Sobre a chegada do Kindle e Kobo ao mercado editorial brasileiro

Se você não estava vivendo em uma caverna na última semana já está sabendo que a Amazon chegou de vez ao Brasil, trazendo um catálogo ainda tímido porém honesto de livros digitais em língua portuguesa juntamente com o Kindle (em pré-venda à R$299,00). No mesmo dia e horas antes, a Livraria Cultura lançou sua própria versão do gadget pra leitura digital, o Kobo Touch, que está a venda a R$399,00. Antes disso, você encontrava em lojas brasileiras o Alfa, da Positivo, e o Cool-er, da Gato Sabido, mas ambos custam acima de R$ 500. Os e-books já são vendidos no país há alguns anos, leitores digitais realmente interessantes a preços mais acessíveis e catálogo de livros inteligente é novidade. 
Porque estamos contando o que vocês já estão carecas de saber?
Porque em primeiro lugar, é legal lembrar que há um catálogo bem generoso de livros e HQs de George R. R. Martin em língua portuguesa, inglesa, alemã nos dois serviços. Já deu uma olhada? Clica aqui para ver o da Amazon e clique aqui pra ver o da Livraria Cultura.
[UPDATE: Veja os livros digitais à venda no Google Play clicando aqui]
Em segundo lugar, é realmente valioso que o mercado editorial tenha começado a nos trazer alternativas para as nossas leituras, finalmente. Sabemos que não é fácil trazer um empreendimento tão ambicioso e perigoso para o mercado brasileiro, mas o que todo leitor de R. R. Martin sempre quis foi mais conforto pra ler seus livros no trabalho, na faculdade, no transporte público ou na fila do pão, que seja.
Você não precisa mais de cartão de crédito pra comprar livros em lojas gringas e, além disso, as duas livrarias disponibilizam aplicativos de seus readers pra você poder ler em tablets e smartphones.


TÁ, MAS QUAL DELES VOCÊ ME INDICA, GAMEOFTHRONESBR?

Recomendamos esse vídeo do Cabine Literária pra te ajudar a compreender melhor porque os livros chegam ao Brasil a preços tão caros, e quais são as principais diferenças entre os dois gadgets. Tomem bastante cuidado na hora de comprar o seu leitor. No ano que vem as duas empresas com certeza lançarão modelos mais modernos dos e-readers (que já estão sendo comercializados lá foram há muito e muito e muito e muito tempo) e o seu aparelho poderá ficar obsoleto.
Boa leitura!

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados