Resenha da Primeira Temporada de Game Of Thrones

Espero que perdoem a resenha curtinha, mas já comentamos episódio por episódio aqui no blog e já fizemos vários posts e comentários aqui sobre nossas opiniões de tudo que aconteceu durante a temporada, então essa resenha é apenas um resumo geral do que nós três (Caco, Felipe e Lidiany) pensamos sobre a primeira temporada de Game Of Thrones e do trabalho que fizemos aqui no blog.
A resenha da temporada está sendo publicada hoje por que apesar do último episódio ter sido exibido no dia 19 de junho, o final só foi exibido no Brasil nesse último domingo. Além disso, nós (Lidiany, Felipe e Caco) estamos cada dia mais sobrecarregados de trabalho, mas enfim a resenha saiu e espero que “curtam”!
Abaixo segue uma resenha em três partes com a opinião de cada um: Felipe, Lidiany e Caco.

por Felipe Boreli
Me lembro como se fosse ontem, quando recebi a notícia de que finalmente seria publicado no Brasil o primeiro volume da “As Crônicas de Gelo e Fogo”. Depois de 10 anos esperando esse dia, a editora LeYa “embarcava” na onda da recém anunciada produção da HBO. De lá pra cá o tempo passou tão rápido que quando dei conta, estava recebendo um SMS da minha prima (que nunca tinha ouvido falar na série): “O Ned nãããããão!!!”. Não há exemplo maior do poder desta obra.
 
As preocupações eram muitas: Será que vão conseguir transpor toda a trama política? A grandiosidade de Westeros será bem adaptada pela HBO? Quem ficará responsável pelos efeitos visuais? O episódio piloto carregou todas as questões sem exceção. É bem verdade que adaptações foram feitas, pois as mídias são diferentes, e sentimos falta de Lobos e batalhas (mesmo que no livro elas também não tenham sido mostradas)… Mas o saldo final foi só aprovação dos: fãs e os novos fãs (a audiência conquistou esse título com louvor).
 
O Tempo… Ah, o Tempo é algo que precisamos conviver, entender e acima de tudo respeitar. Só voltaremos à Westeros (audio-visual) daqui há um ano. Para os que estão acompanhando os livros (o terceiro volume: “A Tormenta de Espadas” sai ainda esse ano), a espera talvez seja menos torturante. Mas pelo menos por agora, as preocupações estão bem longe e a confiança nos produtores é declarada. O amanhecer, como a última cena da primeira temporada, não tarda. Ele é épico e criador. Ao mesmo tempo que tenebroso e ameaçador…
 
Sigamos.

por Cacovsky
 
Lembro de antes do início da exibição da série, quando a HBO liberou os 15 minutos iniciais do primeiro episódio de Game of Thrones. Hoje, estamos escrevendo esse texto pra resumir em linhas gerais o fim da primeira tempora dessa aclamada série. A grande maioria das minhas expectativas foram ultrapassadas, algumas poucas ficaram aquém, mas o sentimento geral é de plena satisfação.
 
Como alguns sabem, acompanhei a série tendo lido o primeiro livro, e isso deu um tempero diferente. Entretanto, achei a maioria das mudanças perfeitamente compreensíveis. Todos os episódios tiveram passo acelerado e apenas um foi pouco emocionante na minha opinião (o episódio 1.08 – The Pointy End), mas que foi necessário para projetar os dois últimos capítulos da trama num final espetacular.
 
Conhecemos personagens memoráveis e torcemos por eles ou contra eles. Mas não podemos negar que sentimos emoções fortes. Seja amor, raiva, temor ou compaixão, Mesmo os menos envolvidos com não puderam negar: as tramas são bem amarradas e as emoções não são claras. Nenhum personagem é totalmente desprezível ou totalmente amável, e ainda há aqueles sobre os quais as opiniões se dividem completamente!
 
Ao final dessa temporada, sinto-me muito contente e muito grato. Agradeço à amiga e ex-colega de classe Lidiany por ter me apresentado essa maravilhoso mundo, a essa incrível história, tanto nos livros quanto na TV. Estou feliz que a HBO fez uma adaptação à altura da grandiosidade da obra. E posso dizer: eles têm a tremenda responsabilidade pela frente agora: fazer uma segunda temporada tão boa quanto a primeira. E não é muito arriscado dizer que eles podem nos surpreender pra melhor.
 

por Lidiany CS
Reiterando praticamente tudo o que Caco e Felipe disseram, parece que foi ontem (esse mês o site já completou um ano!) que vi os anúncios da confirmação da série pela HBO e fui ver o que Lena Headey (Cersei), Sean Bean (Ned) e um anão (Peter Dlinkage – Tyrion) tinham em comum…
Foi quando descobri sobre um autor que havia lançado vários livros (nos EUA) os quais comecei a ler imediatamente através da editora de Portugal e que mais tarde seriam lançados aqui pela LeYa.
Nem preciso dizer que foi amor à primeira vista, né? Sim, a partir daí eu comecei um caso de amor com o mundo fantástico de Game Of Thrones e fiquei tão empolgada com a grandiosidade dessa história que a partir daí surgiu a ideia de criar esse site.
Dentro desse espaço de tempo da criação do site até o início da série, acompanhei cada milésimo de notícia que saía sobre a série e lógico, compartilhei tudo por aqui
Depois de ter lido, ouvido, pesquisado e falado sobre o assunto comecei a assistir a temporada meio temerosa do que pudesse vir, já sabendo das tragédias que me esperavam, tive medo de que esse novo formato não me agradasse tanto como é o caso de várias outras adaptações.
Mas o enredo de Game Of Thrones que já era familiar pra mim era fantástico, nas mãos de um bom canal, com roteiristas, diretores e um elenco fenomenal, será mesmo que podia dar errado?
Acho que a grande maioria vai concordar comigo que não foi isso que aconteceu!
Começando pela abertura e indo até o último segundo do último episódio, posso dizer que praticamente tudo me agradou.
Apesar de ser fã incondicional dos livros, não vou dizer que sou fanática ao ponto de me revoltar pela falta ou pela mudança de alguns pontos.
Como já disse várias vezes por aqui, entendo a dificuldade enfrentada para apresentar toda essa história.
Vou sentir falta dessa cena em todos os trailers *o*
Em resumo, sou *suspeita* pra falar, mas posso dizer com honestidade que gostei dessa viagem que fiz ao mundo fantástico de George R. R. Martin proporcionada por toda a equipe de Game Of Thrones.
Espero poder acompanhar o que vem pela frente, tanto em relação aos livros quanto à série e também, poder continuar aqui com você no Game Of Thrones BR. 
Gostaria também de agradecer aos colaboradores Felipe e Caco (parabenizá-los também!) pelo trabalho que estão fazendo aqui no site! 😉

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados