SFX entrevista membros do elenco de Game Of Thrones

Will Salmon, jornalista da SFX Magazine, participou da mesa redonda realizada num hotel em Londres com atores do elenco de Game Of Thrones como Charles Dance (Tywin), Nikolaj Coster-Waldau (Jaime), Isaac Hempstead-Wright (Bran), Sophie Turner (Sansa), Kit Harington (Jon Snow), Rose Leslie (Ygritte) e etc. O evento tinha o intuito de divulgar o box do DVD/Blu-ray da segunda temporada da série.

Algumas perguntas e respostas seguem traduzidas logo abaixo:

Como os Lannisters justificam suas ações, muitas vezes cruéis?

Charles Dance: Nós estamos em um mundo mítico. Se ele é pode ser comparado a alguma coisa é com o período medieval, que foi implacável, feudal e cruel. Essa era a forma como as pessoas se comportavam.

Nikolaj Coster-Waldau: E a coisa é, esta família, a família Lannister, está no auge do poder. Acho que até hoje, se você quer estar no topo, você tem que tomar algumas decisões muito difíceis e você tem que ser implacável.

Isaac, você é autorizado a assistir a série em casa? Ou você recebe uma versão censurada de cinco minutos?

Isaac Hempstead-Wright: Isso foi realmente um processo, porque no começo eu tinha apenas cerca de 10 anos de idade. Meus pais me deixavam assistir, mas minha mãe se sentia obrigada a me dar palestras sobre tudo o que estava acontecendo. Eu assisto agora, porque eu sou um pouco mais velho e eu sei que toda a violência é apenas um cara bombeando sangue pra fora de um corpo falso.

Como você entrou no clima para matar os inimigos?

John Bradley-West: Estando no set com Kit Harrington por dois anos …

Como foi trabalhar com os cães na primeira temporada?

Sophie Turner: Foi bastante difícil, porque eles simplesmente não se comportam. Bem, o meu não, de qualquer forma. Os treinadores são fantásticos, mas o meu cão não era bom para eles e então tiveram apenas que se livrar dela. Aí eu a adotei.

Richard Madden: No geral, é muito mais fácil agir com uma bola  em uma vara do que com um cão real. Você acha que seria o contrário, mas na verdade é muito mais fácil fazer com as bolas de tênis e outras coisas CGI.

Kit Harrington: Havia um monte de cenas cortadas, porque eles perceberam que nunca iriam conseguir fazer o cão saltar no lombo de um cavalo, ou o que seja. Lobos CGI são muito mais fáceis. São uma bola de tênis em uma vara. Você deve pensar que isso é muito menos agradável, mas na verdade é muito mais divertido.

A “loba” Nymeria na primeira temporada de Game Of Thrones

Como você descreveria o desenvolvimento da indústria de TV ao longo dos últimos dez anos?

Charles Dance: A linha divisória entre o cinema e a televisão está se tornando mais e mais turva agora. Eu acho que a qualidade da televisão, especialmente saindo da América, agora é muito, muito boa. Longe estão os dias em que dizia-se pomposamente neste país, “nós fazemos a melhor televisão do mundo”. Bem, nós não fazemos mais. Costumávamos e ainda produzimos um pouco de coisas boas pra televisão, mas o melhor da televisão americana é fenomenal. Eles gastam dinheiro nos lugares certos. Neste país, parecem estar mais preocupados em fazer reality lixo. Mas ainda existem algumas coisas muito, muito boas sendo feitas.

Como foi contracenar com Kristofer Hivju na terceira temporada?

Kit Harrington: Eu acho que você vai amar o que ele faz nesta temporada. Ele traz essa energia maravilhosa e excentricidade para o papel [Tormund]. Foi uma grande alegria trabalhar com ele. Eu não estava familiarizado com o trabalho dele antes de Game Of Thrones  Espero manter contato com ele. Ele é muito, muito bom. Ele apenas é esse personagem. Ele tem uma grande personalidade.

Rose Leslie: Sim, definitivamente. Ele é do tipo que domina a cena.

Kristofer Hivju como Tormund

  • SOBRE O BOX DA SEGUNDA TEMPORADA

Onde estão seus personagens na na segunda temporada?

Richard Madden: Robb na primeira temporada é empurrado para uma posição, e na segunda temporada você vê ele pegar essa bandeira. Ele está fingindo ser um rei e fingindo ser um líder e no decorrer da temporada ele se torna um líder e um rei. Você vê ele fazendo escolhas e conduzindo as coisas em vez de ser empurrado e puxado por outras pessoas.

Sophie Turner: No final da primeira temporada, Sansa passou de uma criança a uma jovem muito rápido. A segunda temporada é sobre ela sobreviver a todas estas dificuldades que são jogadas nela – e são muitas! Ela se encontra colocando sua confiança em Shae e ela faz amizades e pequenos aliados. Ela está aprendendo a política de Westeros. Na segunda temporada, Sansa tem um modo de sobrevivência muito bonito.

Veja aqui o nosso unboxing e review do box da segunda temporada de Game Of Thrones,
e depois adquira-o, clicando neste link.

Mais perguntas feitas durante a mesa redonda estarão disponíveis na edição especial de Thrones da SFX. Estamos no aguardo.

[Fonte: sfx.co.uk]

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados