheio do fumo “Irlandez”, e pensei:

    – Martin, um ser humano tão detalhista, tão minucioso e atento, não pensou que a série poderia alcançar os livros.

    Vejam bem… ele mesmo diz que há anos negocia a novelização de sua obra e não pensou num fato tão importante.

    Será?

    Será que o bom velhinho, tão astuto não previu esse grave “erro de projeto”?

    Pois bem… pra mim “Os Ventos do Inverno” já estão escritos há muito tempo, bem com a a conclusão da obra.

    Tudo foi friamente calculado.

    No início o livro pode ter alavancado a série, mas hoje, a série alavancou o livro, fazendo com que As Crônicas do Gelo e Fogo deixasse de ser “cult” e passasse a ser lido no mundo todo.

    Anotem aí: Se houver a 5° temporada com o material já publicado, quando essa acabar, ele lança o 6° e o 7°!

    O mundo está sedento pela continuação da obra, e o que eram apenas alguns milhares de exemplares antes da série, hoje são centenas de milhões a serem comercializados.

  • Alucard

    Ele tem motivos pra odiar o pai, e nao matar o mesmo.

    Tywin poderia ter sido muito mais duro com ele, nao lhe deu carinho paterno, mas lhe deu dinheiro a beça, e poderia te-lo mandado longe e sem grana

    E o casou com Sansa, nao para agrada-lo, claro, mas casou. E isto é bom. Se o tivesse casado com uma horrorosa iriam condenar Tywin.

    E Tywin foi muito nobre de criar Tyrion, visto ser provavel que ele seja filho de Aerys, após ter estuprado a esposa de Tywin, lembre-se que ele disse “vc nao é meu filho” a Tyrion, antes de morrer.

  • Ele surgiu porque era o único que podia vencer o Montanha e assim criar Sor Robert Forte. Simples assim. Oberyn em si não acrescentou nada à história. Ele causou impacto porque achamos que ele iria sim ter a vingança dele, só por isso. Fomos descuidados ao criar empatia por ele, assim como ele também foi.

  • Otávio

    Bem, Ellaria Sand ainda está viva, né…

  • Alvaro Reis

    Faz sentido.

  • Felisberto Albuquerque

    O pessoal sempre rendia elogios a ele aqui como um personagem pra lá de f&$@#… Ai li os livros e me decepcionei… Foi morto por ser um lutador arrogante. Ele foi útil ao meu ver pra Dorne ficar mais ávida por vingança. Enfim um personagem overrated ao meu ver…

  • Alvaro Reis

    Eu também sou partidário destas explicações simples.

    Como eu já venho dizendo, não precisa ver conspiração ou informações ocultas em tudo.

    Era preciso um cavaleiro forte e poderoso para matar Clegane… quem mais poderia ser? Jayme? Gerold? Poderia ser o Cão… mas Martin pegou uma personagem descartável, que até aquele momento não participava da trama e não tinha maiores envolvimentos no contexto.

    A bronca é que a turma gostou dele, inclusive eu.

  • Lucas

    Tywin teve um dedo no planejamento do Casamento Vermelho. TODOS que maquinaram para o massacre no casamento são bárbaros, mesmo que a causa seja nobre ou não. Tyrion foi um monstro em ter assassinado o pai, mas os feitos de Tywin foram mais monstruosos ainda.

  • Joao Palmadas

    1) No primeiro capítulo da Aryanne, em os ventos do inverno, traduzido pelo pessoal aqui do site, ficamos sabendo que o príncipe Doran já recebeu a mensagem de Jon Connington e que tem muitas dúvidas. Mas, é
    claro, Connigton não estaria lá se o Tywin estivesse vivo, foram as maluquices da Cersei que criaram condições para isso.

    2) A frota do Redwyne estava fazendo a guerra contra Stannis – e se fosse Tywin no poder, ele teria descoberto sobre a frota do Manderly, e não teria caído no conto do vigário da morte do Davos nem teria devolvido o filho do Manderly só por causa disso. O Tywin não teria feito as besteiras que a Cersei fez. Devolver o jovem Manderly foi uma delas.

    3) Eu não disse que a situação no norte está
    tranquila, mas com Tywin não chegaria a ameaçar os Lannisters, e com Tywin os Boltons teriam mais facilidade para dominar a situação. Claro que o psicopata do Ramsay poderia acabar estragando tudo. Mas isso não seria culpa do Tywin.

    Pulando o 4)…

    5) E como você queria que ele resolvesse? O plano dele era bom, e o trabalho estava sendo feito, mas aí ele morreu e tudo se embaralhou. Mas isso não muda o fato
    que plano dele era o menos ruim. Paz total, felicidade para todos, isso é mesmo impossível. Mas o Tywin é o que chegaria mais perto disso. Se tivesse ficado vivo.

  • Joao Palmadas

    Agora veio uma objeção valida. Varys, realmente, poderia embaralhar tudo contra os Lannisters. Mas qualquer um que estivesse em melhor situação para derrotar o jovem Aegon (Robb, Stannis, Cersei, qualquer um), poderia ser morto pelo Warys. Isso não diminui o valor de Tywin como político.

  • Joao Palmadas

    Olha, por essas discussões neste tópico, eu sugiro que seja criado um novo tópico, sobre o valor dos estadistas de westeros como políticos. Que tal comparar a capacidade de Tywin, Tyrion, Littlefinger, Warys, Stannis, Ned Stark e seu filho Rob, Jon Snow, Balon e Euron Greyoy, Lorde Bolton, Valder Frey, Doran Martel… O quanto eles valem como políticos? Quais são seus pontos fortes e fracos? Isso merece um artigo a parte, não acham?

    Nem precisam aprovar esse meu comentário, se não quiserem. Eu só quero que vocês aí do site leiam e pensem nisso, porque eu acho uma boa ideia. A não ser que o artigo já exista e eu não sei…

  • Felisberto Albuquerque

    Ótima idéia…

  • Murilo Martell

    Eu sou fã do Martin, mas acho que as pessoas endeusam muito ele. O cara não é metade do gênio que os fãs pensam que ele é. Há muito mais tramas na cabeça dos fãs do que na daquele velho que não termina nunca esta saga e fica aí lançando livros novos sobre tempos anteriores a Westeros. Seria meio nada a ver, o Oberyn envenenar Tywin e Tyrion vir e matar Tywin.

  • Murilo Martell

    Eu sou fãzão do pessoal do Dorne. Mas eles poderiam parar de fazer cagada!

  • Murilo Martell

    É isso que eu tô falando há um tempão. Acho que a questão comercial está sobrepondo ao respeito aos milhares de fãs: o de simplesmente terminar de contar a história. Depois disso, a série vai continuar rolando na TV, a franquia vai continuar gerando um sem-número de produtos e o tio Martin vai poder nadar em dinheiro. Mas, porra, termine a história!

  • Murilo Martell

    Ned é um caso a parte, heheh

  • Felisberto Albuquerque

    1) Bom, não tive acesso a estes escritos do Ventos do Inverno, mas espero que Doran assuma sua verdadeira intenção e tome uma decisão de colocar o Trono de Ferro em Xeque. Com a situação do Norte bem caótica tendo a possibilidade de Stannis ter vencido a aliança Bolton/Frey com a ajuda das outras casas, com as Terras Fluviais arrasadas e sem condições de auxiliar Porto Real, com os homens de ferro assolando a Costa da Campina (Tyrell e Redwine deslocando tropas para retomada) uma rebelião no Sul seria o prego o último prego no caixão dos Lannisters. Sinceramente se Doran não tiver esta perspiscácia, perderia uma oportunidade única… Se o Mindinho convencer os senhores do Vale de Arryn a ir a guerra se antecipando a chegada dos Drações ( Como eu acho que fará) seria Xeque-Mate: Norte em guerra franca e aberta, Homens de Ferro na Campina e o Vale de Arryn se rebelando. DORAN, SEU BORRA BOTAS, VC ESTA ESPERANDO O QUE???
    2) Foram os Freys que viram a situação e comprovaram que era O Mão de Stannis que foi decapitado…
    3)O Norte só vai apaziguar com um legítimo Stark em Winterfell… E este legítimo Stark só vai descansar quando Boltons e Freys pagarem pelo que fizeram.. Se isto não acontecer o Norte não será o Norte e um Stark não será um Stark… Se é que vc me entende.
    5) Como eu queria que ele resolvesse: na questão de Ellia de Dorne, era ter dado ordem rigorosa de que ela e os filhos deveriam ser capturados vivps e sem mais tratos… E ter deixado a pica para Robert resolver.
    Na questão do Norte seria bem mais complicado. Mas Robb ja estava enfraquecido e teria que voltar para lidar com os Homens de ferro… ele poderia aproveitar e atacar a outra costa nortenha a cercar Correrrio… Robb estaria na situação de Porto Real agora: Homens de ferro em uma costa, Lannisters na outra, a Muralha com selvagens e Stannis Baratheon e seu tio lhe pedindo ajuda. Era só questão de tempo até cair.

  • Myriel

    Mas a “zona de conforto” de Vary é a Fortaleza Vermelha, uma vez que ele conhece muitas passagens secretas. Tenho minhas dúvidas se Varys conseguiria assassinar Robb ou Stannis diretamente, mas para um “passarinho” pode ser possível (sabendo-se que ele tem informantes em vários lugares).

  • Hugo Leonardo

    Essa teoria é para os criadores do Blog. O comentário será bem longo. OBS: se faz necessário se ter lido bem, MUITO BEM, atentamente o quarto e o quinto livros para se conseguir entender este comentário ( creio que para vocês, meus amigos do blog, esta observação não se faz necessária, pois sei que o fizeram).

    Comumente, enquanto navego na net em busca de novas teorias dos leitores, encontro dezenas de milhares de comentários animados sobre o destino de Dany após a “A Dança dos Dragões”, e quase sempre acabo encontrando referencias aos alertas de Quaithe acerca dos perigos que rondão nossa amada rainha, porém gostaria de lembrar uma coisa a todos.
    Como vocês bem sabem, nem tudo no mundo criado por Martin tudo é o que parece. Nem todos fazem as coisas pelo motivo mais horados. Neste mundo as segundas intenções reinam. Portanto, pergunto: ajudar Dany a sobreviver seria a única intenção de Quaithe? Por que orienta-lá?

