Análise do Episódio 3.10: “Mhysa” (com spoilers)

Esta análise pode revelar acontecimentos do livro A Tormenta de Espadas ainda não abordados na série. Se você não leu os livros e também não quer saber o que vai acontecer, não se preocupe, você pode conferir a análise sem spoilers, escrita pelo Rafa, neste link.

Antes de começar vale ressaltar que esta é a minha primeira análise de episódio aqui no site. Durante toda a temporada vocês acompanharam as análises com spoilers da Ana, e nesse episódio final ela me pediu que eu fizesse. É uma grande responsabilidade para mim, pois sempre acompanhei admirei o trabalho dela, e por isso tentarei não decepcionar. Críticas são mais do que bem vindas, e se por acaso não ficar muito boa, por favor, não me deem várias facadas na barriga.

“Mhysa” exibiu trechos dos capítulos Arya XI, Tyrion VI, Bran IV, Davos V, Davos VI, Jon VI e Daenerys IV. O episódio foi dirigido por David Nutter e co-escrito por David Benioff e Dan Weiss, a mesma equipe do episódio anterior, “The Rains of Castamere”. Vamos lá?

É tarde demais, garota.

Começamos o episódio acompanhando o desfecho do Casamento Vermelho, com a simbólica cena do estandarte Stark sendo queimado em meio ao caos. Os exércitos do Jovem Lobo são dizimados enquanto falham a resistir ao ataque traiçoeiro dos Frey e dos Bolton. Notem que quando sobe no topo das Gêmeas para observar o massacre, Roose ainda segura o punhal com o qual assassinou Robb no episódio anterior.

É um pouco estranho que o Cão de Caça consiga perambular quase que tranquilamente em meio à tudo aquilo, mesmo carregando um estandarte Frey. Percebam como existe uma jogada cruel nessa sequência de cenas que começa no episódio passado, após o diálogo entre Arya e o Cão: vocês lembram que eles discutiram a respeito de medo, certo? O maior medo de Arya se concretizou bem na frente dela, e aqui nós vemos Sandor encarando o fogo com aquele mesmo temor que já vimos antes. No final, ambos cavalgaram diretamente para aquilo que eles mais temiam, e é no mínimo irônico que isso aconteça com dois personagens tão fortes e corajosos como esses dois.

Então temos aquela cena. O que por muito tempo não passava de um rumor disseminado em algumas conversas nos livros se tornou realidade bem na nossa frente. E eu não consigo imaginar de que maneira poderia ter ficado mais cruel ou mesquinho. Se alguém ainda não odiava totalmente os Frey, com certeza mudou de opinião ao ver o ex Rei do Norte com a sua cabeça decepada, e no lugar dela a cabeça de Vento Cinzento, seu lobo que foi ignorado na maior parte do seriado.

“O Rei do Norte!”

Diferentemente dos livros, na série Arya pôde testemunhar essa cena, o que tornou tudo ainda pior e mais traumatizante. Sem dúvida essa foi uma jogada dos diretores para impulsionar ainda mais a personagem a tomar a decisão de seguir para Braavos e aprender a ser como Jaqen na próxima temporada. Outro detalhe é que nos livros especula-se que a cabeça de Vento Cinzento foi costurada ao corpo de Robb, algo fisicamente complicado se pararmos para pensar, e na série ela foi “fincada”, por assim dizer.

Um aspecto interessante sobre a cena que se segue, em que Arya mata o soldado Frey, é que ela combina elementos de duas situações importantes de Arya nos livros. Ao escapar de Harrenhal no livro A Fúria dos Reis, Arya usa a moeda de Jaqen para distrair o guarda e então o mata e, mais tarde em A Tormenta de Espadas, ela assassina o Cócegas à facadas (um dos nomes da sua oração, aquele mesmo que foi morto por Jaqen na segunda temporada) e recupera a Agulha que estava com ele. Afinal de contas, ela já estava praticando faz tempo né? Eu acho que essa cena funcionou muito bem, porque ela reforçou toda a brutalidade do Casamento Vermelho, com a conversa dos soldados, e mostrou muito da essência dessa garota que vem sendo transformada por todas tragédias a sua volta. Naquele momento, Arya simplesmente não ligava se ia morrer, ou se era perigoso. E novamente o Cão se mostra um belo guarda-costas, assim como fizera com Sansa na temporada anterior. Sempre achei que cachorros combinavam mais com lobos do que com leões, não é mesmo?

A filha do traidor e o macaco demoníaco. Somos perfeitos um para o outro!

De repente estamos de volta à Porto Real, e por alguns segundos tudo parece lindo novamente. Lindo porque vemos uma Sansa madura desenvolvendo uma relação com seu novo marido, mas não de uma forma fria e distante como nos livros. A Sansa da série é um pouco diferente nesse aspecto, porque ela se sente sozinha, e está cercada de inimigos, mas aos poucos ela percebe que pode confiar em Tyrion. E isso é tão irônico, pois é a prova de que as aparências enganam, e novamente a história joga na cara dela que a vida não é como nas canções. As canções não falam de anões que protegem donzelas de reis cruéis e desumanos. Eu acho que nesse momento muita gente começa a acreditar que uma relação amorosa entre esses dois até poderia existir, com o tempo. Mas nós sabemos que não vai, né?

A Shae da série foi construída como uma mulher ciumenta e possessiva, mas apaixonada, acima de tudo, e isso é mais um exemplo dos produtores apostando nesse rompimento brusco para reforçar uma cena. O que eu quero dizer? Olhem o Casamento Vermelho e imaginem como ele teria sido menos impactante sem a morte da Talisa. Os romances estão sendo exacerbados na série justamente com esse intuito. Alguém consegue imaginar esse Tyrion enforcando essa Shae?

Uma coisa que eu achei muito engraçada nessa cena é que Sansa vê Tyrion guardando o nome das pessoas que riem deles e os recita em voz alta, e então a Sansa pergunta se ele está guardando os nomes para matá-los mais tarde, e ele diz que não é o Joffrey. Vocês conseguem pensar em algum personagem que faz isso?

As cenas no Norte foram bem bacanas. No livro, além da história do Cozinheiro Rato, Bran conta também a história do Rei da Noite:

Ele tinha sido o décimo terceiro a liderar a patrulha da noite. Sua perdição havia sido uma mulher, vislumbrada no topo da muralha. Ela tinha a pele branca comia lua e os olhos azuis como uma estrela. Ele a perseguiu, a pegou e a amou, mesmo que sua pele fosse fria como gelo. Depois a trouxe de volta a Fortenoite e a declarou rainha e a si mesmo rei, prendendo todos os patrulheiros a seus desígnios, como se fossem seus para servir. Depois de 13 anos reinando, foram o rei e sua “rainha cadáver” foram derrotados pelo Stark de Winterfell e Joramun dos selvagens que se uniram pra derrubá-lo. Quando ficou conhecido que o Rei da Noite havia se unido aos Outros, queimaram e destruíram qualquer documento que provasse que ele algum dia havia existido e inclusive seu nome era proibido.

Ele conta que a Velha Ama dizia que alguns acreditavam que ele era um Bolton, outros um Magnar de Skagos. Mas ela SABIA que ele era um Stark, o irmão do homem que o derrubou. Tenso, né? Mas foi inteligente que eles tenham apenas focado nela, pois ela se encaixa muito bem no contexto do Casamento Vermelho. O público tem que entender a seriedade do que aconteceu nas Gêmeas, tem que entender que aquilo é condenável e abominável mesmo dentro de uma sociedade tão injusta e muitas vezes selvagem. Quero dizer, mesmo um mundo tão cheio de coisas perversas ao nossos olhos tem suas regras, limites, e o Casamento Vermelho sintetiza o rompimento desse paradigma. Foi mais que um crime, foi uma ofensa aos deuses, sejam eles velhos ou novos. É por isso que temos a conversa entre Tywin e Tyrion, e é por isso que o Norte se lembrará.

Tivemos também o tão esperado encontro entre Sam e Bran, e acho que essa foi a cena mais fiel aos livros de todo episódio. Foi muito legal ver esses dois personagens interagindo, porque a gente passa a história inteira esperando que os Stark possam se reunir novamente, e Sam remete ao Jon, de certa forma. Nos livros, Bran faz com que Sam prometa que não irá dizer nada ao seu respeito para o Jon, fato que deixa os leitores apreensivos. Na série é legal ver ele falando sobre os lobos gigantes, e lembrado a todos que Bran foi empurrado de uma janela, e sobre Hodor, e tudo mais. Eu acho que esse tipo de cena dá uma renovada na esperança do pessoal que está assistindo, mesmo que ela termine com cada um indo para lados opostos.

Mais legal ainda é ver que o Sam conseguiu carregar toda aquela obsidiana, e a entrega ao Bran. É engraçado como Jojen sabe de tudo na série, não é? O Jojen dos livros é sábio, mas não sabichão desse jeito. Ah, e nos livros o Jojen também chama o Bran de “vossa graça” a todo momento, e lá Bran também diz ter sonhado com a morte de Robb e Vento Cinzento. De qualquer forma, esse tipo de diálogo é ótimo para situar a audiência e reforçar pontos importantes. Tem muita gente que ainda não entendeu direito o que são Os Outros, e os zumbis, e a diferença entre eles, e tudo mais.

Eu não esperava ver o Mãos Frias ainda nessa temporada, e não acho que isso foi um problema, a única coisa que me incomodou um pouco foi essa história deles atravessarem a Muralha tão facilmente. Nos livros, nós somos apresentados a um conceito muito importante nesse momento: a Muralha é mais do que um obstáculo físico, é uma barreira mágica. Por isso ela está lá, e por isso os Outros não atravessam. E isso fica claro quando Sam guia Bran e seus companheiros até a passagem secreta que só se abre para membros da Patrulha da Noite que recitam seus versos. Na série, porém, ficou a impressão de que tem um portão abandonado pelo qual qualquer um pode passar, a qualquer momento (e isso deveria incluir os selvagens, os zumbis e os Outros, não?).


E o que falar sobre Jon e Ygritte? Eles tiveram uma boa cena juntos, mas a existência da cena em si foi algo questionável, por vários motivos. Ok, podemos supor que os selvagens tenham se separado para procurar por Jon (algo que eles não fariam) e que por acaso Ygritte foi a primeira a encontra-lo, mas mesmo assim fica meio difícil né. Porque Ygritte não sabe nem o que é um castelo, quanto mais conheceria o caminho para Castelo Negro. Nos livros Jon cavalga a toda velocidade para avisar seus irmãos de que os selvagens estão vindo, e nessa altura ele tomou apenas uma flechada na perna de Ygritte. A chegada dele no Castelo foi bem semelhante, embora lá no livro Sam ainda não esteja lá (a cronologia da série meio que vacilou de novo). Na série, no entanto, o ferimento da a águia de Orell faz com que ele pare para limpar as feridas.

Galera, Ygritte não quis matar Jon. Se ela quisesse, teria mirado na cabeça, e não precisaria de mais de um tiro. A atitude dela nesse momento é um reflexo da dor que ela sente, porque ela entende o por que dele agir dessa forma, mas não aceita. Ela esperava que ele mudasse por ela. Ela o ama, qualquer um enxerga isso. A atuação de Rose Leslie nessa cena foi incrível, ela se entregou totalmente à personagem, de uma forma que nos faz desejar que tudo dê certo entre esses dois, mesmo a gente sabendo que não tem como dar, e que não vai dar.

Para quem não lembrava, Gilly (Goiva) também é mhysa, e por isso merecia um pequeno destaque nesse episódio. Também pudemos rever mestre Aemon, que andava sumido desde o grande êxodo da Patrulha da Noite no final da primeira temporada.

De volta à Porto Real, os leões parecem estar mais ocupados brigando entre si do que preocupados com os Tyrell. É engraçado como todas as cenas dos Lannister nesse episódio foram concebidas com a simples função de preparar terreno para os acontecimentos chocantes da próxima temporada. Cersei reforça seu amor à Joffrey, mesmo ele sendo um bostinha. Tywin reforça sua repulsa pelo filho, dando-lhe mais motivos para enfiar uma flecha na sua virilha. Tyrion continua a provocar Joffrey publicamente, o que vai contribuir para que ele seja o primeiro culpado pela morte do mesmo. É tudo um pouco do que já vimos antes, na verdade.

Na conversa entre Tyrion e Tywin temos a omissão de muitas coisas interessantes presentes nesse diálogo nos livros. Lá o Tywin também diz que Roose Bolton não só se tornou protetor do Norte, como a Arya está prometida ao Ramsay. Eles discutem também o envolvimento dos Lannister no assassinato dos filhos de Elia Martell, o que seria um plot essencial para a introdução da família Martell na próxima temporada.

A cena entre Roose Bolton e Walder Frey serve para lembrar a audiência leiga de como as coisas funcionam em Westeros, e também explica como o Casamento Vermelho foi uma estratégia política fundamental na ascensão das duas famílias. Enquanto os Frey se tornam os Senhores das Terras Fluviais no lugar dos Tully, os Bolton tomam o governo do Norte dos Stark. Eu acho válido pontuar aqui que os Tully foram muito menosprezados na adaptação, os exércitos deles praticamente não contam, e eles não ostentam poder ou respeito como faziam nos livros. Não parece meio absurdo que os Frey, enquanto vassalos, tenham muito mais dinheiro, poder e exércitos que os Tully? Os Stark foram menosprezados também, na ausência da grande maioria dos vassalos de Robb, e eu acho que isso prejudicou toda idéia do “The North Remembers”. Quando você fala do CV nos livros você fala de um massacre de grande maioria das famílias do Norte, e não só de dois Stark, e embora a série mostre o exército do Jovem Lobo sendo dizimado, eu não sei até que ponto eles foram bem sucedidos aos passar essa idéia. E nós sabemos que isso é importante para o futuro da série, no que diz respeito aos Manderly, ao possível papel de Rickon e às alianças de Stannis. É nessa cena também que confirmamos o que já sabíamos: é Ramsay quem está torturando Theon.

Falando em Ramsay, o que vocês pensam sobre a transformação de Theon em Fedor? Eu confesso que nos livros eu senti muita dó de Theon, e Ramsay se tornou o meu personagem mais odiado, de verdade. Mas não direito se isso está acontecendo na série. As cenas de tortura parecem se repetir e não tenho achado todo o arco de Theon muito interessante. O sofrimento de Theon é genuíno, e eu acho que Alfie Allen e Iwan Rheon são sim bons atores, mas alguma coisa nas cenas me cansa um pouco. Talvez Martin soubesse que a exposição desse trecho da história seria desnecessária, talvez ele soubesse que mostrar um Theon totalmente destruído, em corpo e espírito, seria mais chocante para o leitor.

Então nós voltamos para as Ilhas de Ferro, depois de muito tempo sem saber o que estava acontecendo por lá, e podemos concluir que… Bom, nada estava acontecendo por lá. Se a série estivesse seguindo a cronologia dos livros, Balon Greyjoy já deveria estar morto a essa altura, visto que a sua morte é a primeira das “três sanguessugas”. Mas Balon na série está vivo, e sabem do que mais? Ele não dá a mínima para o Theon, como já era de se esperar. O que a gente não esperava era que a Asha não tivesse só o nome trocado, mas a personalidade também. Só eu achei muito estranho ver a Yara agindo dessa forma? Mesmo no contexto da série, ficou um pouco sem nexo. De qualquer forma, foi uma cena bonita e bem feita, e gostei bastante dela. Imagino que ao invés de tomar Bosque Profundo a Asha/Yara vá tomar Forte do Pavor, desse jeito eles simplificam um pouco o contexto para os não-leitores.

No núcleo de Pedra do Dragão as coisas estão esquentando (risos). Nessa altura nos livros, Davos já sabe ler, e eles recebem a notícia da morte de Robb, somada à morte de Balon que já havia sido informada também. Dito isso, Davos argumenta com Stannis que essas não são as três mortes prometidas por Melisandre, pois Joffrey ainda vive, e assim ele apela para que Stannis não mate Edric Storm. Na série, temos Gendry fazendo o papel do bastardo, e ele é posto num mero barquinho a remo, ao invés de uma das galés de Saladhor, mas as coisas se desenrolam de forma similar. No livro o Cavaleiro das Cebolas admite sua culpa e é sentenciado à morte, assim como nas séries, porém lá é o próprio Stannis quem se oferece para cumprir a sentença, e mais, embora a carta da Patrulha da Noite seja lida, nós só ficamos sabendo da escolha de Stannis bem mais tarde. Na série, como de costume, Melisandre vê spoilers nas chamas.

A forma como essa cena foi construída conta mais sobre a situação de Stannis do que qualquer diálogo. De um lado temos Melisandre, uma força poderosa, que o instiga a avançar, e o faz acreditar que é possível e que ele é o escolhido, porém ao mesmo tempo faz com que ele perca a si mesmo, faz com que ele coloque de lado seus princípios e valores em nome de um objetivo maior. Do outro, temos Davos, que também acredita piamente no seu rei, mas, como o próprio Liam Cunningham nos disse em entrevista, acredita em Stannis por quem ele é, e não por uma profecia. Davos defende que para atingir seus objetivos ele não pode perder sua identidade. E é por isso que ele solta Gendry.

Não posso deixar de comentar uma coisa que não saiu da minha cabeça. Davos apela para Stannis dizendo que ele não pode matar um inocente em nome da sua missão, e Melisandre rebate com “O que é uma vida, perto de milhares que irão morrer se falharmos?”. Bom, nós já ouvimos esse diálogo antes, não é? O próprio Tywin diz isso nesse episódio. E também, na primeira temporada, Ned Stark tem a mesma discussão numa reunião do Conselho de Robert, a respeito de Daenerys. Ned é o único que se recusa a matar Daenerys por “um bem maior” (nos livros Barristan também o apóia). Isso é honra, sor Stannis.

Neste capítulo vimos também o retorno de Jaime à capital, acompanhado por Brienne e Qyburn. Nos livros, Jaime só volta à cidade bem mais tarde, após o casamento de Joffrey. O encontro de Jaime e Cersei foi quase tão frio quanto os ventos ao Norte da Muralha. Enquanto nos livros Cersei sente-se enojada com a aparência de Jaime (e isso não a impede de transar com ele ali mesmo, no septo), na série ficamos apenas com uma troca de olhares e expressões não muito sugestivas. Confesso que eu esperava bem mais desse momento, pareceu muito mais rápido e simplório do que deveria ser.

A cena final com Daenerys também foi bem semelhante ao que temos nos livros, com pequenas diferenças. Neste capítulo, Daenerys cavalga em meio aos escravos em sua Prata, a sua égua que foi presente de Drogo e morreu na série no início da segunda temporada. Eu realmente não tenho muito a dizer sobre essa cena, além de que, nesse momento, ocorre uma mudança conceitual muito relevante na campanha de Daenerys, que é a transgressão do conceito de “conquistadora” para o conceito de “libertadora”. Na série eu achei essa cena fraca para um Season Finale, e não, eu não estou comparando diretamente com o Casamento Vermelho do episódio anterior, eu só acho que o capítulo tinha toda base para introduzir a Coração de Pedra no final, mesmo que só por alguns segundos. Eu acompanhei todos comentários que tivemos aqui no site essa semana, e participei das discussões, e deu pra notar que a grande maioria também sentiu falta disso. Vou enumerar alguns motivos:

  1. O episódio é chamado “Mhysa” e Catelyn é a maior figura maternal da saga.
  2. Um bom season finale se sustenta com um cliffhanger bem colocado, ainda mais considerando que falta 1 ano para a próxima temporada.
  3. O Casamento Vermelho ainda é uma ferida aberta. Não é só o Norte que se lembra, o público também.
  4. A série nos fornece uma visão onisciente do enredo, não precisaríamos de Nymeria para ver essa cena.
  5. Bran introduz a ideia de que os deuses castigam quem quebra a lei do Hóspede, o que ficaria perfeito para contextualizar o retorno de Cat por meios divinos.

A trilha sonora, porém, foi sensacional, e o jogo de câmera também foi bem bacana. Achei que os dragões deviam estar um pouco maiores, a julgar pelo tamanho deles no começo da temporada, parece que não cresceram nada.

Enfim, a quarta temporada promete muitos acontecimentos chocantes, principalmente considerando que a maioria das mortes ficou para a segunda metade do Tormenta. Agora só nos resta aguardar o inverno chegar…

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Paloma R F

    Ótima análise, parabéns! Não perde nada pra da Ana CArol!

  • Samuelxc

    Melhor episodio disparado!

  • Roberto

    Olá Rafael. Vc estreou na análise com maestria. Estava ansioso para ler a análise do Season Finale. Vc foi objetivo e direto, mas com a devida emoção de um admirador da obra de R.R.Martin. Concordo com a maioria das suas observações. Mais adiante vou comentar com mais detalhes a sua análise. Parabéns.

  • Rodolpho R. da Silva

    Corrigindo um pequeno erro: Jaime Lannister chega, sim, após a morte do Joffrey, mas Lorde Tywin ainda está vivo. Agora, a respeito do episódio: eu gostei, mas achei que as mudanças deviam ter sido menos intensas. Muitos dos acontecimentos da outra metade do 3º livro e do 4º não serão aproveitadas como consequência das mudanças ocorridas na série, o que é uma pena, porque são muito importantes para o desenvolvimento da história. Alguns exemplos é o desaparecimento repentino do Beric Dondarrion, a ausência do Sor Loras na chegada do Jaime e da Brienne a Porto Real, a ausência do Mãos Frias, a mão-morte do Balon Greyjoy, entre outras…

  • Anderson

    Só gostaria de comentar um “erro”: Nos livros Jaime chega antes da morte de Tywin, eles até conversam, e ele dá a Jaime a espada de aço valiriano!

    “Nos livros, Jaime só volta à cidade bem mais tarde, após o casamento de Joffrey e a morte de Tywin…”

  • Jonathan

    Jaime chega dps da morte de Tywin? Faz tempo q eu li, mas ele chega após a prisão de Tyrion, até pq é o Jaime que solta ele da cela, que mais tarde dá uma passadinha no quarto do Tywin. Só se eu tiver confundindo td e preciso reler os 5 livros todos (mt provável).

  • Willian

    Na verdade quando Jaime chega a Porto Real, no livro, Tywin ainda está vivo!

  • Arthur M

    nao me leve a mal. Seu textoo foi bem legal. NAo sei oq houve com a ana, se teve algum coisa. Mas o ultimo show da season . Eu esperava um post dela…pois eh ela que seguimos..desdo do comeco… precisamos do ponto de vista dela..

  • Camilla

    Quando sir Jaime volta, Lord Tywin ainda está vivo, não?
    Ele dá ao Jaime a espada feita da Gelo. E quando o pai é morto ele já tá lá, tanto é que ele sai procurando por dentro das paredes pelo Tyrion, e se sente culpado por ter deixado ele escapar.

  • Eduardo Ramos Brovine

    ” Nos livros, Jaime só volta à cidade bem mais tarde, após o casamento de Joffrey e a morte de Tywin…”

    O Jaime chega na hora ou algo em alguma hora bem próxima ao julgamento do Tyrion (se não me falha a memória).
    Tanto que eu lembro de algumas conversas entre Tywin e Jaime sobre ele deixar a Guarda Real e se tornar herdeiro e tal…

  • Alderley

    Ótima análise, diferente lógico do que estávamos acostumados com a Ana. Parabéns, ótimo trabalho! Agora aguardar a 4ª Temporada… Concordo contigo qdo disse que não espera Mãos-frias nessa temporada, eu tb não! A importância dele é a partir de agora, do outro lado da Muralha, com isso os produtores deram uma moral ao Sam, tão ridicularizado na série. Sobre a Coração de Pedra, na minha opinião, acredito que seria muito em cima, a aparição dela já no episódio final. Não nego que seria interessante, mas também não vejo como um problema. No livro se demorou tantas páginas para enfim ela aparecer, acho que seria legal essa espera tb na série.

  • Gabriel Augusto

    Parabéns pela resenha! Curti muito, e suas ideias são colocadas muito claramente. Não se preocupe com críticas, sua estreia foi perfeita kkk.
    Somente discordo com você na última cena da season finale. Acho que Daenerys em Yunkai foi a melhor fodência que ocorreu. Claro, Catelyn voltando seria ainda melhor, mas é algo que fica infinitamente MELHOR na season finale da próxima temporada. Imagina um ano sem ela, e do nada a Lady Stoneheart volta no final. Seria esplêndido.

  • Messinho’

    Os produtores terão muitos desafios nas próximas temporadas: quantidade gigantesca de personagens, distanciamento da trama original, demora de Martin em publicar os novos livros, enfim. Mesmo assim, acredito que até agora, apesar de todos os contratempos ocasionados por mudanças na série, todos os envolvidos nessa produção estão fazendo um trabalho incrível.

    Não sei se a audiência ainda considera essa saga a mais fiel aos livros, comparando com outras nesse aspecto, mas devido à toda a mitologia da série, o provérbio “os frutos nunca caem muito longe da árvore” nunca fez tanto sentido. E considero isso uma oportunidade incrível de vermos todas aquelas cenas imaginadas em nossa cabeça por muito tempo (na verdade, eu li os livros há mais ou menos um ano, e já estou em agonia. Imagino quem leu esses livros nos anos 90…).

    Essa temporada veio um pouco para se redimir da segunda (nada contra, foi ótima, mas ainda assim, corrida), que sofreu alguns impasses. A terceira também teve seus momentos duvidosos, entretanto, insuficientes para manchar a qualidade indiscutível da produção à atuação.

    Quero ver mais de muitos atores, principalmente como se sairão em determinadas cenas-chave para seus personagens. Esta série promete muito, não quero me decepcionar. Ainda quero ver mais Michelle Fairley, e não me conformo em acreditar que não teremos Lady Coração de Pedra. Rezo para que ela apareça, nem que seja no fim da quarta temporada, ou no começo desta.

    Por fim, quero ver mais do mundo de Westeros aqui no site, para me manter aquecido, pois “O inverno está chegando” e “A noite é escura e cheia de Spoilers”.

  • Willian Moura

    Tem que corrigir isso ae, Jaime volta antes da morte do Tywin, sendo deserdado e tendo dedo dele no meio ^^

  • Lucas Vilela

    Sobre o Theon, o engraçado é que a questão do nome é ao contrário nos livros, já que nome do primeiro capítulo dele em DWD é Reek e alguns capítulos mais tarde muda pra The Prince of Winterfel, depois The Turncloak.

    Mas é só quando ele está em Winterfell pro casamento do Ramsey Snow com a Arya Fake que ele volta a andar em duas pernas… Então será que foi um erro eles mostrarem o Theon sendo torturado desde essa temporada já? Porque se tiver Theon na próxima ( e por que não teria?), vai ter que continuar na mesma. Se já tá cansativo…

  • Monica Leite Rodrigues

    É só esperara pra ver!

  • matheus

    Otima resenha, mto boa, parabens
    .eu to com uma duvida…o Jaime chega depois da morte de Tywin? nao é ele que da a espada Cumpridora de Promessas pro Jaime? que eles até discutem sobre o Jaime nao poder ser o herdeiro do Rochedo e tal? ou so to me equivocando?

  • Karolliny Alves

    Acho que vc cometeu um simplório erro. Jaime não chega à Porto Real após a morte do pai. Ele chega antes e é recebido friamente: ” – Jaime – disse lorde Tywin, como se tivessem se visto no café da manhã – Lorde Bolton levou-me a esperá-lo mais cedo. Achava que estaria aqui antes do casamento.” Tormenta das Espadas, pagina 1076.

  • Adorei a resenha! Porem tem um errinho; você fala que Jaime chega após a morte de Joffrey e a de Tywin. O que não é bem assim, as coisas; Jaime, chega apenas depois da morte de Joffrey;

    Sobre o toda a cena do Bran e Sam, eu me senti incomodado, pelo fato do Sam já ‘saber’ onde fica o portão. E sem falar do Mão-Frias;

    Enfim, acho que eles perderam um super cliffhanger sem Coração de Pedra;

  • Jessica Borges

    Olá!
    Gostei muito da resenha. Eu também achei que a mudança que fizeram com a Asha, deixando-a em Pyke como se nada tivesse acontecendo, descaracterizaram muito a personagem. Não dá pra imaginar os homens de ferro em guerra sem que uma de suas melhores capitãs não esteja no mar.
    Só uma coisinha: O Jaime volta pra Porto Real depois do casamento de Joffrey, mas antes da morte de Tywin, uma vez que é ele quem faz o acordo com Varys para libertar o Tyrion.
    Mas, fora isso, parabéns pela resenha!

  • Gilson Filho

    Ótima análise. Também esperei a Stoneheart no final, mas a cena da Daenerys não me decepcionou como à maioria das pessoas. Só um comentário sobre a cena do Tyrion e o comentário sobre a Arya matar as pessoas de sua lista: o Tyrion diz que não mataria pessoas apenas por rirem dele (que é o que Joffrey faria). Os motivos da Arya não são bem esses, né?

  • José Diego Tenório

    Esperei por Mãos Frias, já que A Batalha no Punho do Primeiros Homens
    foi broxante. Queria ver os corvos atacando Os Outros. Esperei pela
    Coração de Coração de Pedra também, teria sido legal terminar com ela.
    Pensei que Arya partiria para Bravos. Ainda torci pelo casamento do
    Joffrey, teria sido um final que deixaria muito gente feliz. Por falar
    nisso, se não em engano, Tywin ainda está vivo quando Jaime chega a
    Porto Real, até eles discutem sobre o fato de Jaime querer continuar na
    Patrulha da Cidade(?), já que o Tywin o quer como soberano de Rochedo
    Casterly. Essa Shae da série realmente gosta do Tyrion, até torci para
    ela pegar os diamantes que Varys ofereceu. Espero que ela se fundida
    (leiam bem) com a primeira esposa do Tyrion. Ah, sim, gostei de terem colocado a cena do corpo de Rob com a cabeça do Vento Cinzento, só faltou eles jogarem o corpo da Cat no rio, para completar a zombaria.

  • Foi corrigido, realmente deixei passar, obrigado ^^

  • Está certo, é que eu li esse livro faz muito tempo, muito tempo mesmo hahaha, já corrigi, valeu!

  • Thiago Athanázio

    Gostei bastante da análise.
    A Tormenta foi um livro excelente.

    Apenas duas retificações observadas:
    01 – Os Frey não se tornam senhores das terras fluviais. Esse cargo é de Mindinho, bem retificado por Jaime a seu Tio Frey mais na frente.
    02 – Jaime volta logo após a morte de Joffrey, mas Tywin ainda está vivo, tanto que ele recebe a Cumpridora de Promessas do pai, além da proposta de sair da guarda real e se tornar Senhor do Rochedo.

    Acho que só foram essas duas.

  • Realmente o Jaime chega antes da morte de Tywin, eu me confundi, valeu! 😉

  • Está certo, eu que confundi, já arrumei hehe

  • Realmente eu me confundi, obrigado ^^

  • Na verdade a confusão foi minha, faz muito tempo que li e deixei essa passar.

  • Obrigado!

  • Valeu Roberto!

  • Sim Rodolpho, foi falha minha mesmo, mas já está corrigido. Valeu!

  • matheus

    Quando que a Arya perdeu a Agulha na serie?(se é que perdeu)
    não lembro de ter visto .-.

  • Sim Anderson, me equivoquei, obrigado!

  • Agradeço, e concordo, foi bom pro Sam essa mudança! Sobre a Stoneheart, é bastante polêmico, mas realmente tem muita gente que pensa como você. Eu ainda acho que seria bem bacana ter visto ela no season finale hehehe

  • Brigado Gabriel! As opiniões quanto a Stoneheart são divergentes, de qualquer forma eu acho que a qualquer momento que ela aparecer será muito legal, já que não foi nessa temporada, esperamos, né!

  • Hahaha realmente! Pode ficar tranquilo pois estamos preparando um monte de conteúdo que seguramos durante a temporada para postar nesse período de hiato da série!

  • Está certíssima, isso passou na revisão hehe falha minha! Mas já corrigi, obrigado 🙂

  • matheus

    foi só uma duvida mesmo, tava até com vergonha de pergunta, faz tempo que li tmb heh.
    (todo mundo ta postando isso .-.)

  • Perderam mesmo, né? :/
    Já corrigi o erro, passou despercebido, muito obrigado!

  • Guilherme Tarifa

    Perfect.

  • Não é mesmo Jessica? Coitada da Asha hahaha

    E obrigado, já corrigi o erro, passou mesmo despercebido!

  • É verdade Gilson, não foi nem uma crítica a Arya, só algo que notei revendo o episódio e achei engraçado, mas sem dúvida os contextos são totalmente diferentes

  • Oi José! Já corrigi o erro, obrigado. Sobre o casamento do Joffrey, acho que seria impossível enfiar ele ainda nessa temporada, ia ficar corrido demais, mas também queria ter visto o corpo da Cat sendo jogado no rio!

  • Obrigado! 🙂

  • Oi Thiago, obrigado! Sobre as retificações:

    01 – Na verdade na série eles se tornam sim, o próprio Walder Frey diz isso. Lá explicar todo o contexto de Harrenhal seria difícil demais, eu suponho, então fizeram essa mudança ^^

    02 – Está correto, passou despercebido, mas já arrumei. Valeu!

  • Isabella

    Adorei muito boa analise mas que bosta esse povo reclamando do Jaime,do texto todo um errinho e o povo reclama aff

  • Gianluca Sousa

    Bom texto!

    Sobre a Coração de Pedra, me pergunto se vão mostrar ela já ressuscitada como no livro ou se vão mostrar a Irmandade encontrando o corpo dela primeiro (lá no último episódio da 4ª temp).

    Se ao menos a temporada tivesse terminado com o Mãos-Frias, seria outro desfecho, o que pra mim seria suficientemente bom. E, sem dúvida, senti muita falta do Portão-Negro, achei que ficou um vazio na cena, e também o adiantamento da chegada de Jaime e Brienne, poderiam tê-los “enrolado” com outras histórias.

    Minhas apostas pra prox temporada (tenho que falar!):

    Epi 2 ou 3: Casamento Real.

    Epi 4 ou 5: Batalha na Muralha.

    Epi 9: Julgamento por Combate de Tyrion.

    Epi 10: Morte do Tywin e chegada da Arya a Braavos, com ela passando pelo Titã. Coração de Pedra.

    Aaah, vem, vem 4ª temporada!

  • Messinho’

    Que os deuses abençoem todos vocês! õõ

  • Valeu cara! Também achei a chegada deles em Porto Real desnecessária nesse episódio!

  • Valeu! Tudo bem, faz parte hahaha na próxima vou revisar melhor antes 😉

  • Na hora que escrevi estava no trabalho, e fiquei tentando lembrar, mas nossa acontece tanta coisa depois que as coisas acabam se embaralhando na cabeça as vezes rs

  • breakf

    Parece que esses dragões só crescem entre as temporadas.
    Enfim, achei o episódio ótimo, como todo season finale, só quis deixar as pontas pra próxima temporada. O problema é que, os não leitores e até quem lê os livros fica literalmente se mijando pra ver qual vai ser o cliffhanger, GoT é conhecido por isso… e essa cena ficou muito bacana e tal, mas não funcionou. E ja é a segunda vez que ela tem esse destaque, chega.

    O que importa é que ano que vem vamos ter todas os finais fodas de ASoS (principalmente Sansa, Tyrion e Arya, vou morrer) E OS MARTELLS. E mais envolvimento dos Tyrells também. Vai ser uma temporada menos visual e mais política, e mais real, agora que o ‘herói’ caiu e foi jogado na cara de todo mundo que não existe bem e mal.

    E, ótima review.

  • LadyTargaryen

    Sobre a cena da Dany tenho algo a comentar: Muita gente acha que a série a endeusou nessa temporada, mas se formos parar para analisar ela é a personagem com menor screentime da série! Dizem que a estão tornando rainha absoluta no gosto do público e só ferrando com os outros candidatos… Stannis é um exemplo da revolta maior do público que leu os livros. Mas eu digo: Será que ninguém parou para pensar que a HBO tem muito mais material sobre a personalidade e a história dela do que de qualquer outro pretendente ao trono justamente por ter os POVs dela? Podemos ler seus pensamentos, suas alegrias e angustia, e isso faz diferença para adaptação. Então não acho justo a tacarem para Cristo assim…

  • Marcelo

    Talvez a chegada antecipada do Jaime seja pra que de alguma forma o Joffrey saiba que é “filho do tio” antes da morte dele…

  • Priscila

    O texto ficou legal, Rafa!
    Eu também estava esperando ver a Lady Coração de Pedra aparecer no minutos finais, ou a Nymeria salvando ela, acho essa loba espetacular, para mim só perde pro Gost que é muito lindo.
    Estranhei a relação amistosa que estão criando entre o Tyrion e a Sansa, sendo que no livro ela não dá o mínimo para se ele vive ou morre, a Shae então, nem se fala, bancando a apaixonada.
    Foi emocionante a cena da arqueira Ygritte com o Jon, dá uma pena dela, mas a gente sabe que ele tinha que fazer aquilo, e é por isso, por pensar sempre numa coisa maior do que apenas em si mesmo, que faz o Jon do livro ser meu segundo personagem favorito.
    Adoro a Asha dos livros, a alteridade dela, bravura…uma verdadeira mulher macho, mas que não esquece de ser feminina, prefiro ela à Brienne. Foi bonitinho ela na série resolver salvar o irmão.
    Quanto a Quebradora de Correntes, a cena teve uma fotografia incrível, como você disse, foi bem parecida com o livro e eu também acho que os três filhinhos dela já deviam está um pouco maiores. De modo geral, considero um bom Season Finale, só faltou realmente um gancho para a próxima Season, mas não se pode ter tudo!
    Hodooooor…

  • Erica Rodrigues

    Ficou otima sua analise,gostei dos pontos levantado agora é so esperar.

  • Priscila

    Quero saber uma coisa, alguém sabe com quem está a needle?No livro ela é recuperada quando a Arya mata o Cócegas, mas na série não sei qual foi o destino dela até agora.

  • Selene

    Abri a pagina e confesso que ao não ver a foto da Ana Carol lá no alto, me deu uma tristeza no coração (rsrs) e pensei “Como assim não é a Ana? O que houve :'(”
    Mas li toda a introdução, entendi, e ao ler sua resenha curti muito, Rafael. Parabéns.

    Só sendo chata e corrigindo uma coisinha, acho que você quis dizer maternal:
    “1 – O episódio é chamado “Mhysa” e Catelyn é a maior figura fraternal da saga.”

    De resto, to contigo. Queria MUITO nem que fosse nos últimos 5 segundos ver o Thoros ressucitando Cat/Lady Stoneheart. Acho que seria perfeito. Mas não reclamo… “reclamo” só de esperar quase 10 meses até a season 4… </3

  • Priscila

    Concordo, acabei de assistir uma análise do pessoal do Omelete, e tipo, eles também acham que na série ela é claramente uma das, senão a personagem principal, mas a série não tá inventando nada sobre ela, acho que até foi prejudicada na conquista de Yunkai, que os livros se dá por mérito dela, não de seus capitães.

  • Taiguara

    Muito boa review, cara.

  • Ligia.

    Nossa, eu acho que sou a unica que nao esperava a Coracao de Pedra nesse episódio. Eu acho que sim é muito importante essa cena ser mostrada pelo ponto de vista da Nymeria, porque por mim, mostra essa mudanca warg da Arya,, mesmo que isso nao vem sendo explorado no nucleo do Bran, eu acho que sim é super necesario mostrar que os Starks possuem esse toque magico. E também acho que para Arya, ver a mae morta, mesmo nao tendo toda a certeza se aquilo era um sonho ou nao (ja que no livro ela nao tinha visto o irmao com a cabeca de Vento Cinzento), isso a impulsiona ainda mais para ir a Braavos.

    Adorei a analise, parabens.

  • Gabriel Dyonisio

    Foi na 2ª temporada quando ela é capturada para ser levada a Harenhall. Se não em engano episódio 3 ou 4.

  • Lucas R. Ramos

    Parabéns pela análise. Ficou realmente muito boa.

  • Ela perdeu em Harrenhal, então acredito que vá acontecer algum evento na 4º temporada, do qual ela vai recuperar a Agulha direto das mãos de algum soldado que era do castelo. Até porque sabemos que a Agulha é essencial para Arya, em Braavos. É como se fosse a receptora de todas as lembranças de Arya Stark, para a “Ninguém”.

  • Tamires

    Seria ótimo a Cat aparecer no final pra manter a linha de finais de temporada sobrenaturais, como na primeira SF que apareceram os dragões, e na segunda, que apareceram os Outros…

  • Airon Pereira

    Ninguem notou que faltou uma COISA MUITO IMPORTANTE na série?? ANTES de Robb Stark morrer ele “legaliza” o Jon Snow como Jon STARK… isso não vai fazer falta mais adiante??

  • David_Martins

    Boa Rafael! Gostei muito da sua análise.

    A quarta temporada deverá ser a melhor de todas (as primeiras), eu acho.

    Tipo, vai ter a morte de Joffrey, a fuga da Sansa (possível nascimento da Alayne Stone), Oberyn Martell (e quem sabe outros Martell), a batalha no Castelo negro (espero VER uma batalha), a morte de Tywin, Arya (e quem sabe Bravos), Coração de pedra, mãos frias… Enfim, já estou ansioso. xD

  • Francisca Teixeira

    Eu gostei bastante da season finale, mas odiei o final em si. Acho que já chega de endeusamento da Dany, mas okay. Não que não tenha sido uma cena bela em termos de fotografia e etc, mas para o final mesmo? Achei fraco, sobretudo quando poderíamos ter Lady Stoneheart, a verdadeira mhysa da história. Adiante.

    Não estou exactamente a perceber o que vão fazer com algumas histórias, especialmente a do Jaime. Ele chegar enquanto a Sansa ainda lá está? Humm, parece-me desnecessário. Provavelmente são prender a Brienne enquanto o casamento não acontece e depois ele manda-a atrás dela.

    A Asha/Yara parece-me um pouco out of character e julgava que iriamos ver a morte do Balon já esta temporada. Esperaremos então. Provavelmente não irão meter o bosque profundo e o Stannis captura a Asha em Forte do Pavor.

    Por falar em Stannis… pelo amor dos sete, não? Que raio estão eles a fazer com a personagem? Gosto imenso do Dilanne e não acho que o problema seja dele nem da Clarice, mas do texto mesmo. Na série o Stannis parece um autêntico pau mandado da Melisandre, quando quem leu o livro sabe que não é assim e que ele nem acredita em Deus nenhum, apenas acha que ela é um meio para atingir um objectivo. Sei lá, mete-me confusão a maneira como o tratam sobretudo se metermos a Dany do outro lado.

    Para a próxima temporada mal posso esperar pela morte do Tywin, por muito que me vá doer despedir-me do Charles Dance. Ele é um actor fenomenal! Juntamente com a Diana Riggs (Olenna) e o Nicolaj CW (Jaime) de longe os meus favoritos da série. Quero muito ver os Martell, a minha família favorita da série finalmente vai dar o ar da sua graça. E, claro, o confronto entre Oberyn e a Montanha. Pensando em termos da série, não sei exactamente como é que eles a vão estruturar (terá partes do 4 e 5 livros já?). O único momento que eu vejo realmente bom para o 9 episódio seria mesmo o confronto do julgamento do tyrion seguido de matar o pai e Shae, mas isso não fica muito arrastado colocado já no final? E, se assim for, há abertura para o 4 e 5 livros já?

    Esperarei para ver. (sou portuguesa, para o caso de acharem estranho alguma coisa que tenha dito)

  • Já discordo um pouco… acho que vai ser assim:
    4.02 ou 4.03 – Casamento Sufocante =P
    4.04 a 4.08 – Enrolação Interessante
    4.09 – Batalha na Muralha; Morte da Shae e do Tywin; Fuga de Arya de Westeros
    4.10 – Senhora Coração de Pedra.

  • Sobre a fusão da Shae com a primeira esposa do Tyrion, ele mesmo já contou essa história para ela na série, naquela brincadeira com ela e o Bronn, então não rola… Acho que vão é fazer ela ficar puta de ciúmes com o Tyrion e a Sansa (mera amizade que na cabeça dela será mais que isso) e por isso vai dar pro pai dele…

  • Mas também a Arya não pode ser considerada “boazinha”, de forma nenhuma… Vai ser mesmo um Jaqen versão fêmea =P

  • Uma coisa é certa – como eles estão adiantando muitos núcleos, como o do Theon e da Danny, a 5ª temporada certamente terá fatos não mostrados no livro ainda, e aí…

    Tenham certeza que o George T.R.O.L.L. Martin vai diferenciar o final do livro com o da série.

  • Ótima análise, Rafael. É tão bom quanto a Ana. Parabéns! 🙂

    Bom, Arya é minha personagem favorita, então me preocupam algumas coisas que possam acontecer com ela nessa próxima temporada. Muitos dos leitores acreditam que ela embarca para Braavos na season finale da 4º temporada. Mas o que ela fará durante a temporada toda, tendo em vista que era pra ela já estar QUASE partindo?
    Ainda deve ocorrer o percurso até o Ninho da Águia, em busca de Lysa Arryn, do qual Arya encontra um cavalo e o nomeia “Covarde”. Depois o retorno para Correrrio, ao resgate do Peixe Negro.
    Depois, a caminho de Correrrio, a briga na pousada, da qual Sandor se fere muito lutando e matando Polliver, e Arya mata um escudeiro e Cócegas, recuperando a Agulha.
    E por último, a caminho de Salinas, ela abandona o Cão de Caça e vende Covarde, e então embarca no Filha do Titã, usando a moeda de Jaqen e seguindo para Braavos.
    Ok, isso tudo acontecerá em, no máximo, 5 episódios. E os restantes? Ou será que vão espaçar, afim de dar tempo para o embarque dela à Braavos ser na season finale?
    E voltando ao episódio Mhysa, achei ótimo vê-la matando um Frey e lembrando do Jaqen, ao recolher a moeda do chão (alguém percebeu a música dele tocando no momento? ♥)

    Quanto ao núcleo do Bran, sim, eu esperei muito para ver o Portão Negro. Não entendo o motivo dos produtores omitirem tanto as questões “mágicas” da série, como o Portão, o Mãos Frias, a história do Rei da Noite, dentre tantas outras, de outros núcleos. Ainda mais pelo núcleo do Bran ser o mais “mágico” dos livros. Espero que na 4º temporada tenha os Filhos da Floresta, e principalmente, o Corvo de Três Olhos, ensinando Bran a “wargear” árvores e animais.

    E, por último, o desfecho da temporada. Sou muito fã mesmo de ASOIAF e GOT, então me sinto no direito de não ter gostado desse cliffhanger (ou a falta dele). Concordo com você, Rafael, e com muitos outros leitores, de que seria perfeito se introduzissem a Coração de Pedra nesse desfecho. Como disse, o nome do episódio tem tudo a ver com a Cat. Amo a Daenerys, mas acho que foi um tremendo vacilo dos produtores não utilizarem essa idéia do retorno.
    Enfim, gostei do episódio, adorei a temporada e curti o final, mas que seria um cliffhanger PERFEITO se a Coração de Pedra aparecesse, disso não tenho duvidas. 🙂

  • Frederico Oliveira

    Confesso que fiquei sentido com a falta
    de alguns acontecimentos que haviam nos livros e foram excluídos na serie como
    por exemplo o casamento de Joffrey, aparecimento da Lady coração de pedra, ou
    de simplesmente de Jon ser escolhido como o novo Lord comandante da patrulha da noite. Mas não importa tanto, pois isso me deixou mais animado para assistir a
    4° temporada.

    Gostaria de alguém me responde-se minha duvida, a quarta temporada vai seguir a ordem dos livros e contar só sobre eventos a sul e afins como acontece no Festim dos Corvos ou vai se unir a historia de Dança com dragões e vão fazer uma grande temporada juntando a cronologia dos livros?

  • Gabriel Augusto

    Acredito que a próxima temporada irá continuar o Tormenta, mas incluirá alguns elementos do Festim e da Dança. Já que os Martell e o Magnar de Then foram confirmados… Talvez seja somente uma introdução de personagens, ou um novo plot sob novo ponto de vista.

  • Gabriel Augusto

    Tem razão…

  • Rodolfo Basso de Araújo

    Tem só uma coisa que eu não entendo, eu ainda estou na metade da Dança, mas se a Stonehearth fosse colocada nessa season finale o que ela faria durante toda a 4ª temporada? pq pelo que eu me lembre, ela só mata alguns freys e encontra a Brienne, ficaria meio monótono, já que a Brienne acabou de chegar em Porto Real…

  • diegomarcelini

    Realmente das mudanças da série a que mais me incomoda e a da Asha lembro que quando li o livro já fiquei imaginando como ela seria na série morena esguia um pouco nariguda com a boca suja e totalmente insubmissa aos homens teria também 2 machadinhas na cintura e um punhal entre os seios aí fiquei sabendo que mudariam o nome dela pensei tudo bem depois a atriz escalada que não parece nem um pouco e agora essa personalidade fraternal pra quem reclama que não teve assasinato no último episódio pra mim teve sim R.I.P ASHA GREYJOY

  • Cássia Bezerra Santos

    Adorei sua resenha, parabéns pela estreia!! ^^

    Sinceramente acho que foi uma boa ideia separar o livro em 2 temporadas. O Tormenta de Espadas é tão denso que seria impossível fazer algo razoável tendo só 10 episódios por temporada.

    Algumas modificações eu aceitei, outras nem tanto, por exemplo: pq raios o Jaime ja chegou em KingsLand? Como será o casamento do Joffrey agora com a presença dele? Isso pode dar muito errado ou muito certo.

    Em contrapartida gostei mais dessa nova personalidade da Shae, no final isso fara a diferença no impacto do assassinato dela.

    O encontro da Ygritte com o Jon foi emocionante, pouco importa se foi meio sem nexo! rs

    Essa atriz conseguiu tirar alguma coisa do Kit, ALELUIA! Afinal, esse ator é
    pequeno demais para a grandiosidade do personagem! Vamos ver como sera essa 4° temporada, com a batalha com os selvagens e a nomeação como Comandante quem sabe esse cara engata de vez!!

    Coldhands e Stoneheart não aparecendo não me desagradou tanto, são
    personagens que merecem mais doq 2 minutos em um episódio para serem
    apresentados e convenhamos, ja tinha MUITA coisa para aparecer nesse episódio, imaginem se colocassem mais isso? Muitaaa informação!

    Lógico que seria muito mais legal encerrar td com a Nymeria encontrando a Catelyn nas margens do rio, mas nada é perfeito nessa vida! rs

    E só uns desabafos:

    1 – Como senti falta dos lobos nessa temporada!! Eles praticamente não
    apareceram na serie e nos livros eles são de extrema importância!

    2 – Mesmo a Dany tendo tanto material nos livros, não foi bem aproveitada nessa temporada! Ela é um personagem com TAMANHA profundida e na serie fica apagada! E cade o beijo do Sor Jorah com a Dany?? Ja não deveria ter acontecido?

    Tenho a impressão que o casamento do Joffrey sera no meio da temporada, capitulo 4 ou 5, pq ainda precisa se add o povo de Dorne na trama. Ai os 5 epis restantes seria toda aquele coisa de leão comendo leão.

    Ai tem duas possibilidades, Stoneheart aparecendo o 1° epi ou no ultimo. Como a serie ja esta mancando com a cronologia dos livros não da para ter certeza de nada! Sem contar os cortes em personagens significativos…Tipo, como a Sansa vai fugir ate o barco do Mindinho ser ajuda do Bobo? Ela não vai sair a deriva sozinha neh? rs

    Enfim, agora estamos órfãos! Very Sad! :/

  • Diego Natan Canteri

    A quarta cobrirá o restante do terceiro livro e acredito que a quinta cobrirá a maior parte do livro IV e metade do livro V e a quinta cobrirá o restante dos livros IV e V. Se até o Theon eles mantiveram pra essa temporada duvido que eles vão se desfazer de meio elenco por um ano e depois no ano seguinte se desfazer da outra metade…

  • Diego Natan Canteri

    Gostei muito da análise, comecei lendo e pensando, “Ah não, ele é novo, não vai querer se expor fazendo criticas e vai babar ovo da série!” Mas vc fez criticas onde elas eram necessárias, gostei muito disso.

    Os motivos para que a LS aparecesse são os mesmos que eu defendo há uma semana. A série tem descaracterizado a o Stannis fazendo ele subserviente a Melisandre, além do que na série de tv ele é um banana sem honra e nos livros ele só não tem compaixão, mas ele sabe ser honrado. Jaime em porto real foi mal feito, e a série ta endeusando a Dany, todo episódio tem que ter a cota da Daenerys fazendo qualquer coisa sem importancia, sério, depois que ela queimou astapor nenhuma cena dela foi muito impactante pra mim e olha que ela tava em todos os episódios… mas fora isso eu gostei do episódio, ta na média, só decepciona porque a série não deveria acabar com um episódio mediano…

  • Paulo Cesar

    A
    4ª Temporada podia ficar mais ou menos assim:

    Ep
    1: Chegada dos Martell a Porto Real, Arya e Clegane vão em direção ao Ninho de
    Águia. Daenerys marchando para Meeren, Morte de Balon Greyjoy. Cabelo-Molhado
    decide convocar a Assembléia de homens livres.

    Ep
    2: A Muralha se preparando para o ataque dos selvagens. Bran conhece o Mãos
    Frias. Yara ataca o Forte do Pavor (ao invés do Bosque Profundo – Idéia do Rafa
    :P), mas Theon e Ramsay já partiram de lá. O casamento real, a morte de Joffrey
    e a fuga de Sansa.

    Ep
    3: Tyrion é preso acusado de matar Joffrey. Mindinho revela que foi ele quem
    envenenou o rei. Alguns selvagens chegam ao Castelo negro e são derrotados com
    barris de pólvora. Morte da Ygritte.

    Ep
    4: Sansa e Mindinho chegam aos Dedos e Sansa assume a identidade de Alayne
    Stone. Petyr e Lysa se casam. Tyrion é julgado, Shae depõe contra ele e Oberyn
    promete que lutará por Tyrion. Chegando a Meeren, Dany descobre que Sor Jorah
    espionava a mando de Varys. Arya deixa Clegane pra traz e parte em direção a
    Bravos. Jaime é renegado por Tywin.

    Ep
    5: As tropas do castelo Negro vencem o primeiro ataque dos selvagens e Jon
    assume o comando. Tyrion exige um julgamento por combate. Oberyn quase derrota
    Gregor Clegane, o campeão da rainha, mas acaba morto, condenando Tyrion a morte.

    Ep
    6: As tropas de Dany conquistam Meeren e ela bane Sor Jorah. Quado descobre que
    Astapor foi tomada, ela decide ficar e reinar. Lorde Janos chega ao Castelo
    Negro e declara que Jon é um traidor. Jaime liberta Tyrion, que mata Shae e
    Tywin.

    Ep
    7: Jaime entrega a Cumpridora de promessas a Brienne e a envia em busca de Arya
    e Sansa. As Serpentes de Areia planejam vingar a Morte de Oberyn e são
    aprisionadas por Doran Martell. Lorde Janos envia Jon para matar Mance. Stannis
    chega com seu exército e dizima os selvagens.

    Ep
    8: Depois da batalha, a Patrulha da noite terá que escolher o novo Senhor
    Comandante. Stannis promete fazer Jon senhor de WInterfell caso ele ajude a
    espalhar a fé no Deus Vermelho. Tyrion e Varys pegam um navio até Pentos. Dany
    conhece alguns pretendentes, e descobre que seus dragões estão selvagens a
    ponto de matar crianças.

    Ep
    9: Theon e Ramsay chegam a Winterfell. Euron Greyjoy revela que pode controlar
    os dragões de Dany e é escolhido rei das Ilhas de Ferro. Jon Snow é eleito comandante
    da Patrulha da Noite. Mindinho assassina Lysa Arryn.

    Ep
    10: Arya chega a Bravos. Tyrion conhece Ilyrio Mopatis, que o envia para ajudar
    Daenerys. Bran chega até o Corvo de Três Olhos, que diz que ele aprenderá a
    voar. A temporada encerra com a aparição da Lady Stoneheart.

    Não
    consegui fazer um encaixe bacana do Bran, da Arya e nem do Theon, já que esses
    aparecem muito pouco e eu não sei se vão adiantar muito as histórias deles. É
    só minha opinião. Fiquem a vontade para questionar.

  • Paulo Cesar

    Eu queria que a 4ª temporada ficasse assim:

    Ep
    1: Chegada dos Martell a Porto Real, Arya e Clegane vão em direção ao Ninho de
    Águia. Daenerys marchando para Meeren, Morte de Balon Greyjoy. Cabelo-Molhado
    decide convocar a Assembléia de homens livres.

    Ep
    2: A Muralha se preparando para o ataque dos selvagens. Bran conhece o Mãos
    Frias. Yara ataca o Forte do Pavor (ao invés do Bosque Profundo – Idéia do Rafa
    :P), mas Theon e Ramsay já partiram de lá. O casamento real, a morte de Joffrey
    e a fuga de Sansa.

    Ep
    3: Tyrion é preso acusado de matar Joffrey. Mindinho revela que foi ele quem
    envenenou o rei. Alguns selvagens chegam ao Castelo negro e são derrotados com
    barris de pólvora. Morte da Ygritte.

    Ep
    4: Sansa e Mindinho chegam aos Dedos e Sansa assume a identidade de Alayne
    Stone. Petyr e Lysa se casam. Tyrion é julgado, Shae depõe contra ele e Oberyn
    promete que lutará por Tyrion. Chegando a Meeren, Dany descobre que Sor Jorah
    espionava a mando de Varys. Arya deixa Clegane pra traz e parte em direção a
    Bravos. Jaime é renegado por Tywin.

    Ep
    5: As tropas do castelo Negro vencem o primeiro ataque dos selvagens e Jon
    assume o comando. Tyrion exige um julgamento por combate. Oberyn quase derrota
    Gregor Clegane, o campeão da rainha, mas acaba morto, condenando Tyrion a morte.

    Ep
    6: As tropas de Dany conquistam Meeren e ela bane Sor Jorah. Quado descobre que
    Astapor foi tomada, ela decide ficar e reinar. Lorde Janos chega ao Castelo
    Negro e declara que Jon é um traidor. Jaime liberta Tyrion, que mata Shae e
    Tywin.

    Ep
    7: Jaime entrega a Cumpridora de promessas a Brienne e a envia em busca de Arya
    e Sansa. As Serpentes de Areia planejam vingar a Morte de Oberyn e são
    aprisionadas por Doran Martell. Lorde Janos envia Jon para matar Mance. Stannis
    chega com seu exército e dizima os selvagens.

    Ep
    8: Depois da batalha, a Patrulha da noite terá que escolher o novo Senhor
    Comandante. Stannis promete fazer Jon senhor de WInterfell caso ele ajude a
    espalhar a fé no Deus Vermelho. Tyrion e Varys pegam um navio até Pentos. Dany
    conhece alguns pretendentes, e descobre que seus dragões estão selvagens a
    ponto de matar crianças.

    Ep
    9: Theon e Ramsay chegam a Winterfell. Euron Greyjoy revela que pode controlar
    os dragões de Dany e é escolhido rei das Ilhas de Ferro. Jon Snow é eleito comandante
    da Patrulha da Noite. Mindinho assassina Lysa Arryn.

    Ep
    10: Arya chega a Bravos. Tyrion conhece Ilyrio Mopatis, que o envia para ajudar
    Daenerys. Bran chega até o Corvo de Três Olhos, que diz que ele aprenderá a
    voar. A temporada encerra com a aparição da Lady Stoneheart.

    Não
    consegui fazer um encaixe bacana do Bran, da Arya e nem do Theon, já que esses
    aparecem muito pouco e eu não sei se vão adiantar muito as histórias deles. É
    só minha opinião. Fiquem a vontade para questionar.

  • Marcelo

    A quarta temporada vai ser a outra metade do livro 3, então os acontecimentos que você sentiu falta estarão na próxima temporada…

  • gabriel

    cara, o livro 3 foi dividido em duas temporadas. a 4ª temporada irá cobrir a 2ª metade de ASos.

  • Arthur Britto

    Se vai fazer falta, descobriremos depois. Isso deixou de fazer sentido depois que a Talisa ficou grávida…

  • Valeu cara! Eu acho que a próxima temporada terá muita história para contar, então pode acabar acontecendo com a Arya o que aconteceu com o Bran nessa temporada: pouco tempo na tela e muita enrolação. :/

  • Obrigado Selene! Eu também amo as resenhas da Ana!

    A Lidiany também encontrou esse erro ontem a noite e me avisou e eu já corrigi na hora. Valeu! 🙂

  • Valeu Priscila! Concordo com tudo que você disse, especialmente esse argumento final irrefutável. Hodor.

  • Thanks! Essa temporada promete mesmo, mas não sei se eu vou conseguir me chocar novamente com qualquer cena da forma como me choquei com o Casamento Vermelho hahaha

  • Exatamente, esqueci de colocar isso como um dos motivos, mas é verdade ^^

  • Oi Ligia, valeu! Eu acho muito difícil que eles mostrem isso através da Nymeria, acredito que a audiência de forma geral mal lembra que Arya tinha uma loba também. Robb, Bran e Jon tem relações muito mais diretas com seus lobos, e isso foi muito mal explorado pela série :/

  • Obrigado Erica!

  • Obrigado!

  • Que bom que curtiu 😉

  • Obrigado Diego! Na verdade eu já faço parte da equipe há um tempinho, mas realmente nunca tinha escrito nenhuma análise. Concordo bastante com o que você disse sobre Daenerys e Stannis!

  • Eu acho que a Arya carrega um fardo de “vingadora”, e isso jamais permitirá que ela se enquadre em “boazinha”, né? É uma personagem incrível ^^

  • HAHA Legal! Seria ótimo se fosse assim, apesar da confusão cronológica. Mas os próprios produtores já estão bagunçando nisso, mesmo. Ler isso só me deixa mais ansioso pra 4º temporada! 😀

  • breakf

    Tem umas teorias muito legais de uma conspiração nortenha pra coroar Jon como rei do norte, mas são todas em inglês. Dizem que todo esse ‘apoio’ aos Boltons + os Mormonts ficarem do lado de Stannis de repente + os Manderlys, além do Tom sete-cordas estar infiltrado nas gêmeas e o Blackfish estar fazendo sabe Deus o quê, fazem parte de um plano maior.

    http://zincpiccalilli.tumblr.com/post/52681254060

  • PHSA

    Eu Acho que os Produtores já aterrorizaram muito com a cronologia da série, eu sei, e também acho, que seria incrível a Coração de Pedra fechando a temporada, mas depois de Sam e Bran chegarem antes do Jon à muralha (principalmente o Bran que estava junto com ele em Coroadarrainha, mesmo que Fortenoite seja mais perto, o Bran é aleijado e o Jon estava à cavalo, como já nos disse o Rafael), Sam chegar ao Castelo Negro também antes do Jon, Jaime chegar à Porto Real antes da morte do Joffrey, eu já estava farto de desse abandono da cronologia perfeita do RR Martin.

  • Lucas Campello

    Gostei, gostei. Espero que eles vejam esse teu post aqui e sigam direitinho…Hahahaha

  • Gostei cara! Isso pode até render conteúdo para um post! hahaha

  • Lucas Campello

    Deu para perceber, hahaha. Concordo e muito com a sua opinião sobre o final, eu até achei o episódio legal, mas não foi suficiente para uma Season Finale. Estou 100% contigo quanto ao final mais interessante ser o aparecimento da Lady Stoneheart.

  • OMG! eu não sabia que o Tyrion vai enforcar a Shae, qual livro isso acontece? (ainda estou no Tormenta de espadas)

    Super concordo com a questão da passagem na Muralha. Eu esperei demais ver aquela passagem mágica que tem no livro. Foi muito legal. E como vc disse, deu de entender, na série, que é fácil se atravessar a muralha…

    E quando ao Ramsay, eu tô adorando ele na série… Ele é muito engraçado. Me lembra o coringa (Pessoas me chamando de louca em 3, 2, 1…)

  • Talvez isso não virá a ser importante posteriormente… Se eles descartaram é porque eles tem algum motivo para descastar
    (Eu achei que essa cena iria ocorrer no começo de “The Rain of a Castamare” quando o Robb está conversando com Cat. Só que não

  • Acho que a 4 temporada será tão boa quanto essa terceira foi…

  • Anderson

    Só pra deixar claro, que fora isso , foi uma ÓTIMA análise, sério mesmo, parabéns, espero ver mais matérias suas futuramente !

  • Paulo Cesar

    opa, eu ficaria honrado 😉

  • Paulo Cesar

    Louca… kkkk, brincadeira. Pior sou eu, que desde o segundo livro gosto de Theon!

  • Naara

    Mas eu acho perfeitamente justificável gostar do Theon… Do Ramsay é que não! rs (se bem que ele tem semelhanças com o Coringa mesmo)

  • Samuelxc

    Foi tão bom a parte que a Sansa lembra das travessuras da Arya…..

  • Katherine Aquino

    Acho que a aparição da Lady Stoneheart vai ser muito mais surpreendente no fim da próxima temporada. Afinal quem não leu os livros vai ter um ano pra acreditar que ela morreu e quando ela aparecer vai ser muito chocante no contexto da série como foi pra quem leu os livros, já que essa cena é lá no final.

  • George Gambardella

    faltou o gancho p stoneheart mesmo.

    arya sofre demaaaaais!!!

    tiraram a surpresa da ajuda à muralha.

    como talisa bateu a caçuleta, por que nos livros ainda fica aquela lengalenga sobre haver ou não um herdeiro de robb???

    a forma como foi feita a cena de yara faz a gente querer acreditar q ela vai libertar o irmão com pompa e tal…mas, grrm, I hate you!

    got é bom demais !!!(só p constar)

    tem um blog da globo.com da jornalista claudia croittor (?) q analisa a série como uma criança da baixada das pulgas. vale a pena dar uma conferida só pra ver as asneiras.

    e, mais um ano de espera e ansiedade nossas. pela quarta temporada e pelo sexto livro.

    THE NORTH ALWAYS REMEMBERS

  • Samuelxc

    Eles vão continuar endeusando, ela é a principal e merece ser endeusada kkkkk

  • Joao Palmadas

    Mhysa também é Lysa Arryn, a mãe do Robert Arryn, Ela também poderia ter aparecido, para dar uma de mãe maluca. Essa Lysa é a Mhysa mais problemática dos livros. Ainda mais problemática que a Cersei.

    Outra Mhysa que poderia ter tido destaque é a Rainha dos Espinhos.

  • Eduardo Barbosa Barros

    Ele enforca a Shae no fim de a Tormenta, ele a mata logo depois de matar o pai e ainda faz isso porque ela estava na cama com o Tywin. Foi mais uma traição das cronicas.

  • Eduardo Barbosa Barros

    Excelente análise, destacou os pontos certos. Gostei quando vc citou o que é honra. É bem isso mesmo e eu tinha reparado no momento que eu assisti o episódio tbm.

  • Messinho’

    Tanta coisa pra o ano que vem, meus olhos chegam a ficar marejados T-T

  • Messinho’

    Cara, essa teoria a mais absurda que eu já ouvi falar e a mais incrível se acontecesse…

  • João Victor Paz

    Rafael Merz, sua resenha é boazinha, mas a da Ana era melhor pq ela sabia diferenciar que a série era baseada no livro, já você fica comparando todo parágrafo à ordem cronológica do livro. Não leve a mal.

    Não concordo com o seu “Uma Sansa mais madura” No final da cena ela demonstra toda a sua inocência com o seu exemplo de “vingança”, mas talvez vejamos uma Sansa mais distante e pensante na 4° temporada.

    Quanto â Arya, caramba, você disse tudo, foi muito tenso ele ver aquela cena do irmão decapitado,

    Bran acabou não pedindo pro Sam não contar nada ao Jon, talvez na 4° temporada Jon saiba que o irmão está vivo.

    E Catelyn tinha tudo para aparecer nesse episódio, você enumerou bem os motivos.

    Mesmo assim o final com a Daenerys foi muito bom, pra quem não leu o livro deu uma esperança significativa após a perda dos Starks

  • Jan Santos

    O Jon é da Patrulha, renunciou até ao nome… Acho que, mesmo nos livros, não importa muito.

  • Bruna C

    Resenha muito boa, Rafael! Gostei do jeito que você pontuou como as coisas são nos livros. Você fez de um jeito natural, e não marcando em negrito ou itálico. Achei que esse seu jeito é bem mais esclarecedor!

  • matheus

    O Tyrion mata a shae com aquela corrente que ele da de presente, no final da Tormenta.(uma das melhores partes do livro, heh)

  • João Victor

    Sabe, eu achei melhor não ter a Lady Stoneheart pelo seguinte motivo. Na 2ª temporada, na SF, a ultima cena foi daquela multidão de White Walkers, causando um impacto e euforia bem grande. 3×01, a cena foi resolvida em segundos, e só tiveram outra aparição no 3×08. Fãs que não leram os livros, e até alguns que leram ficaram de certa forma decepcionados com isso. Pois vendo aquele cliffhanger, pensavam que estes teriam um destaque maior. Se tivesse a Lady agora, as pessoas ficariam muito animadas com isso. Mas o problema é que ela tem uma pequena aparição do epilogo do 3º e volta somente no final do 4º. Agora imagine, se ela aparecesse em 2013, e voltasse somente em 2015/2016.
    Bem melhor deixarem para 2014. Se não, seriam pessoas ainda mais decepcionadas com a série por questão disso.

  • Valeu Cássia! Concordo contigo, a cronologia em alguns pontos ficou estranha, no mal sentido.

  • Olha sinceramente eu não sei até que ponto isso é relevante. Até porque o fato do Robb ter legalizado isso não quer dizer muita coisa na prática. É como o Robert ter legalizado o Ned como regente, as pessoas não ligam. Acho que se chegasse um momento em que estivesse, por exemplo, Sansa e Jon “competindo” pelo direito de Winterfell o Jon não teria a mínima chance. Essa sociedade realmente despreza bastardados.

  • Desculpa Lais, dei uma de Melisandre e te joguei um spoiler! Hahaha, mas eu avisei no começo eeein rs

    O Joker (Coringa) é meu vilão favorito entre todas histórias que já vi, sério. Eu sou viciado nele. Eu não sei até que ponto o Ramsay é tão parecido assim, mas concordo em partes. O Coringa é o tipo de homem que quer espalhar o caos, apenas porque ele acha divertido ver as pessoas perdendo o controle. Já o Ramsay, acho ele muito mais sádico e psicopata mesmo…

  • Na verdade nos livros a gente só ouve falar da Stoneheart, e voltamos a ver ela através do POV da Brienne, porém a série não precisa de POV’s, eles podiam mostrar a Stoneheart matando uns Freys por aí. rs

  • Merlim

    Muito legal a análise, Rafael. Embora eu discorde de algumas coisas, hehe.
    Aliás, essa semana também fiz pela primeira vez a resenha de GoT pro Literatortura: http://literatortura.com/2013/06/12/game-of-thrones-3×10-mhysa-depois-da-tempestade/

  • Obrigado! 🙂

  • Oi João! Eu entendo que a série é uma adaptação, acredite, eu realmente entendo rs a questão mesmo é que, ao meu ver, a proposta dessa resenha é justamente colocar série x livro e pontuar as diferenças a partir daí, só por isso eu forcei bastante nisso ^^

  • Valeu Eduardo! Sobre a questão da honra, o Stannis muito em breve vai render uma análise exclusiva dele, e aí a gente vai poder se aprofundar mais ainda nisso. Fique ligado 😉

  • Eliane Verica

    Então somos duas… tbm estou gostando muito das do Ramsay da serie, imaginava ele completamente diferente, mas assim ficou muito melhor. E agora que vc falou… tbm me lembrou o coringa.

  • Alvacir

    Acompanho as análises dos episódios desde o início e confesso que sempre espero com ansiedade para poder lê-las. Eu já li os 5 livros a algum tempo e uso as análises para reativar a memória e para ampliar o entendimento sobre os acontecimentos. Nunca fiz comentários, pois sempre me considerei muito mais um observador do que qualquer outra coisa, mas achei engraçada sua preocupação em não decepcionar e fiz questão de me pronunciar para dizer que você foi muito bem, alcançando o mesmo nível da Ana, que é ótima em suas análises. Em relação à série, adorei a 3ª temporada e acho que os pontos altos da próxima serão: a luta na muralha, as mortes do Joffrey, do Oberyn, do Sandor e do Tywin e a aparição da Lady Stoneheart

  • Tassio Moreira Marques

    Eu não vi sentido também da Lady Stoneheart aparecer agora. Seguindo a cronologia do livro, ainda falta bastante para ela aparecer.

  • Tassio Moreira Marques

    acredito que ela deva aparecer antes do final.. talvez no meio. Se eles colocarem a cena pro final da 4º vai atrasar muito a série. Isto porque a 3º temporada cobriu cerca de 70% do 3º livro.

  • Lucas Emanoel Janke

    Meio que concordo e também tenho um motivo:
    > Queria que Arya visse Catelyn morta atravéz dos olhos de Nymeria, e a tirasse do rio, como dos livros. Mas considerando que na série Arya não sonha com Nymeria e que ela já viu um familiar morto (Robb) não sei se essa cena estará na TV.

    Entretanto, Stoneheart seria um melhor cliffchanger do que a Dany e os escravos numa cena estranha. Na verdade bem melhor.

    O episódio como um todo foi um dos mais fracos da série, na minha opnião.

  • Lucas Emanoel Janke

    Asha nesse episódio foi incoerente em relação aos livros e a própria Yara da segunda temporada.

  • Muito obrigado pelo feedback ^^

  • Eduardo Barbosa Barros

    Parabéns por responder quase todo mundo tbm. 🙂

  • Lu

    Eu gostei do episódio, mais por não ter estômago para encarar nada muito punk depois do CV.

