Resenha do Episódio 1×01: Winter is coming [COM SPOILERS]

Esta resenha foi dividida em duas partes, uma foi escrita pelo Cacovsky e a outra pela Lidianycs!
A resenha sem SPOIILERS dos livros está aqui, se você está vendo apenas o seriado recomendo que leia a crítica anterior.
O texto abaixo pode conter SPOILERS para os escpetadores da série pois fará comentários e comparações aos livros.

por Cacovsky

San athchomari shafkea, zhey HBO

É bom deixar claro: apesar de ter lido o primeiro livro, eu assisti a uma série de televisão. E é a partir disso isso que eu vou fazer meus comentários. Muita gente pode até dizer “ah, mudaram a história em relação a livro”. Eu penso que contaram a mesma história, mas de um jeito diferente. É televisão, tem uma outra dinâmica; eu imagino que algumas coisas não são permitidas e outras devem ser diferentes.
 
O que foi aquela abertura? Eu não tinha idéia de como eles fariam, fiquei muito impressionado e empolgado. Especialmente quando dá pra ver a costa leste de Essos (dá pra ter uma idéia do tamanho do continente). E qual o significado daquelas engrenagens? A minha teoria é de que a intenção foi mostrar o reino como uma grande máquina política.
 
Da muralha à queda de Bran, eu achei a história toda muito bem aparada. Uma coisa que eu achei muito interessante foi que, apesar de ter muitos personagens, a gente conhece alguns poucos pelo nome, e isso não parece estar relacionado à importância deles. A gente sequer fica sabendo o verdadeiro nome de Cat, por exemplo. Ainda no início, quem são os três aventureiros que se arriscam além da muralha? Acho muito legal, entretanto, sermos capazes de nos lembrarmos dos rostos dos personagens principais, tais como os filhos do Lorde Eddard, ou dos irmãos Targaryen.
Uma cena que particularmente gostei muito foi o primeiro diálogo entre Jaime e a rainha, que até então não sabíamos quem eram, mas já deu pra ficar com a pulga atrás da orelha sobre eles dois. Eu quase fiquei tão chocado quanto Bran quando descobriu o segredo deles.
 
Pra mim, a cena mais bonita é Lorde Eddard limpando a espada na sombra da árvore de folhas vermelhas. Pela situação e pelo que Cat fala, fica claro que aquele é um lugar sagrado e especial para Ned. A cena mais desnecessária, obviamente, foi quando os filhos de Ned estavam fazendo a barba. Praticamente um fanservice ¬¬. E já que estamos falando disso, Sansa pode falar o que quiser, mas o príncipe Joffrey não é bonito. Podiam ter escolhido outro ator, esse moleque é horrível.
 
Tyrion Lannister. Já tinha dito antes: esse personagem será o melhor da série. Espirituoso, engraçado e rico, nós somos os únicos que sentimos pena dele: ele próprio não sente. Eis um cara que sabe aproveitar a vida: bebida e mulheres, quase sempre juntos. Os diálogos mais engraçados do episódio sempre envolvem ele. Entretanto, não fica a impressão de que ele faz parte do núcleo novela-das-sete. Pelo contário, a lição que ele dá em Jon (que até então conhecíamos por Snow) mostram suas força e a sagacidade.
[image]
Os Dothrakis. De longe, meus favoritos. Selvagens descontrolados que fazem sexo ao ar livre e matam durante as festas. Apesar do meu interesse no seu idioma, eles se mostraram bastante lacônicos. A cerimônica de casamento de Drogo e Daenerys é um belo mostruário dessa cultura que não se esconde em tetos. Sua culinária não é das mais refinadas – aquilo era coração de cavalo? – nem suas vestes, nem seus costumes, mas não deixa de ser um espetáculo para os olhos. Mas é tudo muito chocante e Daenerys tem motivos pra estar aterrorizada na noite de núpcias.
 

 

E por falar em sexo, quanta mulher pelada. Acho que essa foi a primeira cena de apelo sexual que vi envolvendo um anão e mais 4… como direi… “mulheres de vida fácil”. E teve a nudez de Daenerys e da rainha com o irmão. Interessante observar: essas cenas mostraram a natureza dos personagens, e não foram colocadas sem propósito. É bem verdade que, se tivesse mais, é provável que a turma ainda gostasse.
 
E agora vamos às minúcias…
 
Um detalhe menor que deve ser comentado é que, diferente do que foi dito, há sim uma “palavra” para “obrigado”, em Dothraki. O objetivo disto, na série, foi enfatizar que o povo dothraki não tem como costume realizar trocas, apesar de se especular que haja ações capazes de demonstrar gratidão. A questão é que, para a série, não haverá uma palavra “obrigado”, mas o idioma possui mesmo assim um equivalente que pode ser usada para este objetivo. A expressão “san athchomari shafkea” significa “muito respeito para você”. “Shafkea” significa “para você”, mas é algo mais formal do que “yeeran”, que também é “para você”, mais vulgar. Entretanto, essa expressão pode ser usada em um outro contexto como, por exemplo, numa saudação mais respeitosa (quando Illyrio encontra Drogo pela primeira vez, ele fala “athchomar chomakea”, que é “respeito a você”, que é uma saudação comum).
 