    Certamente sua resposta seria: “Ela ajuda Dany porque acha que esta seja o príncipe prometido, o ressuscitado Azo Arai, aquele ( no caso aquela) que irá salvar o mundo.”. Realmente, assim como você, leitor, também acredito nisso, mas não é só este o motivo.

    Tenho certeza que todos devem lembrar-se de um pov de Davos em que Stanis o revela que Melizandre o alertara que se atacasse Porto Real antes de enfrentar seu irmão, Renly, este iria atacá-lo e matá-lo enquanto cercava a cidade. Isto acabou por não acontecer pois Stanis desembarcou em Ponta Tempestade e vocês sabem o que aconteceu. Stanis foi salvo porque seguiu as recomendações de Melizandre, o que alterou seu futuro. Sendo assim, me arisco a dizer que o que os sacerdotes vermelhos veem nas chamas não é um futuro inremediável, mas apenas uma possibilidade, um dos caminhos a ser seguido.

    Voltando a Dany. Acredito que o que Quaithe fez ao alerta-lá não só a ajudou, mas fez nossa rainha mudar seu futuro, a fez escolher outro caminho, um que ao mesmo tempo em que a salvara de possíveis “inimigos”, pode te-la retirado ou colocado na posição de agrado do líder dos sacerdotes vermelhos, depende de que lado você acha que Quaithe está.Vou explicar melhor, mas antes lembremos um dos avisos dados à Dany. “Logo virá a égua descorada e, depois dela, os outros. A lula gigante e a chama escura, o leão e o grifo, o filho do sol e o dragão do pantomimeiro.” São as exatas palavras de Quaithe. Analisemos um por um daqueles sitados no aviso.

    O filho do sol muitos acham ser Quentyn Martell, não concordo, mas este não é o objetivo do meu comentário, prossigamos. O dragão do pantomimeiro, creio ser o jovem Griff. O leão é Tyrion (Moqorro também fala, para o próprio Tyrion sobre ele). O grifo, lorde Connington. A lula gigante, Victarion. E agora chego onde queria, a chama negra é Moqorro. Por quê alertar Dany sobre o outro sacerdote vermelho se, tanto ele, quanto Quaithe servem ao grande líder dos sacerdotes vermelhos que vive em Volantes, Benerro? Mais uma vez, a resposta irá depender de quais forem as intenções que você acha que Quaithe tem.

    Pelo que sabemos Benerro enviou um sacerdote vermelho para orientar Dany. O sexo e o momento em que este sacerdote foi enviado não foi especifica dono livro, e é dai que brota a dúvida: que é o sacerdote? Muitos dirão sem exitar que é Moqorro, pois ele nos é apresentado no mesmo livro em que esta informação nos é revelada ( ele mesmo diz que é o enviado). Mas será? Está pergunda acabou por me ocorrer. O livro não revela o sexo, a idade, o local de origem do sacerdote, nem quando foi de encontro a Dany. E se ele ou ela a já estivesse encontrado antes do quinto livro? E se o tal sacerdote for Quaithe? É uma possibilidade.

    Ao dizer a Dany que Moqorro era perigoso, significa por alguma razão este sacerdote vermelho poderá interferir no destino que Quaithe até então vinha fazendo a princesa Targaryen trilhar. Mas isto é positivo ou negativo, você me pergunta? Pela terceira vez, a resposta irá depender das intenções por trás dos conselhos de Quaithe, e ela virá, meu caro leito, na forma de uma outra pergunta: quem será o tal sacerdote enviado por Benerro, Moqorro ou Quaithe? Ambas as respostas são possíveis.

    Porém os dois não podem ser o enviado simultaneamente, então o sacerdote envido só pode ser um deles, e o outro seria outra pessoa desfaçada tentando aproximar-se e usar Dany para seu próprios fins ( se é que realmente Benerro que realmente só auxiliar Dany ao mandar alguém orienta-la, mas não debaterei isto agora – este, assim como a identidade do “filho do sol” serão alvos de outros comentários meus). Explicações, a seguir.

    Creio que vocês se lembrem que Samwell Tarly viajou de Braavos para a Cidadela em um naviu das Ilhas de verão, e que Victarion Grayjoy atacou vários navios durante seu caminho até Meeren. E seu dos navios atacados fosse o mesmo no qual Sam viajara, e nele estivesse tentado entra abordo, para a viajem de volta, um certo meistre da cidadela: Marvwyn, o meistre feiticeiro? Sabemos que os poderes de Marvin são bem amplos, pois este viajou por todo o Essos aprendendo todo tipo de feitiço e magia negra que pode ( chegou até a encontra Miri Mar Dur quando mais nova). Mas o que Marvwyn tem haver com Moqorro? Eles podem ser a mesma pessoa. E o personagem que sabe disto é a mulher negra sem língua que Victaron capturou em um dos ataques, que a proposito, assemelha-se bastante com uma das tripulantes descritas por Samwell em sua viajem.

    Marwyn, sobre o disfarce de Moqorro para não despertar a atenção dos demais meitres da cidadela, não conseguira embarcar no navio ( no vento de canela, ele mesmo fala que irá até o navio) e acabaria viajando em outro, mas a mulher negra, que seria uma das tripulante do navio onde tentara embarcar, o reconhecera e por isso rosnara para ele quando Victarion colocou um de frente para o outro.

