Iron Throne Awards – Direção, Cenário e CGI [RESULTADO]

Vamos ao resultado do Iron Throne Awards desta semana:

A gente percebeu que, apesar de muita gente ter criticado o Alan Taylor nos comentários da votação, o cara acabou ficando em segundo lugar. E é legal lembrar que foi ele quem dirigiu vários dos melhores episódios da série, como o Fire and Blood da 1ª temporada. Os planos sequência e os ângulos de câmera dele são muito lindos e criativos. Aquela cena da Arya e Gendry partindo na estrada do rei (última cena do S02E02 The North Remembers) foi uma das coisas mais bonitas que eu já vi na TV… O Alan sempre faz a gente se lembrar que Westeros definitivamente é um lugar estranho e especial. Aliás, Alan será diretor de Thor 2.
Quanto ao Neil Marshall, já falamos tanto dele aqui… aliás já falamos tanto sobre Blackwater, né? Não só pelo episódio maravilhosamente bem escrito que ele tinha nas mãos: Blackwater conseguiu ser tão diferente do que a gente imaginava lendo os livros e, ao mesmo tempo, tão bom quanto. Os movimentos de câmera, as danças com a espada, os inúmeros momentos de clímax, mesmo na escuridão. Além disso, ele conseguiu mostrar a Cersei que todo mundo queria ver, né? A louca, a mãe.

Esse resultado nos faz pensar em muita coisa, e em como os problemas com orçamento limitado provam que as os livros são maravilhosos demais pra TV. O que aconteceu com o profético cometa vermelho, por exemplo? E os lobos, né, poxa, que sequer apareceram direito? E, não só isso, mas a gente fica pensando como as coisas serão daqui pra frente. Não porque a gente é ranzinza, mas porque a gente torce pra ser algo espetacular, tão grandioso como a história merece. De fato não estamos no direito de reclamar, tá tudo muito, muito maravilhoso. A gente só gostaria muito que a HBO liberasse mais grana pro David e Dan trabalharem. É injusto… filmes como Harry Potter ou Senhor dos Anéis tinham em média 2h40min por ano. Game of Thrones são 10 horas por ano. Com menos da metade da grana que esses filmes tinham pra gastar. Vamos fazer uma vaquinha?

Embora Harrenhal seja basicamente um CGI, como vários outros cenários usados na série, achei que os cenários internos foram bem mais sucedidos do que os castelos e paisagens feitas em computação gráfica. Harrenhal, na minha modesta opinião, fez o coração de vocês esquentar por conta da história que foi inventada ali. Porque as cenas da Arya e Gendry na Estrada do Rei foram muito mais ricas visualmente. Tem alguns easter eggs na série que eu percebo no design de interiores que são muito legais. Quando Renly morreu, por exemplo, todas as cenas internas tinham velas, como se a série inteira estivesse velando por ele. Aliás, aquela tenda dele era lindíssima <3 Com certeza foi pensada pelos Tyrell, eles têm bom gosto. E o cenário 100% natural da Islândia nas terras ao sul da Muralha tirou nosso fôlego nos primeiros dias, sei que depois enjoou, mas, gente, QUE LUGAR LINDO ~<3. Cenários… vocês perceberam como as coisas mudaram drásticamente da 1º temporada pra cá? É estranho você ver a franquia Harry Potter por exemplo e perceber como visualmente um filme é bizarramente diferente do outro. Será que esse efeito “temos mais dinheiro agora, com licença, faremos diferente” vai acontecer em Game of Thrones também? Hum…

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados