David e Dan falam sobre a música no final de “Walk Of Punishment”

Quando noticiamos que a banda Hold Steady gravaria uma de “The Bear And The Maiden Fair” (O Urso e a Bela Donzela), uma das canções mais conhecidas de Westeros, nós avisamos que, embora a canção também servisse de título para o episódio 3.07, nós a ouviríamos em um outro momento inesperado da terceira temporada. Mas ninguém imaginava que fosse tão inesperado assim…

Reparam a mão na boca do urso?

Em entrevista a EW, David Benioff e D.B. Weiss (responsáveis pela direção e roteiro de“Walk Of Punishment”), falaram sobre a escolha da música final  do episódio, pesadamente criticada por muitos pelo fato de ser um som mais indie/punk, o que não condiz com a temática da série e, principalmente, por ter sido tocada logo após AQUELA cena.

“É um final chocante e quando lemos a cena nos livros foi tão chocante para nós”, disse Weiss. “Para realmente quebrar o choque de momento você precisa de algo inesperado. Não há versão de uma canção tradicional que seria capaz mantê-lo fora de equilíbrio como queríamos que a cena deixasse você se sentindo.”
“Eu não posso imaginar ter essa conversa com Ramin [Djawadi], nosso compositor ‘- Agora precisamos da música Jaime-tendo-sua-mão-amputada”, acrescenta Benioff, que fez sua estréia na direção com este episódio. “A cena que sempre amei em ‘Um Lobisomem Americano em Londres’, é aquela onde vemos nosso herói morto a tiros e depois sua amante corre para abraçar o seu corpo morto – é um final triste – mas então eles cortam com a tela preta e ouvimos o hit dançante de 1961 ‘Blue Moon’. Essa justaposição dissonante foi fantástica.”

Eles também falaram sobre o desenvolvimento do Jaime nessa temporada:

“Foi uma conversa interessante quando estávamos fazendo o primeiro negócio com Nikolaj”, Benioff continuou. “Nós avisamos, ‘Você terá uma boa primeira temporada, então você está ficará quase ausente na segunda’ – mas terminamos escrevendo mais cenas para ele na segunda temporada só porque Nikolaj é tão bom que não quisemos ficar longe dele por muito tempo. ‘Mas eu prometo a você, se chegarmos a terceira temporada, vamos levar esse personagem a um nível fantástico.'”

Ainda sobre a controversa versão da música, o guitarrista da banda e responsável pelo arranjo, Tad Kubler, declarou ao Wired.com:
Eles queriam contrastar um pouco, então obviamente não faríamos uma jam medieval ou algo do tipo.
E completou:

Um episódio de Game of Thrones não é diferente de algumas das primeiras turnês do Hold Steady, onde todo mundo estava perdido e o derramamento de sangue era iminente… a qualquer momento.

E então, o que vocês acham a respeito disso tudo?

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Eu acho que fui a única que gostou do que eles fizeram. Com essa explicação, gostei mais ainda.

  • Digam o que quiserem, a música ficou péssima inserida naquele contexto.

    Edit: Apenas complementando o comentário para não soar “ofensivo”: eu achei que a música ficou péssima inserida naquele contexto, e se fosse só eu, o post acima não teria assunto.

    A cena foi muito boa, muito boa mesmo, mas a música destoou totalmente e chamou atenção da forma negativa. Um contraste gritante se você olhar por exemplo o final do episódio S02E09 – Blackwater, que termina com o Tywin entrando na Sala do Trono e anunciando que eles venceram Stannis e logo em seguida vem Rains of Castemere nos créditos.

    Chocou? Claro que chocou, mas não por ser inadequada, e sim porque casou com o contexto. Se for pra chocar apenas por chocar é muito fácil. Não estou criticando por ser hater. Game of Thrones virou um dos meus trabalhos com esse site, além de algo que gosto muito, por isso me acho no direito de dizer quando não achei uma coisa boa, assim como sempre digo quando gosto.

  • Guilherme de Souza

    Entendi o objetivo deles, mas ainda achei uma escolha ruim…
    Essa história de “unfitting song” (música “que não se encaixa”) é, inclusive, uma piada comum no YouTube: as pessoas pegam cenas marcantes e colocam no fundo uma música que não tem nada a ver com ela

  • Mariana Schneider

    Adorei a cena e adorei a música, mas como duas coisas separadas. Não acho que o choque tenha sido positivo, ficou parecendo que deram play na música errada. Preferia mil vezes que tivesse tocado Rains of Castamere – nada mais adequado a um Lannister.

  • Achei brilhante o modo como colocaram a música logo após um final como aquele. Foi um contraste elogiável. Agora, não sei se é minha opinião ou a dos detratores que prevalece…

  • Marco

    Foi um tiro no pé essa música, acertaram tão bem na “The rains of Castamere” e fo** o Urso.

  • Leandro Abreu

    Foi exatamente o que eu pensei. Pessoalmente, achei uma grande sacada e não entendi porque tanta gente reclamou. O estranhamento causado pela música logo após a cena foi o que fez ela se tornar ainda mais marcante e chocante. Além disso, deu uma sensação de desconforto, que reforça a ideia de que ninguém, dentro do Jogo dos Tronos, está a salvo. Esse recurso não é novo (quantas vezes a gente viu o Tarantino fazer coisas assim?). Pra mim, foi um dos fatores que fizerem deste o melhor episódio de toda a série até aqui. Nota 10 pra D&D.

  • Gabriel

    Ate achei não combinou com a temática da série, mas com a cara do Jaime e logo depois tocando essa música as minhas risadas aumentaram muito, podem falar o que for mas este foi um episódio engraçado !

  • Olha..eu esperava a música pra ser completamente diferente,ficou muito moderna pra “””época””” na qual se passa a série,tirando isso a música não foi bem recebida porque todos ainda estavam no choque do jaime perdendo a mão.

    E aí vem uma música agitada quebrando o clima de choque!Na segunda temporada no fim do episódio 9,a música Rains of Castemere encaixou direitinho com o momento,mas essa não foi feliz ~.~

  • Gosto da ideia de pegarem a gente de surpresa. Achei inteligente colocar uma música “nada a ver”, aparentemente, depois de uma cena chocante e inesperada. Combinou justamente pela estranheza.

  • Carlos Vinicius Alves

    Quando eu vi, eu realmente fiquei sem palavras.

  • não gostei da música… Principalmente naquele contexto
    Sinceramente, entre a música ali apresentada e esta aqui… http://letras.mus.br/irish-moutarde/the-bear-and-the-maiden-fair/
    eu prefiro esta… ficou mais como eu pensava no livro

  • Péssima?! Isso é arte na sua forma mais contemporânea! Porque colocar uma música instrumental medieval tensa nos créditos pra manter o espectador num pesar assustador?! coloque um rock agitado pra te fazer ficar ainda mais surpreso com aquela situação louca! isso é diferente, fora do normal! achei interessante ter um final ainda mais memorável do que o que seria normalmente… Me surpreendeu e isso já é bom demaais pra quem já sabia o que ia acontecer..

  • Marco Antônio Freitas

    Achei apropriada e realmente não entendi a revolta ou porque consideraram a música “impropria”, afinal de contas ela realmente quebra o clima fantasioso da série o que é uma porrada e esta (acredito eu) é a proposta da cena. Mas enfim, posso estar errado, mas eu curti justamente porque deu um contrapeso. Não entendo essa obrigação de tudo ter uma atmosfera pesada, acredito que esta violência em Westeros seja algo corriqueiro e está foi justamente a proposta da cena é mostrar que “foi só mais um cara sendo mutilado”, acontece sempre. Achei bacana e apropriado para uma série que pretende fugir do obvio.

  • Pouco me importa a musica, o importante é o seriado em si

  • Olha, pra falar a verdade, eu fiquei tão impressionado com a cena do Jaime perdendo a mão, que vi umas três vezes e nem reparei na música que tocou no final, só depois que eu vi um monte de gente reclamando que eu fui ver novamente e percebi. Achei muita frescura, pow o episódio já tinha acabado LOL, se a música tocasse enquanto o Jaime estivesse gritando, ai ficaria bizarro. Depois que acaba o episódio eles podem colocar até a música do bozo que eu não me importo. Acho que isso não tirou a tensão da cena.
    Agora a versão cantada no começo do episódio (mais ou menos aos 12:00min) é muito melhor XD

  • Fábio Gomes

    Acho que fui o único que curtiu a música naquele momento

  • achei do caraiii

  • Pra quem nao leu o livro eu nao sei, mas pra quem leu ficou maravilhosa,

  • É só você dar stop antes da musiquinha tocar no seu episódio baixado.

  • Victor Conde

    Foi exatamente oque comentei anteriormente, foi uma cena onde você se sente vingado pelo Bran e logo apos sai para comemorar. Assim que ele teve a mão cortada minha reação foi coisa do tipo : Kct O.O e ai começa a música e comecei a rir da desgraça do Jaime. Pra mim a música funcionou.

  • Thiago André

    Eu achei ótimo! Ficou legal

  • Vagner Franco

    Eu gostei, mas tbm nao acho nada demais.. tem coisa muito mais importante do que a música do final de um episódio…

  • ElderD

    Concordo. Ficaria melhor uma música a lá Rains of Castamere pra refletir sobre o triste acontecimento (pro jaime, claro, rs).

  • Renan

    Boa tarde, pessoal ! Eu curti muito o episódio e também a música !

    Mas queria fazer uma pergunta: eu não vi o episódio no canal da HBO, mas baixei ele logo depois que saiu para assistir. Mas na versão que baixei, a música começa DURANTE o diálogo do Jaime. Era pra ser isso mesmo ou foi algum problema de quem upou ?

  • Willian Viana

    reclamam da música que passa nos créditos, tá virando doença já hauhaha

  • Adriana Ribeiro

    sinceramente, ficou horrível, esse gênero musical com o contexto da série não condiz : mancada is coming 🙁

  • Bruno Lacerda Balbi

    Quando a música entrou meu primeiro pensamento foi “que estranho!” mas quanto mais penso a respeito e revejo o episódio, mais gosto dessa inserção inesperada.

  • Caio Rodrigo

    A música ficou foda demais, na minha opinião, mas teria sido 50x melhor se tivesse sido colocada no “momento certo”, para não dar spoilers :s

  • Marcelo

    Achei fantástico! A tensão devido a cena já estava instaurada (eu me assustei muito, mas depois eu ri) e a música logo em seguida gerou o tom de estranheza (daí ri mais ainda). Um loucura de final. No estilo que eu gosto. Ficou ótimo na minha opinião.

  • Ta virando uma bagunça isso. Foi muito mais épico Chuvas de Castamere na temporada anterior. E não, não esqueci que faltou a corrente do Tyrion.

  • Achei um recurso muito interessante; em Apocalypse Now, tb se usa uma música(Surfing Bird) aparentemente fora do sentido tradicional para uma cena de guerra, porém vc percebe q faz todo sentido no contexto, além do efeito de te deixar atordoado.

  • Jhonatan Borges

    Na boa, foi um susto quando ela começou, mas nao ouço outra musica nos ultimos 2 dias. Eu curti a versão. Não é nada medieval e tbm não é épica como “the rains of castamere” com o national, mas apesar de tudo eu curti sim

  • Guest

    Eu curti a cena e a música. Se tornou trilha sonora dos dois, ficou legal.

  • Giovane Souza

    Ficou muito estranho, mito fora do contexto. Ficou parecendo o final de um episódio de uma sitcom.

  • Ficou muito foda no final do episódio. Quando fechou a cena e entrou pra tela preta eu só conseguia pensar “esses caras conseguiram de novo”! Achei muito foda.

  • Bruno

    Eu gostei da música. E não acheo de todo mal colocarem naquela cena.

  • Bernardo J

    No momento que estava vendo a série fiquei chocado com a cena e logo em seguida quando começou a música pareciam que tinham jogado um balde de água fria no espectador com este contraste bizarro. Mas a mudança repentina de clima naquele final foi uma linguagem diferenciada de cinema exatamente para dar angustia e raiva ao telespectador. Se muitos não gostaram ou acharam ” non sense” acho que foi essa exatamente a intenção deles.

  • maria carolina

    cortam a mão e de repente vem essa música, inesperado, mas gostei, nada a ver com a série, mas gostei

  • Alex Vieira Rêgo

    a Musica não ficou ruim, só o momento em que ela foi introduzida que nao colou muito bem…

    ou será que não é porque queriamos que fosse como em Blackwater que terminou com Rain of Castemere com Tywin Lannister cantando com sua voz sombria…?

  • eu em lembro dela no livro e se não me engano, os cara catam a musica quando eles estão com o jaime de refém…

  • Luis Omar

    A musica ficou foda! Quanto mimimi atoa!

  • Guilherme Vieira

    até gostei da musica, mas ela não encaixou ali mesmo.

  • Tamir M. Silva

    Ai tem fã sendo xiita demais. Eu achei a cena extraordinária voltei várias vezes pra a ver, foi perturbador demais aquilo. Eu tava esperando pelo grito seco do Jaime com a mão sendo cortado e BOOOOOOOOOOM me jogam essa musica com esse vocal arrastado agonizante enquanto os acontecimentos são jogados na nossa cara de forma quase cruel. Eu realmente amei, uma das melhores cenas da serie ao meu ver.

  • Tamir M. Silva

    né, mas essa temporada o que ta me parecendo é que tudo tem gente reclmando

  • Tamir M. Silva

    na serie também, quando vão conduzindo ele e Brienne

  • Tamir M. Silva

    Siiiiiiiiiim! É perturbador, é uma forma de incitar o telespectador.

  • Bacellar

    Foi problema de quem upou mesmo, eu vi esse ontem também. No original a tela fica escura e nós ouvimos apenas o grito do Jaime por alguns segundos, depois é que a música entra, junto com os créditos. 🙂

  • IDon’tKnow

    Eu não gostei dessa versão tocada nos créditos, realmente não gostei. Mas em compensação quando no meio do episódio os soldados bolton estão cantando a música é maravilhosa numa versão completamente diferente dessa tocada no final. Aqui está o vídeo da música cantada po eles: http://www.youtube.com/watch?v=vPA0BmlNd20

  • Robson Moura

    Péssimo! Péssimo! Péssimo! Que se dane o sentimento de terror e dor não é? Nesta cena do livro que o mundo de Jaime vira do avesso e eu não ouço ele gritar e implorar? É ai que você começa a gostar do cara e que a história real dele começa a ser contada… a produção enlouqueceu com isso, Ramin deve estar rindo tubos dessa cagada, o direito era dele de jogar uma trilha de respeito para esse momento a não me importa o que sem noção do produtor achou, ele tinha que entender que não me cabe ouvir um “rock de pub irlandês dos anos 80” durante a cena que iria me fazer chorar e rir ao mesmo tempo. Não entendi que porcaria foi essa…

  • Robson Moura

    Como bem disse Ádrian Wander, foi 1000 vezes mais épico, agora quero ver no Casamento Vermelho… vão colocar o que? Rihanna ou Adede? Catra não, por favor… ¬¬

  • Eu achei ótimo a entrada da música naquela hora, principalmente pra quem já tinha lido o livro. Eu sinceramente me perdi totalmente qnd a música entrou, pensei: meu Deus, o que tá acontecendo???? E simplesmente aconteceu :O mesmo sabendo o que ia acontecer, acabei me surpreendendo totalmente com a cena, e acho que por isso deu certo a música. SIMPLESMENTE FOI FODA DEMAIS <3

  • Robson Moura

    Perfeita! Essa sim, que eles cantassem enquanto ele grita, mas dessa forma… extremamente… medieval!

  • Bacellar

    Eu voto no Led Zeppelin. Sempre.

  • Eu gostei. É tipo quando naquela cena de massacre começa a tocar uma música calma. É um contraste bom e alivia a tensão. Sinto que o pessoal ta querendo que seja 100% como no livro. Não vai ser assim, é um adaptação. Na televisão é uma didática diferente da literatura. Tentem ver a série sem ficar pensando demais se isso ou aquilo ta ou não no livro, curtam o show e pronto.

  • Samara Imad

    Amei a cena e amei a musica. Mesmo lendo o livro e sabendo o que ia acontecer a cena foi o momento mais WTF da terceira temporada até agora !! Jaime e Brienne são ,por enquanto, o melhor do elenco disparado

  • Diego Paiva

    O povão gosta do convencional, Davi! Do clichê! Pelo menos, é o que eu acho!

  • Laís Batista

    Concordo com os produtores, no livro nós não sabíamos o que de fato aconteceu. Na série foi PÁ, ACONTECEU. Mesmo já sabendo porque li nos livros, fiquei em choque!!! E o final com a música num ritmo pesado, quase acompanhou o grito de Jaime, foi essencial pra “fechar com chave de ouro”.
    Ps. Pelo contrário de muitos, acho que se terminasse no ritmo tradicional, aí sim quebraria o clima (minha opinião)

  • Laís Batista

    Acho até que eles estão se superando em questão de adaptação. Está ficando muito bom!!!! Tudo está fazendo sentido tanto pras pessoas que leram, como pras pessoas que não leram

  • Carlos Henrique

    Foi a prova de que em Game Of Thrones tudo morre, até o drama e o suspense, bom trabalho. rs

  • Rodrigo Parreao

    Eu no 1° momento pensei que tinha sido um erro na emissora HBO(erro humano),depois que vi que era a musica mesmo final do episodio…Ouvindo na 1° vez parece que não combinar com game of thrones e emuito menos com aquele final !!!

  • Gabriel Rinaldi

    aaa black and brown and hairy beeear!

    a cena ficou sensacional e a música também!!

    versão controversa??

    “mimimi level: beyond imagination”

  • Gabriel Rinaldi
  • Paloma R F

    Ah gente! O episódio foi fantástico, principalmente a cena do Jaiminho, a série é fodástica, esse povo só sabe reclamar, e à toa! Relaxem e aprendam a curtir o produto que é oferecido, os caras fazem um trabalho excelente, se viram como podem com esse MUNDO que é Game of Thrones, e as pessoas vem reclamar da música que tocou depois do episódio? Fala sério!!!

  • Jeane Chisholm

    Nada contra a versão da música, mas acho que Rains of Castemere tem mais a ver com o momento, afinal de contas temos um gato de manto trocado perdendo as garras.

    Quanto à cena, eu achava que o fato ocorreria mais pra frente, então quando o cara pediu a faca eu já fiquei numa tremenda expectativa e a crueza com que o golpe caiu foi simplesmente sensacional.

    E Jaime gritou.

  • Bacellar

    HAHAHAHAHA. Essa cena é muito foda. Filmaço!

  • Obito Greyjoy

    Devem está guardando Rains para aquele momento mais adequado =P eu teria preferido que não tivesse acabado com música nenhuma, apenas o toque de suspense que costuma tocar todo o fim de capítulo tenso.

  • Achei legal o que eles tentaram passar com a cena…

    mas acho que essa música cairia melhor do que o rock..

    http://www.youtube.com/watch?v=t6VMSYIXCCY

  • Eu sou obrigado a concordar, do contrário meu gosto é clichê? Se eu gostasse de clichê não teria lido nem estaria assistindo Game of Thrones, mas sim a novela das 9, me poupe da sua pseudo-superioridade intelectual.

    Não estou questionando que a música foi um choque, ou uma surpresa, estou questionando que não achei a surpresa/choque positivo para o episódio ou para a cena em si. Afinal de contas, o assunto do post é justamente esse.

  • Eles não precisavam da música pra perturbar os fãs, já bastou aquela cena non sense do Stannis taradinho kkkkkkk

  • Czarniano

    Pessoas reclamando da musica mas acham Tarantino um gênio, logo ele que usa e abusa desse recurso. Vai entender….

    Gostei bastante da musica e principalmente da ousadia dos diretores. Chega do convencional.

    Parabéns.

  • Bacellar

    A Luminífera do vovô não acende mais.

  • Bernardo J

    Tarado é apelido rs

  • Estou lendo os comentários e achando bem engraçado como os produtores da série atingiram em cheio o objetivo da música (ou que eu acho que seja o objetivo). Todos irritados com a quebra de clima hahahahahahahaha

  • gabriel

    não sou contra as críticas sobre esse final (liberdade de pensamento pra que, afinal?), mas tem gente que está exagerando tanto que chega a ser cômico. vcs estão acomodados demais com a mesmice. OVER DRAMATIC.

  • gabriel

    não foi. 🙂

  • Acho que eles deixaram bem explicado o porque fizeram aquilo.Quem não leu o livro e capaz de estranha mais quem leu o livro acho que ja imaginou uma musica assim vindo do nada ou uma musica bem triste,pelo visto os diretores preferiram esta musica,eu sinceramente não achei ruim essa versão eu muito boa mesmo.

    RESUMINDO: A cena da mão cortada eles ja imaginavam que ia ser um pouco chocante para alguns telespectadores,para muda isso não há nada melhor que uma musica totalmente fora de contraste =)

  • Eita, sabia que a música ia resultar em reclamações, algumas um pouco exageradas. É uma música só, meu povo.

  • Rodrigo

    O contraste entre a tensão da cena e a música foi perfeito! Um dos melhores jeitos de terminar um episódio que eu já vi!

  • Rodrigo

    Pois é, pensei exatamente isso! Tarantino é o que mais faz isso e todo mundo ama!

    Também gostei muito. Foi um final memorável, o que era o objetivo dos criadores.

  • Talles Vinicius

    Todo mundo ouviu a musica e ninguém prestou atenção que a banda conseguiu fazer a melhor interpretação da musica. Vejam no youtube o que tem de versões e essa sim combinou com a letra original. pois eh uma canção pra divertir. Ouça o coro e imagine uma taberna cheia cantando. Ficou perfeito!!! e outra coisa, quem cantou a musica no episodio foram os Boltons e eles estavam bem alegres portanto a musica caiu como uma luva (menos pro Jaime maneta claro, rsrs) !!!!

  • Li todos os livros e mesmo assim achei que não se encaixou no contexto da série. Meu irmão não leu nenhum e mesmo assim achou que não se encaixou no contexto da série. Guitarra e bateria não se encaixam no contexto da série. Os próprios produtores pediram que não houvesse instrumento de percussão na abertura. Tarantino não faz filmes com temática medieval. Enfim, minha opinião.

  • Eu estranhei na hora, mas até que a música ficou legal. Ver naquela cena que foi totalmente inesperado e doentio! =O

  • Achernar

    Eu odeio o Tarantino… acho um péssimo estilo
    consequentemente achei o final do episodio
    “traumatizante”… tirou todo o horror da cena…

    uma pena

  • Facundes

    É bem diferente do esperado eu gosteii do refrão da musica, mas infelizmente o ritmo da musica nao entra no contexto do tempo medieval

  • Lucas Andrier

    Eu adorei a música, sou muito fã de punk/indie e esses caras mandaram muito bem, fiquei muitos feliz em ver a música de um livro que eu amo cantada nesse estilo, é engraçado. Achei um desperdício eles colorem aqueles homens dos Bolton cantado. E realmente não gostei de terem colocada ela naquele final. Acho que ficaria melhor, talvez, no final do casamento do Joffrey quando acontece “aquilo”.

  • Bacellar

    Como assim, man? One does not simply hates Tarantino, HAHAHA.

    Zoeira. Tá no seu direito, hehe. 🙂

  • Achernar

    depois de bastardos inglórios
    Tarantino nunca mais (espero kkkkkkk)

  • Ernesto Krapf
  • Bruno_Sky

    Vai de cada um, pra mim, tive a impressão de que iria começar um episódio de alguma série de comédia.

    Não curti a música e nem como ela foi inserida, mas respeito quem gostou

  • disqus_csPf8I8QUS

    a banda que é ruim

  • Nikolas M. Fortes

    Na boa ? A melhor musica pra fechar esse episodio seria aquela dos Beatles “I wanna hold your haaaaaand”

    kkkkkkkkk

  • Thiago

    Gosto é algo totalmente subjetivo. A meu ver, a música entrou totalmente fora do contexto. Não ficou legal. Agora, me julgar e falar que minhas preferências são clichê é algo totalmente estúpido e infundado.

  • Lembrou mesmo o Tarantino 🙂

  • O objetivo, que era causar polêmica, foi alcançado. Eu particularmente gostei muito da música, principalmente por causa do ritmo que foi usado. Claro que o a internet adora um mimimi e não vai faltar gente pra reclamar.

    Haters gonna hate. Always.

  • gabriel

    pra mim, msm lendo os livros e sabendo oq iria acontecer + a musica. n mudou o drama pela cena AUEHUAHUE

  • Jaime Negão

    Ok, a justificativa me convenceu.

  • Aline Salvador

    kkkk… O melhor comentário até agora sobre esse episódio!

  • Acredito que tentaram – e conseguiram – quebrar o clima de “cena chocante” pra transformar em algo mais próximo do hilário.

  • EddieMartins

    A galera não deve ter notado a versão mais medieval cantada por Thoros no episódio. A música ficou perfeita em ambos os aspectos, me surpreendeu, nunca imaginei que me cativaria tanto, mesmo porque me senti incomodado com essa música sendo tocada no POV da Sansa, livro III, com a Olenna.

    P.S.1: Claro que vou baixá-la.

    P.S.2: Estou no aguardo de “A mulher do Dornês”

  • mari_machado_disqus

    Eu não ia falar nada, mas já que todo mundo está falando, vou dizer que o problema não foi o contraste, o problema foi que a música ficou ruim.

    Não conheço o trabalho do Hold Steady, mas geralmente gosto de punk rock e gosto das bandas indies (que parecem ser a preferência dos showrunners). Com esses esclarecimentos, repito que a música ficou ruim, o refrão ficou passável e só.

    Não acho vålido o argumento de que a música é contemporânea demais para a série porque o show é levemente (com ênfase no levemente) baseado na era medieval. Os cenários, o figurino, os cabelos são todos resultado de uma miscelânia de elementos medievais, renascentistas, modernos e até contemporâneos (vide os decotes da Margaery).

    Nem todo mundo curte MPB e tropicália (eu tenho gosto mais eclético), mas vou dar um exemplo brasileiro e não cinematográfico para o contraste entre “idéia e trilha sonora” que para mim é genial. A música Domingo no Parque dos Mutantes. Depois de cantar a tragédia dos assassinatos do amigo e da namorada no parque, a música repentinamente ganha ritmo de festa para marcar que a vida continua, apesar de tudo.

    Foi o que o Blackfish falou para Cat nesse mesmo episódio, que mesmo nos momentos mais negros de guerra, em algum lugar a vida continua a mesma. Acho que foi essa a intenção ao encerrar o episódio com The Bear e The Maiden Fair, mas a melodia criada para a letra não ajudou. Não por causa do contraste (ou por ser contemporânea demais), e sim por ser ruim mesmo.

  • Cryd

    essa maldita musica começou a toca enquanto eles ainda conversavam, isso quebrou muito mais o clima na hora que ele cortou a mão…
    o episodio que eu baixei talvez estivesse zoado =/

  • Lari

    Eu fui uma das que não gostei da música ali, no final, num punk rock(?) que, ao meu entender, não encaixa com a série. A versão cantada da música no episódio eu achei massa, mas o final… não. Como já disseram, o Tarantino usa muito esse lance das músicas nas cenas. Não sou completa fã do Tarantino, mas gosto muito mesmo de alguns filmes dele. Nunca assisti, pelo menos, nem um filme que não houvesse um “casamento” brilhante entre a música escolhida para cena e a cena em si, acho que por isso, e outras coisas mais, ele é considerado um mestre nesse sentido. Enfim, a intenção deles era, como disseram, quebrar a sequência e mostrar algo completamente inesperado e inimaginável para vários fãs. Atingiram o objetivo, já que quebraram completamente o clima da cena, mas, pessoalmente, eu não curti muito a forma como foi feita essa passagem e esse “surpresa”. Mas, admiro a coragem.

  • Não sei dizer ao certo se eu curti ou não, até pq achei que fosse algum defeito no epi. baixado, +se o o efeito era tirar nossa concentração e depois chocar com uma cena brutal conseguiram….

  • O inesperado (o corte da mão) deu abertura para algo ainda mais inesperado como a inserção dessa versão da música! Assistindo a cena entrei em choque estilo “WTF” e quando entrou a música eu quase dei uma risada, pois me dei conta do susto que tomei e a música me trouxe de volta! Conseguirão mexer com meu sentimento de um extremo ao outro! Acho divertido o jogo de emoções que provocam nas pessoas!!

  • Jose Leitao

    Cara nada como um bom tarantino para expressar a quebra do convencional. Ninguem percebeu o contraste do inicio do ato quando todos cantam a música da maneira normal, e depois o ótimo arranjo mais conteporaneo ? Se tivessem repetido ‘ the rains’ não causava o impacto que causou aprva disso é essa polemica toda. Aposto que tão cedo ninguém esquece ogrito do Regicida.

  • Jose Leitao

    Cara, obg pela descoberta, mas se botassem essa o pessoal convocava osbanners e cortavam a cabeça da produção.

  • Jose Leitao

    Tres

  • Jose Leitao

    Voce expressou meu pensamento, e arte é isso provocar polemica.

  • Czarniano

    Não seja radical, Django Livre (o D é mudo) é muito bom…

  • Jose Leitao

    Eu prefiro ‘November rains’ do Guns.

  • Jose Leitao

    Já viu o Django ?

  • Bacellar

    Ah, vá. Fala sério, huahauha. 🙂

  • Fernando Nito

    Pelo o que estou vendo, existem duas versões ‘por aí’ na internet.

    Uma versão mostra ANTES de amputarem a mão de Jaime a música é colocada, do nada, parecendo até um erro de produção, em qualidade menor.

    A outra, mostra a cena normal, e somente depois a música é apresentada, junto aos créditos, em qualidade 720p.

    Qual versão vocês viram primeiro?

  • Marcos Tadeu

    Concordo plenamente.Reforçou muito quem é o Vargo Hoat (o cara que corta a mão dele). Vendo várias linhas do livro sendo muito bem adaptadas através desse contraste.

  • Marcos Tadeu

    No caso. O contraste dado por essa música refletiu a personalidade do cara que corta a mão dele muito bem 🙂

  • Mas Tarantino não dirigiu esse episódio, e não tem nada a ver ele com GoT, então, mesmo gostando do Tarantino, acho que, ali, na série, e naquele momento, e com a música, conhecida na cabeça de todo mundo como uma Trova Medieval, virar uma musica indie, não tinha nada a ver.
    Minha opinião, somente.

  • Vou mandar fazer uma camisa com isso escrito, cara!
    Epic wins!

  • Marcos Tadeu

    Esse último ponto é bem relevante. Pro Jaime e seu momento a música não encaixa, mas ela é muito adequada pros Boltons e mais ainda para aquele cara que corta a mão dele. Ele é um contraste.

  • Marcos Tadeu

    cara. O contraste daquela música é que nem uma luva para a mão direita. No Jaime não serve. Mas encaixa perfeitamente com aquele bando dos Boltons. 😀

  • M_Tulio

    Confesso que nem prestei atenção na música de tão epico que foi esse final.

  • Dragon Slayah!

    Eu gostaria que me explicassem. Eu não entendi o PORQUE colocar essa musica. Sim, para fazer um contraste, mas POR QUÊ?Por que quebrar esse choque? Não havia necessidade! Uma melodia chocante caíria muito bem! Tal como foi no fim do episódio s02e07, em que Theon mostra os dois meninos mortos. (Puta que pariu, essa cena foi foda pra caralho, a melodia, a reação do Theon de “arrependimento”, tudo! Ainda mais que eu não tinha lido ainda o livro e achava que eram os Starks!)

  • Dragon Slayah!

    Porque choca mais. Dá mais ênfase, combina com a cena e tu acaba de assistir com aquele pensamento “caralho…o que aconteceu!? oO”. Respeito as outras opiniões, mas não curti essa música no final desse episódio!

  • Iana Serensky

    Eu gostei. Ponto final. Haters to the left. =P
    O contraste da cena WTF e da música foi bem legal. Realmente não vejo lógica em criar uma música pra “Jaime-perdeu-a-mão”. hahahaha Além do que, por mais trágico que seja, tem um fundo de humor negro por trás. Ou será que eu sou a única que lembra que Jaime Lannister atirou uma criança da janela de uma torre? Não? Bom.
    A graça do personagem dele é o quase equilíbrio das crueldades que ele faz com as coisas dignas. E não digo mais nada pra não dar spoiler. =X

  • Messinho’

    “foi só mais um cara sendo mutilado”

    Cara, você resumiu tudo numa frase!

  • Paloma R F

    com certeza estava, porque no episódio que que passou na HBO é só depois que a música começa a tocar, quando já aparece os créditos

  • Achernar

    Quando comecei a olhar os filmes indicados
    ao oscar este ano… putz, que decepção

    Lincoln, Life of Pi achei todos muito ruins
    ai tu acha q eu ia tentar achar a solução
    dos meus problemas no Tarantino…… hahahahah

    MAS o Hobbit do Peter Jackson, achei muito bom
    ja olhei varias vezes, em varios formatos (3D, FULLHD, SD)
    e sempre gosto…

    Sei lá, se sou eu que to muito critico com
    tudo ultimamente, ou tudo esta virando uma
    merd*

  • David

    Pow eu gostei, será que tenho probleminha?

  • Gostei! Boa sacada dos caras!

  • Glauber Villela

    Como não tenho tv a cabo, acordo na segunda e baixo o episódio novo, e quando estava assistindo essa cena já no finalzinho do episódio e começa a tocar a música achei que era algum problema ao baixar, mas depois que vi qual era a música, achei de mais. Parabéns aos produtores.

  • Guest

    nao vi ngm falando disso, mas o edmure tully já matou o mance rayder em outra série da HBO.. hahaha.. (nao eh nada, nao eh nada.. eh, nao eh nada)..

  • nao vi ngm falando disso, mas o edmure tully já matou o mance rayder em outra série da HBO.. (nao eh nada, nao eh nada.. eh, nao eh nada)

  • Bacellar

    HAUAHUAHUAHA. Me mande uma também!

  • Diego Alvarez

    A música ficou ótima. Tirando a parte elétrica de guitarra e etc, a levada ficou tudo a ver com música cantada em taverna por cavaleiro bêbado. E a quebra de clima com a cena final achei que foi um ótimo contraste. A ideia era deixar desorientado mesmo.

  • rmagcastro .

    Também não gostei, destoou muito do clima da série. Foi quase como se tivesse acabado um filme de drama no sertão e começasse a tocar Michael Jackson.

    Alguém que chegasse nos créditos nunca imaginaria que o que tinha acabado era um episódio de GoT. Podem dar a explicação que for para o motivo daquilo que ainda assim vai parecer absurdamente sem sentido.

  • Blegous

    na hora eu achei que era trollagem no arquivo que baixei huahuahu

  • Somos dois então! É tipo um final de filme de terror/horror trash, eu realmente fiquei com a boca aperta até o fim da chamada de programas da HBO. Melhor não podia ser, assim como nos livros a cena é chocante e inesperada, foi exatamente assim na série. Porem, sempre tem um pessoal idiota, que fica putinho só POR QUE de um musica de créditos…

  • Bem visto, além de fato, de bem, ser um fim de filme de terror/horror trash, foi muito bem colocada, se esse era o intuito, chocar e chocar mais.

    Eu adoro filmes trash, então, adorei MESMO.

    Porem, se colocassem sei lá, hm… Qual quer cantora pop no final, eu não estaria me importando, pois é só os créditos, esse fanatismo de alguns me assusta, e olha que li os livros e nem por isso fico buscando cada “adaptação” pra vir aqui e falar mal dos roteiristas.

  • Elen

    Onde acho pra baixar!?

  • gente, eu baixei o episódio e quando começou a tocar a música, eu achei que era erro do arquivo que eu baixei. hahaha.Não gostei. Quebrou totalmente a vibe do momento… COMO ASSIM essa música agora?

  • Só faltou o problema na língua que o Vargo Hoat, tem e isso ficaria incrível.

  • Em A Storm of Swords, The Bear and the Maiden Fair é tocada nos momentos
    mais oportunos (como, por exemplo, quando Sansa pensa que vai casar com
    o lindo Ser Loras e descobre que na verdade querem casá-la com Willas –
    grande, velho, feio e manco). Pensando por esse ângulo, a última cena
    desse 3º episódio encaixa Jaime na posição do urso perto da sua donzela
    Cersei. Jaime, sem mão, não é ninguém – e ainda é grotesco: um urso.
    Mas
    nada justifica a escolha de um arranjo moderno indie/punk para a balada
    medieval. Pra começar, os roteiristas precisaram EXPLICAR para o
    público o porquê da escolha. Isso já me irritou. Minha mãe sempre diz
    que a gente tem que saber interpretar, pq quando a gente compra um
    livro, a gente não leva o autor junto pra casa. Uma obra precisa passar
    sua mensagem por si só. Mas pra isso há de haver coerência, o que
    aparentemente não houve.
    A justificativa dos roteiristas foi a de que
    eles queriam um contraste para a cena impactante da mutilação de Jaime,
    uma quebra de expectativa. Mas, ao meu ver, quebraram justamente o
    impacto que a cena deveria ter. Na primeira temporada, quando Viserys é
    “coroado” com ouro derretido (melhor cena da série pra mim até agora),
    se tocasse um rock alegre na cena, isso descaracterizaria toda a
    seriedade do processo de emacipação da Daenerys e a nossa percepção da
    frieza dos Dothraki.
    E foi justamente o que aconteceu com Jaime – ele
    perdeu a mão da espada. A mão com que acariciava Cersei (ou a mão com
    que ele a deixava molhada, nas suas palavras). A mão que o fazia ser
    quem ele é. E olha a gente aqui comentando a música e não a cena. Ao
    invés de mergulharmos na cena e termos a dimensão da tragédia, somos
    trazidos de volta à nossa realidade, onde o
    desejo de agradar o público impera mais que Joffrey, infelizmente.

    PS: Consulte seu bom-senso antes refutar minha opinião argumentando que eu sou hater, burra ou gosto de clichê. 🙂

  • http://www.youtube.com/watch?v=t6VMSYIXCCY

    Esta versão teria sido 1000x melhor e provocaria o mesmo choque que propuseram.

  • Régis Knechtel

    but you didn’t have to cut me off!!! :'(

  • Luana Polomanei

    Eu adorei, foi totalmente inesperado!!!Fiquei perturbada com a cena final + música, fantástico 😀

  • Link para download?

  • Giuseppe Solimena

    hahahah passei mal com o comentario uhahuauhauh

  • Giuseppe Solimena

    Complicado! gosto do Tarantino, mas os fas sao tipo fas de Los Hermanos… COMO ASSIM VC NAO GOSTAAA? DERREPNTE VOCE NAO ENTENDE, E BLÁ BLÁ, etc!!! hahaha
    eh um stylo unico, e particularmente gosto mt desse costraste que ele faz com a trilha sonora, por isso gostei mt da sena do Jaime e da musica no final!

  • Giuseppe Solimena
  • Bacellar

    HUAHUAHUAHAUHUA. Fãs dos Los Hermanos… É verdade.

  • Emanuel J Santos

    Achei a música ridícula, o estilo não condiz em nada com o esperado. Depois do choque ouvindo “Rains of Castamere” – que foi DESTRUIDORA, por sinal – ouvir essa música, tão esperada, num arranjo tão ruim, foi decepcionante.

  • Emanuel J Santos

    Sarah, I agree.

  • Emanuel J Santos

    Rafael, exatamente, EXATAMENTE o que eu senti! Me senti enganado com essa jogada dos produtores. Foi como se eu tivesse acabado de ver uma cena de Godfather e alguém começasse a tocar Raimundos. Tipo, choque? Claro. Tipo, marcante? Espero que não. Quero esquecer esse episódio em breve.

  • Emanuel J Santos

    I agree.

  • Ma

    Led Zeppelin tb tem meu voto!

  • Eu tbm preferia q fosse uma versão medieval mesmo, mas que lembrou o Tarantino lembrou. Acho q foi isso mesmo que eles quiseram fazer, pena que não encaixou tão bem.

  • Achernar

    fas do Los Hermanos
    foi foda hahahahha

  • Nayara Carvalho

    Eu adorei a música!! Não vi problema nenhum em ter esse arranjo mais atual, mas mesmo assim me parece uma coisa bem rústica, e ficou muito boa,

  • Tamires

    Odiei aquilo!

  • Julio Soares

    incrivel! eu e o Martin aprovamos

  • Lucas

    Opinião cada um tem a sua. Mas achei a música sensacional e criou um anticlímax perfeito para tirar a todos daquele transe após a cena do Jaime tendo a mão cortada.

    Para uma cena Punk como a que vimos nada melhor do que uma pegada mais forte e atual.

    Como já dito em algum outro post, imaginem um monte de bêbados em uma taverna cantando, com certeza seria algo parecido com o refrão que ouvimos na música.

  • Liniker Oliveira

    queria a musica que toca no fim do episodio 5 bem no fim que eu acho q e uma garota que estava contano eu queria saber como é o nome dela c puderem me responder eu agradeceria Valeu