    Mais que besteira, mais um com teoria fora de noção! Muito provavelmente é o que você deve estar pensando agora! Porém ainda não pare a leitura, pois agora irei mostra três fatos que atestam a verdadeira identidade de Moqorro como sendo Marvin: primeiro, a pouca afeição de Moqorro pelas roupas vermelhas, fato demonstrado quando este não excita em trocá-las pelas negras fornecidas por Victarion (lembrando que Melisandre sempre, SEMPRE,esteve vestida em roupas vermelhas, e que Tolos continuou a usar a sua até ela ficar cor-de-rosa e quase podre); segundo, ao cair ao mar Moqorro não morreu afogado como se esperava, simplesmente continuou a deriva até que os homens de Victarion o resgatassem muitos, MUITOS, dias depois, creio que o deus vermelho não seria capaz disso, portanto Moqorro precisaria ter conhecimento em outras artes para conseguir sobreviver no mar,e ele é Marvin, o meitre que viajou de cabo-a-rabo pelo Essos, pode ter aprendido como fazer isso ou alguem pode ter feito o feitiço para ele (um saerdote vermelho que reside em Vilavelha, e o livro cinco mostra que existem vermelhos lá), o que um mero sacerdote vermelho não seria capaz de fazer; Terceiro, a “chama negra” no alerta de Quaithe, não só poder ser uma referência a cor negra da pele de um sacerdote do deus da luz (negra = a pele / chama = sacerdote vermelho), como também ao fato de Marvin possuir velas de obsidiana, cuja chama ( teoricamente, impossíveis de se acenderem) são negras.

    Portanto, Moqorro não passa de um disfarce (mudanças de estatura e constituução fizica são possives através das ilusões dos sacerdotes vermelhos, e Melisandre nos mostra isso com Mance Ryder e Camisa de Chocalhos). Então, no final das contas, Quaithe é o tal enviado ( no caso, a enviada) de Benerro e ajuda Dany seguindo as ordens dele? A resposta é não. Certo que Moqorro, ou Marvin, ao tentar prevenir-la das intenções nefastas dos meistres de alto escalão da Cidadela para com os Targeryan, acabou por interferir, ou poderá interferir, nos plano de Quaithe para Dany, assim como pode ter ocorrido com todos os outros sitados no alerta de Quaithe que transcrevi lá em cima, daí a necessidade de considera-los inimigos e alertar a filha da tormenta. Porém o objetivo não é só protege-lá da morte, mas proteger também os andamento dos planos. Mas planos de quem?

    Moqorro, Marwyn, diz a Tyrion que foi enviado para proteger e aconselhar Dany, e, em outro pov, relata a Victarion que seu irmão, Euron é uma grande ameaça para a jovem Targaryan e seus dragões, e que o capitão da frota de ferro tem um grande serviço a prestar ao deus da luz.

    Imagino que vocês se recordem que Moqorro embarcou no mesmo navio que Tyrio e Mormont, no porto de Volantes ( cidade sede do templo central dos sacerdotes vermelhos) e acompanhado de quatro guerreiros do templo. Creio que Marvyn, disfarçado de Moquorro, depois de partir de Vilavelha foi direto para Volantes e entrou em contato com Benerro, alertou-o sobre os meistres, recebeu ajuda e partiu para Meeren, inconscientemente ou não no mesmo navio do anão.

    Mas aonde Quaithe entra nisso tudo? De quem são os planos que ela ajuda a aplicar? Ora eles são de Euron Greyjoy. Provavelmente seu cérebro deu um nó agora, não? Pois bem. Vocês perceberam que Moqorro não fala nada sobre Quaithe para Tyrion? Então ele não sabe nada sobre ela, e Benarro teria lhe contado se já tivesse um aliado seu com a rainha dos dragões. Por isso ao incluir a “chama negra” entre os oportunistas que iriam até Meerren, ela demostra que ele é um inimigo … dela mesma!

    Espera um pouco. Não foi Euron que mandou Victarion atrás de Dany? É agora que introduzo o elemento mais estarrecedor da minha teoria. Se Euron já tinha consciência do ódio e do desejo de vingança de seu irmão, porquê o mandaria atrás de sua desejada rainha?. A-há! Foi porque ele achava que Quaithe ( que ronda o palácio de Dany invisível ou disfarçada) seria capaz de mante-lo sobre controle. Porém eles, Quaithe e Euron, não contavam que Moqorrro, MARWYN, seria biruta o suficiente para pular no marno meio de uma tempestade (pois já deveria saber da futura calmaria e dos piratas) e, literalmente, ficar dias boiando até ser resgatado por Victarion, a quem ele já tinha visto em suas chamas. E converte-o em seu aliado e envenena-o contra seu irmão Euron. Acho que ele não sabe sobre Quaithe.

    Para finalizar, responderei as duas perguntas que fiz a mim mesmo logo depois que comecei a montar esta teoria: quem é Quaithe afinal de contas? Como ela conseguiriam se comunicar com Euron, estado ambos em continentes diferentes (e nos postos mais extremos destes)? Por que lea o ajudaria ? Responderei primeiro a segunda questão. A comunicação provavelmente foi feita atravez de velas de obsidiana! Marwyn chega a falar par Samwall Tarly, no último capítulo do quarto livro, que através delas é possível não só se comunicar a distância, mas entrar nos sonhos dos outros, entre outras coisas sinistras.
    A verdadeira identidade de Quaithe continua para mim uma incógnita. Porém tenho duas teoria bem generalistas: ela pode ser uma das amantes que Euron adquiriu durante seu anos de saque e agora ela o ajuda, ou ela pode ser mesmo uma sacerdotisa vermelha mesmo ( o que não acaba por eliminar a primeira possibilidade).
    Já o motivo parece-me mais claro do que sua identidade, e não é porque ela é doida e gosta dele mesmo e por isso o ajuda. Creio que ela pense que ele seja Azo Ahai. Por quê então lhe entregar de bandeja uma trombeta que controla os dragões e ter o trabalho de seguir Dany até Meeren? Talvez o motivo dos “auxilios” de Quathe sejam os dragões, que dependiam de Dany, quando as duas se encontraram, para sobreviver. Dany não seria necessária como uma reserva” caso a trombeta não funcionasse.

    Se vocês leram até o fim agradeço, aguardo (ansiosamente) respostas. Obg!

    Obs: Desculpem-me por ter alterado o comentário anterior. É que eu tinha escrito duas versões, só que eu copiei e colei a errada (a minha primeira versão da teoria). Sorry. Mas agora eu corrigi e está tudo certo. Valeu!

  • Zélia Leticia Dantas Bezerra

    Olha, não sei, vou ate reler com mais atenção pra dar uma olhada nisso ai, mas se Oberyn estivesse fazendo isso… Pelos Sete, Antigos, R’hollor, o Deus Afogado e o de Muitas Faces, Oberyn Martell é apenas foda!

  • Felisberto Albuquerque

    Um morto bem morto, apesar de ser foda.

  • Joao Palmadas

    Ele atraiu o lorde Kevan para uma armadilha e o matou. Poderia fazer isso com qualquer outra pessoa.

    Estranho, não é, a Cersei ter sua vida garantida e pode ter o poder de volta porque é um fracasso… Se ela fosse competente, já teria sido eliminada. Mas como ela é um desastre, seus inimigos querem que ela continue no poder.

  • Fernanda Bezerra

    socorro a teoria q postei no grupo rsrsrs

  • Elisa Raquel

    Cara, não tinha pensado por esse lado, mas essa teoria é bem plausível, vou reler pra poder entender melhor!

  • Bacellar

    Não sei do que se trata.

  • Joao Palmadas

    Outro tema bom para um artigo é “Qual é o segundo melhor duelo da série?” Porque o primeiro nós já sabemos que é o duelo entre o Víbora e o Montanha. Mas qual é o segundo?

    1) O duelo entre Rhaegar e Robert, na batalha do tridente?

    2) O duelo entre Bronn e Sor Vardis Egen, no ninho da águia?

    3) O duelo entre Brienne de Tarth e Sor Loras Tyrell, em Ponteamarga?

    4) O duelo entre Sandor Clegane e Beric Dondarrion, nas terras fluviais?

    5) o duelo entre Belwas, o Forte e Oznak zo Pahl, diante das muralhas de Meereen?

    6) O duelo entre Sor Barristan Selmy e khrazz, em Meereen?

    7) O duelo entre Jon Snow e o “senhor dos ossos”, no Castelo Negro?

    E deve ter outro duelo que esqueci. Enfim, qual deles foi o segundo melhor duelo dos livros, até agora? O primeiro, já sabemos, foi o duelo entre o Víbora e o Montanha. Taí um bom tema para um artigo.

  • Spock Balboa

    off topic – existe alguma teoria sobre o último plano do Robb Stark? Aquele que ele deixou antes de morrer, que enviou a Mormont e tal?

  • Alucard

    Brienne vs Rorge. “E seu olhar de absoluta incredulidade quando ela o mata….”

  • Tattinha

    Ela testemunhou contra ele… Acho que era exatamente o que o Tyrion via mesmo, nem todas são uma Tysha!

  • Tattinha

    acho que ele no máximo analisou as opções, se ganhasse (que era o q pretendia) teria sua vingança e uma aliança forte com Tyrion. O anão poderia ser um bom nome para substituir seu pai Tywin depois da morte dele (caso Oberyn estivesse mesmo o envenenando). Caso desse tudo errado, ele ainda poderia sair ganhando pelos motivos citados.

  • Jefferson Nunes

    Provavelmente Tyrion vai se defender do assassinato do pai alegando que o mesmo já estava a caminho da morte por envenenamento e fez só uma caridade em antecipar!

  • Homem Vitruviano

    Não cara.

  • Homem Vitruviano

    Você tá falando da carta!? Se sim existe uma teoria, mas não achei aqui, me lembro que ninguém sabe do paradeiro da carta e nem quem ficou com ela.

  • Motherfucker_Ice_Cream

    “Oberyn morreu sem conseguir alcançar seus objetivos na capital”.

    Oberyn, o João de Santo Cristo de Westeros.

  • Motherfucker_Ice_Cream

    O do Belwas tem potencial pra ocupar essa vaga hein!

  • Tamara Teixeira Vitorino

    O Ned foi contra o que foi feito a Elia e seus filhos, ele queria que o Robert fizesse justiça.
    Assim como também aconselhou o Robert a não manter o Varys e o Pycelle no conselho e queria que ele mandasse o Jamie para muralha pelo regicídio.

    Ned e sua maldita honra! Se não fosse por ela estaria vivo!

  • Tamara Teixeira Vitorino

    Na verdade são os Tyrell que odeiam eles…rs

  • Tamara Teixeira Vitorino

    Culpar a Lyanna pelas atitudes do Raeghar seria a mesma velha história de culpar a vítima pelo estupro.

  • Calvin

    Ué, e a mentalidade medieval não era essa?

  • Calvin

    Não exatamente, quando descobriu a verdade sobre os filhos da Cersei a atitude “honrada” seria contar imediatamente ao seu amigo e rei, não tentar dar oportunidade dela fugir.

  • Pedro

    Barristan e Jayme, antes de Ned vir a ser mao.

  • Pedro

    “Oberyn morreu sem conseguir alcançar seus objetivos na capital”. É… bem , não. Tal afirmação está errada. Envenando Sor Gregor e posteriormente pelos acontecimentos nos livros fica claro que sua vingança É alcançada, independente da teoria de ter envenenado ou nao Tywin Lannister. Nao é questao de achar se Oberyn conseguiu sua vigança. Ele alcançou sua vingança,mas isso se deve a luta com Sor Gregor, nao pelo suposto envenenamento de Tywin, como sugere o autor.

  • Pedro

    Espere . Ah Espere. Todos esperamos o dia em que ela olhe para Westeros e cruze the narrow sea.

  • Pedro

    Because you’re a Lannister! . Ai , é um charme essa ambiguidade.

  • Vicente Araujo

    Acho que Oberyn se importava primeiro em matar Tywin, mas so depois que o montanha admitisse a culpa dos dois… por isso foi envenenando Tywin aos poucos… mas tyrion acabou com a farra dele… alem do mais por que o autor iria fazer questão de matar Tywin na latrina? “Foi encontrar o pai onde SABIA que o encontraria,” Sinal de que Tywin não andava bem do estômago.

  • osman Fergusson

    Mas ele queria a cabeça de Tywin também, então ele morreu sem conseguir sua vingança.

  • Joahkinn

    Acho que não. Pequenas vitórias morais e acertos de contas são contra o que o Martin em geral escreve.

  • Tulio Cesar Domingos Corrêa

    Ele pode ter envenenado a montanha, mas se matou é outra conversa…

  • Tulio Cesar Domingos Corrêa

    O plano do Robb era oficializar o Jon como Stark. Como rei ele podia fazer isso.
    Ele acreditava que o Bran e o Rickon estavam mortos, e com a Arya desaparecida e a Sansa refém ele era o único herdeiro do Ned. Tornando o seu meio irmão um Stark também ele garantia a linha de sucessão caso o pior lhe acontecesse.

  • D_a_v_z

    Sua teoria é bem interessante amigo, mas comparando o tempo dos dois livros o capítulo de introdução do Moquorro ocorre antes do capítulo que o Marwyn sai da Cidadel.

  • Jnores

    Tem uma teoria bem convincente que diz que Quaithe na verdade é Shiera Seastar, amante do Bloodraven. Pontos que reforçam essa teoria é que Shiera usava feitiços para manter a aparência de mais jovem (assim poderia viver mais de 100 anos), o fato de ela usar uma máscara (esconder os olhos púrpura e o cabelo prateado, que são relativamente raros. E também no último PoV da Dany ela cita alguma coisa de estrelas, relacionando a aparência da Quaithe fazendo alusão ao Seastar do nome dela. Além disso, não tem nenhum registro da morte dela (assim como não tem do Bloodraven, que é o corvo)

    Assim, ela e Bloodraven podem estar trabalhando juntos por uma finalidade através de Bran (gelo?) e Dany (fogo)

  • Hugo Leonardo

    Todos
    os que leram a teoria acima lenham esse complemento, por favor!

    Olá
    Jnores. Cheguei a pensar pensar nessa possibilidade depois de postar
    minha Teoria. E acabei chegado a conclusão que, na verdade, o que eu
    coloquei ai encima está incompleto, e o seu comentário me deu a
    oportunidade de acrescentar um complemento, que, aproposito vai ser
    bem longo.

    E se o Corvo de sangue estiver trabalhando com
    Quaithe e Euron (se é que é ele mesmo). Sei que soa meio estranho o
    que falei agora, mas vou explicar. Se realmente Quaithe for Shiera
    Seater não seria estranho o Corvo te-lá mandado atras de Dany
    quando seus Dragões nasceram. Como provavelmente Briden Rives deve
    ter algum meio de vigiar seus “concorrentes” pelo mundo (
    provavelmente uma vela de obsidiana), ele dever ter ficado sabendo do
    nascimento dos dragões enquanto vigiava os movimentos de Dany e
    traçando a rota que ela seguiria mando Shiera, que talvez já
    estive-se em Qarth ( que sabe para consegui o liquido que os Imortais
    e seus servos tomam, o mesmo o qual Euron toma e deixou seus lábios
    azuis) atrás dela, com o intuito de protege-lá e manter os dragões
    em segurança.