    Embora
    a série tenha deixado vários mini cliffhangers para a próxima
    temporada, faltou uma cena de maior impacto no final. Claro, ver os
    dragões voando é bacana, mas a gente já viu isso ao longo da temporada.
    Faltou algo.

    Quanto ao Ramsay da série, eu não sei o que pensar
    dele. Nos livros, a gente ouve falar das vítimas do Bastardo desde o
    Fúria dos Reis.O que ele fez com a Lady Hornwood. E ver Theon daquele
    jeito e saber quem é seu captor…. é aterrorizante. Na série, o
    personagem perdeu boa parte do impacto, pq os vassalos do Robb não foram
    desenvolvidos. Não foram apenas o poder e a importância dos Tully, como
    também o fato de que os Bolton não eram uma companhia recomendável.

    Gostei muito da cena entre Bran e Sam. Pena que tenham omitido a importância da passagem.

  • alex5503

    eu acho que ficaria bem legal mostrar depois dos creditos a nymeria, achando a cat e uivando (ia acabar com o uivo dela. depois explicam que o beric ouviu e foi lá, e nao seria um spoiler pq so ia mostrar a dor da loba por ela ter morrido)

  • Eu sou apaixonada pelo Coringa. Meu vilão favorito em disparado de qualquer outro. Na verdade gosto mais dele do que do próprio Batman. O coringa ele faz a maldade só pra causar o caos (como vc disse). Mas a parte de Ramsay que me lembra o coringa é aquela de ficar brincando com as pessoas. Tipo a cena da Linguiça. Ele brinca, e acha tudo muito divertido. Eu lembrei demais. E eu adorei. O Iwan é muito bom ator!!!!

  • Airon Pereira

    Não os legitimados, ou seja la como fala… mas ai teríamos que assumir q ele seja filho de Ned Stark, o que MUITO provavelmente não é verdade… e teria que ser pelo Rei verdadeiro tb, um q se autointitula não teria valia tb…

  • Juliana Ribas

    A morte da Lysa eu também acho um fato importante na série e que deve fazer parte da próxima temporada.

  • Juliana Ribas

    Gente eu vou ler novamente o ultimo cap do livro 3 porque não lembro da Nymeria ter encontrado a Cat, falha de memória gravíssima a minha affff

  • Flávio Gama

    Sdds Ana!

  • Vagner Franco

    Eu gosto das resenhas do site, leio todas sempre e a sua foi muito boa parabéns!
    Já li todos os livros mais de uma vez, sou apaixonado por GoT (da TV e dos livros). Só não entendo pq alguns fãs se preocupam tanto com o que as pessoas que não leram os livros vão achar da série… Pra mim a série está mto boa e fica melhor ainda porque eu li os livros, só que eu não to nem aí pra quem não leu, tão perdendo uma baita história só isso.. tem gente que parece que ta querendo usar a série pra justificar pros amigos porque leu os livros

  • Cássia Bezerra Santos

    Eu super concordo sobre o Ramsay lembrar de leve o Coringa! Toda diversão que ele obtêm a partir do terror psicológico e por ai vai… faz sentido essa comparação!

  • Rak1

    Tenho a impressão que o Theon vai dar uma sumida na 4a. temporada e da próxima vez que o virmos, já vai estar totalmente transformado em Reek. Não faz sentido mostrar a transformação aos poucos. Agora, mesmo com a tortura ele ainda se parece com Theon Greyjoy, mas fica irreconhecível quando reaparece, cabelos brancos quebradiços, sem dentes, dedos…

  • Karen

    Gostei da sua review, parabéns !

    Quanto a Theon: ainda não li o 5o livro, então esse nucleo dele é novo pra mim. Só sei que eu tomei tanto ódio dele no 1o livro, por se achar demais e não dar valor a quem realmente confiava e gostava dele, que era o Robb. Ele achava que sabia de tudo, e morria de inveja do Robb. Então, não consigo sentir pena dele não. Acho que ele tá colhendo o que plantou msm. E ok que Robb caiu por sua própria burrice, mas foi tb mtu por ser traído. E a primeira traição veio de Theon. Sempre tive a impressão que a decadência do Robb começou com a traição dele. Até agora, ele não me convence com essa de “Madaleno” arrependido.

  • Beatriz Oliveira

    Gostei. Principalmente do modo como a maior parte dos capítulos está focada no Tormenta, porque eu acho ruim a série antecipar muita coisa da cronologia dos livros.
    Estou bem ansiosa pela próxima temporada, já sonhando com quantos dorneses vamos ver, quais deles e que atores irão interpretá-los.

  • Fernando Teixeira Penteado Fil

    Senti falta de ver os Frey jogando Catelyn nua na água, que seria importante para explicar o surgimento de Lady Stoneheart, de resto achei um excelente episódio.

  • LOL

    “não me deem várias facadas na barriga”, tudo bem, por favor vire-se de costas (brink)^^

    Muito bom o texto, lí tudo sem perceber, porém os textos da menina também eram bons, obrigado galera.

  • Humberto

    Qual livro me recomendam a ler apos esta 3ª temporada? não li nenhum dos 5 mas quero ler um que de certa forma de continuação a 3ª temporada

  • luaa

    começe a ler o terceiro mesmo, logo vc passa as partes da serie…e começam as melhores mortes haha

  • Samuel Costa

    Recomendaria ler desde o primeiro, um amigo tentou passar do meio da série para o livro e ficou sem saber quem era quem, ou onde era onde, ja que na série tem bem menos personagens

  • Rodolpho R. da Silva

    Leia desde o começo. Quando eu comecei a ler os livros, eu já tinha assistido a primeira e a segunda temporadas. Quando eu comecei a ler, vi que existiam muitas diferenças relevantes entre a série televisiva e o livro. Além disso, eu percebi que não sabia nada da história. Muitas coisas se esclareceram depois de que eu li os livros. Então, comece desde o primeiro. Até a estreia da quarta temporada, acredito que você vá ter tempo para ler os quatro primeiros livros.

  • Alberto Fabiano

    Excelente análise, ela foi ácida de forma cirúrgica e no geral as críticas foram muito justas. Afinal, mostra o desconforto que todos ficaram com esta Season Finale tão gélida. Achei grande falta de visão a não inserção de alguns cliffhangers como relacionado com Lady Stoneheart e também com Mãos-Frias, que agora só dá para acreditar que ele foi descartado da série. Seria este um indício que estão reduzindo a magia da série por alguma razão? É muito estranho! Só espero que nesta tendência eles não deixem de fora os Filhos da Floresta, assim como a momento de Bran na caverna do corvo de três olhos e seu treino na visão verde.

    Gosto muito do foco que a série dá a Arya, também apreciei a inserção dela tendo mais contato com os acontecimentos do casamento vermelho. Só espero que na próxima Season venhamos a ouvir o “Valar Dohaeris” do Ternesio Terys, alguns ep antes da Season Finale.

    Confesso que fiquei muito decepcionado com esta cronologia da série e com este encontro gelado de Cersey e Jaime. O que associado as discussões dos leões, indica que o envenamento do Joffrey ocorrerá logo na próxima temporada, só espero que não esculhambem muito com a jornada de Briene, que merece ser compactada mas não esculhambada. Da mesma forma que o momento da Lady Stoneheart pressionar a escolha de Briene, com a escolha entre “espada ou corda” que este momento de decisão de juramento da sua espada para LS, com o objetivo de inocentar Podrick Payne seja bem valorizado.

    Da mesma forma, espero que a entrada de Euron Greyjoy não seja banalisada, como domador de dragões e que a a jornada de Tyrion e até Daenerys não ocorra de forma fria…

    Vamos ver!

  • Juliana Garça

    De todas as análises com spoilers dos livros, essa foi a única que me deu spoilers das partes que eu ainda não li ‘-‘

  • Ainda bem que tem o aviso, com spoilers. Logo antes mesmo de ler vc foi avisada.

  • Alberto Fabiano

    Concordo com o Rodolpho, leia todos e desde o princípio!

    Aliás, ainda recomendo você ler o máximo sobre história britânica do período britânico entre 1455 e 1485 e refrescar seu conhecimento sobre a guerra das rosas, e o contexto das brigas entre os York e os Lancaster, que influenciou muito o GRRM.

    Principalmente, se você não se incomodar com spoilers, leia também os wiki especializados e o resumo dos personagens não apenas nos livros mas nos wikis também! Acho que acompanhar alguns foruns, associado com a leitura dos livros, é algo que contribui muito para a melhor compreensão. E se acostume com as referências as obras nos sites por seus acrônimos:

    AGoT – A Game of Thrones
    ACoK – A Clash of Kings
    ASoS – A Storm of Swords
    AFfC – A Feast for Crows
    ADwD – A Dance with Dragons

    Uma abordagem que gostei de fazer em ASoS, AFfC e em ADwD, foi o de ir lendo seguindo um POV (point of view), por exemplo o fiz muito com o Tyrion, Briene e Arya. E depois voltando seguindo os outros PoV na sequência do próprio livro. Não recomendo você fazer isto na leitura de AGoT e ACoK, mas a partir de ASoS, seguir um POV é um exercício legal, não exatamente recomendado…

    Basicamente, é isto! 😉

  • Alberto Fabiano

    Acho que faltou vários detalhes, mas realmente não terem jogado a Catelyn no rio me dá até uma certa decepção…

  • Alberto Fabiano

    Eu realmente ficarei muito decepcionado se a Lady Stoneheart aparecer apenas no final da 4ª temporada…

  • Guilherme Limberger

    Realmente, demorei pra ler esta análise… E concordo, novamente com você Ana!

    Não escreverei mais nada do que tu ou os demais já disseram, apenas resta esperar o desenrolar da próxima temporada!

  • Thaynan Galhardo

    Eu simplesmente amei esse post. Que triste que não conhecia o blog quando estava passando a série, iria adorar participar e comentar. Enfim, parabéns pelo trabalho de vocês. Já adicionei o blog aos favoritos e sempre estarei por aqui.

  • Volte sempre! =D

  • Vitor Fortes

    Comecei a assistir a série pelo NOW e terminei ela inteira em 14 dias e muitos atrasos no serviço!!! rsrsr. Decidi que precisava ler os livros, comprei os dois primeiros, estou neste momento na metade do primeiro livro é incrível a quantidade de pequenos detalhes que a série, por motivos óbvios, deixa passar!!! Para aqueles que assistiram a série eu recomendo que leiam sim os livros, mesmo porque este intervalo entre a 4 temporada ou o 6 livro é tempo suficiente para a leitura!!!!

  • ellen

    a shae nesse episodio falando a q ama a sansa e q mataria pelo tyrion nem da pra acredita no q vai acontecer …alias uma das coisa q eu mais gostos na mudança da serie para o livro e a amizade da sansa com a shae…acho q vai ser ela q vai tirar sansa de porto real