Michelle Fairley fala sobre Catelyn e o Casamento Vermelho

A entrevista a seguir contém spoilers do 9º episódio da terceira temporada de Thrones, The Rains of Castamere.

Tudo o que Catelyn deseja é manter seus filhos vivos e unidos novamente. Ela está oferecendo sua própria vida na esperança de que seu filho vai conseguir escapar.

– Michelle Fairley

Depois de Esmé Bianco, Carice van Houten e Nikolaj Coster-Waldau a entrevistada da vez foi Michelle Fairley, a Catelyn de Game of Thrones. Ela conversou com a HBO a respeito de sua personagem e principalmente das suas cenas no episódio 9 da terceira temporada, The Rains of Castamere. Confira a seguir a entrevista completa traduzida:

HBO: Você leu os livros? Quando você soube sobre o Casamento Vermelho e o destino de Catelyn?

Michelle Fairley: Eu li, então eu já sabia o que estava por vir, e também sabia por quantos anos eu estava me comprometendo com a série. É algo dramático de se ler e certamente ainda mais dramático de se assistir. Eu não assisti e não sei se conseguirei, mas espero que tenhamos feito jus à trama, pois é realmente impactante.

HBO: Você acha que abordou a cena de uma maneira diferente por ter lido os livros?

Michelle Fairley: Não, apenas usei o livro como referência. As vezes David [Benioff], Dan [Weiss] e Bryan [Cogman] usam os livros, e as vezes não. Quando você está no terceiro ano de uma produção, você conhece seu personagem. Se eu quiser saber o que George [R.R. Martin] pensou, volto aos livros, mas geralmente é o pensamento de David e Dan e a minha interpretação disso que guiam Catelyn.

HBO: O que estava se passando pela mente de Cat quando “As Chuvas de Castamere” começaram a tocar?

Michelle Fairley: Eu me lembro de filmar isso e ter que virar a cabeça. Ela está pensando “o que é essa música?”. Ela sabe que é um mau agouro, pode sentir isso, como um arrepio na espinha. Mas ela não sabe o que virá a acontecer, pois ela é uma pessoa de princípios e honrosa, a última coisa que ela pensaria é que Walder Frey usaria essa ocasião para se vingar.

HBO: O que ela está pensando quando implora para Walder deixar Robb viver?

Michelle Fairley: Tudo o que Catelyn deseja é manter seus filhos vivos e unidos novamente. Ela está oferecendo sua própria vida na esperança de que seu filho vai conseguir escapar. E ela tem uma faca no pescoço da esposa de Walder. Mas Walder Frey não é a mesma pessoa que Catelyn Stark. Ele é movido pela raiva e por vingança.

HBO: Você pode nos dar uma ideia sobre como foi filmar naquele dia?

Michelle Fairley: Nós tivemos uma semana pra filmar toda a sequência, e filmamos cronologicamente para que ao decorrer da semana soubéssemos que estávamos chegando no fim. É muito emocionante devido ao contexto e o estado mental e físico em que você precisa estar, o processo de respiração e pensamento. Você pensa “o que ela está tentando conseguir aqui?”. Ela é emotiva, sim, mas ao mesmo tempo está tentando ser racional. Ela precisa ouvir tudo o que Walder Frey está falando e ainda manter-se calma. Ela tenta de tudo com este homem a fim de salvar seu filho, mas ele não se importa. Ela não sabe que isso já havia sido planejado.

HBO: O episódio começa com Robb admitindo que ela estava certa a respeito de Theon. Quais eram seus receios com relação a ele?

Michelle Fairley: Acredito que ela é observadora. Em algumas cenas, há o modo como Theon reage. Ele pode ter sido educado com os Stark e sua mesma moral, mas há algo sobre sua natureza e sua família em que ela não confia. Lembrando que o conhecimento sobre a história dessas famílias foi passado de geração em geração. Se há algum defeito na família em algum lugar, provavelmente foi passado adiante.

HBO: No início da temporada, ela conta uma história comovente a respeito de Jon e sua incapacidade de amá-lo.

Michelle Fairley: Toda a sua raiva por Jon Snow é completamente mal colocada. Ela deveria ficar com raiva do seu marido, mas ela é um ser humano falho. Ela não teve a força de caráter pra fazer isso. Jon é a personificação da infidelidade do seu marido, e ela obviamente não consegue lidar com isso. É algo dentro dela, quase como um câncer dentro do seu corpo e que é mais forte do que ela. Por mais que ela tente contrabalancear, ela não consegue. Mas ela consegue reconhecer isso, e o faz com Talisa.

HBO: Você pode falar um pouco sobre a fé de Catelyn? Ela faz muitas prayer wheels*.

Michelle Fairley: Essas figuras representam os aspectos da vida e da oração, e ela acredita neles. Se você segue alguma religião, ela deve ser um guia de como você conduz sua vida, suas crenças e sua moral. Esse é o guia dela e o que foi passado de sua família.

HBO: O que é muito diferente de Cersei, cujo pai desencoraja orações.

Michelle Fairley: Isso é o que é mais brilhante a respeito as mulheres da série. Todas são incrivelmente fortes, mas de formas diferentes e com morais diferentes. Estão agindo em benefício próprio, seja para que seus filhos se tornem reis, seja para reunir sua família novamente. Você não pode culpá-las pela sua motivação ou paixão, pois elas precisam ser mais fortes do que homens. Elas são as que ficam para trás. Elas são as que precisam cuidar da família, sempre antecipando o que os homens estão pensando. Quase precisam ser videntes e prever o que irá acontecer, quando, e suas repercussões.

HBO: Esme Bianco disse que, de todas as personagens, Cat é a que ela mais admira. O que você sente pela Cat?

Michelle Fairley: Há aspectos da Cat que eu quero expulsar dela, e há aspectos que eu realmente admiro. Eu amo sua força, sua motivação, sua crença—eu tenho um pouco de tudo isso também. Se eu acredito em alguma coisa, vou segui-la até o final. Todos temos defeitos, altos e baixos, e estamos aprendendo e evoluindo constantemente. Eu não acho que Cat se imaginou capaz de cortar a garganta de alguém, mas esse é o caminho que ela acaba seguindo.

HBO: Tendo conhecido Edmure e Lysa, é fácil saber porque Catelyn era a filha favorita de Lorde Hoster.

Michelle Fairley: Não é? Eles realmente são problemáticos! Eu acho que ela estava certa em sair [de Correrrio]. Ela estava prometida ao irmão de Ned, mas provavelmente pensou “Me tire daqui. Eu aceito Ned!”

PENSE RÁPIDO

HBO: Qual personagem você mais admira?

Michelle Fairley: Eu admiro Cersei pela sua tenacidade, mas eu não concordo com o que ela faz. Admiro Tyrion: ele tem uma desvantagem enorme dentro de uma família como a dele e ainda assim tira o melhor da vida. Eu amo personagens que enfrentam adversidades e as encaram de frente. Arya, por exemplo. Para Tyrion e Arya, é sobre sobrevivência; viver sabendo que esse pode ser seu último dia na Terra.

HBO: Qual personagem ou ser te assusta mais?

Michelle Fairley: Cat desconfia e sempre desconfiou completamente dos Lannisters. Mas Melisandre tem a capacidade de conjurar espíritos, esse mal. Algo que você não pode controlar.

HBO: Você tem algum figurino favorito?

Michelle Fairley: O meu, na verdade. Eu passo 45 minutos arrumando meu cabelo, é um processo bem gradual, passo-a-passo. Te faz pensar como de uma forma aquilo lhe dá controle sobre a personagem. E o broche dos Tully, uma vez que minha capa está fechada e o broche está no lugar minhas mãos sempre iam até ele, como um talismã.

HBO: Qual foi sua cena ou momento favorito das últimas três temporadas?

Michelle Fairley: Eu amei o Casamento Vermelho, todo o processo de criação e montagem da trama, passo a passo, até sua conclusão.

HBO: Se você pudesse ser uma troca-peles, que animal você seria?

Michelle Fairley: Eu acho que seria um grande privilégio para humanos poderem voar para outras partes do mundo. Então eu escolheria uma águia—elas têm uma vista excelente e conseguem ver o que está acontecendo em terra.

HBO: Que frase você mais gostaria de dizer em Valiriano?

Michelle Fairley: “O inverno está chegando.”

Não deixe de conferir também as entrevistas com Richard Madden e George R. R. Martin, onde ambos falam do Casamento Vermelho!

*Prayer Wheel são aquelas esculturas que Catelyn faz para seus filhos quando reza por eles.
Obrigado ao Humberto Rocha por me ajudar a traduzir a entrevista a tempo!

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Jan Santos

    Quando falamos de personagens e não da trama maior, com certeza foi Catelyn a maior perda no Casamento Vermelho… R.I.P.

  • Erika

    Ela é uma fofa!!! Foi graças a Michelle Fairley que aprendi a amar a Catelyn! Atriz maravilhosa! 😀

  • Jan Santos

    Desfigurada e sem a personalidade que todos respeitávamos… fora que tem a possibilidade de não ser a Fairley a interpretá-la, a atriz até pra outra série já foi escalada, espero que isso não atrapalhe GoT

  • Renato Lustosa

    sim mas ela não pode entregar spoilers como vc fez agora!

  • Flávio Pacholok

    acho que sim, talvez eles só n falaram isso pra n dar spoiler pra qm n leu os livros

  • Diego Paiva

    Esse post não está liberado para spoilers dos acontecimentos ainda não abordados na série, pelo que entendi. Cuidado!

  • rodrigo_Seven

    “Eu li, então eu já sabia o que estava por vir, e também sabia por quantos anos eu estava me comprometendo com a série.” – COMO ASSIM!? Ela está dando o ADEUS definitivamente, é isso?

  • José

    Que frase você mais gostaria de dizer em Valiriano? “O inverno está chegando.”. É uma verdadeira Stark essa mulher!

  • Felipe Lobato

    Como não sei se spoilers estão liberados aqui… SPOILER DO TORMENTA:

    >>

    Ela meio que finge se despedir da série mas está se despedindo da Catelyn, já que agora vai interpretar a Coração de Pedra, que é um personagem totalmente novo.

  • Andrade

    Só eu acho ela muito gata?

  • Gabriela Gomes

    Só pela interpretação no Red Wedding essa mulher merece um OSCAR viu, certamente será impossível esquecer esse episódio por causa dela.

  • Uma atriz fantástica! Definitivamente merece um Emmy.

  • Gabriel Dantas

    Com certeza uma das melhores atrizes da série, ela é de se apaixonar.

  • John Garboggini

    Chama os outros de jumento e desconhece a Lady Stoneheart. Acho que o jumento aqui é você.

  • Rafael

    Primeiro, precisa insultar os outros?

    Segundo, se você leu o livro saberia que isso é meia verdade.

    Terceiro, mais respeito…ninguem aqui está para ser insultado, estamos aqui pra conversar sobre uma serie que gostamos, não é pq você não gosta do que os outros falam que lhe dá o direito de ser descortês com os outros.

  • Joana D’arc

    A Michelle interpretou a Cat com maestria. O CV só concretizou o quanto ela é maravilhosa como atriz. Coração na mão vendo essa imagem dela com Ned. Vou ali ver os primeiros episódios da primeira temporada pra matar a saudade desses dois. Com licença! :'(

  • rodrigo_Seven

    o que aconteceu que o comentário do “champs” ali está apagado?

  • Rodolfo Basso de Araújo

    Sem nem entrar na repetição que é dizer que ela é uma atriz fantástica, tomando as leis de hospitalidade na risca, a Cat tbm foi amaldiçoada ne?? Quer dizer, ela matou a sua anfitriã… não que isso importasse muito pra ela na hora vendo o Robb morrer, mas…

  • Flávio

    Na cena do RW a cada ” please ” que ela falava eu sentia um aperto no coração, pois você sentia a dor de uma mãe ao perder um filho. Michelle Fairley é uma atriz espetacular, com certeza fará muito sucesso na sua carreira.

  • Ed

    Essa linda entende mais a personagem que os próprios fãs dos livros.

  • Ed

    ELA É TÃO INTELIGENTE pqp, olha as coisas que ela fala sobre os personagens. Como eu amo essa mulher.

  • HU3zileiro

    Tá conservadinha até… maquiagem.

  • Lud

    Senti uma nostalgia,lembrei da Arya sendo melhor em arco e flecha que Bran, e pregando peças nele, Rickon sendo a criança que deveria ser, Robb, Jon e até mesmo Theon reunidos,amigos, sem preocupações. Sansa sendo boba e sonhadora… E Ned e Cat vivendo felizes e juntos, provavelmente com uma longa vida pela frente. Maldito seja o dia em que Robert ofereceu o cargo de Mão ao Ned >:(

  • Peterson

    eu tbm acho ela muito bonita… mas a fase gata dela já passou… ela literalmente tá mais pra uma Loba bem bonita. rsrs

  • Tamir M. Silva

    será? medo de trocarem

  • Roberto

    Essa atriz é perfeita. Só o olhar dela diz tudo. Parabéns pelo excelente trabalho e, assim espero, até breve.

  • Roberto

    Mulherão

  • Rafael

    Sobre a relação dela com o Jon, tem muito também de como as pessoas enxergam os bastardos na maior parte de Westeros, existe o lado religioso, existe o preconceito e também existe o fator histórico, é obvio que se a gente pensar um pouco mais é uma total irracionalidade, se seu marido te traiu, culpe ele não o fruto da traição, mas quando você é criado de tal forma algumas coisas ficam enraizadas em vc..

    Isso é uma das coisas que ajudou a moldar o carater pro proprio Jon, ele tinha medo dela, ele considerava-se até inferior por ser um bastardo, é diferente de Dorne por exemplo que bastardos parece ser algo bem comum e normal e não existe esse preconceito estúpido.

  • Tamires

    Outro dia estava assistindo ao primeiro episódio, e doeu no coração essa cena! Os Starks todos juntos em Winterfell, a Cat sorrindo com o Ned pro Bran, e hoje está nisso. #triste

  • Ela respondeu a entrevista para os telespectadores e não para os leitores, por isso a “despedida”.
    Mas em parte é isso mesmo que vc falou. Ela agora vai ter que esquecer a Cat e se outra “coisa” completamente diferente

  • rodrigo_Seven

    É isso que me preocupa cara :/ Se tirarem ela do seriado, vai perder MUITO a graça! :/

  • Carla Azevedo

    Essa última foto parte o coração, putz.

  • Carla Azevedo

    Depois desta breve recapitulação, ñ tenho coragem de rever o primeiro episódio. Quem sabe daqui a alguns meses.

  • Ana Carolina Cesar

    Sabia por quantos anos estava se comprometendo com a série??? E a Stoneheart Dona Michelle???

  • LadyTargaryen

    Aaah Michelle *-*
    Vivo tanto tempo no mundo de GoT que já virou sinônimo mãezona pra mim… A série ficará mais triste sem ela :'(

  • LadyTargaryen

    Acho que já até comentaram como se diz o lema dos Stark e dos Targaryen em Valiriano, mas não consegui achar agora…