Game of Thrones BR recomenda #02: “Duna”

 

Como mencionamos no post Game Of Thrones BR recomenda #01“, a partir desse ano, pretendemos comentar e sugerir filmes, séries, livros para os fãs das Crônicas e de Game Of Thrones.

 

Duna é um romance de ficção científica escrito por Frank Herbert e publicado em 1965. É considerada uma das maiores obras de ficção científica de todos os tempos. Ganhou os prêmios Hugo e Nebula no ano de sua publicação. O romance rendeu ainda uma série de mais cinco livros escritos por Herbert e inspirou um filme dirigido por David Lynch, duas minisséries de televisão realizadas pelo Sci Fi Channel, jogos e uma série de prequels co-escritas por Brian Herbert, filho do autor, e Kevin J. Anderson.

Apesar da obra ser muito famosa, acredito que muitos fãs das Crônica sequer tenham ouvido falar de Duna. Eu mesma tomei conhecimento da história somente por volta de 2010, após ler As Crônicas de Gelo e Fogo e ver algumas comparações entre as duas sagas. Como estava com pouco tempo para ler na época, acabei assistindo primeiro a série do Sci-Fi por saber que era mais fiel aos livros que o filme de David Lynch. Por isso, Duna será a recomendação desta semana!

A história de Duna se passa em um futuro distante, no meio de um império intergaláctico feudal em expansão, onde os feudos são controlados por Casas nobres que devem aliança à imperial Casa Corrino. O  livro conta a história do jovem Paul Atreides, herdeiro do Duque Leto Atreides e da respectiva Casa Atreides, na ocasião da transferência de sua família para o planeta Arrakis, a única fonte no universo da especiaria melange. A história explora as complexas interações entre política, religião, ecologia, tecnologia e emoções humanas, o destino de Paul, sua família, seu novo planeta e seus habitantes nativos, assim como o destino do Imperador Padishah, da poderosa Corporação Espacial e da misteriosa ordem feminina das Bene Gesserit, acabam todos interligados em um confronto que mudará o curso da humanidade.
Apenas com a leitura da sinopse da série já dá pra perceber algumas semelhanças entre Duna e “As Crônicas” começando pela disputa entre grandes Casas pelo poder no Império. À medida que se avança na história, é possível encontrar ainda mais conexões que não irei detalhar para não estragar a surpresa.

LIVROS


 

Para quem ainda não conhece a história e se interessar mais pela leitura, a editora Aleph relançou o primeiro e o segundo volume em português, Duna e Messias de Duna.
O universo de Duna, escrito por Frank Hebert é composto pelos livros:

O segundo volume da série foi lançado pela Aleph em 2012, mas ainda não há notícias sobre a publicação das continuações. Porém, antes da editora Aleph, a Nova Fronteira já havia lançado todos os volumes no Brasil entre 1984 e 1987, contudo só é possível encontrar volumes usados dessas edições (no Mercado Livre, por exemplo).

Já em Portugal, a série está sendo lançada pela editora Saída de Emergência, contando com dois volumes publicados.

É possível ler um excerto do primeiro livro (edição da Aleph) aqui.

“I must not fear. Fear is the mind-killer. Fear is the little-death that brings total obliteration. I will face my fear. I will permit it to pass over me and through me. And when it has gone past I will turn the inner eye to see its path. Where the fear has gone there will be nothing. Only I will remain.”

Uma das melhores quotes. Lembra alguma coisa?
MINISSÉRIES

O Sci-Fi gravou duas minisséries, que cobrem basicamente as histórias dos livros 1 ao 3.
A primeira minissérie, Dune (2000), conta em três episódios, a história do primeiro volume, começando com a chegada dos Atreides a Arrakis, explorando a rivalidade destes com os Harkonnen, a busca pelo controle do planeta e da especiaria.
O elenco de Dune é composto por atores como William Hurt, Alec Newman e Ian McNeice, que interpretou Illyrio Mopattis no episódio piloto de Game Of Thrones (que não foi exibido) e depois foi substituído por Roger Allam.

Trailer de Dune:

A segunda minissérie, Children of Dune (2003) cobre as histórias dos volumes 2 e 3 da saga, Messias de Duna e Children of Dune. Mas não vale a pena ler a sinopse, pois já contaria o final da primeira minissérie.

Children of Dune tem no elenco Alec Newman, Susan Sarandon e James McAvoy.

 

Trailer de Children of Dune:


Esse trailer contém spoilers de Dune.

Não encontrei as duas séries para venda em DVD. A dica é tentar importar ou fazer uma pesquisa

Pra quem não sabe a música To tame a land de Iron Maiden é inspirada em Duna.

Mesmo tendo gostado da série, é interessante fazer algumas considerações. Apesar de apresentarem uma história muito boa, ambas tem o mesmo problema de Game Of Thrones, a complexidade e a quantidade dos personagens, bem como a profundidade da trama e o pequeno número de episódios acabam distanciando um pouco a série dos livros. Atualmente estou lendo o primeiro livro e sem dúvida a leitura fornece muito mais detalhes que a série. Muita coisa dos conflitos, da busca pelo poder, sobre as organizações e religiões é vista bem por alto na série, enquanto o livro é muito mais rico em detalhes. Além disso, a primeira minissérie tem efeitos especiais e cenários ruins, o figurino parece pobre, fazendo com que no começo, a série pareça estranha, mas como o enredo é bom, dá pra relevar e ver até o final. Já na segunda parte, os efeitos e os cenários são bem melhores, mas a história não é tão boa. Outro problema é que a série não cobre a história de todos os livros, mesmo assim, termina em um ponto satisfatório, amarrando bem o roteiro no final.

Mas, certamente vale a pena assistir algumas cenas e não me arrependo de ter visto a série antes de ler os livros, pois não tenho problema com spoilers.
Quem já conhece Duna está convidado a comentar e deixar sua opinião sobre os livros e a série.

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados