Personagens gays em Game of Thrones

Li essa entrevista há alguns dias e resolvi compartilhar com vocês, pois achei muito interessante saber que a série vai abordar esses temas. Como em outras séries da HBO acho isso muito importante, pois mostra as personagens inteiramente, incluindo sua sexualidade, como é discutido ao longo da entrevista.
Além disso, juro que não tinha percebido, só sabia da personagem do terceiro livro, cuja história é citada abertamente, ou Martin foi muito sutil ou sou lerda mesmo…
Me lembrei dessa tirinha postada aqui no blog…e eu achando que era onda!
A entrevista original encontra-se nesse link, foi realizada por Brent Hartinger e traduzida por mim, qualquer erro podem reclamar aí 😉

Atenção: Esse post contém spoilers sobre Game of Thrones.
Finn Jones como Loras Tyrell, o Cavaleiro das Flores.

Há muitos personagens gays em “As Crônicas de Fogo e Gelo”,  série de romances de fantasia em adaptação pela HBO para a televisão. Mas o que era um pouco mais sutil nos livros, será muito mais aparente na série.
A relação homossexual entre os personagens Loras Tyrell (Finn Jones) e Renly Baratheon (Gethin Anthony) será muito evidente lá pelo terceiro episódio da primeira temporada, que começa dia 17 de abril.
O produtor executivo e escritor da série D.B. Weiss disse a AfterWelton.com [o site da entrevista]: “Eu acho que haverá uma cena no meio da temporada que vai fazer você muito feliz.”
Renly é “gay nos livros, também”, diz George RR Martin, autor dos romances best-sellers. Mas conversas online sugere que nem todos os leitores perceberam o fato acima.
“Eu nunca quis fazer mistério”, diz Martin. “Eu gosto de lidar com as coisas de forma sutil. Eu não poderia dizer, ‘fulano e sicrano é gay’, porque, como eu tenho certeza que você sabe, a palavra não foi inventada até os anos 60. E eu estou falando da época medieval, então eu não vou dizer, ‘fulano é gay “. Mas eu achei que ficou muito claro no contexto. ”
O personagem de Renly não é estereotipada em muitos aspectos, ele é bonito, é um guerreiro e líder carismático,  será que Martin pretendia intencionalmente desafiar os estereótipos?

Renly Baratheon

“Sim”, diz ele. “Mas há outros personagens gays nos livros que são vilões ou que são ruins de várias maneiras. Eu acho que cada grupo tem pessoas boas e más em que, se estamos falando de um grupo étnico ou um grupo religioso. Então eu tento retratar uma variedade, principalmente quando eu tenho centenas de personagens. Então eu posso fazer um herói e um vilão gay gay gay e um covarde e uma pessoa gay corajosa, como eu posso fazer as pessoas gordas que são bons e ruins, e assim por diante.
“Eu tenho personagens lésbicas nos livros, e os personagens bissexuais também”, acrescenta. “A Víbora vermelha de Dorne (Red Viper of Dorne)[no terceiro livro] é bissexual. Eu tento refletir todo um espectro da humanidade como o melhor que posso. ”

Gethin Anthony (Renly Baratheon) à direita de Mark Addy (Robert Baratheon )
Imagem por Martin Ellis/Wyvernwood

O plano é que a cada temporada da série sejam contados os acontecimentos de cada livro, quatro dos quais foram escritos até agora, de um total de sete livros planejados.
“Um dos luxos de um show como este, uma das vantagens, é que você pode realmente ter uma chance de cavar fundo para explorar os personagens e quem e o que os faz, e porque está fazendo as coisas que eles estão fazendo “, diz Weiss. “Temos dois grandes atores, Finn [Jones] e Gethin [Anthony] que interpretam Loras [Tyrell] e Renly [Baratheon]. [Ser gay é] parte integrante de quem eles são, a sua relação com o outro.”
Weiss dá crédito a HBO por ter autorizado a explorar a sexualidade dos personagens. “Uma das grandes coisas sobre [o canal] é que eles dão a você a liberdade de mostrar às pessoas inteiramente, e a sexualidade é uma parte integral de quem eles são. É realmente importante apresentar a sua sexualidade de forma aberta e honesta, mesmo que eles não são capazes de fazer isso no mundo [de ficção de fantasia], na qual eles vivem. ”
Melhor ainda, os personagens gays se tornarão mais importantes na segunda temporada, baseada no segundo livro. “Eles têm um papel mais importante do que no primeiro”, diz Weiss.

Enquanto isso, algumas imagens sugerem que um dos vilões do seriado, Viserys Targaryen [Harry Lloyd], seja um vilão gay efeminado: muito loiro, afetado, e covarde.
“Mas na verdade ele não é [homossexual]”, diz Weiss.

Compartilhe:

Ao comentar no site você aceita as regras previamente estabelecidas.

Posts Relacionados

  • O Jon Connington (também conhecido como Griff Pai), que era “amigo” do Rhaegar, ao que me parece era gay também, visto que ele tinha uma admiração fora do comum pelo seu Principe Prateado… no entanto, nos livros ele é um personagem que nada tem de afeminado, pelo contrário.

  • Beatriz Rocha

    Dany? quando?

  • Bacellar

    No livro 3, com a Irri.

  • Tiago Muniz

    lol sabe mais que o autor é amor?