Como eu tentei prestar atenção a cada detalhe das cenas dos dothrakis, percebi um erro de continuidade que ocorre aos 52:31 : primeiro, Drogo está com as mãos sobre os joelhos, depois, com a mão na cintura, depois no joelho de novo 🙂 A cena em que Daenerys sobe (ou melhor, “é subida”) no cavalo e magicamente está devidamente sentada na sela também é meio estranha.
E, para finalizar os detalhes, meio que teve um “prêmio” pra quem prestou atenção aos créditos: David J Peterson, criador do Dothraki, também tá participando da criação de dois outros “idiomas” da série: O Skroth e o Ashai’i. Pelo twitter do David, já foi revelado que o Skroth é o idioma dos Outros (sim, aqueles estalidos que você ouviu no início). Como disse a Lidiany, é quase um idioma alien, e particularmente duvido que evolua num idioma como o Dothraki. O Ashai’i, eu imagino, deve ser o idioma das terras de Ashai, mencionadas por Illyrio quando este dá de presente os ovos de dragão a Daenerys.
 
Sobre a série televisiva, acho que é isso que posso comentar. Claro, quem já leu ao menos o primeiro livro já captou algumas mensagens nas entrelinhas que só alertou aos espectadores mais atentos. Mas achei o episódio excelente, com um final surpreendente e angustiante. Adorei.
Neste link  há uma tag cloud das principais palavras do episódio.
 

por LidianyCS
Como já disse nos comentários do episódio: Gods be Good, eu amei cada pedacinho do episódio!
No início eu achei que já tinha visto tudo, pela quantidade de vídeos divulgados e por ter lido tanto os livros, achei que não haveria surpresas, mas bastou ver a a abertura pra que eu ficasse de queixo caído. Eu adoro as aberturas de True Blood e de Mad Men, mas essa sinceramente ficou espetacular!!
Ainda tinha um certo medo de que a série me deixasse desapontada. Mesmo tendo acompanhado mais de um ano da produção, ainda sentia um certo frio na barriga, porém no final tive a sensação de Calma tá tudo bem agora…
Então pra não estender ainda mais essa resenha que já tá enorme vou fazer alguns comentários comparando a série e os livros:
 
1. As personagens
Para mim parecem que foram tiradas dos livros, sim eles estão mais velhos, mas será que aceitaríamos normalmente ver uma Dany criança sendo cafetizada daquela forma pelo irmão?
 
Sansa e Joffrey noivos? Seria difícil! Catelyn fez muito bem o seu papel, parece mesmo uma mãe zelosa, já com uma certa idade e vários filhos, porém achei que a Catelyn dos livros era mais ambiciosa, ela quer ver a filha casada, ela gosta da idéia do poder do cargo da Mão do Rei. Ela quer ver as filhas brilhando na corte e deseja ser a mãe da rainha, isso não é mostrado no episódio. A Catelyn da série é apreensiva em relação a todos os acontecimentos do episódio.
Também não gostei muito do Illyrio, achei que ele devia ser mais asqueroso, lascivo, um decrépito nojento e não esse vovô com cara de Papai Noel. Drogo também foi uma surpresa, apesar de ter curtido as cenas dos Dothrakis, Jason Momoa não me impressionou muito.
Os demais estavam simplesmente incríveis, superando as expectativas como Tyrion e Arya! =D
[image]
 
2. As cenas de nudez e sexo
Essas cenas não foram inventadas pela HBO todas elas estão nos livros, e talvez ainda haja mais coisa, como Catelyn e Ned juntos na cama e Catelyn nua na frente do meistre Lwyin (ok, essa passamos, né?). Mas Cersei e Jaime se pegam em qualquer lugar (até no Septo) nos livros, Dany e Drogo estão entre os bárbaros…e Viserys é um completo doido!
Não achei que a cena de Dany foi exagerada, eles não podiam fazer uma cena de meia hora, foi rápido o suficiente pra mostrar que Dany não queria o casamento e Drogo é um bruto selvagem, porém ao longo dos episódios vamos ver a evolução do relacionamento dos dois e principalmente de Dany, que vai se transformar em uma mulher, uma Khaleesi, a rainha Targaryen. o/
Tudo isso acontece realmente nos livros, com exceção da orgia de Tyrion, mesmo assim, essa foi uma ótima apresentação pra ele.
 
3. Os detalhes
Prestei bastante atenção aos gestos, olhares, palavras e movimentos de todos.
Todos são bastante expressivos em todas cenas (menos Jason Momoa :P), Dany chora, Viserys mostra sua loucura, Theon dá um sorriso cínico. Ned mostra um rosto solene, carregado, sempre preocupado, enquanto Robert é um fanfarrão!
Cersei demonstra o nojo que sente pelo lugar e Jaime se mostra um canastrão!
[image]
Theon com seu sorriso cínico, Sansa e sua ingenuidade, Bran um garoto curioso e Arya uma menina travessa. Jon, um bastardo solitário e triste.
[image]
Todos cumprem seu papel, exatamente como a descrição dos livros. Basta observar que algumas cenas foram incluídas para dar algumas explicações, como a de Tyrion no bordel, a de Bran subindo no castelo e de Jaime e Cersei discutindo sobre segredos, até mesmo uma troca de olhares entre Jon e Catelyn para mostrar a tensão que existe entre os dois.
 
Em vários momentos, palavras foram desnecessárias, pois cada ator mostrou um pouco do seu personagem somente com um gesto ou um olhar…
[image]
Que dizer da pequena Maisie entre os solados com aquele capacete na cabeça?
[image]
Uma pena é ver tantos atores talentosos e saber que uma grande parte morrerá antes mesmo do último episódio. Saber o quanto Sansa e Arya vão sofrer, ver a queda do Bran e tantos outros acontecimentos tristes em Game Of Thrones!
 
Estou esperando ansiosamente pela morte de Khal Drogo, ok?
Que venham os próximos episódios!!! \o/

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • Juliana

    Estou interessada em assistir a série e achei que aqui encontraria a resenha, mas encontrei somente comentário pessoal, o que não me ajudou.