Review: Blu-ray da 2ª temporada de Game of Thrones

Ontem (14/03) as lojas especializadas de todo o Brasil começaram a comercializar a versão home video da 2ª temporada de Game of Thrones (clique aqui pra ver a lista completa de extras). Adquirimos as nossas cópias através da Amazon UK assim que a pré-venda começou no ano passado e estamos com o box aqui na redação há algumas semanas. Já podemos adiantar que o conteúdo que a HBO trabalhou na produção dos discos é realmente maravilhoso e vamos contar pra vocês porquê achamos tudo isso a seguir:

Mais um pra sua coleção…

 

Bem, metade das coisas bacanas dos extras já estão circulando pela internet, como os vídeos de História e Tradição, o bate papo com os atores (Inner Circle) e as cenas deletadas (Hidden Dragon Eggs). Todo esse conteúdo, que como sabemos é bem bacana, está devidamente legendado no box e dispensa a nossa avaliação, já que eles circula pela internet há semanas e todo mundo já sabe que é muito bom. Gostaria de ver mais cenas deletadas e menos malabarismos (ovos escondidos) pra achar isso nos discos. Hoje em dia tudo cai tão rápido do Youtube que essas coisas perdem a graça.

Todo o menu dos discos está em inglês na versão que temos, incluindo o nome dos episódios. A arte de cada tela é lindíssima e bem intuitiva, com takes dos atores e as esvoaçantes flamulas das casas. A trilha sonora foi muito bem valorizada (Mother of Dragons) e a imagem do blu-ray é maravilhosa como sempre. Assistir Game of Thrones nesse tipo de resolução deveria ser direito de todo mundo, a série basicamente foi feita pra esse tipo de experiência.

 

LEGENDAS
Os DVDs e Blu-rays não possuem a opção de assistir com dublagem, que é exclusiva da exibição do canal. As legendas continuam com aqueles erros de tradução de sempre (traduzirem name’s day pra “onomástico” por exemplo e a falta de tradução na maioria dos substantivos próprios.). Todo o conteúdo do box possui legendas em português (BR) menos os episódios com áudio comentários do casting. Que é uma das coisas mais legais do box. Os comentários são realmente muito bons e na maioria das vezes super engraçados. Mas sotaques dos atores às vezes torna a pronuncia do inglês realmente difícil de se entender. Legendas resolveriam este problema.

ÁUDIO COMENTÁRIOS
São de longe o melhor feature. Comentários muito bem humorados e engrandecedores. O único episódio sem o recurso é o The Ghost of Harrenhal enquanto Blackwater tem dois. Gostei muito dos comentários de George em Blackwater. Ele aponta as diferenças entre o roteiro que fez pra série e o que tinha escrito em A Fúria dos Reis, e bem, ouvir o que George tem pra falar é sempre muito bom. Em certo momento ele começa um longo monólogo sobre os elmos dos soldados e, a cada momento ele volta pra esse assunto. O homem é obcecado. E é muito bacana ouvir Lena e Peter juntos, já que são amigos na vida real, comentando suas absurdas cenas. Na minha opinião os melhores são os do episódio 2.02 The Night Lands com o Alfie Allen e a Gemma Whelan (é hilário!) e Liam e Carice comentando a cena do nascimento da sombra no episódio 4. E uau, o ator Jack Gleeson é sempre muito elogiado por todos os outros membros do casting.

Atenção: Spoilers! (clique para ler)

Algumas coisas bacanas que aprendemos sobre os atores enquanto vemos os episódios comentados.

  • Kit, Rose e Vanessa Taylor comentando a cena do primeiro encontro dos personagens, no episódio 2.06. Os gifs são daqui.
   
   
  • Clicando aqui você encontra mais um gif set desse episódio.
  • Quando criança, Michelle Fairley costumava brincar na locação onde sua personagem, Stannis e Renly se encontram no episódio 3, “Garden of Bones”.
  • O ator que interpreta sor Dontos no início do episódio 1, “The North Remembers” teve que fazer 14 takes da cena em que ele está sendo afogado com o vinho. Foi tão estressante que no final das gravações ele foi nadar nu no mar.
  • Os atores mirins não podem (e não estão autorizados) a assistir as cenas de sexo na série.
  • No episódio 3, durante a cena com Arya e Yoren pouco antes dos homens Lannister aparecerem, o ator que interpreta Torta Quente estava dormindo de verdade (veja como todo mundo se levanta na hora, menos ele.)
  • Charles Dance foi tão bom e convincente como Tywin que a equipe o bajulava a todo momento com medo.
  • Rose Leslie foi criada em um castelo.
  • Na Islândia, membros da equipe apanhavam gelo de geleiras com mais de 10.000 anos para colocar em suas bebidas no hotel.
  • Conleth Hill, o ator que interpreta Varys, gosta de improvisar durante as tomadas.
  • Em uma cena, Peter Dinklage conta: “Eu fiz xixi em todos os cantos desses castelos! Não conte para ninguém. “
  •  A Casa dos Imortais foi inspirada na pintura “Isle of the Dead”.

Fizemos um pequeno vídeo mostrando o interior do box e alguns detalhes legais:

MAKING OF BLACKWATER
Um deleite pra quem sempre teve vontade de extras que mostrassem os bastidores da série. Todos os detalhes da produção desse episódio são quase apavorantes. É incrível como Neil Marshal parecia estar super seguro do que queria, todos os contratempos de produção que enfrentaram, as longas e cansativas horas dos atores no set de filmagens, o trabalho de computação gráfica que existe em momentos que a gente nem percebe e muito mais.

EXPERIÊNCIAS INTERATIVAS

O In-Episode Guide são menus suspensos que contam a história dos personagens em cena e a geografia do episódio. Muito útil pra quem não leu os livros e se perde. É muito bacana que a HBO teve o cuidado de desenvolver isso. Esse feature pode te levar para as cenas deletadas, como você pode ver aqui.

O War of the Five Kings também tem a mesma finalidade, mostrar a história dos cinco reis e situar o expectador na trama, que é muito mais complexa pra que não está familiarizado com os livros. Tem mapas e texto, e faria mais sentido se fosse estivesse em um aplicativo para dispositivos com touchscreen, não acho que as pessoas vão se interessar muito em ler. O bacana é que esse feature em especial mostra por exemplo os planos de batalha de cada uma das casas. Ah, e Dany é um dos “reis” proclamando o trono, e não Balon. Pois é.

RELIGIÕES E PERFIS DOS PERSONAGENS
Esse conteúdo é o mesmo que foi divulgado enquanto a série ainda estava no ar no ano passado, através da própria HBO. O Dan e David falando sobre as religiões de Westeros (veja aqui) e os perfis dos personagens Jon Snow, Daenerys Targaryen, Robb Stark, Joffrey Baratheon, Renly Baratheon, Stannis Baratheon e Theon Greyjoy (veja aqui e aqui).

EMBALAGEM E DESIGN
As caixas são extremamente sensíveis, o material não é nada rígido, principalmente nas pontinhas. Mas a pasta principal que abriga os discos é segura. Tomem bastante cuidado com o armazenamento. Gostei muito do design. Em uma primeira impressão a coroa brilhante pode incomodar um pouco, mas é um trabalho muito bem feito. As cópias digitais vem com dois CDs sem arte e um código de acesso para download.

Gostei muito do resultado, eles capricharam bastante esse ano. É muito gostoso ter os episódios pra assistir no PS3, fazer uma maratona com pipoca e os amigos antes da 3ª temporada e ter esse registro pra coleção. Se tem uma coisa que a HBO capricha, é com Game of Thrones. Para adquirir o seu, clique aqui.

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados