A dublagem de Game Of Thrones na HBO Brasil – parte II

Após a nossa entrevista com a tradutora Dilma Machado (que postamos aqui) fizemos em seguida uma entrevista com o diretor de dublagem, José Augusto Sendim, que também foi responsável pela voz brasileira do Lorde Eddard Stark.
Abaixo segue o vídeo com uma amostra da dublagem (pra quem ainda não conferiu).

Achei que as duas entrevistas foram interessantes, tanto pra conhecermos a opinião das pessoas que trabalham nos bastidores, quanto para entender um pouco como funciona o processo de dublagem e também para sabermos o que eles acharam de Game Of Thrones e como foi “trabalhar em Westeros”. 
Abaixo segue as perguntas e respostas da entrevista:

Saber que a série vinha de um livro de sucesso influenciou o processo de dublagem?
Não, pois, todas as informações que eu necessitava, para dirigir a dublagem do Game Of Thrones, vinham da HBO diretamente, portanto, eu tinha que me manter quase que “limitado” ao que me era passado. Inclusive, eu só soube que havia um livro base para a série por causa da série. Acho que com a maioria das pessoas foi assim, ou seja, a série alavancou as vendas, e consequentemente o sucesso, do livro (ou dos livros).
(clique no link para continuar lendo)

Você é diretor de dublagem, como foi o processo de escolha das outras vozes? Houve interferência da HBO ou da distribuidora?
Não. Tive toda a liberdade para a escalação dos atores/atrizes para os papéis, na série. Esse é um processo inerente a um diretor de dublagem. A distribuidora e a HBO não interferiram nas opções feitas por mim, inclusive, fui parabenizado tanto pela distribuidora quanto pela própria HBO pela escolha das vozes.
Eu vi que você mesmo coloca vídeos no youTube com as dublagens, como você sentiu o retorno do público em relação a dublagem de Game Of Thrones?
Sou ator desde 1981 e trabalho com dublagem há 19 anos. Alguns vídeos que coloco no YouTube são referências a esse meu trabalho, como dublador. O retorno é bastante satisfatório, pois, acho que consigo atender a alguma curiosidade dos fãs das séries, filmes e desenhos animados, para os quais empresto minha voz e interpretação. Quanto ao Game Of Thrones não foi diferente, pois, a série é uma produção grandiosa da HBO e o trabalho de dublagem foi feito com muito cuidado e respeito, e, nisso, o reconhecimento dos fãs é muito importante para que continuemos tentando fazer o nosso melhor. Trabalhamos para o entretenimento e os fãs são uma parte muito importante em todo o processo.
Se você é diretor de dublagem por que escolheu um personagem que morreu no final pra dublar?
He he he… Primeiramente, eu não sabia que ele iria morrer no penúltimo episódio, da primeira temporada. Eu pensei que ele, o Lorde Stark, fosse durar muito mais! rsrs…

A HBO enviava um episódio de cada vez e, muitas vezes, sem ser a edição final, portanto, eu não tive acesso à temporada completa de uma só vez. A minha escolha de dublar o Ned (Lorde Eddard Stark) foi causada pela interpretação apresentada pelo Sean Bean para o personagem. Há vários dubladores muito melhores do que eu, mas, para esse personagem, acho que minha escolha, como diretor, foi a melhor.
Você participou de quase todos os episódios. Quanto tempo levava pra dublar cada um?
Como diretor de dublagem, eu participei de todos os episódios. Como dublador é que participei só até o penúltimo (9º episódio). Cada episódio demorou de dois a três dias para ser dublado.
Como você se sentiu ao saber que o seu personagem ia morrer logo nessa temporada, apesar do apelo que a série deu a ele?
Uma característica muito interessante desta série é o fato de ser surpreendente, ou seja, não se sabe o que vai acontecer a seguir. A cada momento, tudo muda. Foi assim com o Ned Stark. Na maioria dos posteres de Game Of Thrones, ele aparecia sentado no Trono de Ferro, então, pensei que ele fosse durar mais do que durou! he he he… Só fico triste por não poder “brincar” mais! rsrs…
Você já leu os livros? Se não, pretende ler agora?
Ainda não li os livros. Estou tendo conhecimento da existência deles agora. E, pelo que tenho notado, são “grandes” e demandam tempo para sua leitura. Não tenho tido tanto tempo assim, mas, tentarei arranjar algum!
Na sua opinião, o Ned é um personagem honrado, ingênuo, ou um pouco de ambos? Quais foram as atitudes que evidenciaram isso pra você?
O Ned demonstrava, o tempo todo, que honra, sinceridade e honestidade, sempre foram suas maiores virtudes. Ele sempre seguia com retidão de pensamentos e atitudes. Muitas vezes, defendendo regras que ele não havia feito, mas, regras que foram elaboradas por quem de direito para tal, ou seja, o Rei e os Conselheiros, isto é, os “poderes” daquele universo. Acho que faltava a ele o tipo de malícia que o Varys e o Littlefinger apresentavam. Mesmo sabendo que várias pessoas carregavam características de falsidade extrema, ele acreditava mais nele próprio. Isso indicava uma ingenuidade que o deixava bastante frágil. Deu no que deu!
Já conhece o nosso site?
Acabei de conhecer agora! Muito bem construído e com informações bastante consistentes. Com certeza, levarei em consideração com relação à dublagem da segunda temporada!
Vocês estão de parabéns e tenho muito prazer de estar junto, a partir de agora!

Aproveito para agradecer à Dilma Machado e ao José Augusto pelas entrevistas e pelo trabalho!
E que venha a segunda temporada! o/

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados