George R. R. Martin fala sobre a 4ª temporada em painel da Capclave 2013

Atualizado: houve um erro na tradução que fiz durante a primeira publicação, e diz respeito sobre o primeiro e último itens. Já corrigimos. Agradecemos a todo mundo que deu a dica. 😉

foto tirada por um fã no evento

Neste final de semana rolou em Washington DC a Capclave 2013, tradicional convenção sobre literatura que contou com George R. R. Martin como principal autor convidado do ano para palestrar. O site Winter is Coming fez um resumão com as principais informações dos fãs que passaram por lá no painel de George. Traduzimos a seguir pra vocês:

✖ Segundo George, em mais ou menos uma semana as filmagens da quarta temporada se encerram, e ele confirmou que a quarta temporada contará com parte da história contada além do que vemos em A Tormenta de Espadas. Mas aparentemente a informação não está acurada porque de acordo com fontes do site as gravações ainda se estenderão por um mês.

✖ Martin disse que o problema de “efeito borboleta” na adaptação da série já foi criado, citando o exemplo específico da série ignorar os dois filhos Tyrell mais velhos, Willas e Garlan. Martin afirmou que eles serão importante nos livros, e que eles têm “peças no jogo”

✖ Uma mudança que terá repercussões na 4ª temporada é o personagem Marillion, apresentado desde a primeira temporada. Martin disse que a alteração foi feita (quando aquele cantor qualquer teve sua língua cortada na primeira temporada) porque eles queriam que Joffrey mutilasse alguém que o público reconheceria. Ele acredita que este é um problema por conta da parte que o cantor tem na história de Sansa e como essa parte afeta suas interações com os outros no livro, e ele não acredita que um outro personagem estará cumprindo esse papel em Game of Thrones .

✖ Martin disse que, neste momento, ele considera seus livros seus, e a série de Dan [Weiss] e David [Benioff].

✖ Não teremos prequels escritos, mas vamos aprender mais sobre a rebelião de Robert nos próximos livros.

✖ O material de bastidores tem dado certo na HBO, e eles irão fazer mais “Making of ” de conteúdos e produções baseadas naquelas que eles já fazem.

✖ Ele sente-se ansioso em relação a série de TV passando o ponto em que ele está na escrita. A metáfora que ele usou foi a seguinte, “me sinto como se estivesse no trilho de um trem e vendo a fumaça flutuando longe, embora eu ainda não possa ver o trem.” Martin mencionou que o livro de Tyrion não o tirou de sua outra escrita, porque era basicamente seus editores selecionando as aspas, para que as pessoas não tivessem motivos de se queixarem que ele estava longe do trabalho de The Winds Of Winter.

✖ Quando se trata de personagens com ponto-de-vista, se ele tivesse como fazer de novo, teria o feito com Robb, dizendo que ele poderia ter sido um personagem “sensível” para ter um POV .

—————————————————————————

George, venha para o Brasil contar fofocas legais pra gente também!

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Gustavo

    “Martin disse que, neste momento, ele considera seus livros seus, e a série de Dan [Weiss] e David [Benioff].”
    Acho que isso resume tudo que eu penso sobre a relação série X livros! Que ambos continuem sendo maravilhosos, quanto mais material relacionado à ASOIaF, melhor! 🙂

  • Victor Dias

    Resumindo

    HBO ta fazendo umas cagadas

  • Rodrigo Serafim

    Eita que raiva de ver ele falando que teria feito um POV do Robb. Devia ter concluído isso antes né ):

  • Tiago Matos

    Ao meu ver um dos segredos para o sucesso da série é a fidelidade, eles vinham conseguindo adaptar a linguagem da TV mas se mantendo fiel a história original, na terceira temporada eles já começaram a mudaram algumas coisas, algumas compreensíveis, outras discutíveis, agora pelas declarações do GRRM prevejo cada vez menos fidelidade, que os produtores tenham cuidado com isso, mtas séries cairam no desgosto do público qdo se aventuraram demais por esses caminhos.

  • Joyce Kdm

    Teria adorado ler POVs do Robb 🙁

  • Cada vez que leio essas coisas me lembro de True Blood e tenho MEDO…

  • Mário Luiz A. silva

    Estas opiniões de GRRM só vem apoais aquilo que sempre como minha opinião: A série tem lá seus méritos, mas está longe de ter o mesmo carisma e nos levar a emoção igual as dos livros. Assisto a série, gosto algus atores e atrizes conforme interpretam seus persongens e até passei a vizualisa-los nos livros conforme os vejo na TV, mas mas eu me decepciono constantemente com o enrredo da série.

  • Thadeu Junior

    Acho que tem algumas coisas que dá para consertar. E como o autor fala, os livros são dele, e os produtores tem direito de fazer o quê quiser. Tem até uma entrevista que o Martin fala que se eles quiserem colocarem aliens eles podem HAUSHAUSHA, sim assusta um pouco, mais é uma adaptação e não dá mesmo para fazer algo com todos aqueles personagens dos livros. Acho que os Irmãos Tyrell ainda podem aparecer na série. Uma coisa que me preocupa muito é aquele fimzinho da Dança dos Dragões. Não vou comentar aqui, mas quem leu deve saber do que eu estou falando. Eu espero muito a 4º Temporada, e vou continuar vendo GoT, mesmo se for ficando cada vez mais longe dos livros.

  • É o que eu acho também. Desde que a série seja boa, pouco me importa o quão fiel ela é. Ótimo exemplo de série que não segue os livros originais à risca, mas faz muito sucesso é Dexter.

  • Diego Natan Canteri

    Fazia sucesso, hehe!

  • Diego Natan Canteri

    Ah, mas desde a primeira temporada eles adaptam, os exemplos mais fortes são: a Ross, a morte de Marilion, a Corrente de Tyrion e a sopa de doninha…

  • Diego Natan Canteri

    Pow, mas na série já disseram que o Loras é o herdeiro dos Tyrell, ele não pode ter irmãos mais velhos…

  • Dexter é uma adaptação surpreendentemente melhor que a original…

  • Lucas Campello

    Como assim?

  • Clarissa

    POVs do Robb teriam sido muito legais!!

  • Joao Palmadas

    O Martin deveria estar cuidando do sexto livro, não da quarta temporada. Para a quarta temporada, a HBO tem uma equipe inteira.

  • draiwusdash

    A tradução está equivocada. Na primeira citação, ele disse que a quarta temporada de fato passa os eventos de Tormenta de Espadas. Há alguns outros problemas também que acabaram mudando completamente o que ele disse. Só conferir o original. Problema no tradutor.

  • Thallys Rodrigo

    Game of Thrones virando samba do criolo doido, igual True Blood…

  • True Blood tb é da HBO, Allan Ball mudou tudo em relação aos livros e mesmo sendo uma série boa no começo, pra mim dps de um certo momento, ficou uma merda…
    Mesmo que tenha sido legal, eles foram longe demais. =(

  • Joao Palmadas

    Mas não é isso que acontece com toda série boa? Começa excelente, depois enchem de clichés para agradar o público e vira caça-níqueis: foi assim com The Walking Dead (dizem que pode se recuperar na quarta temporada, espero que se recupere, adoro TWD, mas realmente não tenho muita esperança não…), C.S.I., House, Dexter, Desperate Housewives, Boardwalk Empire…
    Quem fez bem foi o doutor White, que parou na hora certa.

  • Mark Carvalho

    os dois filhos Tyrell mais velhos, Willas e Garlan poderia apareçer na serie como filhos bastardos

  • Fernando rocha lopes

    não fez pov do Robb mas fez milhares de paginas com a Sansa, gostosa, burra e insuportavel.

  • Lucas Campello

    Po, eu nem sabia que True Blood era livro antes de série. Por isso eu estranhei. Posso falar que eu não faço a mínima idéia do que tem nos livros e acho a série bem legalzinha até, embora eu prefira que eles sejam mais fieis aos livros GoT pode cair na mesma questão. Talvez.

  • Tássia Bosi Ribeiro

    essa coisa com os Tyrell pode dar problema, porque se algo acontecer com o Loras (quem leu entende), a Margaery viraria herdeira de Jardim de Cima – ou seja, é do Tommen (na série). Nos livros, tem o Wyllas e o Garlan na linhagem Tyrell antes de tudo isso.

  • Tássia Bosi Ribeiro

    a corrente acho que foi por causa de orçamento (embora tenha feito muita falta). a doninha eu nao saquei. a ros foi meio who cares pra mim. e essa do marillion… vamos ver que que eles vao fazer no arco da sansa.

  • Tássia Bosi Ribeiro

    Uma coisa que me incomoda um pouco no G.R.R Martin é que ele tem acesso a série. então se ele vê que os caras estão fazendo algo que futuramente pode dar merda, porque ele não fala? (ok, talvez ele fale, mas tá soando que não). tipo “vey, ouve um troço aqui: se vocês tirarem os outros tyrell, pode não ter efeito agora, mas pra frente vai foder sua vida”. nem tudo dá pra resolver depois como ele fizeram com o Ramsay e os Reed, sabe? tipo a Jeyne Westerling – pra que deixar os caras enfiarem a Talysa e depois matarem a garota se a “correspondente” (aspas mesmo, nem entremos nessa questao) dela vai aparecer de novo, supostamente em algo relevante?

  • Antes eu achava que seria assim…

  • Poxa, os livros, só pra variar são bem melhores! =D
    Eu li os 10 primeiros de uma vez e dps parei pq estavam demorando de sair, mas te garanto que são muito melhores que a série…
    http://pt.wikipedia.org/wiki/The_Southern_Vampire_Mysteries

  • Cara, o fato dele não ter feito POVs do Robb não é pq ele tava fazendo da Sansa, ao contrário de muitos machistinhas por aí Martin considera as mulheres como gente tb… 😛

  • João Victor

    Para mim, o maior problema de um filme ou de uma série que foi adaptada de alguma fonte é os fãs desta. As pessoas assistem a adaptação preocupada somente se vai ser igualzinho ao livro. E ignoram a qualidade que o episódio ou o filme possui. Dizem que a série é uma merda só porque alterou algo do original. A série GOT é uma das melhores séries exibidas, atuação, direção, roteiros, fotografia, efeitos especiais e tudo mais de uma qualidade imensa. Aí muda uma cena ou algum detalhe, falam mal. É claro que irá mudar algumas coisas, pois é outro ponto de vista. Talvez o que está nos livros apresente alguma dificuldade para o diretor ou roteirista transpor para a tela da forma que está escrita, e eles mudem como bem entenderem, mas não desrespeitando aqueles que leram. Os livros de GOT são perfeitos, e a série também é perfeita de sua maneira. Só falta compreenderem isto.

  • Helenilton de Moraes Alves

    não foi assim com Mad Man, mas os produtores de GOT, são os melhores, Roma e Sopranos, prova isto.

  • Tiago Matos

    Adaptar é normal, nem td que cabe na linguagem de uma mídia dá certo em outra, faz parte! Agora dá para adaptar mantendo a fidelidade, eles fizeram isso magistralmente nas duas primeira temporadas, a terceira deslizou um pouco, distorceu até mesmo a personalidade de alguns personagens (ainda não engoli aquele Stannis luxurioso), aí é onde começa a ficar ruim, se não dosar isso, estraga!

  • Lucas Campello

    Darei uma olhada, valeu!

  • Deborah

    Pois é!! E tem que lembrar que eles (George, Dan e David) vivem falando do orçamento. Os outros irmãos Tyrell, pelo o que eu entendi, ficaram de fora provavelmente por causa do orçamento. Uma série com 10 episódios cada temporada, sendo que cada episódio custa por volta de 1,5 milhões? Cara, quem reclama é porque é, me desculpe, ignorante. Palavras num livro são o que mais precisam ter. Ele (Martin) não gasta dinheiro descrevendo tão detalhadamente o cenário como ele faz, ou descrevendo um personagem que às vezes nem é tão importante assim. Já na série, muito dinheiro é gasto pra serem montados os cenários, e às vezes, nem assim fica tão igual como muitos desejariam por causa do livro. Bom senso, né… GoT está entre as melhores séries atuais e da HBO, e não é à toa. Personagens a mais, personagens de menos… Mudam a história, com certeza, mas aí eles “dão os pulos” deles. 😉

  • jorge_lito

    Enquanto isso:
    Quem não lê os livro está curtindo a série, conheço MUITA gente assim, enquanto vocês criticam quase tudo tudo…Parecem um bando de crianças insatisfeitas com os brinquedos que tem.

    Ah, e sim eu também leio os livros e ACEITO as diferenças, pois sei que é impossível ficar 100%. Pensem, se adaptassem para um filme de 90-120 min iriam cortar MUITO mais coisas e seria muito pior.Tô é satisfeito com uma adaptação de 10 horas…

  • jorge_lito

    Concordo. Finalmente uma opinião sensata…
    Se todo mundo deixar de ver uma série/filme pq mudou alguma coisa então ninguém ver mais nada…

  • jorge_lito

    Pois é. Essa foi a maior furada dos produtores. Mas confio que eles adaptem isso corretamente. Espero, se não paciência, não vou deixar de gostar da série por causa disso…

  • João Victor

    Eles podem ter cometido deslize na terceira em questão da fidelidade, mas ela foi, na minha opinião, a melhor das três temporadas.

  • Joao Palmadas

    Eu também pensei nisso.

  • Rodrigo Serafim

    Não entendo o ódio que o povo tem da Sansa. Pra mim, é um dos melhores personagens. A construção dela durante toda a serie e seu crescimento ao longo de AFFC com o Littlefinger são incríveis. Eu amaria de verdade ver POVs do Robb, mas não trocaria se o preço fosse ficar sem os da Sansa.
    Nos meus devaneios, ainda veremos os nortenhos gritarem THE QUEEN IN THE NORTH! pra ela como um dia gritaram pro Robb. Claro, só nos meus maiores devaneios, mas não custa sonhar 😛

  • Tiago Matos

    Era previsível ser a melhor, A Tormenta é certamente o melhor livro da série, uma temporada baseada nela tinha td para ser ótima, e a quarta tb tem td para ser foda, e se fossem fiéis seria melhor ainda!

  • Patrick Correa

    Pelo amor dos sete, POV’s com o Robb seriam terríveis, socorro.

  • Johnny Winter

    Por que fez P.O.V. do Sam ??????????? por que ?????????

  • Diego Natan Canteri

    Isso se resolve colocando um irmão mais novo, ele estaria na frente da irmã mais velha na linha de sucessão. Um primo também pode estar na frente dela dependendo das regras da família.

  • Diego Natan Canteri

    Lembra da Arya em Harrenhall? Ela jogando sopa na cara dos guardas enquanto tinha o apelido de doninha?

  • Diego Natan Canteri

    Mas acho que é a melhor temporada porque o terceiro livro é o melhor também, a temporada foi boa principalmente por causa do Casamento Vermelho. Embora Tywin, Tyrion, Jofrey e os Tyrell tenham sido muito bem explorados, principalmente com cenas que não estão nos livros.

  • Diego Natan Canteri

    TWD foi bom só até o segundo ou terceiro capítulo da segunda temporada, embora o ultimo da primeira tenha sido já o começo do fim…

  • Diego Natan Canteri

    Aí não seriam Tyrells, seriam Flowers… e não poderiam ter a mesma importância que tem nos livros, já que bastardos não são bem aceitos na maior parte dos sete reinos.

  • João Victor

    Não consigo ver nenhum detalhe que, transposto para a tela, conseguiria aumentar a qualidade da cena, até mesmo para alguém que nem leu os livros.

  • Guest

    Eu consigo imaginar várias cenas que não foram transpostas por falta de orçamento. A queda de Yunkai foi ridícula! A corrente fez falta na temporada passada, faltaram figurantes nas cenas no norte,

  • João Victor

    Pegando a cena que você citou, a queda de Yunkai. Se fosse feita, semelhante da forma que está nos livros, seria algo além do que a HBO consegue. É uma cena de grande magnitude, e eu prefiro do jeito que foi no episódio 9, do que algo fiel mas mal feito. Seria também uma cena que tomaria metade de um episódio, e estaria contra a narrativa que os roteiristas planejaram para a 3ª temporada.

  • Tiago Matos

    Não mudam a qualidade série que podem ser decisivas para a história, podem transformar GOT em algo totalmente diferente de ASOIAF, como alguas mortes, tipo Mago, Talisa. Fora a falta de algumas cenas como a corrente por exemplo, Jon wargando o Ghost e vendo o irmão qdo ele estava ainda do outro lado da muralha. São exemplos, mas qdo falo de fidelidade não falo repetir igualzinho, mas não mudar a essência da história, desfigurar os personagens, por exemplo, o Stannis da série nem de longe lembra o Stannis dos livros, o cara mais parece um tarado do que aquele Stannis que é quase obsecado pelo que ele considera correto e seu dever.

  • João Victor

    Mas as únicas pessoas que vão sentir falta disso são aqueles que leram os livros, e a HBO não tenta vender a série apenas para estes. Como eu disse em outro comentário, talvez, mesmo sendo detalhes, algo que não doeria se fosse posto na série, os roteiristas nem sempre consegue colocar tudo na tela, e do jeito que está na série está funcionando, e acredito que eles vão manter o controle, pois sabem o que estão fazendo.

  • Luciano gonçalves dos santos

    A questão da Sansa tem muito a ver com a morte do Ned que muitos fãs não a perdoaram, mas pra mim os povs dela são interessantes, de menina que sonha com príncipes para uma mulher em formação.Acho que todos os povs foram importantes, na minha opinião poderia ter menos capítulos da Brienne

  • Luciano gonçalves dos santos

    Bastardos não, talvez irmãos ou sobrinhos de Mace Tyrell

  • Tássia Bosi Ribeiro

    nao kkkkkkkkkkk eu sei o que é a história da sopa de doninha, eu disse que não saquei porque ele tiraram da série n.n o jeito que eu escrevi ficou confuso mesmo

  • Tássia Bosi Ribeiro

    verdade, o Stannis da série é pau mandado. ele me incomoda.

  • RenanRCV

    Concordo. Eu mesmo li os livros só depois de ter terminado a 2ª temporada. Na época em que assistia só a série, eu achei a segunda temporada boa também, apesar de não corresponder ao clímax gerado pelo final da primeira (claro que quando eu li o livro, eu preferi o livro).

    Sobre o resto do povo que só assiste a série e gostam dela, percebo isso também. Elas só reclamam as vezes da quantidade de personagem, que não dá pra memorizar muito bem as vezes (como que o Renly, Robert e Stannis eram irmãos ou o pq do Balon Grayjoy ser um dos reis usurpadores). O importante é saber que a série (e o livro) não é de ação e sim de intrigas. De resto, é só curtir =]

  • RenanRCV

    Eu não acho os POVs da Sansa muito legais não, mas sei que são importantes pelo o que está acontecendo ao redor dela (primeiro era Porto Real e depois o Mindinho). E olhando por esse lado, temos alguns POVs da Arya (sim, vou polemizar) que ela também não fez nada, mas que são legais pelo o que acontecia em volta dela (começo do 3º livro até quando ela foge da Irmandade Sem Bandeiras). E eu não sou o único que pensa assim 😛

  • Diego Natan Canteri

    Hehe! Entendi, eu acho que tiraram pra enxugar o orçamento mesmo, talvez também pra não ocupar tempo de tela, essa cena talvez merecesse um tempo muito grande nos episódios pra ficar bem construida…

  • Tássia Bosi Ribeiro

    ah, é verdade, só os dorneses colocam as meninas mais velhas na frente dos meninos mais novos. então não seria uma má ideia colocar um outro tyrell nao, nem que seja só “de enfeite”, por ora. tem que ver como o Loras vai ficar, senão nem tem necessidade de dar lag na cabeça do povo.

  • Diego Natan Canteri

    Podia ser, mas eu acho que uma vez limados da terceira temporada eles não aparecem mais não.

  • Diego Natan Canteri

    Eu gosto da Sansa também, gosto dos capítulos dela e prefiro os dela ao invés da Brienne por exemplo… mas eu só não gosto do fato do personagem dela não crescer, só comparar como a Daenerys muda (embora eu ache que ela cometa erros em sequencia e esteja se tornando uma líder bem sanguinária), o Jon Snow muda, o Tyrion muda, o Jaime muda, a Arya então nem se fala, mas a Sansa continua igual, poxa vida, aquela cena dela pensando: “Pelo menos Jofrey era saudável!” no quarto livro, o Martin deveria estar bêbado quando escreveu…

  • Sidinei Lemes

    Porque ou seria do Sam, ou do Mestre Aemon para conseguir contar o enredo do núcleo destes personagens durante a viagem… tem Braavos, a Cidadela.. enfim o povo do Sam Matador se faz necessário…

  • Joao Palmadas

    POVs do Meistre Aemon seriam interessantes, do ponto de vista literário. Ele sendo cego, só ouviria as vozes, sentiria os cheiros, talvez tocasse em alguma coisa… e tudo aconteceria na cabeça dele, sem imagens, exceto as imagens de sua memória.

  • dokarun

    Sua posição é válida, mas acho não pode ser tão generalizada. Concordo que nem sempre é possível transpor para as telas cada detalhe de um livro, isso é óbvio. Há questões de orçamento, de dinâmica, limitações de tempo, etc. Mudanças por tais motivos devem ser compreendidas, e realmente seria ignorância reclamar delas.

    Porém, você acha realmente que esta é um regra universal? Qualquer mudança pode ser feita pelos produtores indiscriminadamente? Perceba que é aqui que se acumulam as críticas, e não sobre alterações razoáveis.

    Por exemplo, para que mudar o nome da irmão do Theon de Asha para Osha? Por que fazer com que Catelyn contrarie a decisão de Ned em servir como Mão de Robert, se nos livros ela o estimula a aceitar o cargo? Por que eliminar Jeyne Westerling e toda sua história, e substituí-la por Talysa? Por que engravidar Talysa?

    Estas são apenas algumas mudanças que considero desnecessárias, e algumas delas produzirão um efeito borboleta negativo daqui pra frente.

  • João Victor

    De todas as mudanças que você citou, apenas uma pode atrapalhar futuramente. O nome da Asha foi mudado, a Catelyn não apoiou a decisão do Ned, mas essas coisas aconteceram, e o que atrapalhou na narrativa e desenvolvimento da série? A Talysa ficar grávida, na minha opinião, foi apenas para chocar e surpreender até mesmo aqueles que leram o livro.

  • Alice

    O nome da irmã do Theon foi mudado de Asha para Yara devido á semelhança com o nome da selvagem Osha.

  • Gaia

    Mas a Jeyne está grávida também…e viva…esse é o maior erro que eu vi na série…
    E o fato de usarem o Touro como o bastardo do Robert no caso da Melisandre…Mudou a história dele…

  • Pedro Fernando Maldonado

    imagine todos segredos que a cidadela, vilha-velha esconde?? as magias esquecidas, como matar dragoes.. Os encontros que devem acontecer entre Sam e Jaqen, e você ainda imagina o livro sem o POV dele? :/

  • Túlio Nogueira

    Para mim os POVs do Sam são um dos mais interessantes.

  • A Talysa grávida foi para aumentar o horror do Casamento Vermelho, e eu até acho que funcionou muito bem para a TV. Agora, por que não deixar a personagem como Jeyne Westerling mesmo, não sei. Economizar história e elenco, talvez (trazer o contexto Westerling para a TV ocuparia alguns preciosos minutos que poderiam ser gastos com outros plots).

    Te falar que de todas as adaptações já feitas, essa da Talysa foi umas das (senão a) que achei melhor. Francamente, não acredito em muita importância da Jeyne nos livros, mesmo que ela esteja grávida (posso queimar a língua, claro. Só não acredito).

    A questão dos nomes, convém observar que na série estamos escutando, e não lendo. Pode parecer absurdo, mas é uma das preocupações que os produtores tem que ter.

    Mas eu concordo com você que não pode sair mudando qualquer coisa, do contrário deixa de ser uma adaptação, e passar a ser apenas “baseado em”. Há um limite de impacto que uma adaptação pode ter, sem prejudicar o andamento da história.

