Game of Thrones recebe prêmio de honra por retratar personagem com deficiência

Ok, danem-se os Emmys. Esse deve ser um dos prêmios mais legais que eu já vi a série receber nesses três anos (e não foram poucos). George R. R. Martin escreveu em seu (Not a) blog sobre ter ido recentemente à Los Angeles comparecer à cerimônia de entrega do Media Access Awards 2013, onde ele aceitou o “Visionary Award” por retratar um personagem deficiente em Game Of Thrones.

O Media Access Awards honra “membros das indústrias de entretenimento e transmissão por seus esforços em promover a conscientização da experiência da deficiência, a acessibilidade para pessoas com deficiência, e o retrato preciso de personagens com deficiência.”

Hodor e Bran em cena do episódio 1×04: “Cripples, Bastards and Broken Things”

Segundo Martin, David Radcliff, membro do comitê de escritores com deficiência da Writers Guild of America, escreveu para ele parabenizando-o pela honra e dizendo que  “Game of Thrones foi naturalmente merecedor de receber tal reconhecimento. Desde os seus primeiros episódios, a série nos apresentou a um menino paralítico com um dom sobrenatural de maneira emocionante e encantadora, uma criança definida não pela sua altura, mas por sua sagacidade, e minou regularmente a vida de ‘aleijados, bastardos e coisas quebradas’ para comemorar os seus pontos fortes e complexidades. Na verdade, o prêmio é um crédito ao seu trabalho fantástico em Game of Thrones, que não é comumente visto como um programa que ‘lida com’ deficiência – é algo ainda melhor: uma série que abarca a realidade de que ninguém é facilmente definível.”

Realmente é uma honra mais do que merecida. É sempre bom ver Game of Thrones ser reconhecido por seu trabalho, ainda mais com personagens incríveis como Bran.

[Fonte: winteriscoming.net]

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Que legal!

  • Gabriel Magalhães

    Eu acho que mais do que mostrar as dificuldades do Bran quando ficou aleijado foi mostrar o próprio preconceito que ele tinha com a sua situação e como, com a ajuda de outras pessoas, ele perdeu o preconceito que tinha de si

  • GalahadGraca

    A foto retrata outro personagem com deficiência nas crônicas, Hodor, que apesar de não ter a importância do Bran, tbm tem seu valor.

  • RenanRCV

    Só 1 personagem deficiente? Tyrion e Hodor são o que?

    (ok, ia fazer piada sobre o Rickon ser mudo e a Sansa ser débil, mas deixa pra lá).

  • Letícia Sartori

    Nem mesmo com a foto pensei no Bran, tinha certeza que estavam falando do Hodor.

  • Joao Palmadas

    O Tyrion também deveria ter sido lembrado, não?
    Ou ser anão não é uma deficiência?

  • Guest

    E tem os personagens cotos?

  • Adonias Galvão Filho

    E os personagens cotos?

  • RenanRCV

    Verdade. Ainda tem o Jaime e o Sor Davos

  • LyannaStarkWIC

    e também o Varys…

  • Vitor Hugo Thimoteo Ramos

    Sempre foi um dos pontos que mais me atraíram na construção dos personagens do Martin a forma como ele não limita nenhum deles a um único aspecto. Mesmo com tantos personagens diferentes para lidar, geralmente ele consegue dar pelo menos duas “camadas” pra cada um, mesmo os mais secundários. Em vista disso, é natural e merecido esse reconhecimento pela forma como ele tratou não só o Bran, mas tantos outros personagens deficientes (fisicamente ou não), mas que não são definidos apenas por isso. Só pra lembrar mais um que eu não vi ninguém citar ainda, temos o Meistre Aemon, da patrulha da noite que é cego, mas é um dos mais sábios da série, capaz de ver coisas que muitos outros ignoram.

  • Zatanna

    E o Theon Greyjoy

  • André Luiz Silva

    Não somente retratá-los, mas tê-los como importantes na obra.Digno demais.

  • André Luiz Silva

    Sem falar que fala também sobre acessibilidade. Lembram-se da sela especial pra cavalos, projeto criado pelo Tyrion para ele e Bran?

  • Davi_Gilmar

    Com todo respeito à série, mas Breaking Bad é mais digno desse prêmio que GoT.

  • Pablo

    Na verdade não é….