    Antes de prosseguir com a relação entre os
    dragões e os planos de Briden Rives tenho, primeiro, de tentar
    explicar o motivo de achar que ele tem algo haver com o retorno de
    Euron para as Ilhas de Ferro. O principal indicio nos fui dado ainda
    em “A Tormenta de Espadas” pela bruxa anã do Monte Oco:
    “(…) Sonhei com um homem sem rosto, à espera numa ponte que
    oscilava e balançava. Em seu ombro estava empolerado um corvo
    afogado, com algas pendurada nas asas.(…)”

    Na
    minha opinião, há uma dubla interpretação ao “corvo” no
    ombro da figura. A primeira é a de que é uma referencia ao apelido
    de Euron: olho de corvo (esta deve ter sido a interpretação que
    todo munto deve ter visto). A segundo pode ser uma representação do
    influência de Briden Rives nas ações de Euro, o corvo está no seu
    obro, jundo a seu ouvido a lhe sussurra o que fazer ( como os
    capetinhas e os anjinhos dos desenhos animados) ou até pior, e se,
    agora, Euron Greyjoy não passar de um mero fantoche de Briden, só
    mais uma das “peles”, assim como a dos corvos,que o Corvo
    de Sangue assume na sua busca de vingança contra os Targaryen por
    sua traição 100 anos atrás. Estou mais inclinado a char que Euron
    agora não é mais do que uma mera “pele” na qual Briden
    entra, “um homem sem rosto” pode ser uma referencia ao fato
    de esse tal “homem” não mais ter identidade própria, e o
    adjetivo “afogado” dado ao “corvo”, pode ser uma
    referência não só ao ritual de afogamento e ressuscitação dos
    homem de Ferro, dos quais Euro é, ou melhor, era um, mas também a
    ser o “homem”, o corpo deste, o meio pelo qual o “corvo”,
    velho e “afogado” em sua própria semi-vida conectada aos
    represeiros, reviveu, reviveu no corpo de Euro Greyjoy. Pegando
    emprestado a frase ritual dos homens de ferro: ” Tudo que morre
    volta a viver e mais forte”.

    Poderia ser este o motivo de
    Shiera ( Quaithe) está atrás do elixir dos imortais que Euron já
    toma, para prolongar ainda mais sua vida, permitindo que seu mestre
    tenha um corpo reserva ( ele já o usas nas suas tramoias) para o
    caso de ele não conseguir tomar posse daquele o qual mais deseja: o
    de Bran. Opa, opa, opa, Hugo. Cê tá indo rápido demais! Deve ter
    passado pela sua cabecinha, não? Se não, ÓTIMO.

    Voltando
    ao assunto. Bom Hugo, qual das vária possibilidades de interpretação
    da frase é a certa? Todas. Todas são válida e se complementam.
    Como todos sabemos, o vovô Martin gosta de dar múltiplos sentido a
    tudo, e geralmente as profecias e visões não tem apenas uma única
    interpretação, mas sim várias.

    Provavelmente todos
    pensaram que Balon Greyjoy caíra da ponte devido a maldição que
    Stanis e Melisandre lançaram sobre ele ( assim como sobre Jofrey e
    Rob). Foi nos próprios livros que somos apresentados a fato
    esclarecedor. O cumprimento de maldições se manisfesta não
    atraveis de assidente, mas sim através de pessoas. São pessoas (
    com seus próprios motivos) que vão acabar por cumrir a tal
    maldição, cabendo a nós, leitores, julgar se o tal conjuramento
    teve ou não participação real, se le tem realmente efeito e poder.
    Só para exemplificar, mostrarei um caso que não tem nada haver com
    o restante da teoria: o da amiga de Cersei que morre detro de um poço
    ao qual fora atirada pela própria Cersei, que estava co raiva da tal
    “amiga” por ela desejar Jaime. Esta mesma amiga é aquela
    que pergunta a Magge, a rã, se irá casr com Jaime e lhe é revelado
    que sua virgindade está reservada aos “vermes” a comerem
    seu cadáver, ou seja, ela não irá se casar com Jaime. E foi Cersei
    que a matou, pelos seu próprios motivos: ciumes de seu irmão, com
    quem “dormia”.

    Euron reaparece exatamente quando seu
    irmão morre. Mais porque? Afinal, porque o mais temido e cruel
    pirata do mundo iria querer ser rei de um punhado de rochedos pobres?
    Tudo bem que poderia ser meramente orgulho e ambição. Mas acho que
    não deve ser só isso. E se ele fosse uma peça fundamental no
    tabuleiro de Briden Rives e por isso apareceu no Jogo dos
    Tronos?

    Peraí Hugo! Uma hora Tu estais a falar de uma teoria
    e depois já emenda noutra. Explica direito! Se eu coloco uma teoria
    dentro da outra é porque tudo está conectado. Círculos dentro de
    Círculos. No mundo de Martin todo está conectado de alguma
    forma.

    Então, vamos enfim aos planos do Corvo de
    Sangue. Um dos dragões negros e um dos velhos das visões que
    Moqorro (Marwin) revela a Tyrion. Eu já falei que Briden que o corpo
    de Bran, afinal porque você acham que ele teria todo o cuidado de
    guiar o menino até o outro lado da muralha? Vocês acharam mesmo que
    era para combater os Outro? Que o tempo que sempre estava chegada ao
    fim do qual ele tanto falava a Bran era o tempo mesmo o faltava para
    a chegada dos outro? Não meus caros. O mundo que Martin criou não é
    assim. Todos de segundas intenções em suas ações. Todos primeiro
    pensam em si e em seus objetivos, antes de sequer cogitar o bem
    maior. O mundo é cruel (e esse do Vovô nem se fala!).

    O tempo o qual ele fala estar chegando ao fim (que também pode
    ser o da Chagada dos outros, lembram? Mais de uma interpretação
    para visões.) é o da sua própria vida, pelo menos a no seu velho
    corpo com mais de cem anos. Lembre-se que Briden é troca-peles, e
    quando um troca-peles morre, sua “essência”, sua mente (ou
    que sabe, espirito), passa para o animal ou pessoa com o qual está
    mais fortemente conectado ( ou no qual está usando no momento em que
    morre, caso de Orvel e sua águia). Provavelmente esse tal corpo que
    Briden tem mais laços seja o de Euron, o qual ele provavelmente irá
    utilizar quando seu plano provavelmente falhar.

    Briden
    deseja levar Bran até o Norte o mais rápido ossivel para poder
    treina-lo o melhor que pode antes de morrer, para que possa, na ohora
    da mortetomar psse de seu copo. Mais porque Hugo,você me pergunta.
    Não é só porque o velho que viver mais, afinal, se fosse só isso,
    era melhor ficar com um corpo que não foce aleijado como o de Bran.
    Mais não é no corpo de Bran em si que Briden tem interesse, mas sim
    em seu dom como troca-peles, que até mais forte que o do velho.
    Todos sabemos que todos os jovens Stark são wargs, e dos poderosos.
    Isso nos fica claro quando observamos a relação que cada um deles
    tem com os seu lobos, o quão semelhantes são os temperamentos de
    cada um, lobo e dono. Poderia colocar uma enxurrada de citações
    aqui, mas não vou por meu comentário já está enorme! Vocês mesmo
    já leram o momentos em que isto fica claro. E acho não ser preciso
    ficar colocando aqui citação de tudo que eu falar. Vou confiar que
    vocês, leitores atentos, lembrem-se de alguns desses momento por si
    sós.

    Sabendo
    que Bran é o mais poderoso entre seu irmão, Briden pretende tomar
    seu corpo, cotando que o dom de troca-peles independe da “alma”
    da pessoa, que através do dom de Bran, poderá,
    ele, já tendo tomado posse do corpo do garoto, controlar animais e
    pessoas.

    Então
    vamos ao que interessa: aonde a teoria de Quathe (Shiara) estar
    protegendo Dany e osDragões ( que eu já expliquei na minha teoria
    acima), a viajem de Victarion sob ordem de Euron, e os planos de
    Briden Rives de tomar o corpo de Bran e manipular o coro de Euron se
    encacham?

    O
    motivo de Euro enviara Victarion buscar Dany e seu dragões e
    trazer-los para
    Westeros é
    para que Briden, já
    dentro do corpo de Bran,
    talvez
    ainda como
    um troca-peles, possa controlá-los
    (os
    dragões), e, assim, se vingar dos Targaryan e, quem sabe, assumir o
    trono de ferro, forçado Dany a casar-se consigo, ou melhor, com o
    corpo de Bran. Por confiar que Shiara (ou Quaithe)
    seja capaz de manter Victarion sobre controle e,
    quem
    sabe, obrigando-o a levar
    sua frota de ferro direto para o litoral de além da muralha, aonde
    Briden, já sob a posse do corpo de Bran já deve
    estar os
    aguardando
    então.
    Pelo menos devem ser estes os planos na cachola do Corvo de sangue.
    Mas duvido que se realizem.
    Martin
    já nos mostrou que os planos, sejam eles grandes e complexo, sejam
    pequeno e visando a curto prazo,
    nem sempre saem como o desejado. Mindinho já bem nos disse que, as
    vezes, as nossas peças no tabuleiro podem resolver fazer um
    movimento sobre vontade própria.


    falei na minha teoria que Moqorro, que é Marwin, já está com
    Victarion, fato que todos nos já sabemos, e isso com certeza vai
    azedar metade do plano de Briden, o resto que vai estragar vai ser
    Bran, que vai conseguir impedir Briden de lhe roubar o próprio
    corpo. Sem escolha, o Corvo de Sangue vai ter que se contentar com o
    corpo de Euron e apelar para o plano B, o qual ainda não me estar
    muito claro. Deve ter haver com os outro wrags que Briden vem
    entrando em contato, treinado e reunido por toda Westeros,
    fato atestado pelo primeiro capitulo de Ariane em “Os Ventos do
    Inverno” liberado por Martin, quando duas meninas, no Castelo no
    qual o capítulo se passa, começam a discutir devido aos sonhos
    misteriosos de uma dela, que aparentemente é uma Vidente Verte.

    Enfim,
    não me arisco a tentar conjeturar mais coisas. Prefiro sentar e
    esperar o Vô terminar de escrever
    os
    benditos dois livro que faltam e ver o que vai acontecer.

    Abraços,
    e obrigado a quem teve paciência de ler até o fim!

  • Marco Antonio Bianchini

    doran martell em uma conversa com sua filha arrianne martell no livro 4 revela q ele tinha planos e ja tinha tomado açoes para matar lord tywin porem o anão roubou esse prazer, essa conversa reforça muito essa teoria! é no capitulo quando ariene esta presa ja!

  • Rafaela Bastos

    Shiera tem um olho verde e um azul.