Entrevistamos o artista Marc Simonetti!

Quem leu ou lê as Crônicas de Gelo e Fogo pode até não saber quem é o Marc Simonetti de nome, mas com certeza já é um fã do trabalho dele. Ele é o artista francês que desenha as fantásticas capas dos nossos livros e que, como nós, é um fã apaixonado pelo universo do George R.R. Martin, já tendo realizado uma série de outros projetos ligados à saga, como o calendário de 2013, por exemplo.

(Veja as artes do calendário aqui, mas só se você já leu
o livro 5 pois algumas contém 
SPOILERS)

O Marc nasceu em 1977 e atualmente vive em Annecy, na França. Batemos um papo com ele, que nos contou um pouco mais sobre o seu trabalho pelo mundo não só com as Crônicas de Gelo e Fogo mas também com uma série de outras renomadas sagas de fantasia e muito mais. Vale a pena dar uma conferida.


1. Como foi a sua formação acadêmica como artista? Como você começou?

Eu estudei na Escola de Belas Artes de Annecy por 9 anos, além do meu estudo científico “padrão”. Eu desisti da arte pra me tornar um engenheiro. Após dois anos bastante depressivos, eu decidi voltar para algo criativo, então eu fui para a Emile Cohl School onde estudei desenho e 3D por um ano. Isso permitiu que eu entrasse no maravilhosos reinos da indústria dos videos games como um modelador de backgrounds 3D.

Naquela época, eu ainda não tinha a habilidade necessária para fazer ilustrações, então eu trabalhei duro todas as noites para melhorar e dois anos depois eu era um freelancer, fazendo artes para capas na França.

2. Como a editora Leya contatou você para o desenvolvimento dos seus projetos? Você tem algum projeto agendado com eles?

Bom, tudo começou com as capas que eu desenhei para as edições francesas dos livros das Crônicas de Gelo e Fogo. Eles as viram (eu ainda não sei como) e me perguntaram por e-mail se poderiam usá-las para o Brasil. É claro que eu fiquei lisonjeado.

Como tudo deu certo entre nós, eu acabei fazendo outros trabalhos como “O Trono do Sol”, “A Morte da Luz”, “As Crônicas de Ivi – A Fada e o Bruxo” e o recente “A Dança dos Dragões”, que foi feita especialmente para o Brasil e não para a França ainda.

Nós ainda não temos nada planejado, mas é sempre um prazer trabalhar com a Leya.

Capa do livro “O Trono do Sol” de S.L. Farell
Arte da capa do livro “A Morte da Luz”

 Como é a sua relação com o George (R.R. Martin)?

Isso é bastante simples. Eu sou fã dele há muito tempo. Sou apaixonado pelas Crônicas de Gelo e Fogo desde antes de me tornar um ilustrador. Toda vez que eu tenho a chance de discutir com ele via e-mails ele é muito gentil, e passa um tempo respondendo às minhas muitas perguntas. Eu espero muito encontrá-lo pessoalmente algum dia. 

Em que outros trabalhos relacionado às Crônicas de Gelo e Fogo você planeja ou gostaria de trabalhar? 

Eu estou atualmente trabalhando na capa da reedição do primeiro livro para a Random House, no México, onde eu estou tendo a chance de retratar o próprio Trono de Ferro. Eu também fiz as artes das capas dos dois videos games já desenvolvidos e não tenho mais nenhum trabalho agendado.

“Blacktyde longship”

Você assiste a série de TV? O que vocês mais gosta e o que menos gosta na adaptação da HBO? 

Eu assisto e amo a série de TV. Existem algumas coisas que eu não imaginei do jeito que eles mostraram, como por exemplo os Dothrakis e algumas cidades, mas isso é geralmente uma questão de orçamento e escala.

Como você acha que a saga vai terminar, ou ao menos como você gostaria que ela terminasse?

De alguma forma, eu não sinto tanta pressa para que a saga termine… Eu não tenho a mínima ideia de como ela vai acabar, e me sinto um pouco mais interessado na viagem em si do que no destino final. Eu quero ser surpreendido e aceitar a história como ela virá.

“O Grande Septo de Baelor”

Quem é o seu personagem favorito?

Eu acho que tenho dois personagens preferidos: Tyrion e Jaime Lannister. Falando no geral, eu acho que gosto dos pontos de vista mais cínicos.

Quanto tempo você leva para completar uma de suas ilustrações incríveis?

Tudo depende de qual. Algumas levaram dois dias, enquanto outras duas semanas, e não são sempre as mais longas que são as mais apreciadas. Tudo às vezes depende da reflexão que vem antes de eu começar a pintar, e de que ponto de vista e sentimento eu quero dar enfatizar.

Vikings desenhados para o RPG francês “Yggdrasil”

Nós discutimos muito aqui sobre que cenas são retratadas em cada uma das capas que você desenhou. Muito fãs ainda tem dúvidas. Você poderia nos esclarecer?

Minha intenção quando eu comecei a fazer a artes das capas pra França era dizer algo como “Essa saga é gigantesca, o universo é incrivelmente extenso e não é como qualquer livro de fantasia, os lugares são frequentemente desagradáveis e difíceis de se viver.”

Eu não queria antecipar a leitura mostrando lugares icônicos e personagens também.

Por isso eu quis representar na primeira capa um dos muitos fortes em decadência da Patrulha da Noite (não Castelo Negro). 

Capa do livro “A Guerra dos Tronos”
Arte da capa do livro “A Guerra dos Tronos”

 A segunda realmente mostra Tyrion em Porto Real. Eu estava apenas tentando desenhar em diferentes escalas. A cidade foi feita para parecer muito grande, realista, e um pouco suja também.

Capa do livro “A Fúria dos Reis”
Arte da capa do livro “A Fúria dos Reis”

 A terceira representa Theon Greyjoy procurando por Bran e Rickon, mas eu não queria que isso ficasse muito claro, já que os pântanos são vistos em várias passagens dos livros… E além disso, eu gosto dessa típica de cena anti-heroica que também representa um diferencial entre esse e outros livros de fantasia. 

Capa do livro “A Tormenta de Espadas”

A quarta está representando Pyke, não com o azul ou verde normalmente associado aos vikings.

Capa do livro “O Festim dos Corvos”
Arte da capa do livro “O Festin dos Corvos”

Eu não posso falar da quinta sem estragar o livro, mas é mais uma cena de ação… 

Sobre a capa do quinto livro… A brasileira saiu antes da francesa, mas as capas serão as mesmas? Ou você tem alguma outra coisa em mente para a edição francesa?

O quinto livro será lançado na França apenas em 2014… O editor ainda não entrou em contato comigo então eu ainda não tenho nenhuma informação sobre isso. 

Capa do livro “A Dança dos Dragões”
Arte da capa do livro “A Dança dos Dragões”

Existe alguma outra saga de fantasia que você ilustrou e que você gostaria de recomendar? 

Eu ilustrei algumas sagas de fantasia muito boas dentre as quais eu certamente recomendo “The Discworld”, do Sir Terry Pratchett e também “O Nome do Vento” do Patrick Rothfuss…

Arte da capa do livro “Mort” da série “The Discworld”
 de Terry Pratchett
Arte da capa do livro “O Nome do Vento” de Patrick Rothfuss
(O livro foi publicado no Brasil pela editora Sextante,
para comprá-lo basta clicar aqui)

Você conhece o Brasil? O que você acha do nosso país? Como você se sente sabendo que a sua arte está espalhada por centenas de milhares de estantes por aqui?

Eu não conheço o Brasil muito bem. Mas eu gosto de tudo que eu vejo sobre ele, sua cultura, sua energia. O próprio país parece muito bonito. E eu tive uma recepção calorosa dos leitores brasileiros que eu realmente apreciei. É uma grande honra ter alguns dos meus trabalhos expostos no seu país!

 Se você pudesse escolheu um lugar em Westeros ou em Essos pra viver, que lugar seria? 

Não existe lugar seguro em Westeros, mas Harrenhal me fascina. (Eu amo pedras antigas…)

Harrenhal por Marc Simonetti

Para conhecer mais do trabalho genial do Marc, você pode visitar o blog dele, seu portfólio digital e sua página no Deviantart.com.

Espero que tenham gostado da entrevista.

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Matheus Wolf

    Ele fez só da versão normal ou da pocket também ?

  • Caroline Oliveira

    Eu sempre fiquei viajando nas capas dos livros de As Cronicas de Gelo e Fogo e pensava “o cara q desenhou isso e um gênio”, sempre achei as capas de ASOIAF as mais lindas de todos os livros q eu já li ate agora. Morrendo de curiosidade para ver o q ele vai desenhar para Os Ventos do Inverno. 🙂

    PS: Amei a entrevista já era Fã dele sem saber qm era ele agora então.

  • Luis Fernando Costa Corrêa Vic

    Nossa, eu jurava que na capa do Fúria dos Reis era o Varys usando disfarce…

  • Igor Lucas

    O Cara manja
    Parabéns para ele.

  • matheuss01

    Essa serie Discworld eu nunca li, mas O Nome do Vento é incrível, eu gosto tanto quanto As cronicas de gelo e fogo.