VEJA entrevista Natalia Tena

Fonte: VEJA


A atriz Natalia Tena, que interpreta a selavagem Osha em Game Of Thrones deu entrevista para o site da revista VEJA e falou sobre os bastidores das gravações da segunda temporada que estreia em 2012.

Natalia Tena como Osha, na série Game of Thrones, da HBO



As gravações da segunda temporada já terminaram? 

As gravações começaram em julho e devem terminar em dezembro, mas não tenho certeza, porque tudo muda muito, e o tempo todo. A série é gravada em Belfast, na Irlanda, em florestas ou nos sets, com exceção de algumas cenas litorâneas da Daenerys (personagem que disputa o trono, mas reside em uma terra distante do centro de ação dos livros), que foram gravadas no Norte do Marrocos. 

Como foi o teste para o papel de Osha?

Tive que fazer algumas cenas em que ela usava um vestido marrom estranho. A minha personagem é selvagem e tinha que usar correntes nos pés. Era verão na época dos testes e eu tinha comprado um vestido marrom bem sexy. Customizei-o para ficar com um aspecto selvagem e usei correntes. Foi emocionante. 

Você já tinha lido os livros quando foi selecionada para o elenco?

Quando eu consegui o papel, ainda não tinha lido nenhum dos livros. Eu comecei a ler o primeiro livro quando estava em um avião indo para o Brasil (pela primeira vez), no Natal do ano passado. Eu fui a Salvador com toda minha banda. Na mala, levei os cinco livros e dois vestidos. Devorei todos eles durante o período em que estive no Brasil e amei. De repente, percebi que os livros eram incríveis e o meu papel também. Tenho tantos personagens favoritos agora, que eu não conseguiria eleger apenas um. Eu amo as histórias construídas pela irmã do Theon Greyjoy, pela Arya, a Melisandre e o Tyrion.

Quanto tempo você passou no Brasil?

Ficamos um mês no Brasil, passeando ao redor de Salvador. Conhecemos Praia Grande, Itacaré, Trancoso. Em todos os lugares que fomos, as pessoas dançaram muito com a nossa música. Foi lindo. A generosidade e o espírito brasileiros são realmente incríveis.

O texto de Martin é repleto de situações que surpreendem o leitor. Você se lembra te ter ficado ansiosa, ou aflita, durante a leitura?

A cena que mais me assustou foi aquela em que Osha aparece pela primeira vez, ainda na primeira temporada. Ali, o autor estabelece como o público vai enxergá-la para sempre. É uma luta em que a Osha ataca o menino Bran. Tivemos de ensaiar, era uma situação delicada. Torci para conseguir fazer a luta parecer real e para dar o tom correto ao personagem. 

Muitos leitores têm uma curiosidade grande sobre o trono de ferro, que nos livros tem uma descrição detalhada e intensa. Você já o viu em cena? 

Não, ainda não. Mas eu queria ter um igual no meu jardim ou na minha sala (risos). Eu só gravo com os personagens do Norte, com cenários do Norte. O trono fica no set de gravações das cenas que se passam no Sul. Eu não sei nada do que se passa nas gravações do Sul. Nem conheci os atores que fazem os personagens do Sul.

Como é o ambiente de gravações de Game of Thrones em comparação ao de Harry Potter? 

Ambas são grandes produções. Harry Potter era cinema, portanto tudo tinha uma proporção maior e as gravações fluíam com mais rapidez, em geral. Mas o clima entre as pessoas, os atores é diferente. Harry Potter era uma fantasia mágica com crianças. Game of Thrones é uma história para adultos, sobre violência e luxúria. 

Você tem uma teoria para o fim da história? 

Eu não sei de nada, mas como todo mundo que leu os livros, tenho o desfecho que gostaria. Eu queria que a Arya Stark fosse rainha, casada com Gendry.

E a Daenerys? 

Ohhhh, me esqueci da Daenerys! Então eu quero a Arya governando o Norte e a Daenerys como rainha do Sul (risos). 
O texto completo pode ser visto aqui. Abaixo segue o vídeo da banda dela, Molotov Jukebox pra vocês darem uma conferida:





Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados