Novas imagens da produção de efeitos especiais da 2ª temporada

A VFX, juntamente com a Pixomondo, produtoras companheiras nos efeitos visuais desenvolvidos para Game of Thrones divulgaram mais imagens curiosas do processo plástico usado em algumas cenas importantes da 2ª temporada (pelo qual eles ganharam um Emmy). Veja a concepção de alguns “wights”, os dublês foram usados na explosão do fogo-vivo, a maneira como os homens do manto carmesin realmente assistiram a explosão em Blackwater, a criação do cenário externo de Qarth e os dragões de Dany:


A cena final da 2ª temporada com Sam e os White Walkers era para ter sido filmada originalmente na Islândia em novembro do ano passado.  No entanto, a cena não deu muito certo e os produtores escolheram a refilmagem dela, que aconteceu em Londres. Ninguém estava satisfeito com o conceito das criaturas usadas na 1º temporada e então resolveram dar uma cara nova pra tudo, trabalho que durou muito mais do que era esperado.

“O diretor Alan Taylor já estava trabalhando em Thor: The Dark World e não estava disponível para essa refilmagem, então me pediram para dirigi-la, porque os efeitos eram muito pesados. Nós oferecemos alguns shots alternativos para os produtores executivos, e é claro que eles escolheram o mais complexo. Eu concordei que a opção com o movimento da câmera de longo seria a mais impressionante, mas ela foi muito difícil de se produzir com o orçamento e tempo que tivemos. Com orçamentos maiores poderíamos ter escolhido técnicas que tivessem menos exigências sobre a arte e teria resultado em uma configuração mais sólida, como você teria em um longa-metragem por exemplo.” – conta Thilo Kuther, CEO da Pixomondo.

“Foi um grande desafio porque a gente só tinha 50 figurantes, o que exigiu repetições de multidão. Eles queriam que cerca de 1.000 zumbis ou wights (como eles chamam), com 10 a 30 White Walkers misturados, e a gente só tinha um traje para White Walker, então tivemos que usar repetição aqui também. Ao mesmo tempo, nós não tínhamos um ambiente muito natural ou orgânico para gravar. Nós gravamos tudo em estúdio, mas há tanto a se fazer para recriar a Islândia, com toda sua beleza e complexidade… É por isso que um preview era tão importante, eu poderia dividir esta tomada longa e sugerir configurações de câmera que nos permitiriam gravar cenas diferentes e juntá-las fazendo-as parecer um shot contínuo.”

Fundada em Frankfurt no ano de 2001 por Thilo Kuther,  a Pixomondo conta hoje com 800 empregados distribuídos em 13 agências ao redor do mundo, incluindo Berlim, Burbank, Hamburgo, Munique, Londres, Estugarda, Los Angeles, Baton Rouge, Toronto, Detroit, Pequim, Shanghai, e SIM, São Paulo! A central de produção para Game of Thrones fica em Estugarda na Alemanha.

Fonte: Fast to Create

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • caraca, não imaginava tão simples

  • A última cena ainda dá calafrios!!!

  • Quero ir trabalhar na Pixomondo! =D

  • quem não quer ? kkkkk'

  • Acabo de ver uma estrevista do James Cosmo (lorde Mormont) no Winter Is Coming dizendo que a primeira cena da próxima temporada é a favorita dele. Quem aposta em Sam matando o Outro?! 🙂

  • Desculpem, acabo de perceber que falei spoiler no meu último comentário!

  • Vish, eu não! Imagina as noites sem dormir pra criar tudo com essa perfeição!

  • Sem problema. =D

  • Esses fantasmas do gelo ainda vão pular a muralha! e elvar o gordinho junto!