“O Mindinho da TV não é o mesmo personagem dos livros” diz George R. R. Martin

Escritor de As Crônicas de gelo e Fogo, George R. R. Martin participou de um documentário da BBC sobre Nicolau Maquiavel e, durante seu depoimento, ele conta que Petyr Baelish (o Mindinho ou Littlefinger)  é um dos personagens mais maquiavélicos de seus livros. Com isso, ele acaba apontando a diferença do personagem dos livros em relação ao da TV, interpretado pelo irlandês Aidan Gillen.

 Todo mundo que leu os livros entende essa diferença, que é reforçada pela mudança na história que o personagem viveu durante a 3ª temporada de Game of Thrones. Mas Martin justificou isso de maneira brilhante:

Há uma fala em um episódio recente da série, onde ele sequer está presente, mas duas pessoas estão falando sobre ele e alguém diz: ‘Bem, ninguém confia no Mindinho’ e ‘O Mindinho não tem amigos.’ E isso é uma verdade sobre o mindinho da série, mas certamente não é a verdade sobre o Mindinho dos livros. Nos livros, todo mundo confia nele. E a confiança vem do fato de que ele parece ser uma pessoa sem poder, porém é muito amigável e muito prestativo. (…) Mas é claro, há um fator maquiavélico ali.

Pra assistir é só dar play no vídeo acima.

Fonte: Winter is Coming 

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Luciano Weiwanko

    Eu acho que esse é uma das coisas ruins de você acompanhar duas formas de contar a mesma história. Eu nunca gostei do mindinho (na verdade eu o adoro, junto com o Varys, acho que os dois são alguns dos personagens mais bem feitos em toda a história), mas a série já nos mostra que não dá para confiar nele de início, enquanto que nos livros demora um pouco mais. Porém eu acho que o Martin se equivocou, tudo bem o personagem é dele e ele sabe o que diz, mas se considerarmos somente o livro “Guerra dos Tronos”, todo mundo acha que o Eddard É o personagem principal e devido a traição do mindinho é que ocorre AQUELE desfecho, então acho que já fica claro para nós que ele não é flor que se cheire. Agora, se o Martin quis dizer que os personagens acreditam nele, daí vou ter que começar acompanhar o Mindinho de maneira diferente, apesar de que é difícil, por mais que o livro seja escrito em “primeira pessoa” (cap. PDV) a gente tem um entendimento da história em terceira pessoa, não tem como a gente não perceber a história diferente. De qualquer forma o Martin só está mostrando que sua obra é mais complexa ainda!!!!
    Ansioso pelo “Ventos do Inverno”!!!!!!!

  • Afonso Henriques

    Se ele tivesse um PDV, Tormenta não seria tão bom quanto é. Acredito que personagens como o Mindinho que “comanda” a cabeça de muita gente, inclusive algumas poderosas, não deveriam ter PDV. Como mostra a Sansa na Tormenta em diante, crescemos com ela e na Dança ela é bastante diferente de quem ela era nos primeiros livros.

  • Luciano Weiwanko

    Com certeza personagens assim não DEVEM ter PDV, qual a graça teria você saber dos planos antes deles acontecerem!!! Se bem que seria muito interessante saber como pensam o Mindinho, Varys e principalmente (Spoiler: pensava Twin Lannister) mas a forma da narrativa que o Martin desenvolveu até agora é perfeita, geralmente o PDV é com personagens “inocentes” que sofrem não mão de outros. Agora o que eu sinto falta é um PDV de um Tyrell, todas grandes casas tem um personagem mais icônico, até Dorne no Festim começa a ganhar destaque (uma das coisa que eu adoro nesse livro), porém Jardim de Cima ficou meio esquecida, falam tanto que é uma casa poderosa e AMBICIOSA mais não vemos ela ganhar tanto destaque. Seria bom se nos próximos livros algum deles ganhasse PDV.

  • LyannaStarkWIC

    O interessante de acompanhar a série é justamente as sutis diferenças em relação ao enredo dos livros, uma mera cópia não teria muita graça, muito previsível. As cenas adicionadas geraram maior repercussão, mesmo que negativas. A audiência foi maior nas últimas temporadas que fugiram um pouco mais da história. Alias, não lembro se foi neste fórum ou no Westeros.org que vi uma menção do GRRM que a série poderia ter um desfecho diferente dos livros.

    By the way, a cena de Harrenhal com Mindinho, Arya e Tywim foi uma das mais interessantes das três temporadas, um dos poucos momentos que senti um frio na barriga…

  • Athos Guizzardi

    Acredito que isso não acontece pelo mesmo motivo que Varys e Mindinho nn têm PDV, Olenna Tyrell é uma estrategista e Margaery gosta tanto de umas tramas quanto Cersei. Eu acredito que os Tyrell terão um poder descomunal na série, coisa que nem imaginávamos, veja só: eles eram leais aos targaryen, e seriam leais aos targaryen novamente, mas com o trono de Ferro tão perto acha que iriam abri mão dele. Sem falar que que apesar de todo poder essa geração não é a mais guerreira de todas, a Batalha do Água Negra foi a semeadura das rosas e agora eles começam a crescer entre os leões e todo tipo de casas nobres, mas são furtivos, vão com calma e precisos, sempre belos e atrativos parecendo a flor masi bela e inofensiva, mas que tem seus espinhos e eu acho que esses espinhos ainda vão se fechar contra a garganta de muitos dos mais terríveis e poderosos da corte.

  • Afonso Henriques

    Lembrando que o Jaime e a Cercei só tiveram PDV quando suas posições de poder entraram em risco. Jaime preso pela Brienne, o que claramente mudou ele. e Cercei… acho que isso é spoiler né? Enfim, ela veio na hora certa, já que o Tyrion estava ‘ausente’ no local.
    Acredito que Jardim de Cima está sendo guardado para os próximos livros.

  • Afonso Henriques

    Se os personagens são diferentes, não faz sentido “misturar” as obras. E claramente, dividir 1 livro que tem seu clímax muito bem posicionado não tem o mesmo resultado numa série de 10 episódios. Por isso muita gente acha GoT muito cansativa.

  • Messinho’

    Que comentário brilhante!

  • Messinho’

    Sim, mas essa cena da série com a Arya foi uma das únicas que considero um extra à altura dos livros. Muita cena gratuita foi feita na série, e muita correria gerou-se delas para que os outros plots se adequassem ao ritmo.

  • Não vai ter POVs novos.

  • Afonso Henriques

    ):

  • Calvin

    Muitos é um exagero, quando se trata do jogo dos tronos os Tyrell estão muito acima da Cersei, mas também estão longe do nível do Mindinho, e não ponho muita fé no Mace agora que está longe da mãe. Sem falar que o domínio deles sobre a Campina não é tão grande quanto gostariam, é meio que um chute mas acho que o Randyll Tarly só espera uma oportunidade para puxar o tapete do chefe.

  • Roberto Lavratti

    O problema é que para se alcançar a profundidade do mindinho ou de qualquer outra personagem dos livros seriam necessárias no mínimo mais três temporadas. Por exemplo, o Tyrion é muito mais complexo com o peso da morte da mãe e a sua (muito mais horrenda) deformidade nos livros, o Theon e seu complexo de inferioridade e etc. Por isso precisam focar com mais ênfase em suas psiques mais rapidamente, daí a diferença brutal. Mas fica legal, acabamos vendo facetas diferentes do mesmo enredo, parece que estamos vendo a mesma história de um outro ponto de vista.

  • Athos Guizzardi

    O meu ou o do Calvin?

  • Athos Guizzardi

    Faz sentido!!! Vou pensar mais um puco e depois de respondo.

  • Aegon

    Eu sempre quando leio o livro, imagino ele com a aparência e a personalidade que ele tem na série, mas esse fator eu nunca tinha prestado atenção.

  • Messinho’

    O teu. Parabéns.

  • Athos Guizzardi

    Te dizer, me senti muito Cersei em BlackWater nestas parabolas e metáforas… kkk

  • Romulo Cesar Maximiano

    Definitivamente não é o mesmo personagem, e nessa última temporada isso ficou muito mais evidente. Nos livros ele é o principal jogador no jogo dos tronos (e aparentemente é o único que sabe o que está fazendo).

  • Rômulo

    eu sempre pensei nisso! Realmente dá pra notar muita diferença entre os livros e a série. Na série, ele é ambicioso até DEMAIS, e parece que deixa muito mais claro seus jogos sujos. Mas também na série, notei ele como um personagem MUITO mais cauteloso, que não se convence com qualquer coisa… cada pessoa tem um ponto de vista, e eu concordo com o que o George falou.

  • Messinho’

    Sim, mas descaracterizá-lo fica difícil também né.

  • Cid D´Avila

    Interessante esse debate sobre os POV. Também acho curioso que nunca tivemos uma cena em Rochedo Casterly, sendo esta uma das casas mais presentes em toda a saga.

  • Joao Palmadas

    Será que a paz será possível enquanto o Mindinho estiver vivo? Ele ganha com a guerra, e quanto mais guerra mas ele ganha… Nos livros as pessoas dizem que ele não serve para a guerra, só para intrigas e ditos espirituosos, mas na verdade ele é o cara que mais ganhou com a guerra até agora, e só tem a ganhar quanto mais a guerra durar. Tanto que nenhum dos caras que disputam a coroa é inimigo dele, nem Stannis. O Mindinho é um super filho da puta, mas é inteligentíssimo.

    Acho que só haverá paz quando os principais personagens da guerra estiverem mortos: Stannis e Renly Baratheon, Mindinho, Rob Stark, Tywin, Jaime e Cersei Lanninster, Balon e Euron Greyjoy, o suposto Aegon Targarien (digo suposto porque não tenho certeza se ele é verdadeiro ou não), Lorde Bolton e Lorde Frei. Desaparecidos estes homens, a paz será possível.

  • Rosa Nóbrega

    na real, pra mim poucos são os personagens do livro q levaram sua esência total pra série…