    Para nós, eu acho difícil apontar qual seria esse limite. Mas, o mestre George obviamente tem propriedade para falar disso, e, pelo visto, a família Tyrell cruzou esse limite, e será um problema para os roteiristas, que terão que fazer adaptação em cima de adaptação. Tenso!

  • Brenda Gomes

    Eu acho um bullying enorme com o Robb isso de ele não ter POV

  • POV do Sam salvou um bocado o Festim dos Corvos

  • Não sei se foi impressão minha, mas o Martin parece não estar muito satisfeito com as mudanças da série, e com o adiantamento do Quinto livro em alguns momentos. o.O

  • Fernando Batista

    Um livro (principalmente um livro desse tamanho) te dá tempo para descrever mais a fundo os pensamentos dos personagens. Uma série não, não interessa qual a duração dela.

    A Catelyn apóia o Ned como Mão porque o POV do Ned já nos mostra bem a relutância dele. Você tem um bom dilema alí, a Catelyn falando sim e ele mesmo falando não.

    Na série não é possível mostrar, de maneira concisa e interessante, os motivos dessa relutância. A mídia é outra. O papel de negação passa da mente do Ned pra Catelyn, para ficar mais dinâmico.

    Asha virou Yara simplesmente porque já tinha uma Osha. Fica fácil de confundir quando você está escutando e não lendo (até você confundiu no seu post :P)

    A história da Jeyne e do Robb aparece no livro quase que do nada, uma explicação bem simples “eu conheci ela, transei com ela, vou casar”. Funciona no livro porque você sabe o que está acontecendo na guerra, sabe das dificuldades do Robb e da Cat.

    Na série, uma personagem que não tem história, nem personalidade nem nada, não iria captar ninguém. Ela iria aparecer, ir embora antes do casamento vermelho, ninguém ia lembrar dela. Iria ser irrelevante, da mesma maneira que, sinceramente, ela como pessoa é irrelevante no livro.

    A gravidez serve pra gerar empatia, aumentar a importância dela.

    Esses problemas não existem no livro, que tem um ritmo diferente e milhares de páginas pra explicar. Numa série de 10 horas, é necessário você empatizar com os personagens de cara. Condensar e “adicionar emoção” na história é necessário

  • Hugo Franco

    Verdade.

  • Calvin

    Mas pense nas dificuldades da escrita, é quase impossível para alguém que enxergue imaginar como é o ponto de vista de um cego. O Martin disse uma vez o quanto os POVs de crianças muito novas são complicados (razão porque não há do Rickon), pense então como seria se ele tentasse fazer de alguém que não enxerga.

  • Calvin

    Essa escolha de colocar o Gendry para ocupar o lugar do Edric para mim é uma dica de que há algo de destaque reservado para ele futuramente.

  • Calvin

    Não estou me recordando, o que eles disseram exatamente? Que ele é o herdeiro, ou um dos herdeiros. Na segunda temporada algumas passagens meio que davam a entender que tinham cortado a Shireen, mas depois a incluíram sem problemas.

  • Diego Natan Canteri

    Foi na negociação Tywin vs Olena, onde o Tywin ameaça colocar o cavaleiro das flores na guarda real, ele fala que o Loras é o herdeiro de Jardim de Cima.

  • Vangelis Matos Medina

    Sou o unico que nunca percebeu a ausencia de pov de rob até esse post?

  • Calvin

    Estranho, vi em alguns sites americanos que Willas e Garlan aparecem na árvore genealógica da Casa Tyrell liberada pela HBO, e agora simplesmente os excluem… Ou quem sabe não?! Se quiserem acho que ainda podem colocá-los, mas como irmãos mais novos. Aliás é o que eu espero que façam, uma teoria que eu tenho para o final depende do Willas.

  • Diego Natan Canteri

    Sim, você ainda pode ver isso no guia do telespectador lá no site da hbo, mas o guia da primeira temporada tem os dois irmãos mais velhos, o guia da terceira lima os dois.

    Complementando a minha resposta olha só: http://viewers-guide.hbo.com/game-of-thrones/season3/#!/guide/houses/tyrell/

    Mas também pode não significar nada esses guias. :b