Hash yer ray nesi?

(ou “Você sabia?“, em Dothraki)

O Dothraki é o idioma do povo Dothraki, uma raça nômade e guerreira, que cavalga nas estepes do Mar Dothraki, da saga “A Song of Ice and Fire” de George R.R. Martin. Está sendo desenvolvida por David Peterson (@dedalvs), da Language Creation Society (LCS), para a adaptação televisiva da série da HBO.

O Dothraki foi criado originalmente para o povo Dothraki. O próprio Martin admitiu não ser muito bom em idiomas, além de que:
“Eu não tenho uma língua imaginária toda aqui na minha mesa, como Tolkien.”
“A mesma coisa com o Dothraki. Vários personagens falam a língua dos senhores dos cavalos em meus romances e , de fato, eu temperei o texto com algumas poucas palavras Dothraki como ‘khal‘ (rei, líder) e ‘arakh‘ (a espada curva Dothraki)… mas na maior parte do tempo eu fiquei satisfeito em dizer ‘Eles estão falando em Dothraki‘, e dei uma idéia do que era dito, mexendo um pouquinho com a sintaxe e o com ritmo da sentença pra passar um pouco do sabor da língua.”
Como isso não era bom o bastante para o pessoal que estava fazendo a série, os produtores executivos David Benioff e D. B. Weiss, que queriam uma linguagem detalhada, contrataram a LCS para tomar conta do idioma Dothraki, no lugar de Martin. O Dothraki foi também a primeira língua que a LCS foi contratada pra criar.

“A LCS solicitou e avaliou várias propostas para o idioma Dothraki da sua rede de experts, sendo a proposta de Peterson a selecionada pela equipe da produção de Game of Thrones.”

David Peterson buscou inspiração para o idioma a partir de várias outras línguas, mas ainda é uma língua própria, única. Havia “cerca de trinta palavras, a maioria nomes” para dar continuidade, a partir dos livros.
“Não há o bastante aqui, no entanto, para passar a alguém uma noção de como o idioma deveria soar se ele fosse estendido. Isso não quer dizer que há apenas uma maneira de como o Dothraki poderia ser (as propostas iniciais eram bem divergentes), mas pra mim, há material suficiente pra imaginar que direção eu queria tomar.”
“Ao projetar o Dothraki, eu queria continuar tão fiel quanto possível ao material existente na saga de George R. R. Martin”, diz Peterson. “Mesmo que não haja muita informação, há evidência de uma ordem dominante das palavras [sujeito-verbo-objeto], de adjetivos aparecendo depois de substantivos, e da ausência de verbos de ligação. Eu segui à risca estes elementos, criando uma estética sonora que vai ser familiar aos leitores, enquanto dá à língua profundidade e autencidade. Meu desejo maior é de que os fãs da saga olhem para uma palavra do idioma Dothraki e não consigam afirmar se ela veio dos livros ou foi criada por mim – e que os espectadores sequer imaginem que é um idioma construído.”
A HBO, ao ver a proposta da LCS, prosseguiu com a idéia.

“Estamos tremendamente animados por trabalhar com David e com a LCS”, disse o produtor D. B. Weiss. “O idioma que ele está desenvolvendo é fenomenal. Captura a essência do Dothraki, e traz um outro nível de riqueza ao mundo deles. Estamos ansiando pela primeira coleção de sonetos de amor Dothraki”.

Martin afirmou: “Espero pelo dia em que alguém traduza Shakespeare para Dothraki. Já fizeram uma tradução para Klingon, provavelmente uma élfica também, então que seja.”
De acordo com a última informação a respeito (27 de outubro de 2010), o idioma Dothraki contava com 2500 palavras.
Quem desejar maiores informações, basta consultar o fan-site da língua.
Fonte: The Dothraki Wiki
Fonas chek!

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados